Bruxa Akata

Bruxa Akata Nnedi Okorafor




PDF - Bruxa Akata


Carinhosamente apelidado de Harry Potter nigeriano, Bruxa Akata tece uma trama de magia e mistério, repleta de mitologia africana. Uma história de amizade, superação e sobre como achar seu lugar no mundo.

Sunny tem 12 anos e sempre viveu na fronteira entre dois mundos. Filha de nigerianos, nasceu nos Estados Unidos e é albina. Uma pária, incapaz de passar despercebida. O sol é seu inimigo. Castiga a pele e a expõe aos olhares curiosos. Parece não haver lugar onde ela se encaixe. É sob a lua que a menina se solta, jogando futebol com os irmãos. E então ela descobre algo incrível – na realidade, ela é uma pessoa-leopardo em um mundo de ovelhas. Sunny é alguém com um talento mágico latente, é uma agente livre. Uma pessoa com poderes que nasceu de pais comuns.

Logo ela se torna parte de um quarteto de estudantes mágicos, pesquisando o visível e o invisível, aprendendo a alterar a realidade, sendo escolhida por um mentor e conseguindo, enfim, sua faca juju — com a qual é capaz de fazer seus feitiços. Mas isso será suficiente para que encontrem e impeçam um assassino em série que está matando crianças? Um homem perigoso com planos de abrir um portal e invocar o fim do mundo?





Bruxa Akata

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Bruxa Akata (2)

ver mais
Bruxa Akata, da Nnedi Okorafor ? Um Bookaholic

Bruxa Akata, da Nnedi Okorafor ? Um Bookaholic

RESENHANDO | Bruxa Akata by Nnedi Okorafor

RESENHANDO | Bruxa Akata by Nnedi Okorafor


Resenhas para Bruxa Akata (92)

ver mais
Mais que um novo Harry Potter


Sentado no chão em frente a uma lareira parei de me perguntar quando a chuva acabará. Não trata-se do céu cinzento em que poetas em início de escrita relacionam a tristeza. É um azul escuro, parecido com a cor do fundo do oceano. O vidro grosso da janela cheia de pingos não me dá detalhes, fazendo o imaginar e o fantasiar ser uma coisa só. Na minha frente uma pena se esforça para usar a pouca tinta do tinteiro e escreve em um papel amarelado com uma letra muito mais bela que a minhas p...
Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR