A Filha da Minha Melhor Amiga

A Filha da Minha Melhor Amiga Dorothy Koomson




Resenhas - A Filha da Minha Melhor Amiga


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Vanessa Castro 03/07/2017

A filha da minha melhor amiga
O livro “A filha da minha melhor amiga” é um daqueles livros que você deseja perder o sono para continuar lendo, de uma beleza literária exagerada que nos obriga a abrir o coração e sentir as emoções de Kamryn Matika e Adele Brannon que só uma amizade tão verdadeira que ultrapassa até seus próprios desejos, se você é do tipo que exclui esse tipo de amizade e segue a vida acreditando que nunca terá seus caminhos cruzados novamente, se você acha que o perdão é algo imaginável para uma traição, se você acha que não é capaz de assumir a responsabilidade por outro ser humano que só te faz lembrar-se do seu sofrimento, então eu te pergunto, ­- O que você estaria disposta a fazer por um amigo(a) que partiu seu coração?

O livro conta a história das personagens Kamryn e Adele, amigas inseparáveis deste os tempos de faculdade, Adele é órfã de mãe e com sérios problemas com seu pai e Kamryn que convive com uma família feliz e amorosa, mas está amizade tem um fim, quando Adele se envolve com o noivo de Kamryn (Nate) e para piorar, engravidou e teve uma filha, Kamryn após descobrir a traição, promete nunca mais ver nenhum dos dois.

Após dois anos ignorando as cartas de Adele, Kamryn recebe um cartão no dia do seu aniversário que não consegue ignorar e se depara com um pedido desesperado, sua ex-amiga que está muito doente e muito preocupada com o futuro de sua filha de cinco anos. Adele resolve pedir ajuda para a sua amiga Kamryn e lhe faz um único pedido, para tomar conta e que adote legalmente sua filha Tegan, Kamryn vê sua vida mudar para sempre e não consegue dizer não, apesar de tudo o que Adele lhe fez, há dois anos. Adele morre algumas semanas após essa primeira visita, e Kamryn está decidida a adotar Tegan – filha de Adele e Nate. Continuar lendo...

site: http://www.natyvosdigitais.com.br/2017/07/01/resenha-livro-a-filha-da-minha-melhor-amiga-dorothy-koomson/
comentários(0)comente



Rafaela Regis 03/07/2017

A Filha da Minha Melhor Amiga - Dorothy Koomson
A Filha da minha melhor amiga é um dos livro que estava na minha lista de desejo e de leitura também faz muito tempo, porém eu nunca tinha coragem de ler porque sabia que não ia ser uma leitura fácil. Mas criei coragem e embarquei na história.

A história já começa com acontecimentos fortes e bombásticos que nos deixa sem chão com a gravidade dos fatos e ansiosos para saber o virá a seguir.

Kamryn Matika é uma bem sucedida executiva de marketing, e podemos dizer que hoje a sua vida está muito bem obrigada, no entanto seu passado esconde uma grande dor de ter sido traída pelas pessoas que ela mais considerava.

Adele Brannon, está enfrentando um momento muito trágico em sua vida, pois além de descobrir que está com câncer e ter de aceitar a morte, ainda tem que planejar o futuro de sua amada filha Tegan. Tudo isso ao mesmo tempo em que tem que conviver com a culpa de ter magoado alguém muito especial. Porém em um momento triste como esse só há uma pessoa que ela pode contar, mesmo que essa pessoa não queira ajudar.

Kamryn e Adele eram inseparáveis, dua mulheres diferentes mas com uma afinidade tão grande como irmãs, melhores amigas em tudo até que por causa de uma escolha ruim ou devo dizer uma atitude ruim de Adele com o noivo de Kamryn causa o fim dessa linda amizade, e é claro do noivado.

O que falar de Dorothy Koomson, se não que ela tem uma escrita brilhante e envolvente, sim eu me vi tão imersa na história que quando menos espero estava sofrendo, rindo e chorando ao passar das páginas. Pois é, esse é um dos livros para os fortes de coração, porque tudo tem um motivo/razão para acontecer e nem sempre elas são boas.

Kamryn é uma guerreira, de verdade, porque passar por tudo isso não é fácil, eu em alguns momentos me imaginei no lugar dela e sinceramente não sei se teria coragem de tomar as decisões que ela tomou, ou até mesmo se agiria como ela.

Ter que reencontrar uma pessoa que te magoou no passado em um estado tão frágil quanto o que a Adele está e ter que encarar a responsabilidade de criar uma criança que você mal conhece e que para piorar é fruto de um acontecimento triste de seu passado, devo dizer não é fácil.

Dorothy conseguiu passar tudo isso com muita sensibilidade e muita garra para as páginas, com momentos tristes e traumáticos que vão a felizes e sem culpa, que envolvem o leitor atá a última página.

É lindo acompanhar o desenvolver da história, mesmo que em alguns momentos você tenha vontade de fazer algo totalmente contrário ao que o personagem fez, ou até mesmo se compadecer da situação tão delicada que cada um se encontra.

A Filha da minha melhor amiga é um livro lindo e tocante que nos deixa com lágrimas no rosto e um sorriso bobo estampado na cara. Com um sentimento pleno de que tudo no final sempre dá certo, Dorothy ganhou uma fã que finalmente aprendeu que uma história forte também tem uma beleza singular. Recomendo!

site: http://dlivros.blogspot.com.br/2015/10/a-filha-da-minha-melhor-amiga-dorothy.html
comentários(0)comente



Meninas que Leem 20/12/2016

Blog As meninas que leem livros
"Ganhei esse livro no amigo secreto da Adoro Romances em Fortaleza. Pela segunda vez consecutiva a Rafinha me tira, isso é que é ter sorte (ei.. a sortuda sou eu , ta? rsrs ).
Amiga, obrigada! Acho que eu não poderia ter ganhado livro melhor. Me emocionei desde o começo com a lição de vida, e com a sensibilidade com que o livro trata a morte e o sentimento de não ter dito tudo o que tinha pra dizer e não ter ouvido tudo que tinha que ouvir."
[...]

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2009/12/filha-da-minha-melhor-amiga-dorothy.html
comentários(0)comente



BibliotecadaLulys 31/08/2016

A filha da minha melhor amiga
Adele Brannon teve uma filha depois de uma única noite com o noivo de sua melhor amiga Kamryn. Depois que Kamryn descobriu essa verdade ela se afastou da amiga e do noivo mudando-se para outra cidade.

Agora Adele descobriu que está a beira da morte e a única pessoa para quem pode recorrer é sua ex-melhor amiga.

Kamryn apesar de não ter perdoado sua amiga, resolve visitá-la e acaba aceitando o seu último pedido que é cuidar de Tegan, o prova viva da traição da sua melhor amiga com o seu grande amor.

Após a morte de Adele, Kamryn leva Tegan para morar com ela e assim que chega a cidade descobre que terá um novo chefe, Luke.

Luke é um homem bonito, porém arrogante e preconceituoso, despresa Kamryn por sua aparência. Mais Kamryn é forte e apesar de doer em seu íntimo não se deixa afetar por isso.

Tegan e Kamryn começam a ficar proximas e por acontecimentos da vida Luke acaba conhendo a pequena Tegan e o carinho entre eles acontece desde o primeiro momento. O que faz com que a presença de Luke na vida de Kamryn e Tegam passe a ser constante. Luke conhece melhor Kamryn e percebe o quão preconceituoso foi e aos pouco vão entrando em um relacionamento.


As coisas iam bem entre os três, até Kamryn ter de resolver tudo em relação à adoção de Tegan e ser obrigada a falar com Nate e contar-lhe que havia uma filha, então isso atrapalhar sua relação com Luke, deixando-o inseguro em relação ao ex de sua namorada, além de algumas vezes Luke não entender que em alguns momentos, Kamryn e Tegan precisavam estar sozinhas, e Kam parecia não entender que era importante para Luke que os três estivessem juntos nesses momentos. E além de tudo isso abalando o relacionamento amoroso entre os dois, ainda tem a presença de dois ex-parceiros que pareciam como uma sombra atrás dos dois.



A Filha da Minha Melhor Amiga me emocionou, a personafem Kamryn é um exemplo de mulher, ultrapassando diversas barreiras da sociedade, das pessoas, do amor e da amizade, pela capacidade de perdoar e de amar incondicionalmente uma garotinha como sua filha mesmo não tendo seu sangue, tendo que superar a diferença de cor, o preconceito.

Ela é um exemplo de como o amor, a generosidade e a amizade podem ser importantes na vida de uma pessoa, tão importantes a ponto de renunciar tudo por eles.
Como eu disse no início, preparem a caixa de lencinhos e aproveitem o livro porque vale muito a pena.
comentários(0)comente



Ana Caroline 16/11/2014

Antes de começar a ler este livro preparem a caixa de lenços porque vai ser uma choradeira do início ao fim. Logo de cara você sabe que você vai estar lidando com a morte neste livro, com traição, mas nem saber disto te prepara para o que vai acontecer.

Meu coração doeu o livro todo, eu sentia raiva, tristeza, rancor e ao mesmo tempo pena e compaixão. E em momentos magnificos eu sorria e ficava feliz com a simplicidade tão complexa do amor.

Em A Filha da Minha Melhor Amiga, Adele Brannon teve uma filha depois de uma única noite com o noivo de sua melhor amiga Kamryn. Depois que Kamryn descobriu essa verdade ela se afastou da amiga e do noivo mudando-se para outra cidade.

Agora Adele descobriu que está a beira da morte e a única pessoa para quem pode recorrer é sua ex-melhor amiga.

Kamryn apesar de não ter perdoado sua amiga, resolve visitá-la e acaba aceitando o seu último pedido que é cuidar de Tegan, o prova viva da traição da sua melhor amiga com o seu grande amor.

Após a morte de Adele, Kamryn leva Tegan para morar com ela e assim que chega a cidade descobre que terá um novo chefe, Luke.

Luke é um homem bonito, porém arrogante e preconceituoso, despresa Kamryn por sua aparência. Mais Kamryn é forte e apesar de doer em seu íntimo não se deixa afetar por isso.

Tegan e Kamryn começam a ficar proximas e por acontecimentos da vida Luke acaba conhendo a pequena Tegan e o carinho entre eles acontece desde o primeiro momento. O que faz com que a presença de Luke na vida de Kamryn e Tegam passe a ser constante. Luke conhece melhor Kamryn e percebe o quão preconceituoso foi e aos pouco vão entrando em um relacionamento.


As coisas iam bem entre os três, até Kamryn ter de resolver tudo em relação à adoção de Tegan e ser obrigada a falar com Nate e contar-lhe que havia uma filha, então isso atrapalhar sua relação com Luke, deixando-o inseguro em relação ao ex de sua namorada, além de algumas vezes Luke não entender que em alguns momentos, Kamryn e Tegan precisavam estar sozinhas, e Kam parecia não entender que era importante para Luke que os três estivessem juntos nesses momentos. E além de tudo isso abalando o relacionamento amoroso entre os dois, ainda tem a presença de dois ex-parceiros que pareciam como uma sombra atrás dos dois.



A Filha da Minha Melhor Amiga me emocionou, a personafem Kamryn é um exemplo de mulher, ultrapassando diversas barreiras da sociedade, das pessoas, do amor e da amizade, pela capacidade de perdoar e de amar incondicionalmente uma garotinha como sua filha mesmo não tendo seu sangue, tendo que superar a diferença de cor, o preconceito.

Ela é um exemplo de como o amor, a generosidade e a amizade podem ser importantes na vida de uma pessoa, tão importantes a ponto de renunciar tudo por eles.
Como eu disse no início, preparem a caixa de lencinhos e aproveitem o livro porque vale muito a pena.

site: http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/
Maya 14/12/2016minha estante
Você que me indicou




Kah Cruz 20/05/2014

A amizade é tudo!
Esse livro nos fala sobre muitas coisas, mas a principal lição que guardarei para sempre comigo é: algumas pessoas nos magoam... Ás vezes, muuito mesmo!! O orgulho nos faz pensar que somos melhores por não esquecermos, ignorarmos e magoarmos TAMBÉM essa pessoa, mas... Quem sofre mais com isso?? O que aconteceria se vC jamais tivesse a oportunidade de fazer as pazes com alguém que vC sempre amou?? O que vC faria se não tivesse tempo nem, de ao menos, dizer o quanto ela o magoou, o quanto vC sofreu, mas que vC pode sim, viver com isso?!
O livro fala de uma amizade interrompida por uma traição (daquelas bem GRANDES) e de uma oportunidade (perdida... ou talvez não!) de recuperar laços importantes e essenciais.
Kamryn sempre foi uma pessoa sozinha, até que conheceu Adele.
Apesar do amor das duas, um ato impensado faz com que essa linda amizade acabe... Ou pelo menos é o que Kamrym pensa.
Uma tragédia abala essa história, mas Tegan aparece para adoçá-la... E o que parecia o fim, se torna a peça principal da história.

O livro é lindoo... Uma leitura viciante e sensível.
é um livro pra chorar? SIm!! Mas é também uma lição de vida!

É uma pena que tão poucas pessoas o tenham lido e que ele não tenha nenhum tipo de propaganda a seu favor =/
comentários(0)comente



Albertini 22/01/2014

Kamryn, Adele, filha Tegan, Luke e Nate
Kamryn Matika é uma jovem executiva de marketing independente e bem-sucedida, no entanto, sob sua aparente felicidade, ela esconde a dor de ter sido traída. Adele Brannon, mãe da doce Tegan, enfrenta o momento mais trágico de sua vida, o de aceitar a morte e planejar o futuro de sua filha, ao mesmo tempo que convive com a culpa de ter magoado alguém muito especial. No passado, Kamryn e Adele foram inseparáveis, melhores amigas, até que uma atitude leviana de Adele e Nate, o noivo de Kam, foi revelada, causando o rompimento tanto dos noivos, quanto das duas amigas. Alguns anos mais tarde, porém, certas barreiras precisam ser rompidas, em nome do
amor e do bem-estar de uma criança, Tegan. Kam perceberá, definitivamente, que Adele reservou a ela o melhor presente que poderia receber.
comentários(0)comente



Mara seidhom 30/10/2013

Kamryn Matika é uma jovem executiva de marketing independente e bem-sucedida, no entanto, sob sua aparente felicidade, ela esconde a dor de ter sido traída. Adele Brannon, mãe da doce Tegan, enfrenta o momento mais trágico de sua vida, o de aceitar a morte e planejar o futuro de sua filha, ao mesmo tempo que convive com a culpa de ter magoado alguém muito especial. No passado, Kamryn e Adele foram inseparáveis, melhores amigas, até que uma atitude leviana de Adele e Nate, o noivo de Kam, foi revelada, causando o rompimento tanto dos noivos, quanto das duas amigas. Alguns anos mais tarde, porém, certas barreiras precisam ser rompidas, em nome do
amor e do bem-estar de uma criança, Tegan. Kam perceberá, definitivamente, que Adele reservou a ela o melhor presente que poderia receber.
comentários(0)comente



Gilberto 08/09/2012

A Filha de Minha Melhor Amiga – Dorothy Koomson


Muitas vezes nós pegamos envolvidos em livros cheios de recursos técnicos e inovadores, mas sem nenhuma história interessante, ou simplesmente subestimamos um livro por ele não ser elogiado pela critica, mas qual realmente é a função primordial da literatura? Em minha opinião ela é contar uma história, independente de existir dentro do livro alguma inovação ou não, e é isto que acontece no livro a filha de minha melhor amiga da autora inglesa Dorothy Koomson, a autora mostra que é possível criar um bom livro simplesmente com uma boa história.
Kamryn Matika é uma mulher de trinta e poucos anos, bem sucedida e aparentemente segura, mas no dia do seu aniversário, ela encontra entre os cartões de parabéns um cartão, enviado por sua ex amiga Adele pedindo para que ela vá ao hospital onde Adele esta, pois ela esta morrendo, ela vai e ao chegar lá recebe o pedido para que ela passe a cuidar da filha de Adele após a sua morte. Para Kamryn isso representa um grande conflito, pois ainda sofre com as lembranças de que rompeu sue noivado com Nate, e sua amizade com Adele, ao descobrir que eles transaram, mas ela decide cuidar da filha de sua melhor amiga e se reconciliar com ela no seu leito de morte.
É interessante notar que a tramado livro não ira se reduzir somente a isso, na verdade a autora ira entrelaçar outros ângulos e novas situações ao longo do livro, para poder criar uma história mais ágil, como o fato de Kamryn ser negra e Tegan, a filha de Adele ser uma menina loira, ou Luke o novo colega de trabalho de Kam passar a se apaixonar por ela, e ate mesmo o fato de Nate ressurgi na trama, pois ele é o pai de Tegan e para poder adotar a menina Kam terá que conseguir com que ele assine uns papéis.
Outro fator muito positivo no livro são seus personagens, que em sua maioria são cheio de traumas ou complexos, como Kam ser perfeccionista e se culpar por tudo o que da errada a sua volta. A toda hora é inserido dentro da história, lembranças ou flash back, da vida dos personagens e mostrar como surgiu alguém trauma ou medo. São legal no livro que todos os personagens têm variáveis comportamentos, Kam não é 100% insegura, Luke não é 100% perfeito, nem mesmo Nate é 100% patife, a única personagem que esta quase imune, a estas variações de comportamentos é Tegan.
Enfim se você quer um livro que tenha um boa história poderá encontrar ela no a filha de minha melhor amiga.
comentários(0)comente



Cris 16/08/2012

O 1º livro que li da autora e é simplesmente maravilhoso. Ainda nenhum livro desta autora me tocou tão profundamente como este, apesar de ter gostado de todos os que li. Dorothy Koomson é daquelas autoras de quem nos tormanos fãs desde o 1º minuto. Este livro mostra a capacidade que o ser humano tem em se adaptar, superar mágoas e desilusões e principalmente em perdoar. Lindo!
comentários(0)comente



Vanessa Vieira 24/01/2012

A Filha da Minha Melhor Amiga_Dorothy Koomson
O livro A Filha da Minha Melhor Amiga, de Dorothy Koomson, nos conta a estória de Kamryn Matika, uma executiva bem-sucedida e independente. Apesar de sua vida profissional ser um verdadeiro sucesso, ela carrega uma profunda mágoa no peito: a dor de ter sido traída pelo seu ex-noivo, Nate, e sua melhor amiga, Adele.

Adele Brannon sempre teve grande consideração e carinho por Kam, mas em uma noite tempestuosa, acabou se envolvendo com Nate. O relacionamento deles não passou de uma noite, mas rendeu frutos: Adele teve uma filha, a doce Tegan.

Quando Kam ficou sabendo da traição pela própria Adele, tempos depois, rompeu o noivado e se afastou da amiga e de sua filha. Foi muito difícil e doloroso ser traída pelas duas pessoas que ela mais amava nesta vida, e ficar longe de Tegan, por quem ela nutria um afeto muito especial. Mas descobrir quem era o verdadeiro pai de Tegan foi um golpe cruel em seu coração.

Passam-se os anos e Kam canaliza toda a sua dor e solidão no trabalho, passando mais tempo no escritório do que em sua própria casa. Isso serve como válvula de escape para que ela não se veja presa ao passado. A sua surpresa é imensa quando recebe um recado urgente de Adele, a quem ela ignora por anos.

Por mais que ela fique relutante, resolve atender o pedido e visitar Adele. Adele está com leucemia, e tenta a todo custo o perdão de Kam. Ela não quer apenas se reconciliar com sua amiga, ela também precisa de um grande favor de Kam: que ela adote Tegan quando ela vier a falecer. Adele está conformada com a sua situação, mas o seu único temor é como será a vida de Tegan após a sua morte.

Ao contrário de Kam, que sempre recebeu amor e carinho de forma incondicional de sua família, Adele teve uma infância triste e frustrada ao lado de seu pai e madrasta, sofrendo violência física e emocional. Ela também nunca revelou a Nate que Tegan era sua filha, para não causar ainda mais transtornos para ele.

Ela pede, ou melhor, suplica, que Kam adote Tegan quando ela vier a falecer. Mas será que Kam conseguirá realmente perdoar Adele e assumir tão grande responsabilidade? Será que a amizade, o afeto e o bem-estar de uma inocente criança serão mais fortes do que a dor e a mágoa arraigados em seu peito? E os fantasmas do passado que insistem em assolar a sua mente?

Esse é o enredo de A Filha da Minha Melhor Amiga, um livro intrigante e repleto de sentimentos. A estória por si só, é polêmica e repleta de mágoa, dor, amizade, amor, e sobretudo, compaixão e perdão. Vislumbramos o ponto de vista tanto de Adele quanto o de Kam, entendendo os motivos e o dia-a-dia de cada uma das personagens.

Kam é perfeccionista e sempre que algo dá errado, culpa a si mesma. Esse tipo de comportamento não a ajuda e alimenta um complexo de inferioridade cada vez maior nela.

A tutela de Tegan não será fácil: a menina é loira de olhos claros e Kam é negra. Só o fato dela estar perto da garota já gera comentários maldosos e atitudes impensadas por parte de diversas pessoas. Achei essa parte muito bem trabalhada pela autora, abordando o preconceito e como as pessoas são hipócritas e egoístas quando querem assim o ser.

Um triângulo amoroso mexe ainda mais com a protagonista, que se vê presa em um turbilhão de sentimentos. Um livro sensível, tocante, com cenas dramáticas e de profunda reflexão. Vale a pena conferir!

http://newsnessa.blogspot.com/
comentários(0)comente



Thamires 21/12/2011

Linda história!
Uma história emocionante de perdão,superação e aprendizado. A cada página lida nos faz sentir mais vontade de ler e conhecer a história.
comentários(0)comente



Ewelyn 15/10/2011

Maravilhoso!!
A filha da minha melhor amiga da Dorothy Koomson é composto por 383 paginas de pura emoçao!!!

Kamryn sofreu uma traiçao da sua melhor amiga, e não a via há mais dois anos, quando descobriu que sua melhor amiga estava morrendo!!

Adele acabou transando com o noivo da melhor amiga (Nate), não por ter tido um momento de paixao ou amor, mas por conseguencias da vida, acabou ficando grávida (sem a amiga saber de quem era a filha), e com isso acabou perdendo a melhor amiga!! Passado alguns anos, descobre que tem leucemia, e mesmo sem o contato, sabe e pede a amiga para que seja tutora legal de sua filha!!!

Graças a vários acontecimentos, Ryn (como Tegan gosta de chamar Kamryn) sabe que apesar do que houve no passado, nunca diria NÃO ao pedido de Adele, e com isso Tegan vai morar com ela!!

Um livro cheio de muitas emoçoes, com a volta de Nate a sua vida, e recomeço de sua vida com um novo relacionamento!!! O livro foi mais que perfeito!!! Emocionante do começo ao fim!!!

Apesar doas provações que tiveram que passar para ficarem juntos, achei que Ryn perdoou Luke muito fácil! Heheh...Poderia ter dificultado as coisas um pouquinho mais...heheh!!!
comentários(0)comente



*Rô Bernas 03/10/2011

Muito bom, mas muito angustiante!
Ler esse livro foi meio que como um soco no estômago! É que no passado minha melhor amiga engravidou do meu namorado, mas a minha história parou aí.

Fiquei pensando o que eu faria se estivesse no lugar da Kamryn e simplesmente não sei. A história é tocante e por ter vivenciado algo parecido, foi muito angustiante pra mim ler este livro. Mas, é um livro emocionante e com personagens cativantes.

Tudo bem que teve momentos que eu tinha vontade de esganar Rym, mas ela estava vivenciando tantas emoções que eu me controlava rss

Muito bom!!!!
comentários(0)comente



SARITA 08/08/2011

Chorei. Chorei. Chorei. E depois chorei de novo. E depois de novo. Enfim, chorei.

Há abordagens bem interessantes dentro desse livro, sobre a brevidade da vida, sobre preconceito racial, sobre classe social, sobre laços familiares, sobre agressões físicas e emocionais. É tanta coisa, aposto que não citei 20%.

É um livro que recomendo caso você queira desidratar.
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2