Soco na Cara

Soco na Cara Sir Arthur Conan Doyle




PDF - Soco na Cara


Quando Rodney Stone, filho de um antigo oficial da Marinha Britânica, é apresentado pelo Tio (Sir Charles) às emoções das grandes apostas no mundo do pugilismo e do boxe inglês, são os reflexos rápidos e sua sede de conhecer o mundo que o levam desde os subúrbios de Londres até os excêntricos salões da Alta Sociedade Inglesa do *Período da Regência* em busca da próxima luta! O que ele não esperava, porém, é que esse "brutal passatempo da classe trabalhadora" pudesse colocá-lo no meio da investigação de um misterioso assassinato que deixará marcas em seus entes queridos. Com movimentos tão ágeis quanto os socos de um boxeador, sir Arthur Conan Doyle tece um mundo ao mesmo tempo aristocrático e proletário, um romance histórico com toques de mistério gótico sem igual entre suas obras. Com a mesma prosa magnética e instigante que eternizou Sherlock Holmes, Doyle demonstra aqui seu profundo conhecimento da sociedade inglesa georgiana (pré-vitoriana) e sua paixão pela arte do pugilismo, repetidas vezes explorada nos livros e contos do famoso detetive da Baker Street.

"Rodney Stone" (1896) has been described as a gothic mystery and boxing novel during the Regency Era. However, it is much more than that. It's also a coming-of-age story for both Rodney and his friend Boy Jim. The book is character-centric, with some memorable characters such as Rodney's uncle Sir Charles; Boy Jim's father and Jack Harrison, the retired champion boxer. . .
====
http://www.bestofsherlock.com/mss/rodney-stone.htm
Conan Doyle was a fine athlete and an avid amateur boxer. He started working on a play involving boxing in 1894, but set it aside and began writing Rodney Stone in the summer of 1895. Informing his mother in a 7 September 1895 letter that he had finished the book, he said he was thinking of entitling it as "Rodney Stone: A Reminiscence of the Ring."

He was pleased with the book, telling his mother "it contains some scenes which are as good as I have ever done," and declaring in his autobiography that "no one but a fighting man would ever…quite understand or appreciate some of the detail."

It first appeared, in serialized form, in the Strand Magazine from January to December 1896. The Strand opened the story with a facsimile of the first six lines of the manuscript for Chapter I. In America, S. S. McClure syndicated the story in 17 parts to various American newspapers. Smith, Elder & Co. published the first English edition of Rodney Stone in 1896, and D. Appleton & Co. produced the first American edition.
====
https://es.wikipedia.org/wiki/Período_Regencia
https://pt.wikipedia.org/wiki/Regência_Britânica
https://en.m.wikipedia.org/wiki/Regency_era
https://multiversonews.com/resenha-soco-na-cara-de-sir-arthur-conan-doyle/
http://www.bestofsherlock.com/ref/rfacdms.htm





Soco na Cara

O PDF do primeiro capítulo ainda não está disponível

O Skoob é a maior rede social para leitores do Brasil, temos como missão incentivar e compartilhar o hábito da leitura. Fornecemos, em parceira com as maiores editoras do país, os PDFs dos primeiros capítulos dos principais lançamentos editoriais.

Resenhas para Soco na Cara (5)

ver mais
Interessante (esqueça o título do livro)

Leitura interessante, que permite ver um pouco da mentalidade inglesa do início do século XIX. Suas guerras com a França, a aristocracia e o pugilismo, esporte bastante querido pelos ingleses, fossem ricos ou pobres. Bem escrito e interessante, não chega a ser uma leitura memorável, mas gostei de ler algo do Conan Doyle que não fosse Sherlock Holmes. Um senão: o título. "Soco na cara" em português. Título chamativo que me induziu a achar que leria algo contundente, quando na verd...