Os Sofrimentos do Jovem Werther

Os Sofrimentos do Jovem Werther Goethe




Resenhas - Os Sofrimentos do Jovem Werther


250 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |


Alves 18/12/2017

Poemas de sofrimento.
Amor, paixão, e sofrimento, caminhando de mãos dadas, o desejo de viver se esvai, pois o amor por não correspondido por uma jovem, ou o desejo de tirar-te a própria vida, é uma doença, tal que não se é respeitada, e sim vista como um ato covarde.
Os sofrimentos do jovem Werther narra à vida de um jovem que tem o infortúnio de se apaixonar por uma moça chamada Carlota. Moça essa já comprometida (noiva). Ao qual nega o amor do Werther, porém ele cada dia mais alimenta esse sentimento, esse não correspondido vai sofrendo amarguras sem tamanho.
O livro é composto por várias cartas que Werther envia a amigos, como o wahlheim ou a própria amada Carlota. Aonde de forma extremamente poética vai demonstrando o que sente nos seus dia-a-dias. Mostrando de forma profunda, conseguindo transmitir de maneira surpreendente tais sentimentos ao leitor. Trás também debates filósofos bastante interessantes, como a visão do suicídio, ou as morais do nosso mundo, mostrando uma forma cética ou niilista de ver o mundo, como se tudo valesse por amor, ou que as pessoas não tentam entender ou ver de forma detalhada os atos dos seres humanos, sempre julgando sem uma reflexão sobre.
Com certeza um dos melhores livros que li no ano, uma obra completa, que nós fazem chorar e pensar, compostos por lindos poemas, que nós fazem sentir ou no mínimo entender os sentimentos/sofrimentos do jovem Werther.
comentários(0)comente



DAVID MULLER 03/12/2017

Grande obra clássica
Goethe expressa em Werther os limites do amor, o fim trágico do personagem é o momento máximo dos sentimentos de Werther, alguns críticos classificam que a morte foi uma conduta moral ao perceber a honradez de Carlota diante seu marido, o amor vivido solitário e intenso aos poucos consome o personagem que não deslumbra outro motivo para existir. O romance ocidental vê em Werther o mais charmoso livro da literatura alemã, ainda que Goethe tenha escrito "Fausto", esse segundo também imortal, e sem dúvida, a obra com maior sensibilidade dentro do romantismo alemão e da literatura universal "Os sofrimentos do jovem Werther" é um livro obrigatório para toda estante de bom gosto.
comentários(0)comente



Pateta 02/12/2017

OBRIGATÓRIO
Quem gosta de literatura e, principalmente, quem se interessa um pouco por história da literatura, tem este livro como leitura obrigatório. Ele é considerado um marco na história da literatura em língua alemã, pelas inovações narrativas e estéticas que introduziu. Isso é muito mais importante do que o gosto pessoal de cada um de nós. Perto da relevância da obra e do autor, o “curti” ou “não curti” significam muito pouco.
comentários(0)comente



Gladston Mamede 13/11/2017

Li uma edição da Ediouro, porém mais antiga do que esta. O livro me foi ainda mais profundo pelo fato de ter lido, antes, os Fragmentos de um Discurso Amoroso (Roland Barthes) que explora a exegese desse romance que é, simplesmente, o grande ícone tradutor do romantismo alemão e europeu do século XIX, ao ponto de ter influenciado milhares de jovens a agir como seu personagem principal, o jovem Werther. Estupendo, simplesmente.
comentários(0)comente



Ana 12/11/2017

Werther é um rapaz sensível, que sofre em demasia devido uma paixão impossível de ser realizada.
Este é o livro do romantismo alemão por excelência, que tem uma história controversa por trás: dizem que devido sua leitura, muitos jovens, na época, cometeram suicídio.
Juízo, minha gente. Não vão sofrer com as agruras do personagem a esse ponto, por favor.
Brincadeiras à parte, é uma leitura arrebatadora. Os clássicos não são chamados de clássicos à toa. Fica a dica.
comentários(0)comente



Jhuli 08/11/2017

Trágico, porém inspirador
Os Sofrimentos do Jovem Wether é, basicamente, trágico e nostálgico. Mas também inspirador. Ao contrário de muitas histórias que presenciamos por ai, esta se trata da terceira parte de um "triângulo amoroso", aquela parte que sempre saí perdendo no final.
Mas o livro não se trata unicamente da decisão final do personagem, mas do que o fez chegar até ela. A sensibilidade dele, o tato para com a música, a dança, a poesia e a natureza, são fragmentos marcantes da personalidade do personagem, e em relação a isso o seu infeliz destino foi, sem dúvidas, contraditório. Por isso, a lição que tirei deste livro é esta: não importa quem você foi, você não tem noção de quem realmente é, ou do que é capaz, até se apaixonar. Mesmo que seja passageiro o amor muda você, ele troca seus ideais e confunde suas certezas, até restar unicamente a certeza de que você tudo faria, e tudo seria, por uma só pessoa.
comentários(0)comente



Fábio.Nobre 16/10/2017

Um romance romântico e trágico
Romantismo puro, depressão tristeza profunda, sacrifício e amor platônico são palavras que resumem todos os sofrimentos que o jovem Werther relata em suas cartas.
Escrito no século XVIII, este livro ainda tem o poder de mexer com o homem moderno.
Confesso que não foi uma leitura fácil.

Fábio Nobre.
comentários(0)comente



Claudia.Jorge 03/10/2017

Os sofrimentos do Jovem Werther
Meu primeiro livro da literatura Alemã gente. Um clássico que indico para todo mundo ler, pois é muito bom. Sabe aquele livro que você se envolve tanto com os personagens que você senti as dores, as alegrias, as angustias e até fica brava com eles quando fazem alguma besteira? Então o livro de hoje me fez sentir dessa forma. A cada encontro do protagonista com sua amada eu torcia para que os desejos dele se realizassem, mas nem tudo nessa vida acontece como desejamos.

Deixei a resenha completa lá no blog. Passa lá para conferir e deixa um comentário, adoro ler coisas boas.

beijoss

site: www.vivendo-com-felicidade.blogspot.com/
comentários(0)comente



Biahhy 23/09/2017

Até onde o amor desenfreado pode levar?
Um clássico mundial, além de um clássico da literatura alemã, os sofrimentos do jovem Werther e um livro reflexivo, sofrido, poético e ao mesmo tempo complexo, por meio de cartas que Werther manda para seu melhor amigo, falando sobre esse seu amor desenfreado por Lotte.

Um amor incontrolável, que apesar de Lotte ser comprometida e não sentir a mesma coisa por Werther aos poucos vai crescendo mais e o fim disto e a morte, isso não sendo spoiler para ninguém, porque ao ler o livro que você vai descobrir a áurea dele e o porque disso, além de vários outros sentimentos e questões mais profundas que ele acaba abordando e sendo uma leitura e tanto.
comentários(0)comente



João Felipe 19/09/2017

Uma Releitura
" Abro meus olhos pela última vez! Sim, pela última vez! Ah, eles nunca mais verão o sol - um dia triste e nebuloso o escondeu. Sim, cubra-se de luto, oh natureza! Seu filho, seu amigo, aquele que sempre a amou, vai chegando ao fim."
Uma releitura de um livro é incrível em muitos aspectos, entre eles percebo a passagem de tempo em minha vida, o amadurecimento, a mudança de ideias antes concretas, é uma viagem no tempo sem duvidas, e uma passagem pelas origens.
"Os Sofrimentos do Jovem Werther - Goethe", é uma das obras que marcaram a minha adolescência e essa frase em seu ápice ecoa em minha memoria.
comentários(0)comente



Nuna 10/09/2017

Aquele romance bem meloso e sofrido. Da para o gasto.
Nanda Sales 20/04/2018minha estante
Também não fez muito o meu tipo, mas como você disse, dá para o gasto hahaha




Danilo Nunes 06/09/2017

Angustiante
comentários(0)comente



Ale 19/06/2017

Da doença que corrompe o espírito
O livro, por meio de cartas, conta alguns acontecimentos, muitos pensamentos e sentimentos de um jovem ao longo de seus dois últimos anos. As cartas são endereçadas a seu amigo que, junto conosco, é o leitor delas.

O livro é um emaranhado de subjetividade. Ele não se preocupa muito em narrar acontecimentos objetivos (salvo quando houver essa necessidade), mas em expor os sofrimentos do jovem Werther que, convenhamos, sente muito. É um personagem extremamente sensitivo, intenso; cheio de tudo quanto há. É firme em suas ideias, é argumentador e inteligente. É governado pelo próprio coração, como diz.

Acho interessante que, de alguma forma, somos parte da história, quase como se fossemos seu amigo. Temos, aqui e acolá, decifrar a resposta de Guilherme, o amigo de Werther, mas nada que comprometa muito a história. Este é autossuficiente, ou seja, não precisa das cartas de resposta, ele basta para compreender o livro. Isto é de de certa forma um traço de egoísmo: não ouvimos voz alguma, além da de Wether (e do editor, que faz pequenos ajustes e dá informações para melhor compreendermos a história).

Carlota, o ápice dos desejos de Werther, funciona quase como uma voz na escuridão; é uma guia para as ações e pensamentos do jovem. É o sentido da sua vida. Todas as suas energias estão ligadas a ela. Interessante é que ele tenta, em certa parte da narração, se afastar, conseguindo inclusive um emprego, uma ocupação para seu espírito. Infelizmente já estava demasiado corrompido pela inundação dessa paixão.

Há cenas simbólicas, que mais representam o estado de Werther que outra coisa, mas o último acontecimento ganha dos anteriores. A própria moça, com consentiento de Alberto, entrega a arma para o criado do jovem. Ela entrega a própria morte, com o assentimento de seu marido. Apesar de ter acontecido algo parecido com o amigo do autor, essa cena é muito significativa.

Uma última observação interessante seria a de que o corpo de Werther não desiste quando seu espírito perde o rumo. Ele chega a fazer uma comparação entre um espírito verdadeiramente quebrado e uma doença incurável, tentando demonstrar a irreversibilidade da decisão suicida. Seria o caso, como diz o jovem, de dizer que se o enfermo esperasse mais um pouco, seu corpo se recuperaria. No caso, o corpo de Werther resistiu o tanto que pode até que sucumbisse à decisão final do espírito. Ambos são trágicos: tanto se houver vontade de viver e o corpo não puder arcar com o próprio peso quanto se não há mais vontade de viver num corpo perfeitamente saudável.

comentários(0)comente



Roberta 26/05/2017

Deixa claro o talento do autor.

site: http://robertafr2.tumblr.com/post/161107456102/os-sofrimentos-do-jovem-werther-goethe
comentários(0)comente



Bruna 22/05/2017

Werther
Um livro que marcou a literatura alemã. Claro que em algumas partes a citação de alguns poemas e canções dificulta a leitura mas, ainda assim, vale a pena ser lido...Aqui, um trecho que demonstra bem o desespero que começava a tomar conta de Werther:
"Subir uma montanha escarpada é o meu prazer nessas horas, abrir caminho por uma floresta densa através das sebes que me machucam, através dos espinhos que me laceram! Então passo a me sentir um pouco melhor! Um pouco!"
comentários(0)comente



250 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |