Palladinum

Palladinum Marcelo Amaral




PDF - Palladinum


Na cidade de Vale Prateado, os preparativos para a festa de 40 anos do Colégio São João unem os esforços de pais, alunos e professores. Juliana, editora do jornalzinho escolar Página Pirata, está cobrindo o evento junto com seus melhores amigos.

Em meio às comemorações, uma aguardada exposição de artefatos arqueológicos coincide com o início de uma série de eventos inexplicáveis na escola: professores se tornam verdadeiros carrascos, e o pânico toma conta dos alunos quando até mesmo seus pais se voltam contra eles!

A turma da Página Pirata precisa descobrir o que está havendo, e essa busca os levará a um lugar desconhecido: o mundo dos sonhos e pesadelos. É lá que os jovens entenderão que estão prestes a enfrentar uma batalha épica entre forças extremamente poderosas!

Estarão eles prontos para as descobertas que terão pela frente?

www.palladinum.com.br





Palladinum

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Palladinum (3)

ver mais
Clube do Livro Saraiva com Raphael Draccon, Luis Eduardo Matta e Marcelo Amaral

Clube do Livro Saraiva com Raphael Draccon, Luis E

Lançamento de Palladinum no RJ

Lançamento de Palladinum no RJ

Palladinum - Book Trailer

Palladinum - Book Trailer


Resenhas para Palladinum (8)

ver mais
Maravilhoso em todos os níveis!


Nem todo escritor – por melhor que ele seja – é um contador de histórias nato. São poucos e, na minha opinião, é o que diferencia um livro MUITO bom de um favorito. E Palladinum, de Marcelo Amaral, entrou para a lista dos TOP 10 favoritos da categoria infantojuvenil, o que no meu caso quer dizer muito! IS THAT GOOD! Uma coisa é ser suspeita por ser amiga do autor e ser fã do tema fantasia, outra é faltar com a sinceridade para comigo mesma. Eu poderia dizer apenas “ah, que livro legal...