O Dono do Tempo

O Dono do Tempo Renata Ventura




PDF - O Dono do Tempo


Hugo nunca foi um herói. Muito pelo contrário. Desde o primeiro dia em que se descobriu bruxo, em uma favela do Rio de Janeiro, dois anos antes, tudo que fizera havia sido tentar sobreviver da melhor forma possível, ajudando a si próprio mais do que aos outros, em sua saga torta para se tornar uma pessoa melhor. Agora, arrependido dos atos egoístas que cometera em seu primeiro ano de estudos e dos extremos de vaidade que demonstrara no segundo, pela primeira vez Hugo terá de fazer algo maior do que si mesmo por outra pessoa, arriscando sua saúde, suas forças e sua sanidade em busca de uma cura quase impossível de encontrar, numa parte do Brasil que, para bruxos, é mágica até a alma.

O Tempo, no entanto, é impiedoso e está passando, e para sobreviver à vastidão profunda da selva amazônica, onde todos os gritos são abafados, não bastará que ele seja o Hugo de sempre. Ele terá de ser mais. Muito mais.

Nesta eletrizante segunda parte de “O Dono do Tempo”, sequência dos premiados “A Arma Escarlate” e “A Comissão Chapeleira”, Hugo precisará de agilidade, astúcia e um coração de ferro se quiser aguentar o tranco até o final. Porque a floresta tem mais olhos do que folhas, e alguns desses olhos são cruéis e podem matar.

“Um dos livros mais corajosos e importantes que já li. Todos deveriam lê-lo, mesmo quem ainda não conhece os dois primeiros. Se eu já tinha A Arma Escarlate e A Comissão Chapeleira como meus livros favoritos, eles ganharam um peso ainda maior aqui.”
David Ernando, Paralelismo

“Uma história fascinante! A riqueza, a trama, o desfecho... Eu quase tive um ataque!”
Caco Cardassi, canal Caldeirão Furado





O Dono do Tempo

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para O Dono do Tempo (56)

ver mais
Uma poderosa jornada sobre autoconhecimento e o poder da inevitabilidade.


Ainda tô tentando processar esse turbilhão de emoções que acompanhou a minha leitura do livro, porém já posso dizer que esse não só é o melhor livro da saga até agora (o que, por si só, já é um feito e tanto, considerando A Comissão Chapeleira), como o último capítulo dele é a coisa mais bonita, dolorida, humana, crua e real que a Renata já escreveu até então. Confesso que eu tive que parar a leitura do último capítulo duas vezes, em momentos distintos, por ter começado a chorar e s...
Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR