Marília de Dirceu

Marília de Dirceu Tomás Antônio Gonzaga




PDF - Marília de Dirceu


"Eu tenho um coração maior que o mundo." Versos como este, agrupados sob o título Marília de Dirceu, tornaram Tomás Antônio Gonzaga um dos maiores poetas do Arcadismo brasileiro. Com tendências ao bucolismo, os fingimentos pastoris e as alusões mitológicas, a poesia de Gonzaga é típica do Arcadismo. Nela há, contudo, uma nota pessoal marcada pelo sensualismo e o realismo dos motivos locais, que a situa acima do esgotamento da escola.
A primeira parte das liras de Marília de Dirceu foi publicada em Lisboa em 1792; uma segunda edição, com acréscimos, saiu em 1799, enquanto a terceira parte só apareceu postumamente.O erotismo e o sentimento elegíaco que percorrem alguns dos versos dedicados à amada levaram os pósteros a identificar em Gonzaga um pré-romântico. Gonzaga foi um dos nossos maiores poetas.





Marília de Dirceu

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para Marília de Dirceu (21)

ver mais
Meia-boca.

Com suas liras, propostas árcades e bucolismos, Tomaz Antônio Gonzaga cria um clássico da literatura brasileira. Indubitavelmente. O fato é que achei uma proposta tão ilusória, chata e fantasmagórica, que não me tocou. Fora que, Gonzaga não foi, nem de longe, um Dirceu à procura de sua Marília. ...