Molloy

Molloy Samuel Beckett




PDF - Molloy


Um dos melhores romances de Samuel Beckett.



'Molloy' divide-se em duas seções. Na primeira, é o próprio Molloy, o 'narrador-narrado', quem fala; na segunda, é Moran, homem encarregado de vigiá-lo. A história que os dois - cada um à sua maneira - tentam registrar, é a das idas e vindas de Molloy, num vai-e-vem que alterna lugares abertos e fechados, a partir do apartamento de sua mãe - e que mimetiza os impasses das frases curtas e da própria linguagem. O livro caracteriza-se pelas ações dramáticas que apresenta, incluindo um caso de amor e um de morte. Mas a verdadeira 'ação', tratando-se de Beckett, está na própria linguagem - ainda que seja a de comunicar a incomunicabilidade moderna.





Molloy

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para Molloy (8)

ver mais
Detonando a linguagem, sem esperar por ninguém


Dizer que é uma leitura prazerosa, fluída, descompromissada, seria o mesmo que não reconhecer a genialidade de Beckett, do Beckett dramaturgo, autor da mítica peça "Esperando Godot". Este romance, o primeiro escrito por Beckett em língua francesa, causa estranheza porque nos arranca irreversivelmente do conforto. Agride porque aponta para a ruína de uma linguagem que já não é mais capaz de representar. Seus personagens chafurdam na lama, e é o gosto dessa lama que faz o nosso sorriso ...