Tubarão

Tubarão Peter Benchley




Resenhas - Tubarão


83 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


JPHoppe 14/12/2020

Existe aquela máxima de "o livro é sempre melhor que o filme". Como praticamente todas as outras generalizações fora das Ciências Exatas, esta é mais uma onde exceções pululam. Mas, não é tanto assim.

"Tubarão" se passa na fictícia cidade litorânea de Amity, basicamente uma "summer town" que vive da temporada de férias onde turistas veem para suas praias. Mas, o que acontece se um tubarão começa a atacar pessoas em suas águas? Muito além do conflito com o epônimo tubarão, o que acontece quando interesses muito humanos entram em jogo?

Os personagens são o ponto fraco do livro. Exceto um ou dois, quase todos são extremamente antipáticos. Talvez o único realmente carismático seja Hendricks, um dos oficiais da polícia de Amity. Todos os demais, incluindo Brody e sua esposa, o prefeito Larry, o biólogo Hooper, conseguem ser, em vários momentos, deploráveis. Tanto que me peguei torcendo pelo tubarão em alguns momentos.

Em compensação, um dos personagens é extremamente bem desenvolvido, apesar de ser aquele do qual menos se espera qualquer arco: o tubarão. Benchley deve ter estudado muito bem a biologia desses animais, especialmente seu equipamento sensorial, com visão pobre, mas olfato extremamente apurado, e a presença da linha lateral, que detecta movimentos a longas distâncias. Durante os ataques, é possível se colocar perfeitamente no ponto-de-vista do tubarão. Os ataques são descritos de forma bem gráfica.

O clímax do livro é um pouco desapontador. Está lá, mas chega apenas nos momentos finais, além de durar pouco. Não é o "smile, you son of a b**ch!", mas pelo menos ecoa "Moby Dick". Melville teria apreciado a homenagem.

Como um biólogo, apenas gostaria de ressaltar que o grande tubarão branco NÃO É um "comedor de homens". Apesar de ser uma das poucas espécies de tubarão com ataques humanos registrados, e a com mais registros, os números são muito reduzidos. Cocos em queda ceifam mais vidas. Assim como bebês humanos, o tubarão explora o mundo com sua boca. No entanto, pesam ligeiramente mais, e sua boca está munida de dentes um pouco mais perigosos.

Tubarões NÃO devem ser odiados. Esta é uma obra de ficção.
comentários(0)comente



Karinny 30/11/2020

Achei um livro tosco, cheio de diálogos bobos e subtramas que não evoluem durante a narrativa, servindo apenas para preencher algumas páginas. Tenho muita dificuldade em abandonar livros, mesmo quando os acho ruins, e esse foi o único motivo para eu ter conseguido concluir a leitura.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jéssica 14/09/2020

Tubarão
Gostei da leitura, a escrita é ótima. Apesar disso não foi tão rápida e não me prendeu tanto quanto eu esperava.
Tem partes muito tensas e passa mesmo a sensação de que o tubarão é realmente assustador.
Senti falta de um final mais completo.
Não me apaixonei pelo livro mas recomendo.
comentários(0)comente



Gabriel Paixão 13/09/2020

Ótimo thriller
Livro que prende sua atenção. 325 páginas que vc consegue ler num fôlego.
Apesar de ser muito ligar comum, serve bem como entretenimento.
Tem diferenças em relação ao film.
comentários(0)comente



Jaqueline.Marcondes 08/09/2020

Inspiração
"Você que nunca leu 'Tubarão', você que viu apenas o filme, posso vê-lo franzir a sobrancelha, posso ouvi-lo dizer para si mesmo: 'Romance? Máfia? Do que ele está falando? Onde está tudo isso?' Leia, por favor, e descubra por conta própria." - Peter Benchley (2005).
O livro que inspirou um dos maiores filmes de todos os tempos.
Sempre amei o filme e quando descobri que era inspirado em um livro, claro que tive que ler.
As duas histórias são semelhantes em alguns pontos, e o que foi deixado de lado na adaptação só acrescentou pontos para que a história ficasse perfeita. Mesmo assim não deixe de fazer a leitura, pois a narração nos momentos onde o tubarão aparecesse é de tirar o fôlego.
comentários(0)comente



Thiago.Moreira 04/09/2020

Caiu no mar, tubarão pega
O livro trás uma abordagem muito diferente daquela vista no filme já que o autor, Peter Benchley, foca nas consequências dos acidentes com o tubarão na pacata cidade de Amity enquanto Stephen Spielberg se pauta apenas na ação proporcionada pelos ataques do animal. Superou minhas expectativas!
comentários(0)comente



Moises Celestino 11/08/2020

Revisão do Livro...
Thriller clássico, escrito pelo competente Peter Bencley, "Tubarão", contém suspense e tensão na medida certa. Igualmente, a adrenalina entre as personagens se faz presente na trama. Um dos meus favoritos!
comentários(0)comente



Eduar 17/07/2020

Muito bom
O livro é o filme são quase que obras distintas. Tendo em comum os personagem e o tubarão. As histórias porém totalmente diferentes. Mas os dois são excelentes. Os finais tem, ambos, seus valores. O do filme, da aquela sensação de ponto final. O do livro, deixa um gosto de revanche muito bom.
comentários(0)comente



Paullinha 14/07/2020

Tubarão
Eu sou mega fã desses filmes de tubarão, esse aqui para mim é um clássico dos cinemas, então eu gostei bastante desse livro, recomendo com certeza.
comentários(0)comente



Veronae 28/05/2020

Tubarão
A escrita do autor é perfeita, as descrições são tão boas ao ponto de conseguirmos imaginar todas as ações do peixe com precisão, quando temos o gênero ação em um livro, muito dos autores tem a dificuldade de repassar a cena. Mas aqui não houve isso.

Os personagens tem profundidade e são suscetíveis a pensamentos que qualquer ser humano teria. O livro é perfeito.
comentários(0)comente



Bruna 01/05/2020

SHAAAAARK
DICA DE LEITURA
.
"Você não está vendo, mas ele está lá no fundo, observando suas pernas se mexerem nas águas turvas"
.
Tubarão | Peter Benchley | 280 páginas | edição 2015 @darkside
.
Sim! O primeiro blockbuster de Steven Spielberg teve origem a partir do romance publicado em 1974, que vendeu mais de 20 milhões de exemplares.
.
O filme sempre é diferente do livro, porém a história original de Tubarão teve vários cortes por conta da produção querer focar mais na aventura da caçada do animal do que no romance e máfia.
.
"Você que nunca leu Tubarão, você que viu apenas o filme, posso vê-lo franzir a sobrancelha, posso ouvi-lo dizer para si mesmo: "Romance? Máfia? Do que ele está falando? Onde está tudo isso?". Leia, por favor, e descubra por conta própria." [Da Introdução de Peter Benchley]
.
O filme Tubarão me marcou de uma tal forma, que até hoje tenho a meta de ver um tubarão-branco de perto (claro que durante um passeio turístico... dentro da gaiola de proteção).
.
Por amar o filme, não perdi a oportunidade de ler essa obra INCRÍVEL!!!! O autor descreve as cenas de modo impecável e é praticamente impossível dar um mergulho no mar sem lembrar dos ataques no balneário Amity.
.
Aproveitei que moro em Santos e minha leitura foi feita na praia, com o mar fazendo os efeitos sonoros.
.
Uma dica: leia ele na praia ou com os pés dentro de uma piscina. Nada melhor do que se ambientar e entrar de vez no clima do livro.
.
Só para deixar claro: Peter era fascinado por tubarões, estudou muito sobre eles e abraçou a causa da defesa da espécie até seus últimos dias. A ideia dele não foi falar sobre "um tubarão que come gente", ele se concentrou no que aconteceria se esse predador fechasse o cerco em um balneário, que vive do comércio durante o período de férias.
.
Um oceano saudável possui tubarões.

site: https://www.instagram.com/p/B7J6zPLAYi2/
comentários(0)comente



Wendy 06/03/2020

Um Pouco Decepcionante.
Tinha uma idéia melhor do livro antes de lê-lo. Fiquei meio decepcionada com a leitura e o rumo da história. Poderia ter sido bem melhor e bem mais aproveitado o "tubarão" opinião minha.
Aquela novelinha me irritou também,achei desnecessário aquele drama pessoal do casal "problemas no casamento" acho que focou muito nisso e fora que me senti em um pedaço do livro dentro de um outro livro só que "erótico".
Achei desnecessário apenas.
Mas,apesar disso tudo, é um livro razoável e gostei do final.
Só não foi o que eu esperava.
comentários(0)comente



Fran 27/02/2020

Resenha de "Tubarão"
Olá, pessoal! A resenha de hoje é sobre o livro "Tubarão" de Peter Benchley, obra original de 1974, foi publicada, pela primeira vez, no Brasil, pela @darksidebooks, em 2015. Considerada best-seller internacional, foi adaptada para o cinema, por Steven Spielberg, no mesmo ano. Contém 280 páginas.
Trata-se da história de quando um corpo de uma turista com mordidas de um tubarão-branco aparece na praia e o chefe de polícia Martin Brody toma a infeliz decisão de esconder o ocorrido devido a pressão e preocupação do prefeito Larry Vaughan, com o prejuízo financeiro que esse acidente causaria na cidade praiana. Logo, novos acidentes ocorrem e, com a repercussão, o biólogo marinho Matt Hooper aparece, intervindo nas investigações, para, junto com o policial, tentar descobrir como solucionar esse conflito.
Sobre o que eu achei: essa história me surpreendeu. Saber da presença do tubarão, sem ninguém conseguir vê-lo, causa pavor tanto nos personagens do livro quanto no leitor. O risco de morte eminente, descrito a todo instante, provoca uma reação em quem lê, e não tem como não tomar partido em defesa das vítimas. O autor foi o precursor ao contar a história de um tubarão como máquina assassina mas seu ineditismo provêem devido a preocupação de elaborar a reação que uma comunidade praiana teria ao ter notícia desse tubarão: se autoridades e turistas se preveniriam ou acobertariam, até promoveriam, a situação de risco como monetização, essa é a discussão do texto. Sobre o personagem principal, Brody, ele está longe de ser herói ou mocinho, na verdade, as vezes, é detestável e polêmico, mas é um ser atingível, e entendemos sua motivação, o ódio pelo animal, e a desconfiança sobre tudo e todos que o cercam. Já sobre Hooper, a princípio, parece ser um personagem benevolente, sedutor, com boas intenções, mas logo descobrimos que suas atitudes são egoístas e prejudicam mais do que ajudam na busca pelo tubarão.
Recomendo este livro para quem se interessar em conhecer a literatura que foi pioneira em retratar suspense, com animais, aquáticos, e que inspirou, não só o primeiro blockbuster de Spielberg, mas uma série de filmes baseado nesse estilo.
comentários(0)comente



Gabriela 23/02/2020

Bom...
O filme inspirado nesse livro é um clássico que marcou gerações. O livro, apesar de muito bom, não traz tanto medo ou tensão quanto o filme. Mas ainda assim vale a pena ser lido. Ele não trata apenas da história do Tubarão em si, mas de uma cidade inteira, envolvendo casamentos ruídos, envolvimento com a máfia e luta pelo poder. É uma distração para dias monótonos, mas que não vai dar sustos nos leitores acostumados com o gênero.
comentários(0)comente



83 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6