Confissões do Crematório

Confissões do Crematório Caitlin Doughty




PDF - Confissões do crematório


Ainda jovem, Caitlin conseguiu emprego em um crematório na Califórnia e aprendeu muito mais do que imaginava barbeando cadáveres e preparando corpos para a incineração. A exposição constante à morte mudou completamente sua forma de encarar a vida e a levou a escrever um livro diferente de tudo o que você já leu sobre o assunto.
Confissões do Crematório reúne histórias reais do dia-a-dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos filosóficos, históricos e mitológicos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, ela desmistifica a morte para si e para seus leitores.
O livro de Caitlin – criadora da websérie Ask a Mortician – levanta a cortina preta que nos separa dos bastidores dos funerais e nos faz refletir sobre a vida e a morte de maneira inteligente, honesta e despretensiosa – exatamente como deve ser. Como a autora ressalta na nota que abre o livro, “a ignorância não é uma bênção, é apenas uma forma profunda de terror”.





Confissões do Crematório

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Confissões do Crematório (9)

ver mais
Resenha - Confissões do Crematório

Resenha - Confissões do Crematório

Confissões do Crematório (Caitlin Doughty) | DOSE DE MORBIDEZ #1

Confissões do Crematório (Caitlin Doughty) | DOSE

Confissões do Crematório (Caitlin Doughty) | DOSE DE MORBIDEZ #1

Confissões do Crematório (Caitlin Doughty) | DOSE

Confissões do Crematório |  VAMOS TODOS MORRER

Confissões do Crematório | VAMOS TODOS MORRER


Resenhas para Confissões do Crematório (250)

ver mais


Olhar diretamente nos olhos da mortalidade não é fácil. Para evitar isso, nós escolhemos continuar vendados, no escuro em relação às realidades da morte. No entanto, a ignorância não é uma benção - é só um tipo mais profundo de pavor....