Viking Trovão

Viking Trovão Emmanuelle de Maupassant




Resenhas - Viking Trovão


17 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Elaine.Januario 17/09/2020

VIKING
Não tenho muito que falar, apesar que eu li até o final e sem pular nada, mas muito desmotivada. Entenda, o livro tem boa narração, no entanto, é de linguajar pesado e erótico.

A maior parte da historia está ao redor de estupros de mulheres de uma aldeia que foi atacada por Vikings. É algo que já sabemos pela historia da humanidade, que é um fato verídico! Acontece que é um conceito muito difícil de entender a forma que foi descrita o romance.

O livro surpreende pelas palavras iguais de pornografia. Além disso, o romance inicia de forma muito propriamente vinda de um abuso, no qual, muitas mulheres que já passaram por isso, não concordaria que é possível sentir qualquer emoção numa situação dessas.

A protagonista é abusada várias vezes e acaba se apaixonando por um dos abusadores, até mesmo gostando de deitar-se. A explicação, é que ela é meia Viking e é como se uma parte dela se reencontrasse com aquele bruto e cruel grupo de pessoas nórdicas.

Não entendi o que a autora quis passar, portanto não indico para quem gosta de romances delicados e com linguagem sútil.

Quem gosta de livro DARK e Erótico, vai gostar bastante!

Até mais...Beijos.



site: https://editorpublicacoesromance.blogspot.com/
Harmonia.literaria 04/06/2021minha estante
Concordo com tudo, achei que romantizou estupro ???




A Levada da Nerd 14/09/2020

A estória de passa em 959 DC e é contada por Elswyth, uma mulher jovem,forte e que não se encontrava nas atividades que eram designadas as mulheres: tecer, costurar,cozinhar.... Ela gostava mesmo era da liberdade que os homens tinham. Gerada após sua mãe ser violada por alguns nórdicos, ela acredita que carrega sangue meio-monstro/meio-assassina.

Casada, ela narra o momento quando após anos sem chegarem perto do Sul, os nórdicos invadiram sua vila, matando seu marido e trazendo o caos para o restante.
Viúva do chefe da tribo, Elswyth é levada para pedir que seu povo ajude os nórdicos a consertarem seus navios e assim irem embora.

Ela conhece Eirik, um guerreiro viking que após uma desavença, se entrega a ele. O desejo vai se transformando em outro sentimento e ao ver seu tempo se esgotando, ela terá de fazer uma escolha:
Se vingar dos nórdicos por sua família ou viver uma paixão?


Tem foto lá no meu ig: @alevadadanerd
comentários(0)comente



Fran 15/11/2020

IG @leituraincrivel
Elswyth é uma jovem forte, que desde pequena preferia lidar com os assuntos masculinos do que cozinhar, costurar, tecer, fazer queijo ou cuidar de crianças. Foi aconselhada por sua avó, já que sua mãe faleceu depois de uma febre, a casar-se com o líder da sua comunidade que é muito mais velho que ela.

Porém, após serem atacados por bárbaros cruéis que chegaram pelo alto mar, em busca de suprimentos e novas velas para os seus barcos, Elswyth é estuprada e seus guerreiros são mortos. Não tendo como se defender, eles não tiveram outra alternativa a não ser a rendição. Ela conhece Helka, uma mulher muito respeitada perante os inimigos nórdicos e o líder, que também é seu irmão, Eirik.

Eirik é guerreiro e líder, por algum motivo, se encanta com Elswyth. Mas, ele é um viking e viking não possue uma mulher só, seus desejos precisam ser saciados.

?? Eu adoro histórias vikings por serem brutas, cruéis e quase antropológicas. Elswyth parecia ser uma guerreira que lutaria ao lado do seu povo ou defenderia sua vila, mas acabou ficando do lado dos opressores e calando-se, inclusive, cedendo aos desejos do líder deles, que deixa claro que ela não será a única na vida dele.

?? O livro me chamou bastante atenção pelo título e pela capa. Acho que a Elswyth foi uma das mocinhas que menos me conquistou ultimamente, por ter me decepcionado. Eirik não teve nenhum trabalho para conquistá-la, pois foi fácil mostrar seu poder e deixá-la a seus pés. A autora escreve muito bem, o enredo é rápido e li num instante. Os diálogos são poucos e as cenas descritivas prendem muito nossa atenção, por isso, a protagonista não fez muita diferença na história (o que é estranho).
comentários(0)comente



C_R 16/11/2020

Esperando o próximo...
O livro é curtinho e de leitura rápida e fluida. O enredo nos apresenta um pouco da história nórdica, algo que achei interessante, porém expõe fatos de forma crua sem romantizar nada. Para quem tem o mínimo de conhecimento sobre a cultura nórdica, sabe que eram conquistadores, talvez o romantismo apareça no próximo livro, mas neste primeiro não tem não.
Vamos aguardar o próximo...
comentários(0)comente



Mandy 01/11/2020

Diferente e curioso
Viking Trovão - Emmanualle de Maupassant - @leabharbooksbr

"Isso que é ser humano. Nosso grito vem antes do nosso discurso, e ainda esta dentro de nós."

Viking Trovão é um livro dark, que nos apresenta a invasão viking. Eu não estava preparada para esse enredo hahhahaha.

"Nós lutamos pelo que importa para nós."

Elswyth é resultado da última invasão Viking a sua aldeia. Todos sempre a olharam com desconfiança. Ela se casou com o líder de seu povo, mas seu casamento era um fardo. Quando os Vikings voltam, matam os homens da aldeia, e abusam das mulheres, mesmo revoltada com tudo, ela finalmente sente que esta entre os seus.

Os Vikings eram um povo guerreiro e cheio de crenças e segundo estudos, as invasões não eram nem um pouco pacíficas como exatamente como retratado no livro.

Gostei muito da Helka, da sua visão das coisas e de como ela fazia os homens de seu povo a respeitarem.

Ainda não simpatizei com Eirik, quem sabe nos próximos livros.

É um livro curto, a escrita da autoa é ótima e fiquei muito curiosa pra saber as novas batalhas de Elswith.

"Nossa força é demonstrada quando não temos outra escolha, a não ser sermos fortes."

(Viking Trovão é um romance DARK, onde o leitor vai encontrar situações extremamente sensuais, polêmicas e/ou pertubadoras.)

Para quem gosta de dark ou gosta de sair da zona de conforto literária, conheça esse livro.

By,Mortícia
comentários(0)comente



Suellen 14/05/2020

Oi, gente!

Hoje temos resenha em parceira com a editora leabharbooks de Viking Trovão, prequel de Guerreiros Vikings e escrita por Emmanuelle de Maupassant.

Um aviso importante: há cenas +18 e de violência extremada.

Elswyth é a protagonista que narra em primeira pessoa de uma forma crua e direta.

Ela nunca se achou parecida e realmente acolhida na Vila onde vivia com sua avó materna, seus cabelos loiros e sua atitude destoavam de tudo e de todos.

Todavia, a aparência diferente e seu jeito não afastaram os olhos do líder daquele lugar, ele logo a quis como esposa, mesmo tendo idade para ser pai dela.

Um genitor desconhecido, uma mãe já falecida, um marido odioso, não há lugar para Elswyth. Até a noite do ataque na Vila onde mora, eventos bárbaros e terríveis, porém com um chamado para a descoberta de seu próprio eu.
*
*
Confesso que não é o tipo de leitura que mais me agrada, fiquei bem impactada com a descrição das cenas violentas, Elswyth nos mostra tudo sem qualquer véu e entendo perfeitamente que num enredo de um povo querendo conquistar o outro não vai vir romance fofinho suspirante, mas, apesar dessa ressalva que citei acima, a leitura foi cativante porque li em menos de uma hora (o fato de ser curto ajudou, é claro). Enfim, quero saber dos outros livros, o que Elswyth vai enfrentar e tudo o mais.

Encontra-se no kindleunlimited e para quem quiser ler o livro físico, também tem disponível para compra na Amazon.

Resenha compartilhada em outras redes: Instagram e goodreads.
Até a próxima.
comentários(0)comente



Celly 05/08/2020

Romance Época, dark, hot
|RESENHA|


VIKING TROVÃO: Um Romance Dark de Guerreiro Alfa - Guerreiros Vikings Livro 1


Elswyth era diferente das outras pessoas da tribo, às pessoas não ocultavam o preconceito, sabiam que ela tinha em parte sangue ruim, mas ainda sim ela era quieta na dela. Fora criada pela avó, sua mãe morreu por conta de uma doença, seu pai nunca conheceu afinal era um nórdicos.


Os nórdicos surgem novamente na tribo causando caos, vários foram mortos, principalmente homens, os idosos eram mantidos reclusos assim como as crianças, sobrando apenas as mulheres jovens que eram abusadas por qualquer Vikings, a maioria das vezes por vários. 


A história é Dark, e no decorrer nos deparamos que Elswyth possui pouco conhecimento da vida conjugal, além disso vemos que ela chega a casar com o seu tio, que tinha se tornado viúvo anteriormente. A história possui tabus como incesto, por isso é importante que se atente por causa de gatilhos emocionais.


Elswyth, tem contradições nas emoções que sente, parte sente raiva, parte sente curiosidade e que da mesma forma entende e não entende o desejo de se entregar a alguém que invadiu a tribo e trouxe guerra e sangue. 


A história é curta mas que tem continuação, inclusive já divulgada capa pela Editora e com lançamento para 27/08. 
comentários(0)comente



@_paralivreando_ 13/08/2020

Se eles vierem me buscar, eu os matarei
"Eu não sei o que sou, não sou lebre, nem coelho".

Elswyth, nascida em meio a traumas vividos por quase todas as mulheres de seu vilarejo, é rejeitada por ser diferente deles fisicamente. Porém ela sempre tem o apoio de sua vó.

E é por ela e por tudo o que ela contou a Elswyth, que esta aceita sem reclamar em se casar com o líder do povoado e ansiar por vingar a sua mãe.

No dia em que o vilarejo é atacado pelos Vikings e eles são obrigados a ajudar os bárbaros para que retornem ao seu lar, Elswyth vê a oportunidade de sua sede de vingança ser saciada.

Porém a maneira como passou a ser tratada por Helka e Eirik, faz ela parar e refletir quais são os seus reais sentimentos e anseios.

"Eu devo me vingar por ambos, matando a cada um de vocês."

Bem, tirando o pequeno detalhe que o livro é um romance dark, o que me assustou em certos momentos da leitura, não deixou de me fazer refletir sobre certas situações.

Ler tudo o que Elswyth passou durante aqueles dias conturbados não é fácil, e penso o quanto as mulheres do passado foram fortes. O quanto tinham que lutar para sobreviver, pois os homens travavam batalhas físicas enquanto que as mulheres tinham suas batalhas psicológicas e físicas para vencer.

Estaria ela errada, assim como outras mulheres, em agir da forma como fizeram? Teriam condições e força de agir de outra forma? E Eirik e Helka, que tinham outras crenças, saberiam viver um novo estilo de vida? Nós, que vivemos em uma sociedade condicionada a um meio de vida diferente somos aptos a julga-los?

Se eu encontrei uma resposta? Ainda não!
De qualquer forma "Como posso esquecer o passado? Há muitos erros nele".

Vale ressaltar que apesar do livro ter mais ou menos 80 paginas, a leitura é carregada em detalhes, quer nos sentimentos, quer nos atos bárbaros. Então sim, tem que estar com a mente aberta e sem receios para essa leitura.

"Nenhum lugar é seguro. E não há lugar para onde correr."
comentários(0)comente



Biah Oliveira 08/10/2020

Por ser um prelúdio, é um livro bem curtinho nos apresentando ao universo nórdico.

A protagonista dessa história é Elswyth, uma garota que nunca conseguiu se encaixar na sua aldeia, por ser fruto de um estupro que ocorreu durante uma invasão Viking.

Agora, ela está casada com o líder da aldeia quando acontece novamente uma invasão nórdica, e seu marido é morto. Mesmo sendo mantida em cativeiro, Elswyth se sente diferente em relação aos nórdicos, principalmente seu líder, Eirik, por quem ela não sabe realmente o que sente.

Como se trata de um romance dark, esse livro tem bastante cenas de violência e muitas cenas hots ?.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Cristiane.Rocumback 05/09/2020

Leitura rápida.
Esse livro é uma leitura rápida, poucas páginas e capítulos curtos.

Elswyth é uma jovem que questiona internamente sua posição no povoado que vive.

Excluída pelas demais mulheres e questionando os deveres que cabem a elas, é observadora, guarda tudo para si e conta somente com os ensinamentos da avó. Um desses deveres que lhe aborrecem é o casamento nada agradável que deve aturar com o principal(chefe do povo) até que uma invasão viking muda a vida de todos ao redor, principalmente a dela.

A chegada de Helka e seu irmão Eirik,?trazem grandes transtornos ao seu povo. A pilhagem, violência e mortes, mesmo assim nasce em Elswyth uma ligação com o guerreiro Eirik e ela passa a conhecer e desfrutar outros sentimentos e se admirar com as histórias sobre Odin...

Leitura finalizada em poucas horas, possui o toque dark e hot. A história de Elswyth continua em Viking Lobo e espero que seja melhor que essa...

Conheça esse e outros títulos da editora Leabhar books disponíveis na amazon e kindle unlimited.
comentários(0)comente



Dienefer e Stefene 01/10/2020

Viking Trovão
Esse livro se passa no ano de 959 DC onde conhecemos a protagonista Elswyth que nunca se sentiu parte de onde morava.
.
Ela era casada com o líder da aldeia mas uma certa noite sua vila foi saqueada por Vikings e seu marido foi morto.
.
Com isso ela acaba conhecendo a líder dos nórdicos: Helka e se tornam amigas por assim dizer.
.
Os nórdicos vão ficar na aldeia até conseguirem consertar seus barcos e depois vão seguir viagem. Helka faz uma proposta para Elswyth se juntar a ela e seu irmão Eirik nessa viagem.
.
Bom eu nunca tinha lido um Romance Dark e por mais que seja um livro fora da minha zona de conforto ele tem um certo contexto histórico que deixa a história bem realista. Estou ansiosa para ler a continuação e saber o que vai acontecer nos próximos capítulos.

site: https://www.instagram.com/p/CFnowXbDuWo/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



Alda - Dondoca Literária 14/10/2020

Viking Trovão
Dentro de um contexto primitivo, adentramos em 959 DC e conhecemos Elswyth, uma jovem que carrega consigo a origem de sua história na pele; vivendo numa época onde a invasão e brutalidade caminham lada a lado, ela vê seu caminho sendo traçado como a maioria das mulheres de sua tribo; fruto de um ato comum para o período e criada por sua avó, Elswyth se conforma com a indiferença de seu povo e aceita seu destino.

A vida não é fácil e de maneira rústica o tempo passa, a rotina se constrói em torno de expectativas, até o próximo ataque e tudo que ele representa; contudo, ao ser subjugada por um carrasco nórdico, e a ausência de pertencer a algum lugar, tudo se transforma em um mar de novas possibilidades e sua vida pode ter um novo rumo.

Esse é meu primeiro contato com o gênero e ainda não sei se gosto; más a experiência foi boa, pois pude vislubrar um pouco da cultura nórdica e o Deus do trovão e sua origem.

Com uma leitura rápida, temos aqui uma estória que mostra o poder da lei do mais forte, onde a cultura de luta e posse, por algo que não é seu tem presença marcante.

O surgimento de sentimentos que foram despertos através de atitudes bárbaras, me deixou um pouco incomodada com a narrativa, más as cenas fortes são descritas de formas superficiais, o que para mim, foi ótimo e segui firme e forte com a leitura até o final.

Vale lembrar que esse é o primeiro livro da série Guerreiro Vinkins e a editora já lançou outros dois volumes, aonde provavelmente vamos encontrar e compreender o desfecho dessa história intrigante
comentários(0)comente



Beatriz @lendo_com_bia 03/11/2020

dark dark
Viking Trovão

Obs: Viking Trovão é o prequel da série dark Guerreiros vikings
.
À mercê de um bando de vikings selvagens, liderado por um formidável guerreiro. Mantida em cativeiro contra sua vontade.
Pela primeira vez, a força de vontade de um homem corresponde à de Elswyth.
Sob o domínio de seu cruel captor, Elswyth descobre que o desejo de um viking não deve ser negado.
Ela será forte o suficiente para estabelecer seus próprios termos com o homem que deseja dominá-la, ou estará destinada a entregar tudo, inclusive o coração?
Descubra o desejo ardente e a paixão brutal, em um mundo ameaçado por ambição, ciúme e vingança.
.
Uma história super curta que você consegue ler de um vez só.
.
Elswyth nossa personagem principal é levada da sua vila onde não se encaxava e conhece Eirik o guerreiro.
.
Esse é um romance dark contém cenas de violência, sexo, para maiores de 18 anos.
comentários(0)comente



Rute @pensamentosepoesiadaloba 11/03/2021

Intenso
Vamos de #Resenhadaloba🐺 ⠀
Livro - Viking Trovão
Autora- Emmanuelle de Maupassant
4/ 5 - ⭐️ .
.
📚.
.
Esse é o prequel da série dark Guerreiros Vikings.E como primeiro livro da série achei uma história fantástica, falando dos nórdicos, claro que tem uma linguagem que muitos podem estranhar, mais aí está a graça do livro.

Elswyth nasceu de uma maneira nada agradável e depois que foi crescendo nunca foi uma menina convencional. Preferia brincar com os meninos, pescar, subir em árvores do que cozinhar e fazer coisas que mulheres faziam.
Quando se tornou uma mulher, casou-se com o chefe da sua tribo em que morava com a avó.
O casamento dela não foi muito feliz, o marido era bruto e ela nunca se sentia bem com ele até aparecer os nórdicos.
E com eles o Eirik.
Acontecem muitas coisas, mais o que mais mexe com a Elswyth e seu despertar para o prazer e a paixão, mesmo sendo em uma forma nada convencional.
A história é cheia de emoção que nos deixa com gosto de quero mais e com certeza de saber mais sobre o que vai acontecer com esse casal.
.
#leabhar
#leabharbooksbr
#leabhareditora
#vikingtrovao
#emmanuelledemaupassant
#pensamentosepoesiadaloba
#rcloba #rutecoutoloba
# #Amazon
comentários(0)comente



17 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR