O Morro dos Ventos Uivantes

O Morro dos Ventos Uivantes Emily Brontë




Resenhas - O Morro Dos Ventos Uivantes


3147 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


jesserys 11/04/2021

Ah, Emily!
É preciso um talento extraordinário para criar e desenvolver personagens tão intensamente detestáveis quanto a maioria dos que compõem essa obra. A leitura é, inegavelmente, um desafio, mas é tudo tão bem pensado e interligado, que não deixa de ser, também, um deleite.
comentários(0)comente



Manuela do Prado 10/04/2021

Um livro que me surpreendeu (positivamente) mas que ao mesmo tempo pensei que a leitura ia flopar
Uma história de amor ou de vingança? O que é o amor para cada um de nós- um emaranhado de gestos nobres ou uma coisinha miúda e perversa? Emily nos coloca em verdadeiro conflito sobre esses e tantos outros sentimentos nesse livro.

1801- O erudito casal Mr. e Mrs. Earnshaw, donos da propriedade Morro dos Ventos Uivantes, vivem bem e felizes com seus filhos(as) Catherine e Hindley, envoltos num casulo adornado por bons costumes, luxos e preconceitos, até o dia em que o Mr. Earnshaw volta de uma das suas viagens comerciais acompanhado do jovem Heathcliff: seu presente em vida e a desgraça da sua estirpe em morte.

O livro é carregado de pequenas (e grandes) desgraças e não tarda os filhos biológicos do Mr. Earnshaw unem-se a Heathcliff em sua condição órfã; os cuidados das crianças ficam a cargo dos antigos empregados da casa, mas o gênio selvagem de Catherine não se curva à vontade de seus educadores, tampouco se abala o ódio entre Heathcliff e Hindley, que não deixa o irmão adotivo esquecer-se um dia se quer da sua condição pouco quista na casa.

Os anos se passam e o improvável acontece: nasce um amor puro, arisco e ao mesmo tempo genuíno entre Heathcliff e Catherine Earnshaw, contudo condições intrínsecas ao nascimento dos jovens os afastam da possibilidade de colher os frutos deste sentimento. Catherine embora reconheça o que sente, vê-se divida entre o amor e o dinheiro, mas acaba optando pelo segundo, casando-se assim com o jovem e rico Edgar Linton, com o pretexto de, com isso, proteger financeiramente seu adotivo-amado. Tomado pelo ciúme e pelo rancor, Heathcliff passa anos fora e volta rico- de dinheiro e sede de vingança para com o irmão adotivo e o marido de sua amada.

O livro é contado de uma perspectiva muito interessante, pois temos uma ex governanta da casa que abrigou a primeira geração dos Earnshaw narrando toda a trajetória da família para um hospede temporário na região. Ficamos a mercê de seus julgamentos morais e predileções entre os membros da família, mas acabamos nos afeiçoando à sua narrativa. A escrita de Emily foi o ponto que mais me surpreendeu no livro; esperava algo monótono, arrastado e extremamente rebuscado- do contrário, encontrei uma leitura fluida, mais difícil pela sua história que pela sua forma de conta-la.

A sede de vingança de Heathcliff beira a perversão, a mediocridade extrema, a inveja e a ganância. O seu jeito torto em amar Catherine acaba por deixar não só a ele mas também todos a sua volta doentes; não há perdão para o passado, não há descanso para os mortos ou para os vivos. É uma obra genial em muitos aspectos, há e não há pontas soltas, há e não há amor.

site: @viveprale
Daniele Pinheiro 10/04/2021minha estante
Resenha maravilhosa! Li ano passado. O que mais me surpreendeu foi a ousadia da Emily: uma mulher naquela época escrevendo sobre temas cercados de tabus. Já amei só por isso!


Manuela do Prado 10/04/2021minha estante
Sim, e ela tinha pouquíssimas experiências sociais, mas o conhecimento que mostra da natureza humana é esplêndido. Tem tanta coisa a ser explorada neste livro que numa resenha não cabem! Espero reler no futuro. Abraço, Dani!


Daniele Pinheiro 10/04/2021minha estante
Pena que a autora morreu jovem e não deixou muita coisa escrita ? Acho que tinha muito potencial para mais obras provocativas como essa. Enfim, ainda bem que temos as outras irmãs Brontë. Abraço, Manuela! Boas leituras!




spoiler visualizar
m. 10/04/2021minha estante
nossa, eu também li esperando uma coisa e recebi algo totalmente diferente kkkkkk quando a Cathy morreu no meio do livro eu fiquei "O QUE????" hahahaha ai a história se repete e é muito interessante ver como a criação influencia as pessoas e, posteriormente, pode gerar sentimentos de vingança. eu gosto de como os personagens não são perfeitos e nem próximos de serem considerados bons, mas gosto da ousadia da Emilly em mostrar esse lado das pessoas


Sophia Estrela 10/04/2021minha estante
Putz que resenha boa


Brainer 10/04/2021minha estante
muito obrigaada! fico muito feliz que tenha gostado




Ly 10/04/2021

Aquele livro que...
Esse livro é aquele tipo de livro que eu não posso avaliar na hora em que acabo de ler pois sei que vou mudar de opinião depois de refletir sobre a história! Mas agora, olhando todas as atitudes dos personagens e todos os sentimentos abordados nessa obra posso dizer que entendo o por que desse livro ser tão famoso! O quanto os personagens nos revoltam e ao mesmo tempo nos faz ter compaixão é surpreendente...
Esse livro é diferente de tudo que já li e vou com certeza ler ele de novo quando estiver mais velha para ver se minha visão sobre a história irá mudar drasticamente. Foi uma leitura difícil mas estou satisfeita por ter a concluído!!!
comentários(0)comente



Iago Sales 10/04/2021

Melhor leitura de 2021até o momento
Um verdadeiro clássico. É impossível parar de ler esse livro. Mas prepare-se. Alguns personagens e acontecimentos são simplesmente odiosos. Mas o importante é que temos um final "feliz".
comentários(0)comente



Simone Nunes 10/04/2021

É um livro forte, intenso...a presença do anti-herói é avassaladora e a forma como ações ocorridas na infância trazem consequências no futuro é esmagadora.
Já me apaixonei por esse livro uma vez e reler trouxe sentimentos bem diferentes.
Indico, mas não espere um romance leve florido, apesar de descrições de paisagens deslumbrantes, a história tem sombras, crueldade, muitas lutas internas e muitos momentos de desolação dos personagens.
comentários(0)comente



Mari 09/04/2021

Não estou acostumada com livros de época e esse também não é bem o estilo de leitura que eu mais curto, mas até que consegui me entreter bem.
Eu fui ler achando que seria um livro de romance, mas percebi que o foco não era bem esse (pelo menos na minha percepção). Apesar de ter vários casais, e até um triângulo amoroso, acredito que essa história se trata de uma outra questão: o quanto uma vida cercada pelo ódio pode gerar uma bomba que vai atingir todo mundo que está em volta, inclusive aqueles que plantaram esse ódio. Além disso, essa história mostrou que muitas vezes a violência psicológica pode ser tão destrutiva quanto uma violência física.
Nesse livro, os personagens são complexos e não existem mocinhos, mas também não existe um vilão que surge do nada e faz maldades sem nenhuma causa aparente. Uma pessoa que foi criada sendo humilhada e violentada, se não tiver nenhuma ajuda ou apoio, vai provavelmente crescer agindo da mesma forma com aqueles a sua volta. Obviamente isso não justifica atitudes erradas, mas é algo que nos faz refletir.
Bia 09/04/2021minha estante
comprei esse, tô esperando chegar kkkkk


Pry 09/04/2021minha estante
É uma leitura bem sufocante!




spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Lobinha Sincera 09/04/2021

É muito hello tragam psicologo pra esse povo mas é intenso e entendo tudo não perdoavel mas não resisti e me apaixonei com esse final
comentários(0)comente



Mikael_13 08/04/2021

Consegui entender o hype que envolve esta história, Emily Brontë difere muito dos escritos de suas irmãs, tornando a sua história única, ela criou personagens complexos e bem desenvolvidos, mas, que não geram nenhuma sentimento positivo no leitor. Depois de ter lido obras das três irmãs Brontë, ainda prefiro Jane Eyre, escrito por Charlotte Brontë.
comentários(0)comente



vivi 08/04/2021

O morro dos ventos uivantes
É um livro maravilhoso! Eu me apaixonei pela escrita da autora, e pelos personagens. Todos foram muito bem caracterizados, o que fazia a história ficar cada vez mais interessante.
Me emocionei muito, e me estressei também. A todo momento eu torcia para que a Catherine largasse seu esposo e fosse viver com o Heathcliff. KKKKKK
O livro me rendeu ótimos momentos de leitura e reflexão. É um romance incrível e que recomendo para todos!
comentários(0)comente



stackztup 08/04/2021

Normalmente quando eu leio um livro em três dias é porque eu estou gostando muito dele, oque não foi o caso deste livro. Eu li ele mais para tirar ele da minha pilha de não lidos, pois já tinha tentado a leitura dele varias outras vezes. Os problemas encontrados neste livro pra mim foi o fato da historia ser lenta, cansativa e confusa. Além de que os personagens não são nenhum pouco cativantes. Acredito que essa historia não seja pra mim já que foi o favorito de muitos.
comentários(0)comente



Rose 08/04/2021

O Morro dos Ventos Uivantes
A leitura mexe com os nervos e objeções da gente do início ao fim
Leitura mesmo que grande,de fácil envolvimento
Vale a pena!!
comentários(0)comente



Natalia.Souto 08/04/2021

O Morrro dos Ventos Uivantes
não é um livro de amor romantico, mas sim um livro sobre vingança. É difícil se apegar e até mesmo gostar dos personagens, mas é um livro que você quer ler até o final.

A estrutura narrativa da Emily Brontë é muito boa. Esse livro começa numa narrativa presente, depois volta um pouco no tempo onde é narrado os acontecimentos que levaram até aquele momento e depois o livro avança um pouco no futuro.

Para mim foi aquele livro que eu terminei, mas ainda pensava no livro e ainda queria me envolver com a história.
comentários(0)comente



3147 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |