Príncipe Caspian

Príncipe Caspian C. S. Lewis




Resenhas - As Crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian


77 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fanny 10/01/2010

Quando você começa Principe Caspian, a estória parece franca, se comparada com as outras crônicas.
Mas é aos poucos que ela vai te conquistnado ao demonstrar em cada página a coragem dos personagens.
A história começa com os irmãos Pedro, Susie, Edmundo e Lucy esperando o trem para irem para o colégio interno, para quem leu "o menino e o cavalo" sabe o quanto as crianças se adaptaram a vida em Nárnia viveram por muitos anos, mas que significou apenas um instante no tempo da Terra.
Eles são "chamados" a Nárnia ainda nessa mesma estação, e retornam a sua amada terra, o que eles não esperavam é que havia passado 1000 anos em Nárnia e nesse tempo muita coisa mudou, e eles decobrem que Nárnia se tornou um lugar selvagem e que seus habitantes hoje são obrigados a se esconderem na floresta para não serem caçados. E que muitos animais antes inteligentes e falantes,agora se tornaram selvagens.
Em minha passagem favorita Lucy diz:
"Não seria medonho se um dia, no nosso mundo, os homens se transformassem por dentro em animais ferozes, como os daqui,e continuassem por fora parecendo homens, e a gente assim nunca soubesse distinguir uns dos outros?"

Depois de encontrarem com um anão, eles vão ao encontro do Princípe Caspian, um jovem principe que tem que fugir do seu tio para não ser morto.
Com a ajuda dos habitantes restantes de Nária ( centauros, anões e um valente bando de ratinhos- inclusive o adorado Ripchip) eles vão lutar pela liberdade do povo narniano.
Para quem só viu o filme, se prepare por que não há romance entre Caspian e Susie, e nem disputa de egos entre Caspian e Pedro.
Ao contrário aqui cada um conhece o seu lugar e luta pelo bem de todos.
Ao final o choro é inevitável, principalmente para aqueles que como eu nunca gostaria de abandonar uma terra como Nárnia. Aslam comunica a Pedro e Susie, que eles não voltaram mais porque já aprenderam tudo o que podiam em terras narnianas.
Pessoalmente, eu ficaria arrasada, e por isso quando li o final chorei muito com o destino dos dois.
No mais, é um ótimo livro que faz juz aos seus companheiros de crônicas....mais uma obra-prima de Lewis, que surpreende sempre.
comentários(0)comente



Carolina 25/04/2020

Nesta crônica podemos ver os 4 personagens principais de volta a Nárnia, e o país se encontra de um forma que jamais teríamos imaginado no livro anterior. Acredito que a minha leitura tenha sido um pouco prejudicada por já ter visto o filme antes (que é bastante fiel ao livro), então não me surpreendi com o enredo. Porém, ainda é uma das minhas crônicas favoritas.
comentários(0)comente



Matheus 30/04/2020

Bom :D
Achei, bom o livro, confesso que esperava mais, até por que o primeiro livro das crônicas de Nárnia (o Leão, a feiticeira e o guarda roupa) me surpreendeu (tenho a resenha dele aqui no skoob). Então sobre o Príncipe Caspian, é uma história boa, mais não achei tão cativante, teve algumas partes que achei muito parado, mais ao passar das páginas fica bom.

É isso, veja as resenhas que postei, e me siga para ver mais resenhas aqui no skoob?
comentários(0)comente



Jules 24/02/2020

Divertido
Assim como O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa, queria que fosse mais longo e que tivesse explorado com mais detalhes os acontecimentos. Mas isso não impediu que eu aproveitasse cada parágrafo dessa aventura.
comentários(0)comente



Amanda 27/05/2020

Um resgate de Nárnia
A história é linda e repleta de significados, pelo retorno dos 4 em um resgate de Nárnia. Mesmo tendo momentos previsíveis, vale muito a leitura.
comentários(0)comente



Pierri 13/05/2020

Um bom livro, tenho entrado nas histórias cada vez mais, a cada livro da série. Nesse, vemos um novo personagem chave, o retorno de outros e uma trama bem desenvolvida, com um final esperado, porém entusiasmante!! Indíco essa famosa série de livros a todos os amantes da fantasia!!
comentários(0)comente



Thaisa 27/04/2020

De um lado, temos o príncipe Caspian X, um telmarino que descobre ser o verdadeiro rei de Nárnia, e que passa a ser um fugitivo de seu próprio tio, Miraz, que quer ser o regente daquele mundo a qualquer custo.
Do outro, Pedro, Susana, Edmundo e Lucia Pevensie, um ano após retornarem do universo mágico de Nárnia para o nosso mundo, se encontram em uma estação de trem prestes a voltar para escola, quando são sugados novamente para o local de seu antigo reinado, e juntarão forças com Caspian afim de trazer justiça para todos os narnianos.
Esta quarta crônica aparece como uma sequência de "O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa", mostrando o retorno dos irmãos Pevensie e do próprio Aslam, enquanto apresenta novos personagens que darão continuidade às próximas aventuras.
Como os capítulos geralmente são alternados entre os dois grupos de heróis, muitas vezes o ritmo da história é truncado, sem manter um ritmo crescente. Isso torna esta trama menos dinâmica, apesar dos embates.
É gostoso voltar para esse mundo com protagonistas que nos são caros, e essa nostalgia talvez seja o ponto alto desse enredo - e o combate entre e o bem e o mal, tão presente na fantasia, não decepciona.
Aqui, mais uma vez, C. S. Lewis escreve um personagem negro, um anão, Nikabrik, como um vilão da história, que tenta matar o príncipe e se perde na "magia negra" - depois de "O Cavalo e Seu Menino", já estamos familiarizados com o racismo de Lewis.
A verdade é que eu gosto muito de "O Sobrinho do Mago", mas quanto mais o tempo passa e mais eu leio as crônicas, mais me distancio desse universo.

"Muitas vezes perdi a esperança, mas sempre acontece algo que nos faz ter esperança de novo."

Mais resenhas no instagram literário @livre_em_livros
comentários(0)comente



PTK 08/04/2020

Bom
Achei um pouco lenta, mas no geral foi boa
comentários(0)comente



Let 27/02/2020

Amooo
Nárnia é com certeza um de meus livros e filmes favoritos.
comentários(0)comente



Gabriel 19/06/2011

Brilhanteeeeeeeeeeee ',
Ultra-Super-Hiper-Sensacional, Divertido, Interessante. Assim com todas as outras 6 Crônicas. Indicadíssimo ...
comentários(0)comente



Isabella 17/10/2011

O filme não tem nada ave com o livro primeiramente porqueo diretor do filme mudou a ordem dos acontecimentos(ficou uma bosta) o livro e muito mas realista tudo bem que e fantasia o tema do livro! mas pelo amor de deus no filme você não tem a menor noção de tempo(em todos os sentidos)
. E a pior parte dessa confussão toda e que ate a historia foi modificada no livro os irmãos pevensie ficam a maior pate do tmpo perdidos na floresta e so acham o exercito do caspian com ajuda do aslan o que no filme acontece de outra forma nada ave com a a original narnia e um classico e tem que ser manido ao pé da letra.
comentários(0)comente



Edu 16/04/2020

PRINCIPE CASPIAN | C. S. Lewis | @editorawmfmartinsfontes
“Não seria medonho se um dia, no nosso mundo, os homens se transformassem por dentro em animais ferozes, como os daqui, e continuassem por fora parecendo homens, e a gente assim nunca soubesse distinguir uns dos outros?”

Esse foi o segundo livro da LC As Crônicas de Nárnia, visto que, estamos fazendo a leitura por ordem de publicação, e desta vez, os irmãos Pevensie chegam em Nárnia transportados misteriosamente de uma estação de trem, por meio da Trompa de Susana, um dos presentes de Natal citado no livro anterior.

Entretanto, ao chegar em Nárnia, Pedro, Susana, Edmundo e Lucia, se deparam com um mundo muito diferente desde a sua última visita, Cair Paravel está em ruinas, fazendo-os se questionarem quanto tempo passou? Quem os chamou? E o obvio, o que aconteceu?

Assim como no primeiro livro C. S. Lewis soube trabalhar com muita sutileza a questão da crença, nesta obra, o extermínio físico e espiritual de todo universo de Nárnia é abordado, e missão das crianças seria justamente retomar a fé e restabelecer a paz em Nárnia juntamente com Principe Caspian.

Além disso, nessa crônica encontramos evidências nítidas de conflitos monarcas, entre os próprios conquistadores Telmarinos, e os antigos Narnianos, de modo que o leitor entenda a importância, e a hostilidade por detrás deste tipo de governo.

Confesso que achei a narrativa um pouco arrastada, porém os detalhes são muito bem trabalhados e desta forma, o livro torna-se uma obra de transição essencial para a continuidade do próximo livro A Viagem do Peregrino da Alvorada.

Ah, e quase me esqueci, fui consultar a adaptação cinematográfica, e o que senti, sinceramente? DECEPÇÃO! Os eventos não acontecem na mesma ordem, muitas partes abordadas de maneira incoerente a trama, e de onde tiraram a romanização de Susana e Príncipe Caspian?

O livro é mil vezes muito melhor, por isso recomento de olhos fechados.
Mas e você? Já leu Príncipe Caspian? E sobre o filme, algo a relatar?


site: https://www.instagram.com/wolfliterario/
comentários(0)comente



77 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6