Corvos e Maltrapilhos

Corvos e Maltrapilhos Marcos Torres


Compartilhe


Corvos e Maltrapilhos


Poemas Ácidos




Corvos e Maltrapilhos – Poemas Ácidos é composto de poemas ácidos que deixam uma cratera em nosso mundo conturbado, maltrapilho e esquálido, cujo abutre espera pacientemente para devorar sua carne e saborear seus detritos. Este livro é pura acidez, que busca de alguma maneira resgatar o sujeito “pós-humano e o pouco de humanidade que ainda lhe resta. Não se trata de apresentar uma mera dualidade entre forças opostas. O uso do termo ‘corvo’ que representa o animal da natureza que vive por puro instinto não é para qualificar o animal, é sim para apresentar o contexto de podridão e seus detritos em que o sujeito pós-humano está mergulhado neste mar de carnificina, enquanto maltrapilhos e esquálidos morrem a conta gotas do outro lado da rua deitado numa marquise como um deus molambo no meio do nada num lugar sem endereço.

Poemas, poesias / Filosofia / Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
Corvos e Maltrapilhos

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.3 / 3
5
ranking 33
33%
4
ranking 0
0%
3
ranking 33
33%
2
ranking 33
33%
1
ranking 0
0%

67%

33%

Luan Queiroz
cadastrou em:
20/12/2015 16:53:05
Luan Queiroz
editou em:
20/12/2015 16:59:55