Querida Kitty

Querida Kitty Anne Frank




PDF - Querida Kitty


O romance inacabado que Anne Frank escreveu a partir do seu diário ― publicado em separado pela primeira vez, da maneira como ela desejava.

Em 1942, com a crescente perseguição aos judeus na Holanda ocupada pelos alemães, Anne Frank se escondeu com a família e alguns agregados em uma casa nos fundos do prédio onde funcionava a empresa do seu pai. Por dois anos o grupo conseguiu escapar do cerco nazista e, nesse período, Anne registrou sua vida no esconderijo em um diário hoje mundialmente conhecido.
Mas ela tinha um grande desejo: publicar um romance sobre essa experiência quando a guerra terminasse. Como trabalho preparatório para esse projeto, ela reelaborou minuciosamente seu diário. As cartas à amiga imaginária Kitty, apresentadas agora pela primeira vez como uma publicação em separado, dão prova do talento literário da jovem autora. Com grande sensibilidade e fino senso de humor, ela relata à sua amiga o cotidiano da vida na casa, as relações entre seus moradores e o clima de terror que aumentava progressivamente com a escalada da guerra.
Mais de setenta anos depois, e pela primeira vez em português (em tradução direta do holandês), o desejo de Anne Frank se concretiza com a publicação do romance epistolar que idealizou e escreveu a partir das páginas do seu caderno.





Querida Kitty

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para Querida Kitty (8)

ver mais
Sem palavras.


Esse livro se trata de uma edição do diário de Anne Frank. Não é como as outras, pois esse foi a edição que a própria Anne sonhava que as pessoas lessem sobre sua história. Sim, além de escrever seu diário, depois passou a revisar os próprios textos para serem publicados no pós guerra --essa atitude de escrever estava sendo um "sonho" comum entre algumas pessoas daquele período e sendo estimulado pelos noticiários (ex: BBC). Infelizmente, ela só conseguiu revisar até o final de março...