A Hora dos Elfos

A Hora dos Elfos Jean-Louis Fetjaine




PDF - A Hora dos Elfos


O mundo, até então dividido entre anões, monstros, elfos e homens, perdeu o seu equilíbrio depois de estes últimos se apoderarem do talismã dos anões, a legendária espada Excalibur. Dividido entre a sua esposa, a cristã Ygraine, e Lliane, a rainha dos elfos, o rei Uter toma a decisão de devolver a espada sagrada e de assim restaurar a antiga ordem.

É então que os monstros invadem o reino de Logres e aniquilam os seus adversários desunidos. Enfraquecidos e aterrorizados, os homens voltam-se de novo para os elfos, esperando que o povo das árvores venha em seu socorro.

Exilada na ilha de Avalon com a sua filha Morgana, e acompanhada do misterioso Merlim, aceitará a rainha Lliane, mais uma vez, arriscar tudo pelo amor de Uter?

Adivinha-se uma derradeira batalha, onde se jogará o destino do mundo e da antiga Ordem. As hostes de orcs, trolls, gobelins, sob o estandarte de Aquele-que-não-pode-ser-nomeado, ameaçam destruir o mundo de Mitgaard — a Terra Média — e acabar de vez com a aliança de elfos, anões e humanos…

Neste terceiro e último volume da epopeia fabulosa que consagrou o talento de narrador de Jean-Louis Fetjaine, uma alvorada banhada do maravilhoso, de paixões e de dramas ergue-se sobre a lenda arturiana.



Jean-Louis Fetjaine nasceu em 1956 e é licenciado em Filosofia e História Medieval. A Hora dos Elfos é a terceira e última parte da saga começada com o livro O Crepúsculo dos Elfos, e continuada em A Noite dos Elfos e com os quais fez uma entrada notável no universo literário. Muitos chamam-lhe já o Tolkien do século XXI.





A Hora dos Elfos

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para A Hora dos Elfos (1)

ver mais
Elfos levados a sério...


É a impressão que se tem logo de início... A mitologia céltica/nórdica nos é apresentada sem frus-frus... O Elfo é sim aquela coisa meio que pastoril mas capaz de uma fúria assustadora a deixar indgnados os seguidores do asséptico Legolas. O enfoque é todo pré-arturiano e a trama muito bem construida, se bem que despretenciosa. Leitura agradabílissima, mesmo para os que, como eu, nao pertencem a geração "élfica" (ou "anelídea"... heheheh) ps - não se engane com o limitado número de pá...