These Violent Delights

These Violent Delights Chloe Gong




Resenhas - These Violent Delights


49 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


juandbooks 25/05/2021

Seguindo a nota pelo coração manda
não vi nada de muito errado ou polemico nesse video, para um ya a escrita me surpreendeu bastante e eu diria que ele é mais new adult do que realmente ya, gostei de como os personagens foram bem desenvolvidos e com problemas realmente criveis, gostei do romance entre os casais e gostei também dos personagens secundarios, gostei da ambientação e de como ela abordou a politica mas não consigo dar 4 estrelas. não sei se é porque eu não estou numa fase não muito doida por fantasia mas não sentia vontade de ler e continuar, achei algumas cenas muito longas e enroladas, os plots também foram bem obvios e fiquei me perguntando o tempo todo como juliette e roma andavam pela cidade juntos o tempo todo e do nada isso virou um problema (pareceu mal construído que era um segredo eles estarem trabalhando juntos), é isso, recomendo bastante pra quem quer ler fantasia diferente e eu acho que a maioria das pessoas que ler vão amar, quero continuar o segundo sim mas não sei porque meu coração não consegue dar 4 estrelas pra esse livro
comentários(0)comente



bia 11/05/2021

cai vs. montagov
Chloe Gong, pra mim, foi certeira com esse debut recontando romeu e julieta. Achei sensacional a forma como ela transformou os dois amantes em herdeiros de gangues rivais em uma Shangai turbulenta.

História: acredito que pra muitos o desenrolar possa ser descrito como lento, parado, até porque muito dos acontecimentos mais emocionantes ficaram pro final mas, PRA MIM, fez sentido o desenvolvimento dessa história ser trabalhado dessa forma. Já que, no meio das disputas dessas duas gangues rivais e países ocidentais e comunismo invadindo Shangai, Juliette e Roma precisam descobrir que monstro é esse que vem causando a morte de várias pessoas. Por ser uma investigação achei que foi muito bom a Chloe ter desenvolvido aos poucos, prestando atenção nos detalhes e explicações, não só jogando qualquer coisa ao acaso pra fazer volume ou deixar a gente chocada.

Cultura: a autora trouxe enriqueceu a história trazendo palavras, tradições e outras coisas da cultura chinesa pra narrativa que eu achei incrível, já quero ler outros livros ci nessa ambientação.

Personagens: a Juliette é uma personagem INCRÍVEL e que é herdeira da gangue SCARLET e não fica com aquela frescura de ?aí sou herdeira não quero isso quero ser livre ui que violência.? LONGE DISSO! Aquele é o império dela sim e ela vai fazer o que for preciso pra proteger aqueles em seu comando. Além disso, ela lida com o dilema de ser uma MULHER herdeira da gangue e por ter passado quase todos seus anos de vida em Nova York voltando pra Shangai. Roma é o herdeiro dos WHITE FLOWERS e tem um pai insuportável e abusivo que não suporta os filhos e claramente só quer uma desculpa pra ter ver seu herdeiro morto. Roma sonha em assumir o império e tentar lidar com as coisas sem muita violência e sangue, escondendo sua sensibilidade, coragem e esperanças embaixo de uma expressão fria e calculista.

Relacionamento: Juliette e Roma são friends que viraram lovers que viraram enemies e talvez lovers mais uma vez. E o desenvolvimento deles só nesse primeiro livro já foi tudo pra mim, ansiosa pro próximo.

Os personagens secundários também foram muito essenciais pra história e Chloe deu alguns momentos de importância pra eles já nesse primeiro livro, acredito que no próximo evolua mais ainda. O livro também terminou com um gancho incrível pro próximo e só posso dizer que novembro nunca esteve tão longe.

LEIAM THESE VIOLENT DELIGHTS!
comentários(0)comente



Liriel 21/04/2021

Morri de amores com Juliette
Aaaaaa
Juliette Cai é aquela personagem feminina empoderada que faz oq precisa fazer pra cumprir seus objetivos. O livro inteiro é instigante e os últimos capítulos te surpreendem. O livro acaba de um modo inesperado, já deixando espaço para o próximo que vai ser lançado só em 11/2021
comentários(0)comente



Giovana | Blog Dei um Jeito 07/02/2021

Me apaixonei horrores pelo clima da história
Essa ideia de um Romeu e Julieta na Xangai dos anos 20, em que eles são de gangues rivais ganhou o meu coração todinho.

Eu adoro como a Juliette está sempre armada até os dentes e a violência é sempre a sua primeira opção, enquanto Roma tenta ser um pacifista (que a mira dele prova o contrário) e tem cara de brabo, mas a gente sabe que ele e soft.

A ambientação é um aesthetic purinho, eu adorei ver uma Xangai no glamour dos anos 20, torando na bandidagem e com uma loucura se espalhando. As minhas considerações completas sobre o livro podem ser conferidas no blog: https://deiumjeito.blogspot.com/2021/02/review-these-violent-delights-chloe-gong.html

site: https://deiumjeito.blogspot.com/2021/02/review-these-violent-delights-chloe-gong.html
azcruel 11/07/2021minha estante
amg vc tem traduzido? eu e minha amiga queremos muito ler




Mirella | @booksaquarius 04/09/2021

jss eu coloquei expectativas demais nesse...
eu tinha certeza que ia favoritar esse livro e OBVIO que com a minha sorte isso não ia acontecer. minha questão com o livro foi: achei o plot chatissimo e isso foi totalmente pessoal. não tem nada de errado com a parte técnica dele e nem nada problemático, mas eu realmente achei toda o plot chato...é basicamente mais uma vez a síndrome de eu-gosto-da-sua-escrita-mas-nao-do-que-voce-esta-escrevendo...uma pena real porque eu queria muito ter gostado dele, ele é o favorito de muita gente e vai continuar sendo, mas definitivamente não aconteceu o mesmo comigo. inclusive, recomendo que você leia, pois provavelmente vai gostar também. quero dizer por último que a kathleen é a maior kween do mundo e desejo tudo de bom para está querida!
comentários(0)comente



marecal 05/09/2021

legal né ehh

ok, meio desapontada. a premissa é muito interessante e fiquei super animada em ler esse livro, então sim, once again criei expectativas e me lasquei.

─ o livro é bem morno. até estava interessada no mistério, mas a trama é repetitiva e se desenrola devagar, o que me deixou cansada e de saco cheio. cada capítulo é igual, o que os diferencia levemente é que os personagens descobrem pequenas pistas ao longo deles. e tá, ótimo, mas 449 páginas de investigação do scooby doo? err, eu não vim para isso não. além de que quem estava por trás do negócio foi bem... quer dizer, para mim, estava bem na cara. infelizmente, faltou neurônios nos personagens e além da autora força um pouco. e ARGH por favor, façam os vilões pararem com seus monólogos explicando seu plano maligno. eu sei que é YA, mas POR FAVOR, chega!

─ eu gostei dos personagens, eles são legais e interessantes. mas eu vim pelo romance, ok? e onde ele está? não vi. e o que teve, achei péssimo. tudo falado e não mostrado. a paixão do roma e da juliette é construído através de menções. que são bem ruins, sério. eu não me senti investida no romance deles em nenhum momento. simplesmente não há química ou magnetismo nesses dois. é inacreditável. isso é romeu e julieta, cara! eu quero acreditar nessa paixão entre duas pessoas que deveriam se odiar. e considerando o contexto, que tentariam se matar! mas não tem nada. não me convenceu. o motivo deles se gostarem no passado, bleh, ridículo, sem sentido. tudo sobre eles é falado, e não mostrado. as ações do presente e esse senso de proteção um pelo outro se baseia totalmente no passado deles, e como não consegui engolir, foi difícil aceitar o que eles fazem um pelo outro no agora.

─ o fim do livro é meio memes... achei tudo bem mirabolante ali no final, eu fiquei rindo, de verdade. e mais... aquele final, a ultima linha... ugh, só de pensar em ler os mesmo acontecimentos de novo.......... it's a no for me. não sei se lerei o próximo
comentários(0)comente



luh lantsov 08/09/2021

“A love like theirs was never going to survive in a city divided by hatred.“
•?gatilhos: álcool, sangue, morte, drogas, explosão, gore, luto, armas, insetos, perda de pessoas amadas, assassinato, abuso parental, racismo, automutilação, suicídio, tortura, violência.
uau, esse livro é tão bem escrito e tão incrível!!! senti que o início foi meio lento igual addie larue, mas compensou muito. juliette e roma são tão aaaaaaa. o final me quebrou, quero o segundo livro pra ontem!!!
comentários(0)comente



Giulia | @kit.catnip 19/06/2021

É meio lento no início, mas nunca chato. Só que o principal motivo pra eu tirar uma estrela foi as frases em francês. Quando os personagens falavam chinês ou russo, a autora só sinalizava, mas o francês ela realmente usava a língua. Se eu não tivesse lendo no kindle, ia ser uma experiência péssima porque ela muitas vezes não explica oq eles disseram e você tem que pesquisar a tradução. Fora isso, o livro é ótimo, com a angústia do enemies to lovers e a curiosidade de descobrir o mistério.
comentários(0)comente



estehbooks 19/10/2021

E temos um dos melhores do ano!!!
Atrás de Addie Larue e Anxious People (Gente Ansiosa), These Violents Delights fica pra sempre como uma das melhores leituras da vida. Que enriquecedor, ver uma história de uma cultura que não é valorizada conseguir seu lugarzinho no coração de muita gente e principalmente no meu. QUE LIVRO!!!! Tem romance, tem base cultural, tem base histórica, tem violência, tem gangues, é uma duologia, tem representatividade!!!! SLOW BURN, FACA NA GARGANTA, ENEMIES TO LOVERS TO ENEMIES TO LOVERS TO ENEMIES TO LOVERS, tenho que dizer mais pra te convencer a ler????? 5 estrelas favoritado, PERFEITO!!!!!!! Eu estou morrendo pela continuação e é sobre isso!
comentários(0)comente



Laura 07/06/2021

These Violent Delights
Nesse livro de estreia da autora Chloe Gong acompanhamos uma releitura de Romeu e Julieta em meio a Shanghai nos anos 20, com um contexto político incrível e uma rivalidade de tirar o fôlego entre duas gangues, tudo isso imerso em uma doença misteriosa se espalhando pela população e boatos de que um monstro estaria por trás disso. Essa é a mistura perfeita pra me fazer ter vontade de ler um livro e desde que começou o hype em cima dessa história no TikTok e no Instagram eu sabia que essa leitura não poderia passar desse ano, mas confesso que acabei indo com expectativas muito altas pra These Violent Delights que, infelizmente, não foram alcançadas.

A premissa do livro é incrível e eu adorei toda a contextualização histórica que a autora deu pra obra, é palpável o carinho que ela teve pra fazer o leitor ficar imerso no plano de fundo que movia Shanghai nos anos 20, e também como a cidade estava sendo afetada pela chegada dos estrangeiros que ameaçavam destruir tudo o que foi construído com muito suor, lágrimas e sangue. Mas por outro lado, sinto que a autora poderia também ter dado mais enfoque para a parte da loucura se espalhando! Achei que essa parte, se mais explorada, poderia ter dado um ar mais assustador para o livro, mas pela escassez de cenas e de baixas de personagens relevantes pra trama, acabou ficando muito subjetiva essa parte pra mim. Além disso, senti falta de cenas mais eletrizantes ao decorrer do livro e, no final, quando finalmente a autora entregou essas cenas, elas foram resolvidas muito rápido, questão de 4 páginas e tudo já estava ok de novo, então na minha opinião faltou um pouquinho de profundidade nesse quesito.

Quanto aos personagens eu gostei MUITO do Roma e do Marshall, os capítulos que os dois apareciam foram os melhores pra mim. Amei também a representatividade que a autora colocou no livro com relação a personagem da Kathleen! Achei incrível termos o POV de uma personagem trans e fico super ansiosa para que mais autores se inspirem nesse exemplo e deem voz para personagens representativos em livros de fantasia.

Terminei These Violent Delights sentindo que faltou um ?tchan? no livro pra me prender, achei todas as revelações e plot twists previsíveis, mas não posso negar que foi uma história que me instigou a continuar lendo pra saber o que ia acontecer nas próximas páginas, então com certeza lerei Our Violent Ends. Ansiosa pra saber o que vai acontecer após as revelações do final!
comentários(0)comente



rmontagov 13/06/2021

romajuliette o terror de shangai
chloe gong que voce fez comigo eu só penso em romajuliette vinte e quatro horas por dia sete dias por semana e quando nao penso neles estou pensando no quanto voce me fez sofrer, tirei meia estrela pelo meu rímel borrado
comentários(0)comente



BArbara.Diniz 01/02/2021

Romeu e Julieta em Shangai, 1926 herdeiros de gangues rivais caçando um monstro
ATENÇÃO! Esse é o primeiro livro de uma série! Fiquei super bolada pois descobri só no final do livro que ele não era único.
Demorei muito para terminar a leituras (por problemas pessoais), mas eu achei completamente incrível como a narrativa constrói o universo da história, da atenção aos pequenos detalhes das ações dos personagens e das cenas em geral. Achei muito interessante como a autora inclui elementos históricos de uma China na beira da revolução e da fragmentação de Shangai com tantos grupos estrangeiros diferentes. O monstro da história é uma grande metáfora à ganância do europeu colonizador.
comentários(0)comente



Mariana 02/07/2021

GOSTEI, PORÉM NÃO MUITO
O trabalho de pesquisa da Chloe Gong é impecável! Ela conseguiu reunir todos os elementos para nos transportar para a cidade de Xangai dos anos 20 - um lugar vibrante e dividido, dominado por estrangeiros e turbulências políticas. Transformar a cidade em si com um dos principais personagens da história foi incrível, mas o desenvolvimento, entrelaçado à histórias de monstros e amores impossíveis, foi bastante massante.

Em pelo menos 50% do livro, parece que nada acontece, apenas passagens de lembranças e divagações dos personagens enquanto eles caminhavam por lugares icônicos da cidade, que não faziam a história andar e nem levavam a lugar algum. Esse sentimento foi intensificado pelo pouco desenvolvimento dos personagens secundários, que tiveram suas histórias negligenciadas e foram resumidos apenas a apoio dos personagens principais (espero que isso mude no próximo livro. Marshall, Benedikt e Kathleen - TUDO PRA MIM!)

Até 75% do livro eu estava decidida a não querer ler a continuação, mas os eventos finais da história me prenderam e agora eu quero saber onde tudo isso vai dar.
comentários(0)comente



fernanda 27/11/2021

eh neh
Os personagens secundários foram o ponto alto desse livro, Marshall, Benedikt e Kathleen foram tudo pra mim. Achei que ia gostar muito mais desse livro, mas eu não consegui gostar muito do romance em si, achei que faltou mais motivos para acreditar neles como lovers, como mais cenas do Roma e da Juliette no passado, então eu não consegui gostar muito deles juntos, foi meio bleh, enquanto os personagens separados eram incríveis (ou até juntos como parceiros de investigação) e a história do monstro também foi chata, os plots twists pra mim foram de revirar o olho. O final foi até que legal, mas não o suficiente para eu querer continuar a saber da história, no máximo procurar saber dos personagens que eu gosto.
comentários(0)comente



ruby 16/06/2021

Um adaptação perfeita.
Li TVD faz dois dias e precisei deles para absorver esse livro incrível, tudo nele é extremamente bem escrito, a ambientação mesmo que um pouco extensa é boa, o modo que Chloe Gong escreve sobre a política e sobre eventos da época é extremamente assertivo e realista, e o romance meus amigos é maravilhoso roma e juliette não são perfeitos e cometem erros, aprendem com isso e se perdoam, eu consigo imaginar pessoas reais tomando as decisões que ambos tomaram no livro, as cenas mais românticas ,que são quase nulas, são boas e bem escritas. O final meus queridos leitores é avassalador, admito que chorei um pouco mas o jeito que juliette finaliza o livro é extraordinariamente perfeito e valeu super a pena ter lido cada palavra dessa obra de arte, a única crítica seria as ambiemtações um pouco extensas, o resto é super conciso e completo.

ps: preciso de Our Violent Ends urgentemente TRADUZIDO na minha mesa
comentários(0)comente



49 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR