A Escrava Isaura

A Escrava Isaura Bernardo Guimarães




PDF - A escrava Isaura


Escrava de pele branca, a linda e doce Isaura foi criada e educada como filha na família a que pertencia. Durante muito tempo, foi a protegida da matriarca, que prometeu que, após sua morte, a moça seria liberta. Entretanto, esse desejo não foi atendido pelo filho e herdeiro da família, e Isaura se tornou propriedade de Leôncio, um jovem sem caráter que, mesmo casado, se interessava obsessivamente por ela.

Para afastá-la do assédio de Leôncio e de outros homens da fazenda, o pai da moça, Miguel, um homem livre, tenta comprar a filha, mas não consegue. Decide então fugir com a moça para o nordeste do país. Os dois se instalam em Recife e adotam novos nomes. Lá, Isaura conhece Álvaro, rapaz rico, estudante, por quem se apaixona e é correspondida. Ele fica sabendo que ela é uma escrava fugida, mas não deixa de amá-la.

Tendo sido descoberta e recapturada, Isaura volta para a fazenda de Leôncio, que a submete a castigos e humilhações porque não cede a suas investidas. Enquanto isso, Álvaro, que não desiste de sua amada, vai fazer de tudo para ficarem juntos.

Publicado pela primeira vez em 1875, esse romance é considerado um marco na literatura abolicionista brasileira.





A Escrava Isaura

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos A Escrava Isaura (1)

ver mais
RESENHA - ESCRAVA ISAURA | Alegria Literária

RESENHA - ESCRAVA ISAURA | Alegria Literária


Resenhas para A Escrava Isaura (168)

ver mais
Decepcionantemente romance. . .


Honestamente? Um entulho textual, tsc, grotesco. Eis que há muito tempo, Guimarães acordou com ressaca e mal humor e teve a infelicidade de ter uma idéia a qual ele transpôs seus conflitos internos, os seus problemas e feitiches, organizando tudo isso em palavras, chamando-o de livro e nomeando-o de 'A Escrava Isaura'. O problema que causa a sensação de estupidez, ao meu ver, é o fato de Isaura ser a mulher perfeita enquanto os outros, pouco conseguem brilhar na trama. Todos a amam...