Primavera Num Espelho Partido

Primavera Num Espelho Partido Mario Benedetti




PDF - Primavera Num Espelho Partido


A história central de Primavera num espelho partido, gira em torno de Santiago, personagem condenado ao exílio interior numa prisão de seu próprio país, por ter participado da guerrilha urbana durante o período da ditadura militar no Uruguai, imposta de 1973 a 1985. Já sua mulher Graciela é obrigada a se mudar para a Argentina com Beatriz, sua filha pequena, e dom Rafael, seu sogro, para reconstruir a vida. Para o marido, detido em sua cela, é como se o tempo tivesse parado. No romance, Benedetti aborda de maneira bastante original a temática da opressão e do exílio coletivo dos uruguaios. Sendo ele próprio também um exilado, adota um modo de observação pouco comum, ao intercalar vozes narrativas distintas ao longo do texto. Essas vozes se sucedem, se somam, cedem passagem umas às outras, organizando um mosaico de impressões e sentimentos.





Primavera Num Espelho Partido

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos Primavera Num Espelho Partido (3)

ver mais
Resenha #13 - Primavera em um espelho partido

Resenha #13 - Primavera em um espelho partido

Nostalgia e asco Na Literatura Latino-americana!

Nostalgia e asco Na Literatura Latino-americana!

Leituras Fevereiro 2019

Leituras Fevereiro 2019


Resenhas para Primavera Num Espelho Partido (47)

ver mais


"Primavera num espelho partido", de Mário Benedetti. Recomendo. Uma ressalva: se você tiver birra com leitura claramente de esquerda, podes te incomodar, mesmo que o foco humano seja básico no texto. Digo isso porque ainda que não seja militante de esquerda, tenho birra e acabo perdendo a noção literária e abandonando livros quando seguem uma linha claramente de direita. Assim, informação número um: o livro tem um matiz militante. Sem dúvida, mas construído de forma que essa militân...