Admirável Mundo Novo

Admirável Mundo Novo Aldous Huxley




PDF - Admirável Mundo Novo


Neste livro, Huxley descreve, num misto de fantasia e sátira implacável, uma sociedade futura de tipo totalitário. A ideia simplista do progresso, alicerçado apenas na técnica; o sórdido materialismo mecanicista e certas ideologias filiadas numa filosofia de inspiração pragmática - eis o alvo da sátira de Huxley.

Admirável Mundo Novo é um aviso, um apelo à consciência dos homens. É uma denúncia do perigo que ameaça a humanidade, se a tempo não fechar os ouvidos ao canto da sereia do falso progresso: anular-se na "fordização" ou, como o Selvagem, optar pelo suicídio.





Admirável Mundo Novo

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Admirável Mundo Novo (15)

ver mais
livros lidos em setembro (melhor mês de leituras???)

livros lidos em setembro (melhor mês de leituras??

Vídeo-resenha do livro Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley

Vídeo-resenha do livro Admirável Mundo Novo, de Al

Lendo o Admirável mundo novo // Escolhendo o livro - Amostras de Livros (Parte 2)

Lendo o Admirável mundo novo // Escolhendo o livro

Admirável Mundo Novo | Aldous Huxley | Editora Biblioteca Azul | Resenha - Dia de Livro

Admirável Mundo Novo | Aldous Huxley | Editora Bib


Resenhas para Admirável Mundo Novo (1.383)

ver mais
Resenha de Admirável Mundo Novo


“Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente”. Tal frase foi proferida pelo famoso inglês, Willian Shakespeare e fala sobre um grande medo do homem, o sofrimento. Nesse contexto, é de se esperar uma fuga, mesmo que na maioria das vezes fracassada, desses momentos tão angustiantes, talvez, se o humano conseguisse uma maneira de escape perfeita dessa lástima, nós seriamos felizes, certo? Encontramos a resposta para isso no livro de Aldous Huxley, Admirável Mundo Novo. E...