A Ditadura Encurralada

A Ditadura Encurralada Elio Gaspari




PDF - A Ditadura Encurralada


Gaspari se tornou depositário de cinco mil documentos do Arquivo Golbery e do diário de Heitor Ferreira, secretário particular de Geisel, "o sacerdote", e de Golbery, "o feiticeiro" para escrever ´A ditadura derrotada´ - primeiro volume do tríptico ´O sacerdote e o feiticeiro´ - obra espetacular, já que trata de conversas e de assuntos cujo conteúdo nem mesmo os envolvidos sabiam. Num dos trechos mais importantes de ´A ditadura derrotada´ fica-se sabendo que Geisel, antes de ser empossado em fevereiro de 1974, ouviu do general Dale Coutinho que o "negócio" - a repressão à subversão - "melhorou quando começamos a matar", numa referência ao fim dos "confrontos armados" e dos "suicídios" suspeitos e ao surgimento da figura do "desaparecido". "Ó Coutinho", disse o futuro presidente, "esse troço de matar é uma barbaridade mas eu acho que tem que ser." Disse isso com a mesma simplicidade com que repeliu o golpe dentro do golpe, ao vê-lo se desenhando após a vitória da oposição nas eleições de 1974. "Pois não fizemos uma eleição? É isso e pronto!" O resto das revelações fica para esta grande obra intitulada A ditadura encurralada, novo volume de ´O sacerdote e o feiticeiro´, cobrindo até a demissão do general Sylvio Frota, em 1977, pá de cal no autoritarismo. .





A Ditadura Encurralada

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para A Ditadura Encurralada (9)

ver mais
A história oficial


"A Ditadura Encurralada", de Elio Gaspari, explora a contradição entre o suposto desejo do general Geisel de um acordo com a oposição para uma ditadura mais civilizada (em troca de uma reforma partidária e do esquecimento das torturas e assassinatos já cometidos) e sua cooperação continuada com a extrema-direita. Geisel sequer investigou as ameaças feitas a ele próprio e à sua equipe em panfletos anônimos, muito menos o atentado contra o bispo de Nova Iguaçu. Ou mesmo a bomba no qui...