Ensaio Sobre a Cegueira

Ensaio Sobre a Cegueira José Saramago




Resenhas - Ensaio Sobre a Cegueira


1574 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Nyck 22/09/2021

A escrita do Saramago é desafiadora por ser diferente, mas é fácil se acostumar ao longo da história. Ademais, acrescento que é difícil escrever sobre esse livro, pois ele tem muito mais camadas do que eu consegui entender nessa primeira leitura. É um livro potente e com uma história pesada que com certeza irei reler.
comentários(0)comente



tessacarstairs 22/09/2021

O livro faz uma dissecação de diversas condições humanas sob a alegoria de uma cegueira, que se espalha pelo mundo como uma pandemia. Possui uma escrita crua e dura, profunda o suficiente para fazer alusões realistas de situações, reações e tudo aquilo que faz de nós seres humanos através de uma ótica filosófica.
O livro não mal tem pontuação e os parágrafos são enormes. É difícil saber quando uma fala é interrogativa ou afirmativa ou mesmo saber quem é que está falando. Embora isso tenha dificultado a leitura, a escrita ainda foi fluída o suficiente e a mensagem bem clara, o que possibilita esse livro a ser lido com relativa rapidez.
comentários(0)comente



amanda 21/09/2021

visceral
precisei de alguns dias pra escrever essa resenha depois de ler esse livro, pois ele merece ser digerido.
foi muito difícil ler esse livro - a escrita de josé saramago, a forma como a história foi contada (que parece não nos deixar respirar), a narração extremamente explícita e o todo o plot foram desconfortáveis ao ponto de eu me perguntar se eu realmente queria terminar esse livro.
mas eu terminei, e que bom que eu terminei.
apesar de todo o desconforto o livro é impecável, e recomendo muito a leitura a todos.
a história sobre a cegueira branca me fez imaginar em diversos momentos como eu me comportaria nas situações mostradas pelo livro, se eu faria diferente dos persongens e até onde eu iria no modo survival.
algumas passagens da história me arrepiaram, e a personagem da mulher do médico e a rapariga dos óculos escuros foram as minhas favoritas.
é até complicado tentar explicar esse livro, só consigo dizer que ele é visceral e só lendo pra entender do que eu to falando.

?Penso que não cegámos, penso que estamos cegos, Cegos que vêem, Cegos que, vendo, não vêem.?
Jerlich 21/09/2021minha estante
A escrita de Saramago é ímpar, o grande Nobel da literatura portuguesa!


Marcos.Joris 21/09/2021minha estante
É sensacional mesmo o livro. Não o li todo pelo seu mesmo motivo, mas eu pretendo lê-lo num futuro não muito distante.




Dani 21/09/2021

Senti o impacto
Conta a história de uma epidemia de cegueira branca que vai atingindo a população de uma cidade e acompanha alguns que foram colocados em quarentena.
Livro de explodir a cabeça. Me surpreendi com a relevância desse livro, chocante, emocionante, repugnante. Amei.
Ter lido ele nesse ano de pandemia, acho que deixou minha experiência ainda mais rica. É claro que não é a mesma coisa, mas as relações humanas, ruins e boas, foram bem parecidas.
A escrita do Saramago tá incrível, acho difícil alguém não se conectar com as pessoas e as situações. Minha personagem favorita foi a mulher do médico.
Uma história incrível, reflexiva, pesada e muito importante.
"A pior cegueira é a mental, que faz com que não reconheçamos o que temos pela frente."
Cleber 21/09/2021minha estante
Ótima resenha, meu livro preferido do Saramago?


Dani 21/09/2021minha estante
Obrigada, é o segundo que eu leio dele . ?


Cleber 21/09/2021minha estante
Legal, também quero ler mais livros dele




Ingrid 21/09/2021

?Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara.?
Sem fôlego. É nesse estado em que me encontro após a leitura de Ensaio sobre a Cegueira. Simplesmente não tenho palavras para descrever a genialidade dessa obra de José Saramago.

O livro conta a história de uma cegueira inesperada que atingiu praticamente todos os habitantes de uma cidade. De repente, uma espécie de nuvem branca se instala na visão das pessoas, impossibilitando-as de enxergarem e as fazendo crer que se tratava de uma cegueira contagiosa.

Todas as pessoas da referida cidade cegam, com exceção da mulher do médico - personagem esse que é um oftalmologista, também atingido pela cegueira. Por isso, são colocados em quarentena em um manicômio, com a finalidade de se isolarem e impedirem a propagação da cegueira.

A partir dessa nova realidade, os indivíduos, a cada dia, lutam pela sobrevivência. O caos predomina e as pessoas, imersas em um verdadeiro estado de necessidade, mostram o pior lado que um ser humano pode ter.

Mais do que isso, e como disse o próprio Saramago, o livro nos mostra a importância da ?responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderem.?

Então, a obra ficcional traz uma crítica à sociedade, a moral, ao homem. Nos ensina que mais importante do que olhar, é ver, reparar.

Simplesmente sensacional!
comentários(0)comente



Luh - Wishing a Book 20/09/2021

??Ensaio sobre a cegueira

Autor: José Saramago
Editora : Companhia das Letras
Romance do autor escrito em 1995, antes de receber o Nobel de literatura.
De repente uma epidemia de ?cegueira branca? começa a assolar o mundo todo, o motorista no semáforo, o vendedor do mercado próximo, o cobrador, o soldado, quase todo mundo.
Todos os que começam a ter os mesmos sintomas são postos em quarentena, e é aí que começa toda história, resumida em até onde o ser humano pode chegar nas dificuldades.
A gente tem que parar, fechar os olhos e tentar enxergar... O problema e a solução às vezes estão na nossa frente e ?estamos cegos?... ____________________________________________

300 páginas de conflitos, sem pontuação, parágrafo, aspas e travessão. Não são citados nomes na obra, apenas referências das pessoas e cada detalhe faz do livro algo com alto teor diferencial.
A cegueira não era algo normal, ou biológico, era a própria perda de fé, de potencial, de realização, de cada um que ela acometeu. E tudo vai sendo destruído aos poucos, questão de sobrevivência . . . ?O pior cego é aquele que não quer ver...? . . .

________________

Nota: 10/10?
_________________

Gostei da narrativa que embora densa, é muito interessante, a questão de entender as entrelinhas, a crítica social, a aflição, a maldade humana . Recomendo muito o livro.

#ensaiosobreacegueira #josesaramago #editoraciadasletras #leitura #leiturinha #bookaholic #booksgram #bookstagram #instabooks #instalivros #booklovers #lovebooks #lersempre #lermais #romance #aventura #drama #universodoleitor #leitoresanonimos #leitorescompulsivos #resenhaliteraria #resenhando #wishingabook #leituradiaria #habitodeleitura
comentários(0)comente



ViviCamacho 20/09/2021

Que livro é esse?
Este foi o meu primeiro contato com o autor, e ainda não consigo parar de pensar no que li.
Foram tantos sentimentos, reflexões, desconfortos, que agora entendi porque este livro e José Saramago são tão lembrados, este homem é um gênio!!!
comentários(0)comente



Renata 19/09/2021

Demorei nesse livro, em alguns momentos foi de embrulhar o estômago, perturbador.
Saramago é gênio e define nesse livro o retrocesso da civilização para a selvageria, quando se destrói a ordem o caos é instalado e assim a gente consegue
enxergar complexidade do ser humano, o egoísmo e instinto de sobrevivência.
comentários(0)comente



Betânia 19/09/2021

Ensaio sobre a cegueira
?Ensaio sobre a cegueira? é um livro muito interessante e cheio de reflexões. ?Penso que não cegamos, penso que estamos cegos, cegos que veem, cegos que, vendo, não veem?. A forma como Saramago escreve é singular. Uma excelente obra.
comentários(0)comente



Rodrigo.Rodrigo 19/09/2021

Uma história para refletirmos sobre as relações humanas na sociedade. E será que já não estamos todos cegos!!??
comentários(0)comente



Fernanda 18/09/2021

" a imagem via-o a ele, ele não via a imagem"
Com grafia vigente de Portugal, de acordo com a ortográfica de 1990, Ensaio sobre a cegueira é um livro denso, com uma carga emocional grande e demasiadamente envolvente. É um estória como citou o autor, "que nos faz pensar a responsabilidade de ter olhos quando os outros os perderam". De um sensibilidade ímpar, José Saramago consegue descrever os personagens de uma forma visceral em seus mais íntimos sentimentos, sem ao menos citar seus nomes.

"Sabe-se na medicina que a cegueira não se propaga por contágio, como uma epidemia, não se pega só por olhar um cego". Porém não é o que acontece no decorrer dessa estória. Impossível não concatenar com a pandemia que vivemos atualmente, o despreparo dos órgãos de saúde pública, o desconhecimento da medicina sobre a Covid-19, onde deu-se o agravamento da doença. E também relacionar com o livro Holocausto Brasileiro, pessoas completamente jogadas a própria sorte, tentando sobreviver em meio a descaso dos governantes.

Descaso, negacionismo, discussões, compaixão, isolamento, desespero, mortes, tiros, fome, medo, relações interpessoais, repensar momentos e atitudes, males, sujeira.

"Na terra de cego, quem tem um olho é rei."
comentários(0)comente



glendadiniz 18/09/2021

Esse livro faz juz ao título, de fato um ensaio
Primeiro, eu não sei se o livro é mesmo assim ou se foi o formato que eu li (li no Kindle) mas a fala dos personagens não é indicada por um travessão ou aspas, é algo contínuo por exemplo "fulano disse Hoje o dia está lindo, Está mesmo disse o outro" desse jeito sabe, mas depois de um tempo, acostuma.
Sobre o livro em si, confesso que o quinto ano que habita em mim dia toda vez que eu via "rapariga dos óculos escuros". A história é incrível, tem partes mais arrastadas mas faz parte, não tira a qualidade da história.
Teve determinados acontecimentos que me deixaram enojada e eu só ficava pensando "todos estão cegos e ainda fazem isso uns com os outros". A mulher do médico tem toda minha admiração, uma personagem fantástica, que teve uma força descomunal.
No início, você fica tão desesperado quanto eles quando descobrem que ficaram cegos, querendo ou não, você se imagina nessa situação.
O autor consegue representar um pouco de todos, por assim dizer, no livro mediante essa situação da cegueira branca.
É uma leitura que tem que ser feita com calma mas que vale a pena.
Recomendo muito..
comentários(0)comente



Nic 17/09/2021

sobre o animal humano
?Regressamos à ordem primitiva, com a diferença que não somos uns quantos milhares de homens e mulheres numa natureza imensa e intacta, mas milhares de milhões num mundo descarnado e exaurido.?

no início, fiz duas resenhas detalhadas sobre o que seria ?o ensaio sobre a cegueira? mas senti que sobrou mais descrição que emoção. decidi, por fim, falar sobre as impressões sensíveis que o livro me causou.

pra mim foi uma leitura perturbadora a maior parte do tempo. sem maldições ou fantasmas, o que assombra aqui é a realidade e o quão palpáveis são os acontecimentos descritos.

saramago nos destrói a ordem para mostrar o caos, apresenta a linha tênue entre o que nos faz humanos e animais, civilizados e selvagens e o desespero de coletivos humanos famintos e sem lei em contrapartida com a resiliência do indivíduo.

?o ensaio sobre a cegueira? é uma análise dos diversos elementos que constroem o conceito de sociedade e, ao mesmo tempo, uma dose carregada de emoções humanas: angústia, dor, raiva e tristeza. recomendo demais a qualquer um que deseje ler de estômago preparado!
comentários(0)comente



Fernando.Jeronimo 17/09/2021

Em terra de cego, quem tem olho é... escravo!
Saramago é gênio, consegue dar uma visão crua sobre o que há de melhor e o que há pior no humano indivíduo e social. Sua escrita escancara a hostilidade e fragilidade da vida, por vezes em reflexões póeticas e por vezes em ditos populares.

PS: este livro precisava demais uma versão em PT-BR. Em alguns momentos a leitura se torna muito árida por causa de termos e expressões, e pela gramática do PT-PT.
comentários(0)comente



Costa 16/09/2021

Marcante e inesquecível.
Um dos livros mais interessantes que já li. Único em sua forma de escrita. Sequer os personagens são nomeados, mas tornam-se inesquecíveis. Li esse livro há vários anos, mas jamais esquecerei o sentimento de supresa e de concordância com cada palavra do autor. Ele trata da vida, do ser humano, das relações sociais e da sobrevivência. Leitura única.
comentários(0)comente



1574 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR