O Morro dos Ventos Uivantes

O Morro dos Ventos Uivantes Emily Brontë




Resenhas - O Morro Dos Ventos Uivantes


1583 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


beatriz.libanio 09/07/2020

Um romance perturbador
Só gostaria de entender como existem leitores que gostariam de um Heatchcliff em suas vidas, eu tenho é medo desse cara, a personalidade dele está mais próxima de uma psicopatia do que qualquer coisa. Um trecho define claramente o que ele é e do que ele seria capaz "Ele pouco se importava com a história que seria contada, desde que conseguisse o que queria."
Não definiria a história como um romance ou pelo menos não um dos tradicionais, o amor desses dois é uma loucura, uma mistura de amor e ódio brutais, uma das frases que marcaram esse livro na literatura inglesa é "Seja qual for a matéria de que nossas almas são feitas, a minha e a dele são iguais"(p.84), iguais no nível de insanidade, orgulhos, vinganças, casamentos por interesse e uma ambição sem limites.
O livro demonstra os perigos do casamento por interesse, o perigo da ingenuidade, o preconceito contra adotados e pessoas iletradas e os vícios de filhos mimados e esnobes, não existe um só personagem que poderia ser definido como um padrão moral, cada um deles possuem suas falhas, mesmo a narradora apesar de eu amá-la por trazer um visão mais imparcial da trama cometeu diversos erros em sua vida que impactaram as pessoas a sua volta.
Casais mimados, doenças e é impressionante como as coisas poderiam ter sido totalmente diferentes se a historia do casal inicial tivesse dado certo. Ironia do destino que a vida das duas famílias nunca conseguiram ser afastadas apesar dos esforços para isso?
A história me chocou e me surpreendeu, se hoje um romance como esse já é lido com espanto imagina em uma sociedade inglesa vitoriana na qual a mulher tinha como padrão ser calma e todos deveriam seguir as virtudes obstinadamente.
Me admira a imaginação da autora e sua coragem para chocar a sociedade com um livro que demonstra as vicissitudes humanas com tamanha honestidade, esse livro chocou no passado e continua chocando os leitores do presente. Se você busca o romance por sua história de amor te digo que será uma decepção, mas se busca uma história complexa este livro vale a pena ser lido.

comentários(0)comente



Samara 09/07/2020

Memorável
Não é só porque é um clássico. O livro nos mostra as muitas faces da natureza humana, que uma pessoa pode se tornar fria, insensível e cruel quando é tratado injustamente ou quando perde alguém que ama. Mas, mostra também que, às vezes, é possível mudar para melhor. É intenso e sincero, recomendo!
comentários(0)comente



aia 09/07/2020

Amei
O inicio do livro foi bem confuso.Me acostumar com a linguagem e entender de quem estava falando quando tantos personagens tem o mesmo nome e as vezes são chamados pelo sobrenome... Mas mesmo enquanto eu estava confusa no início do livro, eu ja estava presa à história! A curiosidade me fez ler esse livro muito rapido. Não consigo descrever o quanto me apaixonei por essa história mesmo não sendo uma "linda história de amor". O final do livro então, substitui um viveram felizes para sempre por um suspiro de alívio.
comentários(0)comente



Val | @livre_se_clube 08/07/2020

Sobre O morro dos ventos uivantes... concluí essa leitura há poucos dias e vim contar pra vocês o que eu achei de um jeito um pouco diferente. Esse é um daqueles livros q a gente ouve todo mundo falar e quer logo ler pra tirar suas próprias conclusões. Então vamos lá.
.
Leia, se:
.
1. Você deseja ser surpreendido por uma história incômoda, protagonizada por personagens pouco admiráveis e cheios de defeitos difíceis de suportar... porém, extremamente bem construídos, envoltos em dramas pessoais e conflitos interiores que os deformam.
.
2. Você quer ler uma história de "amor", que foge do romance convencional e adiciona pitadas generosas de assombro, paixão e crueldade desenfreadas.
.
3. Você quer conhecer uma das mais famosas histórias no estilo gótico vitoriano. Mais que uma história de amor, o livro de Emily Brontë nos põe em contato com temas sensíveis tais como: o abuso familiar, o confinamento, medo da pobreza, opressão patriarcal e vitimização de classe.
.
4. Tá afim de pegar um livro daqueles que não te deixam largar a historia até que chegue ao fim de tão envolvidos? Tá aí a dica! A escrita da Emily fisga o leitor de uma maneira única e ainda que você queira, não vai deixar ele de lado até acabar.
.
Ah, a Virgínia Woolf descreve esse livro como "um conto de fadas ou um mito atemporal".
comentários(0)comente



Jess 08/07/2020

Um retrado de obssessão e rancor.
Morro dos ventos uivantes carrega em si personagens falhos, maldosos e imperfeitos, totalmente humanos. A trama segue Heathcliff de sua infância ao fim da vida, mostrando sua evolução, de uma criança abandonada ao homem egoísta, violento e solitário.
O amor na obra caminha em uma corda bamba, o egocentrismo leva as personagens a caminhos de infelicidade. Nem mesmo os descendentes escapam das fatalidades, ainda crinças têm suas qualidades ofuscadas pelos defeitos.
Morro dos ventos uivantes é viciante, apaixonante e real. Toda a história é brutal, levando o leitor a, simultaneamente, torcer e odiar as personagens, ignorando totalmente o modelo tradicional de heróis e vilões.
comentários(0)comente



Gabi 07/07/2020

?amor e obsessão... purgação, crueza e devastação.?
?Está vendo essas duas linhas entre os seus olhos, e essas sobrancelhas espessas que em vez de se levantar num arco afundou no centro, e esses dois demônios negros, enterrados tão fundo que nunca abrem de todo suas janelas, mas brilham a espreita atrás delas, como espiões do Diabo? Deveria aprender a desfazer essas rugas, a abrir as pálpebras com segurança e transformar os demônios em anjos confiantes e inocentes, que de nada suspeitam e de nada duvidam e sempre buscam amigos onde não tem certeza de que vão encontrar inimigos. Não fique com essa expressão de cachorro danado que parece saber que os pontapés que recebe são merecidos, embora odeio mundo, bem como quem chuta, pelo sofrimento que lhe causam.?

?Um bom coração poderia ajudá-lo a ter um rosto bonito, meu rapaz? E um mau coração transformaria a pessoa mais bela em algo horrendo?.

?Qualquer que seja a substância das almas, a minha e dele são feitas da mesma coisa.?

?Beije-me outra vez e não me deixe ver seus olhos! Perdoo o que fez comigo. Amo a minha assassina? Mas a sua! Como eu poderia??

?Vejo um repouso que nem a terra nem o inferno podem interromper, e sinto uma reafirmação de outra vida, que há de ser infinita e imaculada - a Eternidade em que ingressaram -, onde a existência é ilimitada em sua duração, e o amor em sua compaixão, e a alegria em sua completude. Notei, nessa ocasião, quanto egoísmo está presente até mesmo no amor...?

?Sem dúvida, boas qualidades perdidas em meio a um emaranhado de ervas daninhas cuja exuberância ultrapassava em muito o crescimento desordenado; prova, contudo, de um solo fértil, que bem poderia produzir colheitas abundantes, sob circunstâncias distintas e mais favoráveis...?

?Vou lhe contar o que fiz ontem! Mandei o coveiro que cavava a sepultura de Linton remover a terra de cima do caixão dela e o abri. Por um momento, achei que ia ficar lá: quando voltei a ver o rosto dela, e é o rosto dela ainda, ele teve muito trabalho para me levar embora dali. Mas disse-me que o rosto ia se alterar se o ar entrasse, então abri um dos lados do caixão e voltei a tampá-lo? não lado que dá para Linton, diabos o carreguem! Gostaria que ele tivesse sido soldado confundo. E dei dinheiro ao coveiro para abrir aquela parte do caixão dela quando eu tiver sido colocado ali, e abrir o meu também. Vou deixar tudo preparado, e quando Linton chegar até nós, não vai saber mais quem é quem!?

?Fiquei um bom tempo ali, sob aquele céu afável: observei as mariposas esvoaçando por entre a urze e as campânulas, escutei o vento suave sussurrando em meio à relva, e me perguntei quem poderia imaginar sonhos agitados sob aquela terra sossegada.?
comentários(0)comente



@leiturasdaqueila 07/07/2020

Após alugar a casa da Granja da Cruz dos Tordos, o Sr. Lockwood decide visitar o seu locador, o Sr Heathcliff, que residia na propriedade do Morro dos Ventos Uivantes. Todavia, lá se depara com pessoas inóspitas, mal educadas e carrancudas. O Sr Heathcliff vivia com a sua nora, o primo desta e poucos criados.?
?
Chegando em casa, pediu a sua criada, Sra. Dean (que a propósito, amei essa personagem), que lhe contasse mais sobre aquelas pessoas tão carrancudas. Ela era empregada da família deles desde muito nova e sabia tudo sobre a vida deles.?
?
A criada lhe conta a história deles desde a infância, todos os problemas familiares, perdas, uniões, separações, rancores, tudo o que aconteceu nas últimas décadas naquela casa, bem como tbm na Granja da Cruz dos Tordos. Nos faz entender mais sobre a personalidade de cada personagem e pq levavam aquela vida.?
?
Heathcliff foi um garotinho adotado pelo Sr. Earnshaw. Cresceu no Morro dos Ventos Uivantes. Ele e a pequena Catherine Earnshaw eram amigos na infância, no entanto o seu irmão desprezava e maltratava Heathcliff por ciúmes de seu pai, que adorava o adotado. Já jovens, o casal de amigos se apaixonou, mas não sabiam que era recíproco. No entanto, Cathy casou com o Sr. Linton, proprietário da Granja, mas o amor entre os amigos não morreu. Daí pra frente acontece uma sequência de desgraças, amores doentios, manipulações, rancores e vinganças.?
?
Eu achei a estória bem incomum e perturbada. Durante todo o livro, paira um clima sombrio. Mas de forma alguma isso é um ponto negativo, pelo contrário, isso é ótimo! Foge do comum. E Emily Brontë consegue prender os leitores com a narrativa da empregada. Eu fiquei ansiosa pra chegar logo ao final e ver o desfecho dessa história. Gostei e recomendo, vale a pena a leitura!?
comentários(0)comente



Tai Nariati 06/07/2020

Hoje amo. Mas não rolou de primeira
O que mais me impressionou no livro é que apesar de Emily ter vivido tão pouco, pois ela faleceu de tuberculose quando tinha apenas 30 anos; e apesar dela ter tido poucas experiências, já que ela era a mais reclusa das irmãs, ela conseguiu, através da imaginação que adquiriu com os livros e a escrita, trazer uma história extremamente criativa e nada tradicional para a época.

O Morro dos Ventos Uivantes tem como personagem principal Heathcliff, irmão adotivo de Catherine Earnshaw, que chega a essa família, através do pai de Catherine, que se sensibilizou ao encontra-lo aos trapos quando voltava de uma de suas viagens, e a partir daí, passou a protege-lo.

Ao chegar com o garoto, todos na casa, não o recepcionam bem, rejeitando a ideia do Sr. Earnshaw. O mesmo não acontece com Cathy, como é chamada carinhosamente, que em pouco tempo se identifica com Heathcliff.

Cathy, que é uma garota impulsiva, mimada e irritante; e Heatchcliff, que além de rancoroso, é grosseiro e problemático, começam com uma amizade, baseada em união e proteção e logo surge algo a mais entre os dois.

Todos interpretam o jeito de ser de Heatchcliff resultado da rejeição e humilhação que ele sofreu ao longo da vida. Mas ele não dá abertura para se redimir com ninguém, já que em seu coração só tem espaço para rancor e vingança. O que torna ele, para alguns, o próprio demônio.

Tudo piora quando o Sr. Earnshaw morre e a casa fica sob a responsabilidade do irmão de Cathy, o Hindley Earnshaw, que passa a maltratar ainda mais Heatchcliff.

Como se não fosse suficiente, Cathy opta a se casar com Edgar Linton, morador de uma propriedade vizinha, por motivos que não agradam em nada Heatchcliff.

Heatchcliff, magoado, vai embora e retorna depois de alguns anos rico e com o coração tão amargurado quanto antes. Começa então, uma crescente obsessão por parte dele em querer se vingar de todos que contribuíram de alguma forma com a separação de sua Cathy.

Esse foi um livro que a princípio eu não gostei, por ser bem excêntrico. Porém, depois de refletir todo o contexto que ele foi escrito, principalmente pela coragem de Emily em escrevê-lo, eu passei a amar.

site: tainariati.com
@meulindouniverso 06/07/2020minha estante
Eu sou doida para ler este livro nessa edição por favor me conta sobre ela?


Tai Nariati 06/07/2020minha estante
A edição eh bem tranquila


@meulindouniverso 06/07/2020minha estante
??????




Paloma 06/07/2020

Não consegui parar de ler! Um livro que nos causa muita estranheza, porém maravilhoso.
comentários(0)comente



Juuxx 05/07/2020

Leituras clássicas
Esse por ser um livro um tanto antigo e de uma leitura mais rebuscada trás certas dificuldades para a leitura. Em minha leitura encontrei dificuldade ao me apegar aos personagens, portanto qualquer coisa que aconteceu com eles não me causou nenhuma emoção especial. Além de que demorei muito tempo para terminar pelo fato de não chamar minha atenção e não me deixar curiosa para saber o final, o qual de certo não tem nada de mais. Esse é um livro com uma escrita boa e uma construção de ideias legal também porém nem um pouco emocionante. Muitas pessoas amam esse livro então acredito que com essa leitura ou você amará de paixão a obra ou detestara
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Anderson 04/07/2020

Whutering heights
O mais sensacional é que eu ja sabia do livro por causa da musica do angra, que nao é a original. Ate hoje penso em heathcliff e cath e todo o terror da história. Creio que absorvi os arrependimentos de heathcliff. Triste para emily bronte que nao usufruiu da obra, tendo morrido mto cedo.
Deborah Kufner 04/07/2020minha estante
Li o livro todo com a voz do André Matos de fundo ?




Mari.Medeiros 03/07/2020

Não é o que se espera de um romance comum.
Definitivamente, não é uma história romântica padrão cheia de floreios, cortejos e suspiros. Após ler O Morro dos Ventos Uivantes, tudo o que você não quer na sua vida é se inspirar nesta história cheia de ódio, rancor, egoísmo e vingança. Não vejo a relação de Catherine Earnshaw e Heathcliff como um caso de amor profundo ou paixão arrebatadora e sim, como doentio, obsessivo e possessivo. Nenhum dos dois mostra realmente amar um ao outro acima de suas forças, o que vejo é simplesmente um confronto de egos resultado de infâncias perturbadas.
Essa relação de amor e ódio aos personagens que muitos relatam nas resenhas não ocorreu comigo. Heathcliff é o personagem mais desprezível e odioso sobre o qual já li e Catherine Earnshaw a criatura mais egocêntrica, mimada e dramática que já tive o desprazer de conhecer. Sentia cansaço sempre que o enfoque eram os dois.
Apesar disso, a narrativa é excelente e fez com que eu não abandonasse a leitura na metade. Uma pena que Emily não nos tenha prestigiado com outras histórias nada convencionais como esta.
Se eu leria novamente? Não, visto que o desenrolar da trama e os personagens me cansam e me fazem revirar os olhos e não teria porquê passar raiva gratuita novamente.
Se eu recomendaria a leitura? Sim. Se você quer fugir do tradicional terá uma experiência diferente na leitura que te fará experimentar os mais diversos sentimentos. Vale a pena tentar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Lory 03/07/2020

Comecei a leitura sem muita expectativa, pois não sou chegada a romances, mas O Morro dos Ventos Uivantes é totalmente diferente de qualquer outro romance que já li. Ele é sombrio e retrata a natureza humana de forma tão realista que é assustador. A maioria dos personagens são detestáveis e ainda assim é impossível abandonar a leitura pois a história é cheia de reviravoltas, a estrutura narrativa e a escrita são excelentes. Emily Brontë desenvolve os personagens tão bem que é impressionante, retratando perfeitamente como o sofrimento pode deformar o caráter e a personalidade de modo (quase sempre) irreparável.
Rosa 03/07/2020minha estante
Nossa, eu amei essa leitura, não dava nada por ele no início e hoje é um dos meus queridinhos... kk


Lory 03/07/2020minha estante
Exatamente o que aconteceu comigo! hahahaha Esse livro me surpreendeu muito. Boas leituras pra você! ?


di aninha 03/07/2020minha estante
Amei sua resenha, vou adicionar minha lista...


Lory 03/07/2020minha estante
Legal! Acho que você vai gostar. O livro é muito bom mesmo!




1583 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |