O meu engenho de estrelas

O meu engenho de estrelas Carlos Almir Ferreira




PDF - O meu engenho de estrelas


Este livro é um presente. [...] O livro é, antes de tudo, um convite para uma viagem pelas experiências de vida do poeta. Começa de mansinho, como quem não quer nada, e ao longo das páginas, arrebata. Ao final, é como se nós também fôssemos protagonistas de seus versos, tamanha a capacidade do poeta em nos emocionar. Engenho é sinônimo de trama, composição, criação. É também sinônimo de meigo, suave, brando, sossegado. A poesia de Carlos Almir é um pouco de cada um desses significados, provocando em seus leitores um passeio prazeroso por suas memórias de infância, por seus desejos de ser poeta, pelo amor por seus pais, por seus filhos, por sua esposa, por suas professoras, por seus amigos.[...] Divagar pelos versos de Carlos Almir é mergulhar também em nós mesmos, em nossas lembranças, em nossos desejos, em nossas conquistas. Ao ler um de seus versos, “antes a morte que é vida”, fez-me pensar que morremos todos, um pouco cada dia pois que estamos a todo momento deixando para trás quem fomos, para renascermos de outras formas, de outros tamanhos. Carlos Almir, no entanto, já nasceu gigante e este livro apenas corrobora o que o céu estrelado já sabia





O meu engenho de estrelas

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para O meu engenho de estrelas (0)

ver mais
Poemas sensíveis, que encantam pela metalinguagem


"O meu engenho de estrelas", terceiro livro que leio de Carlos Almir, me conquistou pelo sensível olhar em relação ao ofício de escrever poesia. Através da metalinguagem, o entusiasmo delirante do poeta encanta o leitor, mesmo quando os poemas adotam um tom mais pessoal. Um livro despretensioso, mas encantador....