se deus me chamar não vou

se deus me chamar não vou Mariana Salomão Carrara




PDF - Se deus me chamar não vou


Quem vai te contar essa história é uma criança de 11 anos. O olhar fresco e bem humorado de quem ainda vê a vida como mistério está aqui, mas vá por mim: não subestime a solidão de Maria Carmem.

A aprendiz de escritora, enfrentando as angústias da “pior idade do universo”, irá te provar que é possível, sim, que uma menina seja mais solitária do que um velho. Ao menos uma menina que, como ela, cresce e cria suas perguntas entre os objetos de uma “loja de velhos”. Ali elas já nascem antigas, frescas e pesadas, doce feito da mais dura poesia. Maria Carmem nasceu no fim. Sendo assim, do que interessa a idade? Como ela mesma diz, “é possível que um lápis pareça estar novo, mas todo quebrado por dentro”.

É assim, toda quebrada por dentro, que ela desconstrói o mundo diante de si, o mundo adulto que cria regras e não as obedece, o mundo escolar, tudo: “na aula de matemática o problema dizia que um menino e uma menina precisavam calcular quantas laranjas levar ao parque se os convidados meninos comiam tantas e as meninas só mais tantas cada uma. E eu escrevi que não era pra levar nenhuma, que tudo é mentira, ninguém vai junto a parque nenhum nessa vida”. É também assim que ela junta e faz pergunta e faz poesia com tudo o que se ergue e desmorona, os pais, deus, o amor, o corpo, a morte, o difícil que é entender o amor dos outros.

Quando crescer, Maria Carmem vai ser escritora. Mas Maria Carmem já cresceu e já é. Esse livro é uma generosidade de sua poesia. Uma oportunidade de a gente crescer com ela.





se deus me chamar não vou

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Vídeos se deus me chamar não vou (1)

ver mais
Leituras de Janeiro 2020 | Felicidade Clandestina

Leituras de Janeiro 2020 | Felicidade Clandestina


Resenhas para se deus me chamar não vou (246)

ver mais
tudo bem estar em banho-maria.

Para começar a falar desse livro, vou jogar aqui várias palavras que definem com precisão o que essa história representa, depois eu tento explicar melhor: afago. sensível. humano. arrebatador. alma. solidão. afeto. amor. Eu poderia, na verdade, escrever muitas outras palavras. Essa leitura me pegou completamente de surpresa, eu não fazia ideia do que se tratava o livro antes de começar a ler. E foi, tipo, tão bom que meu coração tá até agora quentinho e querendo mais, mesmo que o fina...