As meninas

As meninas Lygia Fagundes Telles




PDF - As Meninas


As Meninas, romance escrito em 1973, apresenta a vida e as relações afetivas, sexuais e familiares de três jovens universitárias, no auge da ditadura militar no Brasil. Foi um dos raros textos que ousaram abordar temas como a repressão e a tortura. A narrativa se desenrola no microcosmo que é um pensionato de freiras, onde vamos encontrar Lia, Lorena e Ana Clara, três personagens provenientes de classes sociais distintas. A autora escolheu para lutar contra a opressão e a decadência, personagens com individualidade própria e uma história, com sonhos de juventude, fantasmas do passado, contradições em que se debatem, ora sob o impacto dos seus impulsos de libertação ora sob o peso do que as aprisiona. Amigas íntimas, dialogam, refletem e monologam, questionando-se. A sua união é no entanto precária, e não apenas por ser circunstancial, mas porque cada uma segue um caminho que lhe é próprio, um destino individual que transcende qualquer análise sociológica. Lygia Fagundes Telles gera, com a sua arte, uma força vital que se transmite e um êxtase que seduz, graças a uma escrita inovadoramente romanesca que a consagrou em definitivo, com este romance, como um dos maiores nomes da literatura brasileira.





As meninas

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos As meninas (2)

ver mais
BOOK HAUL ACUMULADO (Amazon, Submarino e Dublinense) ?? | Ana Carolina Wagner

BOOK HAUL ACUMULADO (Amazon, Submarino e Dublinens

As meninas - Lygia Fagundes Telles | LEITURA UFRGS 2021

As meninas - Lygia Fagundes Telles | LEITURA UFRGS


Resenhas para As meninas (214)

ver mais
Incrível


As 5 estrelas não vão para a história, que poderia ser comum se caísse nas mãos de qualquer autor. Essa classificação vai para Lygia Fagundes Telles que conduziu as cenas e as falas de uma maneira magistral e inovadora. A troca constante de narradores, a mudança de tempos e a troca de cenários faz com que o leitor perca o fôlego em muitos momentos, trazendo o prazer máximo da leitura. Não deixando de destacar as críticas feitas para sociedade da época da publicação, o que deixa a pergu...