Goon: O Casca-Grossa

Goon: O Casca-Grossa Eric Powell



PDF - Goon: O Casca-Grossa


Desde sua estréia como desenhista e ilustrador em 1995, trabalhando nos mais diversos títulos (Buffy, Angel, Hulk, Pantera Negra, Vingadores e MAD, entre outros), Eric Powell desfrutava uma vida relativamente tranqüila. No entanto, jamais conheceu a verdadeira escala do sucesso até publicar de maneira independente as primeiras aventuras do personagem de sua criação, Goon. Com seus engraçadíssimos roteiros de humor negro, extraordinária narrativa e exuberante arte desfilada num festival de técnicas de ilustração, Goon logo conquistou elogios da mídia especializada em TV, artes cênicas e literatura, como a tradicional revista Entertainment Weekly e o jornal Hollywood Reporter.

Em pouco tempo, o adorável Casca-Grossa deixou as páginas dos gibis independentes para se tornar um dos maiores sucessos da Dark Horse Comics, onde Eric Powell e sua genial criação vêm angariando não apenas uma crescente legião de fãs, mas também uma respeitável coleção de prêmios da indústria de história em quadrinhos e entretenimento.

Aclamada como uma das mais originais e hilariantes publicações da atualidade, Goon, o Casca-Grossa chega finalmente às bancas brasileiras. Nesta edição especial com nada menos do que 212 páginas, a Mythos Editora reúne os sete primeiros números do título original, inclusive o memorável encontro de Goon com outro "casca-grossa"´, o Hellboy de Mike Mignola.

Só um conselho: antes de iniciar esta leitura, separe uma caixa de lenços de papel, porque você vai chorar de tanto rir.





Goon: O Casca-Grossa

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para Goon: O Casca-Grossa (1)

ver mais
Diversão pura na essência.


Eric Powel nos dá uma aula de como fazer quadrinhos na concepção de suas histórias. É muito gratificante saber que para ter uma boa leitura, ninguém necessita de sagas Épicas, lapsos temporais e 52 terras paralelas com gente que morre e volta. Basta personagens carismáticos, uma arte característica e uma boa dose de criatividade. Diversão e humor na medida certa é o que o autor nos fornece nessa história....