O Complexo de Portnoy

O Complexo de Portnoy Philip Roth




O Complexo de Portnoy





Trinta e seis anos depois, a história de Philip Roth sobre o rapaz oprimido pela mãe judia segue vigorosa.

Quando foi lançado, em 1969, "O Complexo de Portnoy" causou polêmica. Nem poderia ser diferente. Em plena época da liberação sexual, o autor Philip Roth apareceu com um livro em que a masturbação é a válvula de escape da sexualidade do personagem e deixa transparecer em suas páginas temas como o complexo de Édipo e até um incesto virtual.

"O Complexo de Portnoy" não envelheceu. O drama do rapaz dominado pela mãe, uma tradicional matriarca judia, permanece com seu vigor inalterado e apresenta uma envolvente narrativa em primeira pessoa. Alexander Portnoy, agora com 30 anos, conta ao psicanalista as agruras da marcação implacável que sofria de sua mãe, da qual eram vítimas também o pai, um inofensivo vendedor de seguros, e a irmã mais velha.

Philip Roth imprime um tom bem-humorado que eventualmente provoca gargalhadas, mesmo que o sabor final seja amargo. Mas é na discussão das relações opressivas, representadas pela claustrofóbica presença materna, que reside a força do livro. As conseqüências que a formação sexual confusa e o complexo de Édipo irão ter na vida adulta de Alex são perturbadoras. É o que torna esse livro mais atual do que nunca. O inimigo é a mãe.

Edições (9)

ver mais
O Complexo de Portnoy
O Complexo de Portnoy
O Complexo de Portnoy
O Complexo De Portnoy

Similares

(21) ver mais
Cantiga de Ninar
Homem Comum
As Brasas
A Invenção da Solidão

Resenhas para O Complexo de Portnoy (39)

ver mais
on 23/9/09


É incrível a capacidade que Philip Roth tem de retratar a complexidade da mente humana. Não só a de Alexander Portnoy, mas principalmente esta. O livro é interessante como poucos e é, também, para poucos. Pela linguagem, aliás, pela ousadia de criar um personagem tão caricato e cheio de pormenores que ferem as imagens intocadas de judeus e americanos. Vi minhas angústias retratadas nas supostamente patéticas angústias de um Portnoy sarcástico ao extremo. Já procuro o próximo livro de R... leia mais

Estatísticas

Desejam274
Trocam5
Avaliações 4.0 / 892
5
ranking 38
38%
4
ranking 34
34%
3
ranking 22
22%
2
ranking 6
6%
1
ranking 2
2%

49%

51%

Tito
cadastrou em:
14/01/2009 15:06:55