Não se enrola, não

Não se enrola, não Isabela Freitas




PDF - Não se enrola, não


A vida de Isabela dá uma completa reviravolta depois do sucesso de seu blog, Garota em Preto e Branco. Decidida a perseguir seus sonhos, ela abandona o curso de direito, deixa a casa dos pais, em Juiz de Fora (MG), e se muda para São Paulo tão logo conquista um emprego numa badalada revista on-line. Enquanto se adapta aos novos tempos numa quitinete no Baixo Augusta, Isabela escreve seu primeiro livro.
Seria perfeito se no apartamento em frente não morasse o envolvente Pedro Miller e os dois não se embolassem regularmente sob o mesmo lençol. Não, não é namoro. Não, não é apenas amizade. É algo muito mais enrolado, um relacionamento sem um nome definido. Um “isso”, como diz a personagem. Embora não tenha coragem de confessar seus sentimentos, Isabela sabe que está perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo.
Após Não se apega, não e a sequência, Não se iluda, não, Isabela Freitas mostra neste Não se enrola, não os primeiros passos de seus personagens na vida adulta, com toda a independência e as responsabilidades que ela proporciona.





Não se enrola, não

Leia o PDF do primeiro capítulo de Não se enrola, não

Visualizar

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Não se enrola, não (2)

ver mais
LIVRO: NÃO SE ENROLA NÃO - ISABELA FREITAS

LIVRO: NÃO SE ENROLA NÃO - ISABELA FREITAS

Não se enrola não | Natália de Jesus

Não se enrola não | Natália de Jesus


Resenhas para Não se enrola, não (52)

ver mais
Não desgasta, não!


Ok, a saga da Isabela-personagem poderia ter acabado no livro anterior. Já tá bem desgastada a fórmula. Pelo amor de Deus, Intrínseca, deixa a coitada da menina escrever não-ficção! Embora ela fale umas baboseiras no Twitter de vez em quando, venho digitar essa resenha com menos antipatia pessoal da Isabela depois de uns vídeos dela que eu assisti. Principalmente o dos diários antigos, em que ela aceita e se diverte com as bobajadas da adolescencia, de uma forma "adulta". Esse tom adul...