O Exorcista

O Exorcista William Peter Blatty




Resenhas - O Exorcista


449 encontrados | exibindo 256 a 271
18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 |


Juliana 03/12/2017

Só posso ter lido o livro errado.
É essa a conclusão que eu chego depois de ver a nota que ele tem. Inacreditável... terminei esse livro por teimosia.
Todos que ouvi falando desse livro disseram que era um super terror, só que em nenhum momento me senti afetada (o problema sou eu, claro) rsrs.
Agora, se a ideia é te colocar em dúvida sobre o fato de que aquilo tudo pode ter sido eventos psicológicos, ok. O autor faz isso muito bem. No mais, espero não me decepcionar com o filme do mesmo jeito que me decepcionei com esse livro.
comentários(0)comente



Machado 17/12/2017

Pontuando "o exorcista"
1º Ponto: Um bom livro

2º Ponto: O que despertou meu interesse a respeito do livro, foi, sem dúvida, o fato dele representar um marco da literatura de terror na década de 70, transformando-se em filme em 73, estendendo sua influência na cultura pop, e moldando-a até os dias atuais.

3º Ponto: Em alguns livros de terror atuais, percebe-se uma superficialidade nos personagens, narra-se os fatos, a história transcorre, não cativa (Ex: Demonologista). Já no caso deste livros, percebe-se um cuidado especial na construção dos personagens, e aqui eu destaco especialmente Damien Karras, seu conflito interno, e a necessidade inquietante de questionar suas crenças, a personalidade realmente humana demonstrando o tédio muitas vezes oculto ao ter que representar o papel de "bom moço".

4º Ponto: Não indicaria a leitura para pessoas que se impressionam com facilidade, a construção de cenários grotescos ao longo da narrativa e desprendimento de qualquer pudor com as palavras (o que realmente se espera, já que estamos falando da natureza de um demônio),demonstram uma habilidade ímpar por parte do autor em produzir um trabalho ótimo, lembrando que estamos falando de um livro de (TERROR). Algumas pessoas dizem escutar barulhos estranhos durante a leitura, tudo fruto da própria imaginação.

5º Ponto: É interessante ressaltar que o demônio do vento sudeste, oriundo da mitologia Assíria, descrito no livro: (PAzuzu) em algumas culturas assumiu o perfil de uma criatura benevolente, uma vez que era considerado o protetor das gestantes, e muitas delas carregavam imagens suas com amuleto. O mesmo demônio aparece na forma de desenho no fundo de um álbum da banda "Gorilaz", isso para não citar outras obras literárias e cinematográficas, que fazem referência ao mesmo.

6º POnto: Essa resenha não se ateve à descrição da estória, já muito batida, mas apenas salientar alguns pontos de destaque na obra prima do autor William Peter Blatty.
comentários(0)comente



Amanda Gomez 03/01/2018

MELHOR LIVRO DA VIDA
SEM PALAVRAS,EU A-M-E-I
comentários(0)comente



Julio.Nascimento 26/10/2020

Sensação de terror
Esse livro faz uma imersão tão profunda, que você se sente participando das cenas e isso nos traz uma boa experiência com o terror passado.
comentários(0)comente



Cilmara Lopes 21/07/2018

Por sua conta e risco
Bom, não vou me ater ao enredo, já é bem batido.

O livro é bem escrito, os personagens são muito bem construídos e existe cadência em tudo.
Essas são características que infelizmente faltam em muitas, mas muitas historias na categoria "terror".
Se você quer terror mesmo, aqui é mais que um prato cheio, é um banquete.
Não foi fácil digerir, pois tem partes bem grotescas, nojentas..o autor não nos poupa de detalhes sortidos.
Como uma pessoa curiosa, minha curiosidade sobre este clássico do horror foi sanada, sinceramente não pretendendo enveredar em mais títulos assim.
Gostei do livro e não posso sair recomendando hahahaha
comentários(0)comente



July Weiss | @estantegenial 07/08/2018

Posso dizer que O Exorcista foi uma das minhas maiores surpresas literárias em 2018. Nunca assisti ao filme (porque tinha medo) mas resolvi ler o livro. Não procurei nenhuma resenha, nada; fui por minha própria conta e risco, e amei cada página dessa história. Conhecemos Chris, uma atriz de Hollywood muito famosa, e Regan, sua filha que está prestes a completar 12 anos; uma menina dócil e amorosa, portanto quando ela começa a adotar algumas atitudes agressivas e uma linguagem pesada para sua idade, Chris de imediato percebe que algo está errado com a filha. Sendo uma mulher cética e sem crenças, Chris procura diferentes médicos, tratamentos, terapias e medicamentos, mas nada consegue explicar o comportamento da filha que a cada dia fica pior: palavras obscenas e agressivas, atos violentos. É como se pouco a pouco a personalidade antiga de Regan fosse desaparecendo, dando lugar a uma pessoa monstruosa. Nada na medicina consegue explicar, até que um dos profissionais sugere a Chris que procure um padre que realize um exorcismo. Damien Karras é um padre e psiquiatra, que está passando por momentos difíceis e questionando seriamente a sua fé em Deus, arrependido de decisões que tomou no passado. Ao saber do caso de Regan, dedica-se totalmente a tentar encontrar alguma patologia que explique, porém a única resposta que encontra é essa: uma possessão demoníaca. A igreja ainda precisa aceitar seu pedido para exorcizar Regan, mas o tempo é curto, e pouco a pouco Regan está morrendo.
O livro é muito, muito mais que uma história sobre uma possessão demoníaca. O Exorcista, ao meu ver, é muito mais uma reflexão sobre a fé e as crenças da humanidade. Não senti medo, porém é um livro tenso, com a atmosfera pesada! A escrita do autor é maravilhosa, rápida e fácil de ler. Cheio de diálogos, O Exorcista é um livro rico em detalhes e de uma profundeza única. Recomendo muito.
comentários(0)comente



Bart 04/09/2018

Um dos melhores livros de terror da minha vida, eu deixei de ler à noite! Cumpre com todos os objetivos que um livro desses pode ter!!
Neide.Braga 27/03/2020minha estante
Vou ler, graças a sua indicação ?


Bart 27/03/2020minha estante
Eitaaaaa espero que vc procure um psicólogo depois depois de lê-lo de tão assustada com a leitura kkkkkl


Neide.Braga 27/03/2020minha estante
??????? vou me consultar com você.


Bart 27/03/2020minha estante
Kkkklkkk eita, dô um desconto kkkkkkkkk


Neide.Braga 27/03/2020minha estante
Prontoooo!!!




Tielle | @raposaleitora 07/09/2018

Medo... mas nem tanto
O Exorcista é um livro que já assusta pelo título e por sabermos do assunto que será tratado em suas páginas. Creio que o sobrenatural mais aterrorizante são os demônios capazes de possuir os corpos dos seres humanos, portanto quando iniciei essa leitura estava muito aflita e esperando noites sem dormir, o que realmente aconteceu mas não somente pelo livro mas também pela adaptação que foi tão chocante de assistir e ficou grudada na minha cabeça.

O livro foi publicado originalmente em 1971 e essa nova edição da editora Nova Fronteira saiu em 2015 com essa capa macabra.

Creio que todo mundo conheça o enredo dessa história mas vou fazer um breve resumo aqui: uma garotinha de 12 anos começa a demonstrar sinais de que foi possuída por um demônio e sua mãe em desespero acaba tendo como última opção chamar dois padres para tentar um exorcismo.

Há sim cenas terríveis em que o corpo da garota faz coisas humanamente impossíveis e também sinais claros de que se tratava de algo maligno ali, mas o autor conseguiu plantar sementinhas de descrença quanto a veracidade da presença demoníaca. O que tornou a leitura muito mais interessante já que trouxe um ponto de vista diferente que eu nunca imaginei encontrar ali.

O livro também traz muito sentimento de culpa dos personagens à tona no meio dos fatos narrados, como se a situação da garotinha trouxesse também muita reflexão para os envolvidos quanto às suas próprias vidas.

site: http://www.alivromaniaca.com.br/2018/09/o-exorcista-william-peter-blatty.html
comentários(0)comente



Cadmo 03/10/2018

Clássico do terror
Maravilhoso. Um clássico do terror. LEIAM
comentários(0)comente



@autoraflaviakalpurnia 20/10/2018

Ótimo
Amo o filme, adorei o livro. Para quem é fã de detalhes e um medo delícia, esse livro é a pedida. Com 330 páginas, William conseguiu deixar a garota Regan, possuída na frente de nossos olhos. A riqueza na descrição da possessão, das dúvidas, das vozes nos faz ver Regan possuída girando a cabeça em 360 graus. Um livro muito bem escrito, de leitura fluída e deliciosa, vemos o Padre Karras tentar salvar a vida de uma garota possuída por um demônio, e enquanto tudo isso acontece, o Detetive Kinderman investiga um assassinato que aconteceu do lado de fora da janela do quarto de Regan. Juntando ciência, fé e descrença, Blatty conseguiu fazer um livro impossível de parar de ser lido até a última página.
Nota 4/5.
comentários(0)comente



Kalyenne 22/12/2018

Um romance deliciosamente macabro...
"Poucos leitores sairão ilesos", é uma das frases que estão na capa do livro. E como ela faz sentido! Eu faço parte do grupo de pessoas que ficaram impactadas. Que livro incrível! ??
comentários(0)comente



Jeferson.Gomes 15/01/2019

A VERDADEIRA FACE DO MAL
Um verdadeiro clássico do cinema que CHOCOU não só a bilheteria como o grande público e crítica, ainda consegue tirar sustos 40 anos depois com o filme que não sai da lembrança das pessoas.

Com vários prêmios ganhos e muitas indicações na maior premiação da indústria, o OSCAR, marcando o gênero terror como grande destaque da categoria, surge então, o FENÔMENO.

O Exorcista mostra sua verdadeira face do mal no livro escrito pelo grande William Peter Blatty. o verdadeiro horror explicito em palavras e sem censuras. William não economiza nas palavras e deixa sua mente doentia sangrar nas páginas.

A religião abre o ponto de discussão do que é verdadeiro dentro de um raciocínio lógico e o que é fruto da inconsciência causada por uma saúde mental frágil. Mas não só a ciência que coloca suas propostas na mesa, a fé e a crença também são postas e são testadas.

O ponto auto do livro também, além da discussão religiosa e científica, são as informações interessantes e pertinentes á históra que o autor compartilha sobre os temas conforme seus respectivos anos. Informações didáticas que deixa tudo mais assustador. Detalhes técnicos que dá a conexão com o real e o sobrenatural e a angústia de uma descoberta que parece surreal.

Se você ainda quer sentir esse medo novamente, leia ao livro, essa edição comemorativa maravilhosa, O início vai parecer cansativo e preguiçoso, mas tudo vai ganhando sentido e vai te preparando para o que você não viu na tela. Os personagens são apresentados de forma mais consistente, com mais profundidade de seus sentimentos. Coadjuvantes se destacando com suas subtramas cheias de mistério.

O Exorcista é um classico que não pode faltar principalmente na sua estante de livros. Ele é a prova que o verdadeiro horror está além de nós, mas sempre esta onipresente. Ele é úbiquo, ele é o retrato pintado pelo mal da nossa pior versão.
comentários(0)comente



Romildo 09/03/2019

O exorcista - Willim Peter
O livro é ótimo, com uma escrita que não deixou a desejar. A história é bem estruturada, sombria e bem interessante. Mas eu esperava que a mãe tivesse ajudado a exorcitar a criança, ela só ficava no corredor ou chorando em outro lugar, uma mulher forte, por isso queria ver ela enfrentado o demônio e tendo sucesso. Por exemplo naquela parte que os padres estavam rezando para o demônio sair, queria que ela tivesse lá também, porque como a menina ama ela poderia ter uma maior motivação para lutar pelo seu corpo e ia ser mais tocante para o leitor. Mas gostei também do rumo da história original, bem forte o conteúdo do livro.
comentários(0)comente



Lamboglia (@estantedotibas) 19/05/2019

Concluída a leitura do livro ?O Exorcista?. Leitura interessante, porém, repetitiva em algumas passagens nos personagens da Regan e do Padre Karras. William Blatty, autor do livro, apresenta fortes pontos sobre a fé e a ciência. É incrível que no passado (ou quem sabe até hoje ainda permaneça tal pensamento) a religião negava (ou nega) fortemente as descobertas feitas pela ciência através de estudiosos, no entanto, de uma maneira bem hipócrita, a igreja aceita a ciência somente quando esta é voltada para defender assuntos que lhe convém, e é isto que é apresentado na obra: fé e ciência lado a lado em busca de algumas respostas para o fenômeno ali presente. Muitas dúvidas são postas entre os personagens. Uma mãe cética e um padre repleto de dúvidas sobre sua fé. A medicina não apresenta nada e a religião tem medo de se opor. É mais uma obra voltada para os fenômenos do comportamento humano; para a mente humana do que para uma possessão demoníaca, no entanto, para deixar a leitura mais atraente, ela se romantiza para o lado do tinhoso. ? Hahaha. Como já disse, é uma leitura interessante, mas o filme supera facilmente por deixar de lado o papo psicológico e ir direto ao ponto que mais atrai a curiosidade do pequeno humanoide.
comentários(0)comente



Gabriel.Lopes 21/05/2019

Espetacular
Começou com uma narrativa bem lenta e descritiva, o autor dá uns pulos temporais que me fizeram reler algumas vezes uns parágrafos e só isso que tenho o que reclamar dessa obra.
Personagens mega construídos, uma baita de uma história com fundamento e interessante, não me fazia pensar em outra coisa e eu só queria tempo pra continuar lendo. A própria descrição que antes deixava a leitura cansativa, se tornou essencial pra visualizar tudo aquilo acontecendo.
Tudo segue em um ritmo certo e tem o desfecho que deveria ter, é incrível, só tenho isso para dizer.
comentários(0)comente



449 encontrados | exibindo 256 a 271
18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 |