A Droga da Obediência

A Droga da Obediência Pedro Bandeira
Pedro Bandeira




Resenhas - A Droga da Obediência


324 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Carool.Gerage 20/10/2017

Heróico.
A franquia de os "Karas" é uma das melhores que já li. Terminei cada um deles em poucas horas.. devorando o livro como se fosse um maravilhoso chocolate.
comentários(0)comente



Marcus.Vinicios 16/10/2017

A DROGA DA OBEDIÊNCIA
Eu achei que o livro fosse melhor, varias partes podia mudar tipo o final do livro, podia ter mais emoção e um romance proibido
Esse livro fala sobre uma historia de uma droga de obediência onde quem toma a droga
obedece quem deu.E um grupo que se auto institua os Karas que enfrentam o Dr.Q.I para descobrir a sua verdadeira identidade, que pretende subjugar a toda a humanidade a sua vontade mas os Karas estão no rastos do Dr. Q.I
comentários(0)comente



Biahh da silva 16/09/2017

A droga da obediência..
Primeiro volume desta série de 5 livros super divertida, adolescente e rápida de se ler e muito bem escrita, esse grupo dos Karas de 5 adolescentes do Colégio Elite, Miguel, Magri, Calu, Crânio e chumbinho começam uma investigação muito perigosa e misteriosa para descobrir o que está acontecendo com os adolescentes que estão desaparecendo dos melhores colégios de São Paulo.

Além de uma droga chamada droga da obediência que foi criada e que tem muitos mistérios por de trás que eles querem e precisam descobrir por ser Os Karas. Divertido, empolgante e alucinante o primeiro volume da série, e que já quero ler para ontem os próximos volumes.
comentários(0)comente



Juliana 15/09/2017

A Droga da Obediência não se ambienta em um momento específico (talvez pelo contexto na qual foi criada) e nos conta a primeira aventura do grupo Os Karas, formado por cinco estudantes a nível do Ensino Médio: Magrí, Calu, Crânio, Miguel e Chumbinho.

O grupo se reúne quando alunos de diferentes escolas de São Paulo começam a desaparecer quase que semanalmente sem deixar rastros de onde possam estar. Com pais, alunos, imprensa e polícia alarmadas, os Karas decidem fazer, por si só, uma investigação do caso e descobrem que um doutor, o chamado Doutor Q.I, desenvolveu a chamada Droga da Obediência: uma droga capaz de obliterar o senso crítico e as vontades de uma pessoa, de forma a transformá-la em algo que só sai da inércia através de ordens dadas por outro alguém.

O discurso de obediência mundial constantemente proferido pelo vilão da história evidenciam as circunstâncias nas quais A Droga da Obediência foi escrita. O livro todo é uma inteligente metáfora à opressão exercida aos opositores do Regime Militar, sendo estes representados pela figura do jovem rebelde e estourado Bronca, que foi intencionalmente pego por Doutor Q.I para ser cobaia nos testes da Droga da Obediência e que depois foi encontrado completamente apático aos acontecimentos ao seu redor quando sob efeito da droga.

O aparecimento repentino e inexplicado dos corpos de pessoas desaparecidas também foi lembrado e mostrado por Bandeira na obra quando, ao final de um capítulo, é contado que um estudante, mais tarde fica claro que era uma cobaia de Doutor Q.I, foi encontrado morto com o corpo cheio de balas em um valão. Páginas a frente, é possível ver também a indiferença e covardia de seus executores diante da morte de um adolescente que é visto como nada mais que uma cobaia em um experimento.

Pedro Bandeira foi simplório, porém cuidadoso, em sua mensagem de protesto ao silenciamento usando jovens como personagens para a personificação da rebeldia e oposição. Junto a isso, procurou também enxergá-los e mostrá-los simples em sua complexidade, com seus dilemas, frustrações, mas, principalmente, passíveis de formação e expressão de opiniões.

Com isso, deixo aqui uma indicação carinhosa de leitura para um fim de semana. Acredito que será rápido, mas que valerá a pena. Aos que já leram e, assim como eu, tem um enorme carinho por essas histórias, fica aí a ideia de uma releitura nostálgica.

site: https://cafepoetisa.wordpress.com/
comentários(0)comente



Bruna.Patti 03/09/2017

O avesso dos coroas, o contrário dos caretas
Li alguns livros da coleção dos Karas quando era criança. Fiz a leitura através da biblioteca da escola. Sempre me identifiquei com o ato de ler. Esse foi um dos livros que me cativou na infância e fez firmar em mim o gosto pela leitura. Decidi reler a coleção dos Karas, agora com 23 anos. Com um toque de nostalgia e medo, por perceber que a leitura não era nada daquilo que minhas doces lembranças da infância me proporcionavam.
Ledo engano. O livro foi extremamente revolucionário em sua época e continua o sendo atualmente. Não me decepcionei em nada. O livro é exatamente do jeito que me recordo, com o adendo de que hoje, adulta, amadurecida, consegui perceber questões que não notei na minha primeira leitura.
Os Karas, o avesso dos coroas, o contrário dos caretas. Eles são um grupo de cinco estudantes que estudam em umas das melhores escolas de São Paulo e se reúnem para resolver mistérios. Nessa obra, os amigos ( Miguel, Calú, Crânio, Magrí e Chumbinho) enfrentam o maligno Doutor Q.I., que criou uma droga que faz com que todos obedeçam cegamente suas ordens. Essa droga estava sendo testada em jovens das escolas mais caras de São Paulo. A partir disso, vivem grandes aventuras com o objetivo de solucionar esse caso.
Temos que lembrar a época em que esse livro foi lançado: 1984. Penúltimo ano da ditadura. Bandeira nos faz refletir sobre a ordem imposta, sobre ditadura, através de um livro infanto-juvenil. Os jovens se tornam obedientes, e essa obediência é conseguida através de mecanismos de coerção empregados neles. A metáfora é muito bem feita e nos leva a pensar.
Bandeira promove reflexões sobre a obediência, controle sobre nossos corpos, nossas dores e sofrimentos. Podemos perceber uma clara crítica às ditaduras, aos regimes autoritários que não nos permitem questionar.Trago um trecho em que o temido Doutor Q. I. fala sobre o objetivo da criação da droga:

“Nós queremos uma sociedade perfeita como a das formigas, onde cada um conheça seu lugar e nele permaneça, produzindo aquilo que deve produzir, cumprindo aquilo que deve cumprir.”

Uma leitura clássica, que deve ser lida e apreciada em todas as idades. As crianças irão curtir as aventuras e os adultos conseguirão refletir mais profundamente acerca da história. Termino minha resenha com esse trecho de fala do líder dos Karas:

“Eu só entendo que minha capacidade de criticar tudo o que eu ouço e vejo e a minha capacidade de contestar tudo que descubro de errado é o que fazem de mim um ser humano. É a minha capacidade de desobedecer que faz de mim um homem.”


Meu desejo é que possamos sempre desobedecer, desafiar a ordem vigente, criticar. Que tenhamos sempre a liberdade de questionar!


meu blog abaixo:


site: http://abiologaqueamavalivros.blogspot.com.br/2017/09/o-avesso-dos-coroas-o-contrario-dos.html
comentários(0)comente



Lly 04/08/2017

LIDO : 1 vez
DATA : ??/??/201? - ??/??/201?
TENHO : ??/??/201?
Joao.Pedro 06/08/2017minha estante
Esse livro marcou a minha infancia?




Lara 23/07/2017

O livro que marcou e sempre será lembrado
Esse foi um dos primeiros livro que li. Nossaaaaaaaa, que coisa incrível é o mundo da leitura. Não lembro exatamente de tudo, mas lembro como hoje da sensação da leitura e como eu imaginava cada personagem ali descrito e o cenário. Enfim, Pedro Bandeira sabe e cor o endereço do mundo da fantasia.
comentários(0)comente



Lorrayne.Martins 04/07/2017

pessoas sem cérebros
Esse foi um dos livros mais legais que eu já li, foi um mistério bem emocionante. Alunos das escolas mais ricas da cidade foram usados como cobaias de uma droga que iria fazê-los obedecer e perder seus sentidos mentais. Eu recomendo esse livro.
comentários(0)comente



Mariane.Aquino 20/06/2017

Primeiro livro que li na vida. Minha mae recomendou e eu nao dei muita bola. Mas assim que comecei a ler me vi completamente presa, querendo acabar o mais rápido possível pra saber logo o que iria acontecer. Uma mao segura o livro, a outra tem as unhas todas roidas! rsrs
comentários(0)comente



lettsilva 15/06/2017

Simples demais
O clima de mistério não me atraiu porque não durava o tempo necessário para gerar curiosidade. A leitura é muito simples, com uso de vocábulo comum. Um enredo simples, com clímax e final previsíveis.
comentários(0)comente



Vitoria.Santos 14/06/2017

meu livro
fala num clima de muito mistério e suspense ,cinco estudante os karas enfrentam uma macabra trama internacional. O sinistro doutor QI pretende subjulgar a humanidade aos designios. É uma droga e essa droga já está sendo experimentada em alunos melhores colégios de SP.
comentários(0)comente



Jéh Aragão 28/05/2017

Há anos ouço falar desse livro e enfim dei uma oportunidade à ele, porém confesso que não conseguiu entrar para o rol dos meus favoritos. Alguns momentos Calú, Magrí, Crânio, Miguel e Chumbinho me envolveram, todavia não consegui idealizá-los e isso me deixou frustrada.
comentários(0)comente



Felipe Eric Duco 17/05/2017

Boas lembranças do ensino médio...
O que dizer desse clássico do ensino médio brasileiro? Não sei se é um livro obrigatório, todo mundo leu, mas deveria ser. Ler Pedro Bandeira na escola é tão essencial pra inserir as pessoas no mundo da leitura. É agradável, tem uma linguagem que conversa com os jovens diretamente, além de ser muito divertido.
Pelo que me lembro é a história de quatro amigos (ou seriam três? ou seriam cinco?) que tem que descobrir o que é e de onde vem a famigerada droga da obediência.
Os personagens são bem característicos, com marcas que deixam bem explícito quem são e qual a função de cada um dentro da história.
É uma excelente porta de entrada pra literatura, porque por mais que o romance seja um pouco previsível, é o prazer de ler as páginas do Pedro Bandeira que faz o livro inteiro valer a pena.
comentários(0)comente



Cindy 10/05/2017

Mais cultura
Devemos ler os livros p obter mais cultura e saber elavar mais os dialogos e os pensamentos. ajuda no dia a dia tambem. Meus amoressss caro leiretores
comentários(0)comente



Arca Literária 08/05/2017

resenha disponivel no link http://www.arcaliteraria.com.br/adrogadaobediencia/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/adrogadaobediencia/
comentários(0)comente



324 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |