O Menino da Mala

O Menino da Mala Lene Kaaberbøl
Agnete Friis




PDF - O Menino da Mala


“Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo.Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado.Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo.





O Menino da Mala

Leia o PDF do primeiro capítulo de O Menino da Mala

Visualizar

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos O Menino da Mala (7)

ver mais
VLOG: O MENINO DA MALA - PARTE I

VLOG: O MENINO DA MALA - PARTE I

O MENINO DA MALA - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis | #Lucas

O MENINO DA MALA - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis |

RESENHA - O Menino da Mala | Por Junior Costa

RESENHA - O Menino da Mala | Por Junior Costa


Resenhas para O Menino da Mala (102)

ver mais
Resenha - O Menino da Mala - Lene Kaaberbøl e Agnete Friis


Imagina você encontrar um menino de 3 anos, vivo, nu e dopado em uma mala de certa ferroviária... imaginou? Pois bem, Nina Borg presenciou isso e conviveu com isso. Sigita é daquelas mães que adoram proteger suas crias, mesmo solteira ela dá seu tudo para criar Mikas, até mesmo nas dificuldades da vida. Tudo ia bem, até que certo dia ela se encontra no hospital, totalmente perdida na cama e sem saber o paradeiro de seu filho, segundo as enfermeiras ele estaria com a vizinha, depois ...