O Método Fair Play para divisão de tarefas domésticas

O Método Fair Play para divisão de tarefas domésticas Eve Rodsky




Resenhas - O Método Fair Play para divisão de tarefas domésticas


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Carla 04/06/2020

Equilíbrio. Essa é a chave da coisa!
Esse é um método criado por Eve para criar um sistema colaborativo dentro de casa para que o lar esteja sempre equilibrado.

Equilíbrio. Essa é a chave da coisa!

Eve usa a estratégia de storytelling nesse livro, o que é deixou incrivelmente envolvente. Ela conta como ela chegou ao ponto de ter a ideia desse método. Conhecemos a história dela e da família dela antes e depois de colocar em prática. Conhecemos conceitos interessantíssimos como o de "trabalhos invisíveis" que são aquelas tarefas que estão sempre sendo feitas nos bastidores para que o lar seja mantido funcionante. E que, como seu nome já diz, é sempre invisível!

Que a mulher ainda faz a maior parte das atividades domésticas, todo mundo sabe. Mas quando isso vai mudar? "Fácil"! Quando a visão do trabalho doméstico mudar. Nesse método todas as atividades do casal importam e são colocadas na mesa para que sejam divididas de forma JUSTA. Eu AMEI isso! É o que é justo, não é sobre tirar a carga de um e por no outro, sabe?

A balança quando se equilibra fica saudável para todo mundo. A conscientização de que o lar é responsabilidade de todos parece óbvio, mas não é em muitos lares!!! E nesse método, quem não sabe disso, mas ficar sabendo, com certeza hahahaha.

Amei a escrita e a forma como ela desenvolve isso. Ela vende a história dela e o leitor COMPRA (e à vista ahahha)! O método em si é muito criativo e dinâmico e muito mais do que uma divisão de tarefas. O casal de fato entende como ganhar espaço dentro da família e ainda ter uma "vida pessoal". Saber dosar, alimentar os sonhos e ser quem gostaria de ser. E com o apoio do parceiro/parceira. Porque finalmente, aprenderam a ser família com as tarefas diárias dentro do lar.

Eu adorei!!!!!! Recomendo!
comentários(0)comente



Gramatura Alta 17/04/2020

http://gramaturaalta.com.br/2020/04/17/resenha-o-metodo-fair-play-eve-rodsky/
Eve Rodsky é bacharel pela Universidade de Michigan e doutora em direito pela Universidade de Harvard. Ela fundou o Philamthropy Advisory Group para aconselhar famílias e instituições de caridade sobre melhores práticas. Em seu trabalho com centenas de família ao longo de uma década, ela percebeu que sua experiência em mediação familiar, estratégia e gestão organizacional poderia ser aplicada a um problema mais próximo de casa – a criação de um sistema para casais que buscam equilíbrio, eficiência e paz no lar.


A criação de O MÉTODO FAIR PLAY começou com uma crise conjugal que quase terminou com o casamento de Eve. Um dia, dentro do carro, quando levava os dois filhos para a escola, ela parou no sinal vermelho e conferiu o celular para revisar um relatório de trabalho. Na época, Eve era advogada e mediadora de conflitos para grandes corporações. Foi nesse momento que ela recebeu uma mensagem do seu marido, onde ele reclamava de que ela havia esquecido de comprar uma fruta. Eve conta que estacionou o carro e começou a chorar. Foi nesse momento que ela questionou todo o caminho de sua vida e o que a levou até aquele ponto. Ela equilibrava carreira, casamento, maternidade e administração do lar, sozinha, mesmo sendo casada.

Ao invés de desistir, de abandonar o casamento, ela fez exatamente o contrário e começou a construir uma lista com todos os trabalhos domésticos que ocupavam as horas do dia. Compartilhou a lista com suas amigas, para que elas fizessem o mesmo. No final eram mais de 1000 tarefas executadas pelas esposas e mães. E continuou com o trabalho por mais sete anos, com pesquisas e entrevistas, até conseguir elaborar um sistema de gerenciamento do lar usando cartões de tarefas, que acompanham o livro.

Como está na aba, Eve quer transformar a sociedade, um relacionamento de cada vez, apresentando uma solução para um problema que vem desde a Idade da Pedra: mulheres carregam todo – ou quase todo – o peso das responsabilidades domésticas, a carga mental e o trabalho emocional envolvidos. Tudo que é necessário para manter a geladeira cheia, o dever das crianças em dia e a casa funcionando. A divisão desigual de todo esse trabalho invisível é uma receita para o desastre em qualquer casamento. Eve aplicou a solução em sua vida e ainda é casada, somando 15 anos de união.

Ainda como ela diz no livro, alcançar esse equilíbrio como indivíduo e como casal não é um luxo, é algo necessário para uma parceria feliz e duradoura. Parte manual, parte manifesto sobre relacionamentos modernos, o método oferece um sistema para discutir como os relacionamentos funcionam na vida real e o que podemos fazer para melhorá-los.

O livro conversa com o leitor e ensina como usar os cartões que o acompanham para realizar o jogo com seu parceiro. Existem 4 regras básicas que devem ser obedecidas, e cada uma delas é destrinchada pela autora, de forma bastante simples, direta e com exemplos: o tempo é igual para todos; recupere o direito de ser interessante; comece por onde você está agora; e defina seus valores e padrões.

Após essas explicações, o jogo começa, com apontamentos para os maiores erros, os melhores acertos, sempre com uma didática de fácil compreensão. O MÉTODO FAIR PLAY é interessante, um fruto de um trabalho minucioso feito por uma mulher que deu um basta e não desistiu de sua família, mas pensou e trabalhou para torná-la mais forte. Não tenho competência para dizer que o método funciona para todos, ainda mais em uma cultura tão diferente como a nossa, ainda mais em comparação com a americana, mas, pelo que li e pelos testes que eu mesmo fiz com o jogo, acho que é capaz de se aplicar à grande maioria.

site: http://gramaturaalta.com.br/2020/04/17/resenha-o-metodo-fair-play-eve-rodsky/
Bruna 13/05/2020minha estante
E você achou que o método proposto realmente ajuda? É aplicável?
Estou curiosa para ler o livro.




2 encontrados | exibindo 1 a 2