Rubro Veio

Rubro Veio Evaldo Cabral de Mello


Compartilhe


Rubro Veio


O Imaginario Da Restauraçao Pernambucana




A restauração em 1654 contra o domínio holandês no Nordeste, mais exatamente em Pernambuco, é considerada um marco do sentimento nativista brasileiro. Depois disso, os pernambucanos se orgulhariam de sua participação ativa na História do Brasil, sempre mantendo altos ideais libertários, como na Guerra dos Mascates, entre 1710 e 1712, na Revolução Pernambucana, em 1817, na Confederação do Equador, em 1824, e na Revolta Praieira, em 1848. Entender como os ventos da restauração pernambucana influenciaram essas revoluções e contestações que se seguiram à expulsão dos holandeses é o objetivo de Evaldo Cabral de Mello em 'Rubro veio'. A partir da reconstrução desse imaginário da restauração pernambucana e de suas representações, Evaldo realiza uma crítica histórica para compreender a contestação do poder colonial - e, mais tarde, poder imperial - entre os séculos XVII e XIX.

Edições (2)

ver mais
Rubro Veio
Rubro Veio

Similares

(4) ver mais
A Educação pela Guerra
A Fronda dos Mazombos
A outra independência
Olinda Restaurada

Estatísticas

Desejam8
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.4 / 8
5
ranking 50
50%
4
ranking 38
38%
3
ranking 13
13%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

75%

25%

Hugo Leite
cadastrou em:
28/12/2009 01:11:24