Um Homem de Sorte

Um Homem de Sorte Nicholas Sparks




Resenhas - Um Homem de Sorte


483 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Michelle 08/10/2017

Amei !!
Um homem de sorte.

Logan viveu um dos piores momentos de sua vida, sendo fuzileiro do Iraque. Lá encontrou uma foto de uma linda mulher e coincidentemente passou por inúmeros ataques, nada sofrendo , ao contrário dos seus companheiros de tropa.

Seu melhor amigo Victor dizia que essa mulher era seu amuleto de sorte e graças a ela estavam vivos após essa guerra.

Atendendo ao pedido de seu amigo, Logan atravessou o país para agradecer essa mulher. O resto vocês precisam ler para descobrir... rs

Uma linda história de amor, que nos faz refletir sobre o que o destino nos reserva !

Fascinante, recomendo a leitura !
comentários(0)comente



Carolina Gama 13/09/2017

Apaixonante
Pra começar, "Um Homem de Sorte" é uma história com muitos sentimentos envolvidos. É quase real de tanta ligação com os fatos daqueles que servem seus países e passam tempos longe de todos, avaliando conceitos, pensando na vida, trabalhando, andando, correndo, malhando e pensando na vida mais um pouco. Isso torna o livro bem de acordo com a temática, porque a cada virada de página tudo fica mais profundo.

O livro conta uma parte da vida de Logan Thibault, que está no Iraque, em combate. Em um momento de distração, andando, ele encontra uma fotografia e, ao olhar a mulher que nela está, fica encantado e acaba guardando a foto pra si. Na verdade a foto passa a ser a ligação dele com outras pessoas, já que passa a maior parte do tempo sozinho. Ou seja, a foto não é nada mais do que um amuleto de sorte. Logan passa por vários momentos de perigo em combate, mas consegue retornar ao seu país, Estados Unidos, sem ferimentos. Com o tempo ele resolve procurar a menina da foto, mas não consegue de imediato. Seu melhor amigo durante o combate o mantém com a vontade de achar a foto porque sabe a importância da ligação com alguém quando se é um marinheiro ou mesmo fuzileiro naval. Assim, Logan continua a procura.

O que eu não esperava era que o livro fosse tão baseado na vida real de uma pessoa real, não fictícia. Logan luta e consegue encontrar a mulher da foto, mas ao longo da história se vê apaixonado por uma mulher já com uma família em formação. É neste ponto que a vontade de ler aumenta, porque se nota o amor que existe dentro dele e a conexão dele com sua suposta amada. Basicamente, o livro fala de não esquecer de si mesmo e sempre acreditar nos sentidos e sentimentos que te tornam um ser vivo. O fato de Logan não desistir só provou que o destino tem influência na vida de uma pessoa que é aberta à ele. Assim, acho que fica fácil perceber que ele não se abateu por encontrar a única mulher pra quem olhava durante meses acompanhada de outro e lutou por ela. Pra melhorar ainda mais a situação, a mulher de nome Elisabeth, se mostra duvidosa e completamente capaz de amá-lo, apesar de sua vida tão "completa". Gostei do fato de não ter sido um livro de amor cheio de bobagens comuns ao tema e adorei o fato de que há um outro homem que tem ciúmes de Elisabeth. A história ganhou sentido. E, claro, fiquei extremamente tocada com a maneira com que esse autor maravilhoso resolve expor os sentimentos dos personagens. Merece virar filme.

Resumindo, é bonito e é intenso. Fala de amor real, forte, daqueles que nem mesmo a vida é capaz de manter se for pra ser. Me lembra coisas que não gosto mais de pensar, mas, é, sem dúvidas um livro e tanto.

site: Resenha postada nos tempos de Entre Livros
comentários(0)comente



Marcelo Machado 10/09/2017

Sorte, destino ou acaso?
Todos alguma vez na vida já devem ter divagado uma vez ou outra sobre o propósito das coisas, sobre o possível destino de algo acontecer. Seria mesmo destino, seria sorte, ou simplesmente um acaso?

Em Um homem de sorte, acompanhamos uma história que teria tudo pra ser completamente diferente, se não fosse por uma simples foto encontrada por um fuzileiro naval durante uma guerra no Iraque, esse curioso amuleto que mostra uma mulher desconhecida, parece ter estramente o mantido vivo durante anos e viria a mudar seu destino para sempre.

A obra não faz nenhuma menção a isso, mas me fez lembrar sobre a "teoria do caos", ou como muitos conhecem "efeito borboleta" que diz que "O simples bater de asas de uma borboleta, pode desencadear um tornado no outro lado do mundo". Achei interessante como o autor retrata um pouco disso na trama, uma simples foto encontrada no meio do deserto do Iraque vem a mudar o rumo da vida de de pessoas em outro país.

É uma leitura bem tranquila, prazerosa, bem escrita e detalhada, começa a ficar bastante interessante mesmo quando lemos o ponto de vista das três personagens principais, por volta do terceiro capítulo, descobrindo aos poucos a relação que cada personagem tem ou terá com os demais.
comentários(0)comente



Fernandes 27/08/2017

Um homem de sorte
Um homem que tem sorte
comentários(0)comente



cris.leal.12 22/08/2017

Sobre destino...
"Um Homem de Sorte", de Nicholas Sparks, conta a história de Thibault, um militar da infantaria americana no Iraque que encontra uma foto com uma mulher sorridente e passa a ter uma sorte incomum. Quando volta para os EUA, sem conseguir parar de pensar na misteriosa mulher da foto, ele decide sair pelo país à sua procura.

É uma sublime história sobre a força avassaladora do destino que se sobrepõe a tudo e dá sentido até aos momentos mais inexplicáveis da vida.

site: http://www.newsdacris.com.br/2011/05/eu-li-um-homem-de-sorte.html
comentários(0)comente



Vivi Lima 09/08/2017

Cativante :)
É inegável o talento que Nicholas Sparks tem para produzir romances. Boa parte deles tem sua adaptação para o cinema, sendo, em sua maioria, protagonizados por elenco de peso. 'Um Homem de Sorte' não fica de fora dessa seleção. Um livro extremamente bem escrito, onde podemos conhecer a fundo os personagens. Essa é uma das principais características dos livros 'Nicholas Saparkianos' , conseguimos conhecer a fundo os personagens, sua história, seu caráter, suas motivações, é tudo sempre minucioso, bem explicado e trabalhado, nos fazendo se apegar aos personagens. Deve ser por isso que vem os rios de lágrimas após as leituras... rsrsrs.

O livro conta a história do ex fuzileiro Logan Thibault, que em uma das vezes que serviu na guerra encontrou uma foto de uma linda jovem, que se tornou seu amuleto da sorte. Ele não tem muita informação a respeito da foto, apenas uma inicial, mas ainda assim ele saí em busca da jovem para lhe agradecer de alguma forma por ter o mantido vivo diante de tantas perdas na guerra. A jovem em questão é Beth, ou Elizabeth, que mora na pequena cidade de com seu filho Ben e sua avó Nana.

Outra coisa que gostei muito no livro é que além da narração do ponto de vista dos protagonistas, também temos a do ex marido de Beth, Keith, o que dá uma nova visão dos acontecimentos. Um olhar de fora, e que também mostra melhor o que pensam os outros personagens, não deixando dúvidas das suas motivações.

"Na verdade, não queria voltar com a Beth. Na tinha a menor chance de isso acontecer. [...]Vivia sua vida, divertia-se com várias garotas e tudo indicava que jamais se arrependeria. Com exceção do filho, é claro. Quando Ben tinha 3 ou 4 anos, começou a ouvir boatos de que Beth estava namorando, e isso o deixou incomodado.
Uma coisa era ele namorar...mas a coisa mudava totalmente de figura quando se tratava de Beth namorar."

A aproximação de dos protagonistas se dá principalmente através do filho de Beth, Ben, e do fiel companheiro de Thibault, Zeus, um pastor alemão que eu me deixou apaixonada! rsrs.
O relacionamento dos dois acontece de forma bastante natural, despretensioso, mas nem por isso menos intenso. Mas, como não poderia deixar de ser, tem sempre uma situação que põe o relacionamento dos dois em risco.

"[...]Por outro lado, Ben, assim que chegava em casa, pulava do carro para ir brincar com Zeus. Observando pela janela, ele parecia considerar o cachorro o seu novo melhor amigo, e o cão parecia sentir o mesmo por ele. Assim que o carro apontava no caminho de entrada da casa, o cachorro começava a procurar um pau, e vinha logo cumprimentar Ben assim que a porta do carro se abria. Ben saía do carro e Beth, subindo os degraus da varanda, já conseguia ouvir o filho rindo enquanto ele e o cão corriam pele gramado."

Eu gostei do livro? Muito, mas não é o meu favorito do autor. Em alguns momentos me senti meio perdida na história no meio de tantos detalhes, mas sou grata por ele ter me tirado de uma ressaca literária de quase um mês! Se recomendo a leitura? Com certeza! Principalmente para aqueles que viram o filme, do qual vou falar ainda nesse post. Mais um obra prima de Nicholas Sparks que ganha espaço cativo no meu coração.

Confira mais resenhas no blog e também o que eu achei da adaptação desse livro com o Zac Afron!!

site: http://flertandocomlivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Jully 08/07/2017

Esse livro conta a historias de um jovem ex-militar que atravessa o país para procurar a mulher de uma foto que encontrou durante a guerra no Iraque. Seus amigos diziam que não existia alguém com mais sorte que ele, que ao mesmo a tempo atribuía a essa foto o motivo de ainda estar vivo.

site: http://comentandolivroslidos.blogspot.com.br/2017/07/um-homem-de-sorte.html
comentários(0)comente



Daiani 14/06/2017

Lindo, sem ser meloso!
Logan Thibault... Quando comecei a ler não sabia o que esperar desse nome, mas sabia o que esperar de Nicholas Sparks, e também sabia que não seria pouca coisa... E confesso que não foi!
Logan defendeu seu país no Iraque, teve sorte, viu vários de seus amigos partirem, mas talvez a sorte não estivesse ao seu lado por acaso.
Houve um tempo em que ninguém quis trabalhar ao seu lado pois diziam que se uma bomba estourasse próximos a eles qualquer um morreria, menos Thibault. Mas por quê?
Vitor, seu melhor amigo na guerra, sabia o porquê, mas Logan custou acreditar.
Afinal, por que a foto de uma mulher encontrada no meio da areia no Iraque seria tão importante para sua sobrevivência? E o mais importante, quem seria essa mulher misteriosa?
Logan não sabia, mas atravessou o país a pé, do Colorado até o Condado de Hampton (coisinha de 1600 milhas, mais ou menos, ou 2600 km se preferir), só para descobrir quem poderia ser a tal mulher da foto, e o que ele poderia fazer para compensá-la, afinal, ela cuidou dele por muito tempo, durante muitos confrontos.
A mulher da foto é Elizabeth, neta de Nana, mãe do Ben.
Nana é uma senhora muito esperta e que não vê barreiras na vida apesar de seus diversos natais; é proprietária de um canil, que além de abrigar cães também os adestram.
Quando Logan chega à cidade com seu companheiro de quatro patas, descobre que o canil de Nana precisa de um funcionário e vê ali a chance de compensar toda a proteção que Elizabeth proporcionou a ele.
Só que ele não imaginava que Beth seria uma pessoa tão encantadora, e que seu destino não era somente cuidar de “seus” cães, tinha muita coisa fora do lugar naquela cidadezinha.
Um romance morno, pra quem gosta de história, mas sem melação; uma história viva, cheia de emoção.
Cativo como sempre, Sparks conseguiu o final que eu queria, mas com o suspense que ele sempre tem!

site: http://surtosliterarios.blogspot.com.br/2017/06/um-homem-de-sorte_14.html
comentários(0)comente



Fernando - @ExploradorLiterário 10/06/2017

Hoje trago uma obra desse autor no qual eu sou muito fã, esse foi o terceiro livro do Nicholas Sparks que eu li, Um Homem de Sorte, faz algum tempo que eu li ele, mas a história foi tão marcante que ainda não saiu da minha cabeça, e venho resenhar ele.


Esta obra contada em primeira pessoa, traz a história do fuzileiro naval Logan Thibault, que foi encaminhado para guerra no Iraque, durante sua missão no país ele encontra uma foto de uma mulher desconhecida na areia, que mudará sua vida. Desde este momento Logan tem esta foto como um amuleto de sorte, e ele promete a si mesmo que caso sobreviva ele irá atrás desse criatura que o protejera. Após muitos momentos trágicos, lutando pela própria vida em defesa de seu país, sentindo a morte na pele e perdendo seus companheiros, algo que faz ele voltar ao EUA abalado psicologicamente.

" Sabe, uma coisa mínima pode mudar sua vida. Num piscar de olhos alguma coisa acontece do nada, quando você menos espera e te coloca num caminho que você nunca planejou e um futuro que você nunca imaginou. Para onde ele vai te levar? É a jornada das nossas vidas, nossa busca pela luz. Mas, às vezes, para encontrar a luz você tem que passar pela mais profunda escuridão. Pelo menos, foi o que aconteceu comigo"

Após retornar, ainda com lembranças de seus fatídicos dias em luta na guerra, o mesmo decide que chegou a hora de buscar a bela mulher, que salvou sua vida. Após buscas na internet, descobre que a jovem que ele procura mora no Colorado, divorciada, com um filho e cuida de um canil, e ele para livrar do estresse pós guerra sai em viagem atrás de Beth.

"Eu não sei onde é o meu lugar. Eu acho que tenho que descobrir isso. É, eu sei que não tenho uma resposta fácil. Talvez eu só precise de tempo".

Ao decorrer do romance, muitos personagens vão aparecendo demonstrando caracteristicas típicas utilizada por Sparks com um passado complicado, bem humanos e com segredos, mas são esses elementos que trazem as emoções e os suspense ao enredo.

" Tudo faz parte de um plano, nem um de nós está no controle do que acontece. Tudo está nas mãos do destino".


Após muitos romance de nicholas, e saber a forma que ele escreve ele sempre consegue me surpreender, pois ele não foca apenas no romance do casal protagonista, mas em todo o ambiente, consegue incluir outros personagem que se encaixam perfeitamente, e sempre traz um romance mais realista nada tão “Nutella”.Outro ponto forte a se citar é que Sparks não fala apenas do amor, mas da amizade, companheirismo, honestidade que devemos ter em todas relações interpessoais. O Final de homem de Sorte, consegue nos surpreender e nos emocionar de uma forma incrível, surpreendendo até os fã mais fiéis.


site: http://srexploradorliterario.blogspot.com.br/2017/06/resenha-um-homem-de-sorte-nicholas.html
comentários(0)comente



Biahh da silva 27/05/2017

Será mesmo um homem de sorte?
A três anos que eu não lia nada do Nicholas Sparks então demorei um pouco para entrar no ritmo e prosseguir a leitura que só fluiu mesmo depois do capitulo 4 mais o menos, mas que sim valeu muito a pena ler, amo os livros do Sparks seus personagens e o foco que ele traz para a historia no caso aqui a gente vai falar muito sobre sorte, que com essa sorte que teve durante o Iraque por conta de uma fotografia Thibalt ou Logan como queiram chamar vai atras da mulher da foto, e quando se encontra tudo repentinamente muda e a sorte vai para o lado deles em muitas ocasiões e uma historia de amor surpreendente, tiveram dois fatores apenas que me incomodaram a respeito do livro, o primeiro eu não consegui sentir muito essa conexão e amor entre a Beth e o Logan sabe, em poucas partes do livro senti isso, e o final achei bom mas poderia na minha opinião ter finalizado melhor.
Agora não vejo a hora de assistir ao filme e ler outros livros do autor.
comentários(0)comente



Lola 22/05/2017

Maravilhoso!!
Ótima introdução, uma história muito intrigante que vai fazer você não querer parar de ler!!
comentários(0)comente



Ana 15/05/2017

Resenha: Um homem de sorte
Olá Galera!!!

Vamos para mais uma resenha e agora trago uma obra de Nicholas Sparks, não se surpreendem, pois pretendo falar de mais alguns livros desse autor por aqui. Bom, Um Homem de Sorte, não é referente a sorte do protagonista em ter, por exemplo, ganhado na mega sena acumulada ou como a capa sugere, ter encontrado um “mulherão de parar o transito e perfeita em todos os sentidos”. Tudo isso são coisas superficiais, besteiras de fato, sem significado nenhum. O livro em questão reflete, principalmente, acerca da sorte que temos todos os dias e não damos valor, a sorte de viver, de acordar dia após dia e tornar possível o recomeço.

Logan Tribault entrou para os fuzileiros navais, ainda adolescente. O que ele não imaginava é que essa escolha fosse mudar sua vida e sua personalidade, completamente. Durante a guerra Logan viveu momentos limites em que a morte se tornou companhia constante e a sobrevivência era a única alternativa.
Após um dia de treinamento, ele encontra uma fotografia de uma mulher muito bonita e sorridente. À princípio ele iria jogá-la fora, mas guardou com o intuito de encontrar quem a havia perdido. Na guerra, qualquer recordação de família significava força para alguém naquela situação. Como ninguém se manifestou como dono da foto, ele acabou ficando com ela e, a partir desse momento, a sorte muda consideravelmente para Logan. Situações frequentes de sorte passam a acontecer e todos a sua volta começaram a estranhar e a comentar sobre essa sorte repentina dele, desde o jogo entre amigos, muitas vezes valendo dinheiro, até emboscadas e ataques em que Tribault se salvava por questão de segundos. Desde então, a foto passou a ter um valor imensurável para ele e a moça da imagem o encantava cada vez mais, ao ponto de uma simples curiosidade de encontrá-la, se tornar uma obsessão. Então, ele parte em busca dessa misteriosa mulher ao lado do seu inseparável amigo, um cachorro chamado Zeus.

O protagonista chega até uma pequena cidade chamada Hampton e conhece finalmente a moça que tanto procurou. Ela se chama Beth, professora e proprietária de um Canil localizado na fazenda onde mora com sua avó, Nana, e seu filho, Ben, fruto de um relacionamento conturbado com o policial Clayton Keith, um homem inescrupuloso, que devido a sua posição, se considera dono da cidade e, mesmo divorciado de Beth, a trata como propriedade e usa métodos sujos para afastar todo e qualquer homem que se aproxime dela ou do filho.

Logan não tem coragem de contar o real motivo de sua vinda à cidade e, como desculpa, acaba se candidatando a trabalhar no canil. Mesmo receosa quanto aquele misterioso homem, Beth acaba aceitando e com o passar do tempo Tribault conquista sua confiança e o carinho de Ben, que já não tem uma boa relação com o pai e passa a ver Logan como a presença paterna que tanto precisava.

Enquanto isso, Clayton fica louco de ciúmes com a aproximação de Logan com a sua ex-esposa e filho, e passa a perseguir, investigar e tocar o terror na vida deles, nem o filho é poupado. O final dessa história, vocês precisam ler. Vai ser uma adrenalina atrás da outra. E sabendo que nem todas as histórias de Nicholas Sparks tem um final feliz, como esperado, aí é que vocês não conseguem parar de ler mesmo. Qual será esse fim? Feliz ou dramático? Seja qual for o final, esse eu indico.

site: http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Eu Pratico Livroterapia 03/05/2017

Um Homem de Sorte
Logan Thibault é um fuzileiro naval que serviu o Iraque. Em um dia normal, caminhado, ele encontra a foto de uma garota com uma blusa escrito "Lucky Girl" (Garota de sorte), e a partir desse momento, ele passa a ter sorte em várias áreas em sua vida, desde um simples jogo de poker com os amigos, a sobrevivência em ataque, quando claramente ele viu a morte passar na sua frente. O nome e a localização do dono da foto são uma incógnitas que ele até tenta resolver, colocando a foto em mural até o dono aparecer, entretanto, dias se passaram e o dono da fotografia não aparece. Por que não ficar com a foto? Quanto mais sorte Logan tinha, mais ele ficava intrigado, ao ponto de ir atrás da moça da foto.

“Não foi só hoje a noite. Você achou essa fotografia por um motivo. Ninguém deu falta dela também por um motivo. Hoje resolveu pegá-la por um motivo. Ela estava destinada a você. “A partir de agora a sorte está ao seu lado.”
Depois de uma longa investigação e uma longa caminhada - muito longa mesmo - ele e seu cachorro, Zeus, chegam a cidadezinha onde ele acreditava morar a tal garota de sorte. Quando Thibault finalmente a acha, ele primeiramente a observa de longe: Morava em canil, com uma tia, e seu filho. Como aborda-la? Não podia contar a verdade. A única forma que encontrou, foi se oferecer para trabalhar no canil. A partir daí, ele passa a ficar mais próximo de seus familiares e por consequência, se aproxima de Beth. O que ele não sabia era que, aos poucos se apaixonaria por essa moça, e ela por ele. Mas como nem tudo são rosas, há um empecilho no caminho do casal. O ex marido policial, Keith Clayton, está disposto a atrapalhar esse relacionamento.

Um homem de Sorte é narrado por esses três personagens - Thibault, Elizabeth e Clayton - alternando o ponto de vista da história. Achei isso muito interessante, pois víamos todos lados da história, os reais sentimentos dos personagens, como por exemplo, o personagem Clayton que não foi um marido muito bom para Beth e não é o melhor dos pais para seu filho. Típico grosseirão, popular no colégio, que casou com a menina mais bonita. Tenta a qualquer custo transformar seu filho Ben, em uma cópia sua, porém ele tem mais vocação para o lado artístico, algo que o irrita bastante. Thibault, apesar de fuzileiro, tem um lado mais sensível, sabe tocar piano, e logo ganha a simpatia de Ben e o coração de Beth, deixando Clayton ainda mais irritado. Dividir a narrativa nós dar a oportunidade de entrarmos mais a fundo e conhecemos mais cada um desses personagens, o que dá todo um significado a história.

Sou suspeita a falar, porque sou grande fã do Nicholas Sparks, mas esse livro me surpreendeu! Sabe por que? Porque eu tive um grande bloqueio para lê-lo, um block de mais de 1 ano! Quando finalmente o peguei, percebi que estava perdendo tempo, pois ele foi uma história tão gostosinha de acompanhar, que deixou até saudades. Meu livro favorito do Tio Nicholas? Ainda não - Diário de uma paixão ainda ganha - mas entrou para os favoritos.

Então se você curte romances, Nicholas Sparks e Zac Efron, porque ele que interpreta o Thibault nas telonas, não perca a oportunidade de colocar esse livro na sua lista.



site: http://www.eupraticolivroterapia.com.br/2016/11/resenha-um-homem-de-sorte-nicholas.html
Richter 10/05/2017minha estante
undefined




Ana Ira! 30/04/2017

Bom, mas podia ser muito melhor!
Lembram que em Março eu falei, nesse post aqui!, sobre a 2ª edição do desafio #Desencalhando Tudo!, que nesse ano seria para eu desencalhar os 8 livros do autor americano, Nicholas Sparks?
Então, o tio Nick é um de meus autores prefes, e eu quero muitoooooo ler todos os livros dele que falta para mim, ainda esse ano!

Porém, vejam só vocês rs, eu criei o desafio, e eu mesma não cumpri. Infelizmente não consegui ler nenhum em Março. E em Abril, só consegui terminar hoje kkkk o livro Um Homem de Sorte!

Passou raspando, mas deu! rs
Quero MUITO, vou fazer o possível e o impossível para ler pelo menos +2 dele agora em Maio! kkkkkkk

Enfim, chega de explicações, bora pra resenha! \o/

Em Um Homem de Sorte, tio Nick habilmente nos encanta e envolve numa trama bem diferente e cheia de desafios. O começo foi bom demais! O final, hum, não curti, me decepcionou. Porém, a escrita de Nicholas Sparks é extremamente primorosa.

Logan Thibault é um fuzileiro naval que já foi três vezes para o Iraque. Lá, encontrou perdida uma foto de uma linda loira, e sem conseguir encontrar seu dono, acabou ficando com ela.
Seu amigo também fuzileiro, Victor, lhe diz que a foto - a qual Logan não tira do bolso - é como seu amuleto da sorte, e vem que lhe ajudando a manter-se vivo.
Realmente, depois que encontrou a foto e passou a andar com ela no bolso, Logan quase morreu várias vezes, mas, inevitavelmente, teve sorte e conseguiu sobreviver.

Cinco anos depois, muitas coisas aconteceram. Decepções, perdas de amigos queridos, entre outras, Logan decide ir a pé do Colorado até a Carolina do Norte, para procurar a mulher da foto. Junto com seu cachorro, Zeus, atravessam o país, sem nem ao menos ter a certeza do porquê. Logan só sabe que precisa muito encontrar a tal mulher.

Pesquisando os detalhes da foto na internet, ele descobre que ela foi tirada numa feira em Hampton, e é pra lá que vai.

Depois de muito, muito, muito andar, Logan e Zeus finalmente chegou em Hampton e sim, encontram-se com Elizabeth Green, a moça da foto. Logan começa a trabalhar no canil da vó dela, uma senhorinha muito animada e divertida chamada Nana, e o filho de Beth, Ben, um menino de 10 anos muito fofo e extremamente mal tratado pelo pai, o policial Clayton, um homem nojento e pervertido que faz parte da família "real" da cidade. Sua família é riquíssima e praticamente comanda toda a cidade, perturbando assim a vida de Beth.

Obviamente Beth e Logan começaram a se conhecer melhor e logo começam um namoro. Logan se dá muito bem com Ben, que é um fofo e muito triste por ser obrigado a passar alguns dias com o pai!

Clayton é um dos personagens mais odiados que já li sobre. Extramente arrogante, manipulador, sem caráter. É um pervertido de primeira. Manipula com muita falsidade e sangue frio a vida da ex-mulher, Beth. E trata tão mal o Ben, que se eu fosse a Beth, daria uma surra de arrancar o couro dele. Mas ela sabe que nada pode fazer, pois com a família de Clayton comandando a cidade, sempre havia aquela ameaça de tirarem a guarda de Ben dela. Então, o jeito era aceitar e Ben, coitado, só sofria nas mãos do pai.

Quando Logan faz amizade com a família de Beth, e depois, passa a namora-la, ele cuida e da um jeito em Clayton, pois quando ele chegou à cidade, descobriu uns podres de Clayton e com isso, consegue dar um sossega nele.

O livro é rápido e no começo é bem gostoso de ler. A cada capítulo narrado em 3ª pessoa, descobrimos mais sobre cada personagem.

O início foi muito bom, mas depois que Logan conhece finalmente a Beth, fica chato, a meu ver.

Muito corrido. Eles mal se conhecem e nossa, já estão superapaixonados, trocando juras de amor eterno kkkk

O embate com Clayton é complicado também.

Quando Beth descobre que Logan atravessou o país só para conhecê-la fica muito bom.
Porém, logo as coisas se desenrolam rapidamente. Numa hora ela está supernervosa - o que é bom, pois geraria uma grande reviravolta e tal, rs -, noutra, já o entende e perdoa, e fica tudo por isso mesmo.

O final é de tirar o fôlego. Gostei, apesar de também ter sido muito corrido. E a solução para o caso de Clayton, bem, ele devia ter sofrido e pagado mais por seus erros e crimes cometidos, mas acho que foi a solução mais plausível.

É um bom livro, mais para passar o tempo e ler algo leve.
Não foi o melhor do tio Nick pra mim, acho que deixou bastante a desejar.

Já comecei a ler o próximo que resenharei em Maio, Noites de Tormenta, e já prevejo seu final rs kkkkkk

site: http://elvisgatao.blogspot.com.br/2017/04/resenha-um-homem-de-sorte-nicholas.html
comentários(0)comente



Deanny 19/04/2017

Muito açúcar na minha curva glicêmica. Definitivamente não me dou bem com os livros de Nicholas Sparks. Meloso demais, sessão da tarde total! O autor ainda tenta dar um suspensezinho no final, mas, não consegue enganar ninguém. Previsível, sem surpresa, pra quem gosta de tudo muito doce, não perca!
comentários(0)comente



483 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |