Desgrávida: Unpregnant

Desgrávida: Unpregnant Jenni Hendriks
Ted Caplan




Resenhas - Desgrávida: Unpregnant


23 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Ketley Paixão 26/06/2020

Eu simplesmente não conseguia parar!
Só o cobrador e o motorista dos ônibus que preciso pegar para ir trabalhar sabem o quanto esse livro me fez rir. Nossa, eu simplesmente não conseguia parar!
Apesar de abordar um assunto muito sério, como o aborto, os autores conseguiram deixar a história um tanto quanto cômica, e com um claro sinal de alerta. Namorados psicopatas, viagens pra lá de bizarras e, acima de tudo, o quanto as amizades são importantes em todo o momento. A Veronica amadureceu muito durante os três dias em que a história se passa, e você sente vontade de entrar na história para falar "Querida, eu pensei que você não ia enxergar isso nunca! Senta aqui..." hahaha
Se você quer chorar de rir, vale muito a leitura!

site: http://instagram.com/mmaria.co
Ketley Paixão 26/06/2020minha estante
Parar de rir, no caso hahaha




Koala Leitora 09/06/2020

Bom!
Narrado em primeira pessoa e pelo ponto de vista da Veronica, temos aqui uma história com pitadas irônicas, um relacionamento fracassado e uma amizade que precisa ser restaurada.
Encontramos também a descoberta de uma garota solitária, que percebe o quanto ela está errada em querer ser a garota perfeita. Um mundo cheio de reviravoltas e boas tiradas para deixar o leitor preso do começo ao fim.

Confesso que esperava um pouco mais da história, mas todo o enredo é bem gracinha e ensina muito sobre os caminhos tortuosos da vida.
comentários(0)comente



Ana Claudia 09/09/2020

DES - GRÁVIDA
Uma aluna exemplar, no auge dos seus 17 anos, cheia de planos para um futuro promissor pela frente. Um namorado bonito, popular e, consequentemente, muito cobiçado pelas garotas da escola.
Veronica Clarke não poderia jamais imaginar uma gravidez inesperada!
Em desespero, alia-se àquela que jamais imaginaria um dia apoiá-la: sua "ex-amiga" Bailey, que é justamente o seu oposto, mas que inusitadamente, de maneira um tanto cômica, a auxilia numa jornada completamente louca.
Des-Grávida traz assuntos relevantes, como gravidez na adolescência, aborto e amizades.
De possível história séria, a uma narrativa fluida, em algumas ocasiões é engraçada e muito dinâmica o tempo inteiro.
O ápice da história tem início quando Veronica opta por realizar um aborto e elas acabam viajando até o Novo México, passando muitas aventuras, o que traz comicidade e ação contínua à história de Jenni Hendriks e Ted Caplan, que aliás se tornará filme da HBO.
Sobre seu "namorado perfeito", surpreendentemente é Bailey que a afirma, mesmo observando-os de longe, que o jovem não o seria.
Pelo contrário, ao longo da viagem, passando por percalços, Veronica vê que sua parceira de aventura estaria certa, e passa a enxergá-lo, talvez, como alguém não muito confiável.
Em primeira mão, o que muito me chamou a atenção logo que vi a premissa desse lançamento da Faro Editorial foi justamente a curiosidade por ter acesso à escrita de Jenni Hendriks e Ted Caplan que, como afirma-se na capa, são os criadores da série que levo para a vida: How I Met Your Mother.
Eu fiquei em êxtase com a possibilidade dessa leitura e admito que não me arrependi.
Notei a ficção, mesmo que espontânea, como uma espécie de roteiro, o que de fato até seria, afinal.
Contudo, em momento algum realizei a leitura sentindo-a arrastada ou cansativa, pelo contrário, só me dei conta dessa percepção de ser o script de um filme ao concluir a análise e degustação da obra.


site: https://www.cafecomleitura.com/2020/09/542020-desgravida.html
comentários(0)comente



Mundo da Vavah 17/08/2020

Verônica Clarke sempre foi, um orgulho para seus pais, com as melhores notas na escola, ótimo desempenho, garantiu a vaga na faculdade desejada, namora o jovem que é cobiçado por todas e estrela do time de futebol, que também frequenta a mesma igreja de sua família e com tudo isso em mente, o futuro perfeito está planejado. Até que seu ciclo atrasa, o que poderia ser reflexo do nervosismo de provas finais, baile do último ano, e etc, mas mesmo assim ela resolve fazer o teste e tirar esse peso da consciência. O que não acontece, já que o teste dá positivo e ao invés de relaxar, Verônica se vê mais apavorada e com uma única alternativa: o aborto.

Com a decisão, mais um problema aparece, a clínica mais próxima que realiza abortos em menores sem o consentimento dos pais fica a 1590 quilômetros, ela precisa da ajuda de alguém e esse alguém que deveria ser Kevin, que por incrível que pareça ainda lhe revelará grandes surpresas desagradáveis e decepcionantes. E não querendo ser julgada pelas suas atuais amigas, a única alternativa é recorrer a sua ex-amiga de infância Bailey. Após uma conversa que gira em torno de troca de favores, as duas partem para essa viagem.

Mesmo a história tratando de um tema polêmico e delicado, como é o aborto, os autores abordaram com extrema leveza, sem pontuar sobre o certo e errado, mas querendo levar a reflexão sobre o porquê de a protagonista pensar em tomar essa decisão, seja pela carga de responsabilidade que carregava para com seus pais, sua "fama", seu futuro e até mesmo pelo julgamento alheio. Tendo isso em vista, a viagem se torna uma longa jornada de autoconhecimento e análise da vida que até então Verônica idealizava como perfeita. E claro que, a amizade, antes esquecida entre Veronica e Bailey será rememorada, questionada e entre muitas brigas as duas podem colocar tudo em pratos limpos ou até mesmo se ofender ao extremo. Elas vão se reinventar e redescobrir, voltaremos ao passado de cada uma, trazendo temas importantes como religião, relacionamento entre pais, entre pais e filhos, respeito, amor e amizade.
comentários(0)comente



Laura 10/08/2020

Surpreendente!!!!
Sabe aqueles livros clichês ,pois é esse é bem esse tipo ,mas é um clichê tão maravilhoso ,uma escrita bem fluída,um leitura tão gostosa de se fazer ,o livro retrata a vida de garota perfeita da Veronica que mostra que nem tudo é perfeito sempre ,mas ao mesmo tempo fala sobre amizade,e gente que livro maravilhoso eu adorei ,eu recomendo muito !!!!!
comentários(0)comente



Nanna - Livraneios 30/07/2020

Muito mais do que uma história sobre aborto
Em Desgrávida nós vamos conhecer Veronica Clarke. Uma jovem de 17 anos prestes a fazer suas provas finais, tornar-se oradora da turma e ir para a faculdade de seus sonhos. Tudo parece perfeito até que ela se descobre grávida de seu - também perfeito - namorado.

Uma gravidez poderia arruinar todos os seus planos, e por isso Veronica decide fazer um aborto. Sem possibilidade de contar para mais ninguém, acaba sendo obrigada a buscar ajuda com Bailey, sua ex-melhor amiga, que acaba descobrindo de sua gravidez.

O livro se passa durante a viagem das duas para a realização do procedimento. Nesse percurso, muitos aprendizados acontecerão, portanto, temos uma história que conta com o aborto - e todas as suas implicações e questões que acompanham - como plano de fundo de uma trama sobre amizade, confiança, expectativas e com a importante lição de que devemos ser leais a quem somos.

Um livro super divertido e com capítulos curtos que tornam a leitura ainda mais envolvente. As personagens são muito bem desenvolvidas e evoluem de maneira considerável conforme passamos as páginas e descobrimos mais de suas camadas. Adorei a leitura!
comentários(0)comente



_MarinaSts 20/06/2020

Um livro super gostoso de ler, com uma leitura fácil
Quando li a sinopse desse livro eu fiquei um tanto quanto curiosa, já que o tema de gravidez na adolescência seguido de aborto é algo meio complexo de falar assim abertamente né?
Pois pode parando aí se acha que esse livro é aquela coisa séria e dramática, muito pelo contrário!! É um livro bem legal na verdade.

Quando peguei ele pra ler, assim que observei a capa reparei no logo da HBO bem no topo esquerdo e fui a procura de informações, o que me facilitou na leitura, pois as personagens ganharam rosto.

site: https://bloggeekthings.blogspot.com/2020/06/titulo-desgravida-unpregnant-autor.html
comentários(0)comente



Jaque @blogmalucadoslivros 22/06/2020

me conquistou do inicio ao fim
Quando eu fiquei sabendo do lançamento deste livro, logo fiquei doida para ler e não me decepcionei.

A PREMISSA:
Verônica Clarke não é apenas uma das melhores alunas da escola. Ela é a esperança de sua família, a primeira a ir para a faculdade, uma filha exemplar. Mas aos 17 anos e prestes a se formar ela descobre que está grávida. Agora tudo que ela conquistou está prestes a ir por água a baixo, junto com todos os seus sonhos. Mas a única pessoa que pode ajudar Verônica nisso, é sua ex melhor amiga Bailey Butler.

❝(...) Só tinha me preocupado comigo mesma. E, depois de todos aqueles anos sem perguntar, sem estar presente, havia, naquele momento, um abismo entre nós que eu não era capaz de atravessar.❞

Para chegar na clínica e realizar o procedimento, as duas vão percorrer cerca de 1600km cheios de desafios, encrencas, redescobertas e terão que lidar com feridas abertas da antiga amizade que tinham. E o que seria uma viagem com apenas um objetivo, se torna um momento marcante que vai mudar as vidas delas pra sempre.

O QUE ACHEI:
Primeiramente quero deixar claro que pra mim, Des-grávida é um livro que precisa ser lido livre de preconceitos. O livro aborda assuntos necessários como o aborto e relacionamento abusivo, mas com muita leveza e eu adorei isso, simplesmente não consegui desgrudar deste livro até o fim.

Dos mesmo criadores da minha série preferida da vida - How I Met Your Mother -, a obra traz muitos momentos cômicos, e isso pra mim é mais um ponto positivo porque eu dificilmente "acho graça" em qualquer coisa, então se preparem para uma leitura que rende boas risadas com personagens cativante e complexos.

Eu adorei demais Bailey e Verônica, confesso que este livro me deixou até com o gostinho de quero mais, porém vou me contentar em aguardar a adaptação que vai ser feita pela HBO, e que eu espero que faça jus a essa história que eu gostei tanto, mas sem deixar a comédia de lado. Se você procura uma leitura leve, rápida e divertida, não deixe de ler Des-grávida!

site: https://www.malucadoslivros.com.br/2020/06/resenha-des-gravida-jenni-hendriks-e.html
comentários(0)comente



Camila (Book Obsession) 25/06/2020

Mais uma vez a Faro Editorial realizou um super trabalho com a edição, com título em alto relevo, diagramação bonita e fonte para leitura muito confortável.
Os capítulos são divididos através da quilometragem que as personagens realizam durante a viagem e por serem curtos, tornaram a leitura ainda mais ágil. Quando me dei conta já tinha ultrapassado a metade do livro.
Ainda que a trama se concentre no drama da Veronica, conhecemos um pouco mais da história de Bailey, o que me causou grande empatia, já que a mesma cresceu sendo negligencia por seu pai. E tem uma cena de cortar o coração.
Com muitas confusões e cenas para dar gargalhadas, Des-Grávida se mostra uma jornada interessante sobre nossas escolhas e como encaramos os altos e baixos da vida.


Resenha completa no blog.

site: https://www.bookobsessionblog.com/2020/06/resenha-des-gravida-jenni-hendriks-ted.html
comentários(0)comente



Bia 25/06/2020

Vero?nica tem 17 anos, tem uma vida perfeita, um namorado apaixonado , pai?s que se orgulham dela e? uma vaga na universidade do seus sonhos ? .

Mais pela primeira vez, um resultado de positivo de uma gravidez , Vero?nica descobre e entra em pa?nico
. .

Com desespero da gravidez ela decide fazer um ABORTO
E ela decide falar para a sua amiga Bailey e decidem fazer uma viagem para fazer o procedimento?
Nesse dia acontece va?rios problemas ?! Sera? que ela consegue fazer o procedimento? .

#quote
- Se voce? fizer o que esta? planejando fazer, vc vai arder no inferno por toda eternidade.
Indico vcs a ler esse livro e descobrir o que acontece
comentários(0)comente



Paula Faria @blogliteralmenterosa 02/07/2020

Veronica Clarke, uma jovem exemplar, boa estudante, boas amizades, namorado popular, tudo muito maravilhoso até o momento em que ela descobre que está grávida. Nesse momento, no banheiro da escola ela reencontra sua antiga amiga Bailey Butler, por ser Rebelde e de personalidade difícil, Verônica acredita que ela irá chantageá-la ou até mesmo prejudicá-la com essa informação, mas as duas acabam dividindo esse segredo e quando ela decide fazer um aborto bem longe de onde ela mora, Bailey a acompanha e essa empreitada é cheia de emoções e aventura.
Nessa leitura o assunto sobre o aborto é abordado de uma forma que me agradou, as constantes discussões entre Veronika e Bailey sobre os riscos, sobre como deve ser feito, sobre as consequências físicas e psicológicas foram muito pertinentes. As duas apesar de tudo se divertem juntas durante essa viagem e conseguimos também ver o amadurecimento das personagens, conhecemos mais a fundo cada uma e percebemos que a além das diferenças de criação, elas não deixam de ser jovens tentando descobrir a melhor forma de seguir a vida, sendo consciente e responsável por suas escolhas. Mas o livro não se trata apenas disso, ele fala sobre ser feliz, aceitar as coisas da vida da melhor forma, ser sincero consigo mesmo e principalmente verdadeiro sobre suas ações e vontades. É uma leitura leve apesar de falar sobre um tema sério, que foi desenvolvido de maneira inteligente, envolvente e que nos faz pensar em como levamos a vida, como somos honestos com o que queremos e pensamos.
comentários(0)comente



Helana O'hara 26/07/2020

Um livro divertido com tema necessário
Desgrávida é um lançamento da Faro Editorial. Agora de 2020. É um livro com cerca de 250 páginas e os capítulos eles são contatos por quilometragem, afinal de contas, nossas protagonistas fazem uma viagem bem maluca durante a história.


Em Desgravida vamos conhecer Veronica, uma jovem de 17 anos, que tem a vida escolar perfeita e até achava que tinha o namorado perfeito, até que trancada no banheiro da escola com um teste de gravidez, descobre que tu foi tudo pelo ralo.
Para pior a situação, a única pessoa que sabia desse problema desesperador de Veronica é Bailey, a ex-amiga dela. Bailey é uma menina revoltada da escola que num passado já foram amigas.
As coisas desandam de vez quando o namorado de Veronica faz uma revelação bizarra em um restaurante, fazendo com que a decisão do aborto seja definitiva.
Sem ter com quem contar, Veronica vai atrás de Bailey, única pessoa que sabe do seu problema e que tem um carro. As duas embarcam em uma aventura de 3 mil quilômetros para Veronica fazer o aborto.
Mas a aventura delas é de conhecimento, cumplicidade, empatia e principalmente de descobrir que ainda podem ser amigas.

Primeiro de tudo! Você vai rir muito com as situações que Veronica e a Bailey se metem. Algumas coisas do livro são totalmente fantasiosas, apenas para dar graça a história, outras nem tanto.
As meninas tem personalidades totalmente diferentes, Veronica é inteligente, j[a tem todo seu futuro planejado, coisa bem típica americana. Já Bailey é meio vida-louca, é bagunceira, revoltada. E ver elas juntas fazendo essa viagem é uma redescoberta para ambas.
Mas além de risadas, você vai sentir raiva. O namorado, ou ex-namorado da Veronica, é um completo inútil. Já no começo do livro sabemos as intenções completamente sem sentido dele com Veronica, ele acaba perseguindo as meninas, tentando convencer Veronica de não abortar.
O livro aborda assuntos muito sérios com uma leveza enorme. Gravidez na adolescência é um tabu ainda nos dias de hoje, sabemos que existe dificuldades e que as leias do abortos são rudes em alguns lugares outros em tantos, fazendo com que as meninas cruzassem o estado a procura de uma solução urgente.
Amizade delas também é um foco importante durante a leitura, as meninas brigam, choram, se emocionam, são cumplices, dividem sonhos, sentimentos. A viagem faz com que elas se redescubram como pessoas e como amigas.
Desgrávida, é um livro que apesar de divertido, trás uma boa reflexão. Nos mostrando consequência de problemas e até soluções. Ele teve uma ressalva com a aventura delas – algumas coisas bem fora do comum, mas como disse foram colocadas ali para dar charme a história.
Vão gostar.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fábbio - @omeninoquele 27/09/2020

Espetacular!
#OMeninoResenhando
⠀⠀
"Tinha trabalhado tanto pra salvar uma garota que não existia mais. Tive tanto medo de perder algo que realmente não queria. Ainda não sabia quem eu era, mas não importava."
⠀⠀
Verônica Clarke é uma garota esforçada na escola, uma ótima filha, ótima namorada e uma boa amiga. Leva seus últimos dias de ensino médio com muito afinco e pretende ser oradora da formatura, pra acumular pontos pra universidade que deseja ir no verão, a Brown, seu futuro está quase todo planejado e isso a deixa bastante feliz.
⠀⠀
Mas ela vê seus preparativos, seus sonhos e reputação irem por água abaixo, quando descobre no banheiro da escola que estava grávida de seu namorado Kevin, e logo o desespero bate, pois ela não tem noção do que fazer, só sabe que prestes a terminar o ano, ela precisava estar focada nos exames finais e inscrições para a faculdade. E é quando ela decide, que no último fim de semana em que um grupo de amigas se reuniram para estudar numa cabana, ir à outra cidade para fazer um aborto.
⠀⠀
Nessa jornada embarca com ela Bailey Butler, uma ex amiga do tempo de criança que vai ajudá-la nesse momento complicado, e essa viagem vai servir muito mais pra elas resolverem as coisas que ficaram pendentes no passado, que foi inclusive o motivo de agora elas estarem afastadas.
⠀⠀
O namorado dela também descobre do plano pro fim de semana e decide ir atrás delas, com o intuito de encontrar a namorada e conversar, mas com o desenrolar da história nós descobrimos o quão babaca ele é, mas como sempre por ser popular e desejado pelas outras meninas isso passa despercebido.
⠀⠀
Verônica vai embarcar nessa jornada até a clínica de aborto, num momento de autodescoberta que ela nem sabia que precisava até aquele momento surgir. Claro que surge também uma duvidazinha nela a respeito do aborto que estava prestes a fazer, mas os motivos que fizeram ela decidir ir por esse meio também são bastante coerentes pra se firmar a trama do livro.

Mesmo que o tema do livro seja o aborto, creio que os autores não tentaram em nenhum momento impor algo com a história. Mas partindo da concepção que tenho, acho só uma mulher pode decidir ou não seguir esse rumo e tem situações e mais situações, mas bato na tecla que toda vida deve ser valorizada até a última opção, e eu senti que o livro iria caminhar pra outro lado, mas no fim ainda foi uma boa experiência.
⠀⠀
Recomendo demais, porque é um livro leve, com muitas passagens divertidas e com uma escrita super fluída que prende muito a atenção do leitor, sem contar que os capítulos são super curtos, além de que esse livro logo menos terá uma adaptação pela HBO, e eu já fico curioso pra conferir.
⠀⠀
#Desgrávida #Unpregnant #JenniHendriks #TedCaplan #FaroEditorial

site: https://www.instagram.com/p/CFkxxaUjKFi/
comentários(0)comente



Isabela | @readingwithbells 14/07/2020

Veronica Clarke tem 17 anos e possui a vida perfeita: ela é o exemplo da família, estudante exemplar, tem as melhores amigas e o namorado perfeito, Kevin Decuziac. Ela está preparada para ir estudar na Universidade Brown no próximo outono quando uma reviravolta acontece em sua vida: ela descobre que está grávida.
A ideia de ter uma criança aos 17 anos apavora Veronica e ela faz uma grande decisão: abortar.
O livro se passa em um dia e vamos acompanhar Veronica e Bailey Butler, sua ex-melhor amiga, partindo em uma viagem de mais de três mil quilômetros para realizar o aborto. Nesse meio tempo vamos ler sobre o tema muito importante que é o aborto, vamos ver como nossa vida pode mudar de um dia para o outro e como nossas decisões influenciam nosso futuro, além de nos mostrar que podemos sim recuperar uma amizade que nos parecia "perdida".
-
"Talvez um teste positivo seja o menor dos problemas. Talvez o percurso seja mais importante. Talvez aprender a rir da vida e não levar tudo a sério seja um caminho. Será?"
comentários(0)comente



23 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2