A Sombra do Passado

A Sombra do Passado Sylvain Reynard




PDF - A Sombra do Passado


Nesta sequência de A transformação de Raven, Sylvain Reynard combina suspense e sensualidade em uma das cidades mais belas do mundo, levando o leitor para um universo de fantasia e romance habitado por criaturas centenárias e poderosas.

A jovem e doce Raven Wood está em Florença trabalhando na restauração de O nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli. Certa noite, ao tentar evitar que um sem-teto seja agredido, ela mesma fica em perigo, mas é salva a tempo pelo belo e poderoso William York. Depois desse encontro, eles se envolvem numa improvável e avassaladora paixão.

O príncipe vampiro jura seu amor por Raven e promete se vingar de todos os que um dia a feriram. Contudo, ela prefere não ceder à violência e, para surpresa de William, busca nele algum traço de humanidade sob a aparente frieza – alguma bondade que lhe permita entregar-se a ele sem receios.

Mas um perigo terrível pode pôr fim à felicidade do casal. Uma sombra se espalha por Florença, colocando em risco a paz que há séculos existe entre seres humanos e sobrenaturais. Enquanto tenta proteger Raven, o príncipe precisa descobrir quem o traiu e evitar uma guerra entre poderes há muito adormecidos.





A Sombra do Passado

Leia o PDF do primeiro capítulo de A Sombra do Passado

Visualizar

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para A Sombra do Passado (32)

ver mais


Falar dos livros de Sylvain Reynard é uma tarefa muito fácil para mim, aliás, sou suspeitíssima pois há anos acompanho suas publicações e sempre espero uma leitura prazerosa. O autor canadense é um excelente contador de histórias. É daquele tipo que trabalha muito bem a inserção de fatos históricos misturados a ficção, fazendo com que seu leitor entre em contato com um livro que respira arte e cultura, sem ser sobrecarregado de informações jogadas aleatoriamente, despertando no leitor ...