As Três Pontes de DüMoirrir

As Três Pontes de DüMoirrir Flavio P. Oliveira


Compartilhe


As Três Pontes de DüMoirrir





Três pontes separam a cidadela murada de DüMoirrir dos olhos-verdes, um povo que vive em uma ilha e é discriminado, oprimido, cercado e caçado por não perder o rim externo. Na cidade, nenhum ilhéu entra sem estar coberto de cor­rentes, na ilha, os citadinos, apenas para caçar rins. Não há comércio, troca de informações, bens e serviços entre os nativos. De tempos em tempos, nasce um ilhéu de olhos azuis, são chamados de esperanças… Luna é a nova esperança desse povo de olhos verdes. Lügh, um simples vigia da Ponte Meridional, cheio de defeitos e segredos — postulante a herói ou bandido — que ficará paralisado (abobalhado) diante da encantadora beleza da moça de olhos-azuis. Ele conhecerá o amor e se tornará um criminoso. Ela conhecerá o salvador e a esperança é a última que morre.

Contos / Fantasia

Edições (1)

ver mais
As Três Pontes de DüMoirrir

Similares


Resenhas para As Três Pontes de DüMoirrir (2)

ver mais
Um conto ou um livro?

Conto ou livro? Pela profusão e complexidade de "As Três Pontes de DüMoirrir", bem poderia ser um livro. Contudo, é um conto belo e mordaz, que traz as mais hediondas e maravilhosas reflexões. O conto foi escrito pelo fundador e editor da Delirium Editora, Flavio P. Oliveira, autor do romance "Talvez Nunca Mais um País". Nesse conto, a loucura mescla-se com a necessidade de levar às pessoas os preconceitos existentes no mundo inteiro. Preconceitos que, por mais que sejam abatidos por... leia mais

Estatísticas

Desejam5
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.1 / 7
5
ranking 57
57%
4
ranking 14
14%
3
ranking 14
14%
2
ranking 14
14%
1
ranking 0
0%

9%

91%

Flavio P. Oliveira
cadastrou em:
20/01/2016 07:28:25