O Dom

O Dom Robert Ovies




PDF - O Dom


Um menino capaz de ressuscitar os mortos. Um livro de tirar o fôlego

Quando C.J. Walker, um garoto de nove anos, encosta no braço da amiga de sua mãe no velório e sussurra o desejo de que ela não estivesse morta, só está tentando fazer a coisa certa. Mas, no momento em que a mulher desperta, a tempestade que se segue não pode ser contida. Pessoas aterrorizadas, dentro e fora das fronteiras da cidade, exigem saber quantos de seus entes queridos podem ter sido enterrados vivos pelo mesmo agente funerário, ou por qualquer outro.
Porém a prova de que C.J. Walker pode realmente despertar os mortos é filmada em segredo e então veiculada publicamente. Em uma única manhã, a mãe de C.J., Lynn, vê sua casa se tornar uma fortaleza e seu filho, um alvo. Indivíduos de luto, desesperados para que a morte abandone seus entes queridos; representantes da mídia e de organizações médicas e científicas; influentes líderes religiosos e poderosas agências governamentais, todos mexem seus pauzinhos para ganhar uma posição de vantagem e influência e obter máximo controle sobre o dom mais poderoso de que já se teve notícia.
Em meio à confusão, Lynn e seu ex-marido, Joe, lutam para encontrar uma maneira de escapar com C.J., para mantê-lo em segurança e de alguma forma tornar possível que ele tenha uma vida normal novamente. Mas para isso eles precisam agir rápido, antes que o garoto seja levado por algum dos vários interessados em seu poder.





O Dom

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para O Dom (10)

ver mais
Bom


O enredo é bom, a evolução da história vai levando a um impasse no destino do personagem, e as dúvidas da mãe são as mesmas que qualquer outra mãe teria, mas a partir das decisões dela poderia outras saídas... Enfim, um bom passatempo....