A Lista que Mudou Minha Vida

A Lista que Mudou Minha Vida Olivia Beirne




Resenhas - A Lista que Mudou Minha Vida


52 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Caah #DefendaOLivro 23/09/2020

Para quem gosta de Chick-lits
Essa leitura foi cheia de oscilações para mim. Comecei amando, depois me irritei com algumas coisas que achei tolas (por exemplo as exigências absurdas da Bianca para o seu casamento e alguns itens da lista que achei sem propósito).
Gostaria que tivesse tido mais foco na personalidade da protagonista e o progresso dela não foi aprofundado. Na verdade grande parte das "conquistas" dela foi só porque ela teve a ajuda de uma certa pessoa. Achei o progresso dela superficial, não foi como eu gostaria de ter visto.
Mas mesmo com todos esses poréns acabei gostando da narrativa e achei que valeu a leitura.
É um livro para quem gosta de chick-lits e de leituras leves para descontrair e esquecer um pouco os problemas da vida.
A edição está muito bonita, a capa e a guarda estão lindas, e na folha de guarda tem uma lista em branco para o leitor preencher com suas próprias metas.
comentários(0)comente



Babih | @babihpb 23/04/2021

Georgie tem 26 anos e durante sua vida nunca se arriscou. Sempre mantém sua vida monota, aceitando ficar num trabalho onde não é valorizada por medo de arriscar. Mas tudo muda quando sua irmã, Amy descobre que está com E.M (Esclerose Múltipla) e pede que ela cumpra um lista de tarefas que ela queria realizar antes dos 30 e agora não vai poder mais.

Georgie então, embarca nessa jornada que lhe mostrar um lado dela que ela desconhecia.

Esse foi o meu primeiro contato com a escrita da Olivia e adorei. Ela criou Georgie como alguém que rir das próprias desgraças. Sabe tirar um sorriso de você mesmo quando ela se mete nas situações mais loucas.

É inspirador ver ela realizando a lista, me contagiou para fazer uma. Dar um Up na vida! E eu realmente fiz uma lista também e pretendo colocar em prática. Além de que o romance dela e seu crush nos rende vários momentos de risadas. Georgie muda tanto e fica nítido seu crescimento e o quão ela descobriu sobre ela mesma. De enfrentar a chefe, dizer mais o que pensa, acreditar no próprio potencial.

Além dela, Jack seu crush é um amor. Eu rir demais a forma como eles se conhecem e se reencontram depois. Sempre apoiando elas nas coisas da lista. Georgie tirou a sorte grande. Um livro leve, mas ao mesmo tempo cheio de ensinamentos.
comentários(0)comente



Silvana - Blog Prefácio 12/10/2020

Georgia costuma brincar que Amy, sua irmã mais velha, ficou com todos os genes bons e ela foi criada com as sobras. Não que Georgia se ressinta pela irmã ser melhor que ela em tudo, pelo contrário, Amy é seu maior orgulho. Enquanto Amy é ativa e gosta de desafios, Georgia gosta de ter sua vida tranquila, trabalhar o dia todo e ficar jogada no sofá o resto da noite assistindo TV. Então só pode ser uma piada do destino quando Amy começou a ter dificuldades para segurar as coisas e até para se manter em pé e ao fazer alguns exames descobriu que tem esclerose múltipla. E quando Amy conta para Georgia que fez uma lista de coisas para fazer antes de completar trinta anos, lista essa que agora ela não vai conseguir cumprir, e pede que Georgia a complete em seu lugar, a primeira reação dela é negar.

Mas Amy é ótima em persuasão e convence Georgia a cumprir a lista sem nem mesmo olhar quais são os itens, que foram adaptados para Georgia, já que os interesses delas são diferentes. E Georgia quase cai para trás quando lê o que vai ter que fazer nos próximos meses. Como assim correr dez quilômetros se ela já fica exausta só de trocar a roupa de cama. E como fazer um bolo perfeito quando nem bater os ovos ela consegue fazer direito? Sua amiga Natalie sugere que Georgia comece pelo item mais fácil, marcar um encontro no Tinder. Mais fácil para quem? Porque na única vez que Georgia tentou usar o aplicativo, um cara pediu que ela enviasse uma foto do seu dedão do pé e ela deletou o aplicativo o mais rápido possível.

E dessa vez a coisa não é muito diferente não. Georgia marca um encontro com um homem chamado Jack e até que se diverte bastante. Mas no dia seguinte ao conferir o aplicativo, ela descobre que o Jack do aplicativo não pôde ir ao encontro e ela não tem ideia de com quem foi que ela saiu. Isso até chegar ao trabalho e descobrir que o Jack falso é irmão da sua chefe Bianca. E ela pode ter falado um pouco a mais do que devia sobre sua chefe. Quando Georgia começou a trabalhar na Lemons Designs, era para ser como uma designer, mas a única coisa que ela fez até então foi ser a assistente da Bianca ajudando a chefe a planejar o próprio casamento. Mas enfim, ela prometeu para Amy que vai terminar a lista, nem que para isso sua vida tranquila se torne uma verdadeira confusão.

Quando vi o título desse livro e li a sinopse e vi que ia ter uma lista de coisas a cumprir já me interessei muito por ele. Porque já li outros livros assim e gostei de todos que li. Mas então quando chegou aqui e fui cadastrar no skoob, vi que o livro era indicado para os fãs de Sophie Kinsella e ultimamente me decepcionei muito com os livros que li dela. E não só dela, mas do gênero Chick-Lit em si. Teve uma época que esse gênero era meu favorito, mas não sei se foi porque hoje estou mais velha, mas os últimos livros do gênero que li, eu mais me irritei com as atitudes das protagonistas do que me diverti.

Por isso qual não foi minha surpresa ao me apaixonar pela história logo no primeiro capitulo. É impossível não gostar da Georgia. Eu acho que nunca ri tanto lendo um livro como ri com esse. Até achei que ia ser mais depressivo por conta da doença, mas ri horrores com a Georgia tentando cumprir as tarefas. Ela arrumando a cama é sensacional e a gente logo se identifica porque vamos combinar que é dificil mesmo, o lençol parece que encolhe na hora que a gente vai colocar na cama. E ela tentando fazer um bolo então. Eu que sou péssima na cozinha me identifiquei, porque quando não corto um dedo, acabo me queimando. Mas o mais engraçado sem dúvida é o primeiro encontro. Por isso que não me aventuro nesses aplicativos de relacionamento.

E uma coisa que gostei bastante foi que a autora soube dosar as cenas engraçadas com as depressivas por conta da EM. Acabou se tornando uma leitura agradavel mesmo abordando uma doença tão triste. E outra coisa que a autora acertou foi que o foco do livro não fica no romance e sim no empoderamento da protagonista. Alguns itens da lista até parecem bobos, mas ao realizá-los a Georgia vai adquirindo coragem e acreditando nela mesma. É incrível acompanhar a jornada dela e ver como Georgia era no começo do livro e como ela terminou ele. Como diz na capa do livro, as vezes tudo o que a gente precisa é de um empurrãozinho.

Como já disse antes, o livro não foca no romance, mas ele não deixa de ser fofo e a romântica de plantão aqui terminou o livro com um sorriso no rosto. Assim como acontece com Amy, Jack está ali para apoiar Georgia em tudo e incentivar ela a correr atrás dos seus sonhos. E Amy, que personagem incrível. Um dos pontos fortes do livro é sem duvida o relacionamento das irmãs. E gostei bastante da forma como a autora mostrou a realidade da doença e não ficou romantizando a situação. Ela foi objetiva e mostrou o quanto essa doença afeta a vida não somente do doente, mas de todos à sua volta. E não precisou ser apelativa para que a história se tornasse uma das melhores que li ultimamente, tanto que favoritei o livro.

Eu não estava esperando gostar o tanto que gostei da história. Foi um misto de sentimentos o livro todo. Eu chorei de rir, torci como louca para ela conseguir completar a lista, me acabei de chorar em algumas cenas de tão lindas que foram e queria que o livro tivesse o dobro de páginas para eu continuar mergulhada nessa história que me ganhou e quero que todo mundo leia para sentir o que eu senti lendo ela. Quanto a edição, vocês já estão até cansados de me ver elogiar os livros da editora por aqui. Mas o que eu vou fazer se cada livro que chega aqui é mais lindo que o outro? Enfim, leiam, acredito que a história vai surpreender.

site: https://blogprefacio.blogspot.com/2020/09/resenha-lista-que-mudou-minha-vida.html
comentários(0)comente



Nika 18/06/2021

Lindo...
Tem a parte clichê que todo romance pede...
Mas o que é mais lindo e vale ser ressaltado é o amor das irmãs e como isso da força uma para outra para seguirem em frente e enfrentar e superar os problemas
comentários(0)comente



Cah 21/01/2021

"Mas existem algumas coisas que são mais importantes do que o dinheiro."

A Lista Que Mudou a Minha Vida foi escrito pela autora Olivia Beirne em 2020 e sendo o romance de estreia da autora.
Neste livro vamos conhecer a Georgia, uma mulher com seus 26 anos, que trabalha como designer em uma empresa conceituada chamada Lemos e além de trabalhar, Georgia não faz muitas coisas além de: ver TV e beber vinho. Porém, existem muitas coisas das quais Georgia não gosta, como: altura e não aceita nunca correr riscos.
Mas quando sua irmã mais velha, Amy, é diagnosticada com esclerose múltipla - uma doença neurológica, crônica, progressiva e autoimune. O que significa que as células de defesa do corpo atacam o próprio sistema nervoso – como se ele não pertencesse ao organismo, causando lesões no cérebro e na medula. - as coisas mudam de figura, já que sua irmã não poderá completar a lista de coisas que gostaria de fazer até seus trinta anos e pensando nisso, Georgia decide que irá completar a lista em seu lugar. Será que a personagens aprenderá com suas experiências completando as tarefas da lista?

Eu simplesmente engoli as primeiras 120 páginas do livro, a autora tem uma narrativa leve e uma escrita muito fluída e fácil de absorver e ser lida. A protagonista que nos é apresentada é muito divertida e chega a ser engraçada muitas das situações em que ela se coloca e se vê inserida em vários momentos ao longo da história.
Porém, ao desenrolar do enredo da obra, senti que a personagem estava surtando achando que tudo girava em torno de si própria. Também me senti incomodada com algumas pequenas coisas que a autora colocava ao longo da história que pareçam um tanto preconceituosas (no meu ponto de vista), porém, ela pode ter colocado no sentido de ser algo cômico e engraçado mas, que não funcionou para mim.
Gostei das lições que a autora também nos ensina através da personagem e do seu crescimento ao longo do livro, mas algumas coisas ficaram sem propósito pra mim, por exemplo: as exigências absurdas da Bianca (chefe da protagonista na agência de designer) para o seu casamento e alguns itens da listas.
Outro ponto que me incomodou bastante conforme ia avançando na leitura foi a ajuda que a personagem teve para conseguir alcançar e completar várias das suas tarefas da lista, e a autora fez com que todo o mérito da personagem não fosse totalmente dela.
Por outro lado, entendemos que é um livro para relaxar e passar o tempo livre. Apesar da obra ter lá seus ensinamentos, é um chick-lit feito para se divertir e lhe tirar algumas gargalhadas.

Por fim, recomendo a leitura para amantes de chick-lit com uma pitada de romance e para aqueles que não querem livros com grandes reflexões.
Beijo em você ♥

site: https://www.instagram.com/garotadovlog/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Micha 30/01/2021

Inspirador
Georgia é designer e trabalha como assistente no escritório de Bianca, porém sua função atual é ajudar a organizar o casamento da chefe. Após o trabalho, ela gosta de ir para casa e ficar no sofá vendo TV.

Amy, sua irmã, é ativa, está sempre praticando atividade física e é professora de educação física de crianças numa escola e noiva de Tamal. Quando Amy é diagnosticada com esclerose múltipla e se vê limitada e cansada, convence Georgia a realizar sua lista de coisas a fazer antes dos 30 anos (e acrescenta alguns ítens para dar uma sacudida na vida da irmã).

Um dos ítens era um encontro no Tinder, que deu errado e por engano ela conheceu Jack, e aí a confusão foi armada da melhor maneira possível para dar uma revirada na vida dela.

Gargalhei demais lendo, fiquei com vontade de correr (uma das metas era ela correr uma prova de 10km) e de escrever minha própria lista. Um livro bem família e que exala amor. Adorei! Ótimo para começar o ano inspirada e sair da zona de conforto.

site: https://www.instagram.com/estantedamicha/
comentários(0)comente



LT 02/10/2020

Oiê, tudo bem? Espero que sim!

Hoje trago para vocês a indicação desse livro que ao mesmo tempo que me divertiu em outros me irritou e me fez refletir sobre algumas coisas. Vamos lá?!

Georgia tem uma rotina tranquila. Divide o apartamento com uma moça, tem seu emprego (por mais que não faça o que realmente gosta) e uma família que a ama muito. Mesmo a contra gosto, Georgia acompanha sua irmã mais velha Amy em algumas aulas de zumba.

Algo que ela não gosta de jeito nenhum é de mudar sua rotina, correr riscos e por isso admira muito sua irmã. Ela acha que Amy tem uma coragem que ela não tem e está tudo bem quanto a isso.

Nossa protagonista é design, trabalha na empresa Lemons design, porém não atua como. Por quê? Porque sua chefe Bianca está para se casar e precisa da sua ajuda e de Sally para conseguir coisas absurdas para o casamento. Nas horas vagas, digamos assim, ela mexe em seus projetos “secretos”.

Ela tem alguns desenhos, dos quais só algumas pessoas sabem da existência. Amy sempre insiste para que Georgia mostre os projetos para Bianca, mas ela não tem coragem suficiente para isso. Olhando assim, parece até que a vida dela é “perfeita”, só que isso acaba mudando quando sua irmã é diagnosticada com uma doença que vai mudar um pouco sua rotina.

Amy tinha uma lista do que queria fazer antes de completar 30 anos. Depois de descobrir sua doença, ela passa a lista, com algumas mudanças, para Georgia, que reluta muito em cumpri-la. Porque alguns dos itens seriam um pouco difíceis de cumprir, ainda mais por uma pessoa que não gosta de se arriscar. O bom de um dos itens é que coloca uma pessoa que acaba se tornando especial na vida da mocinha, entretanto também causam muitos problemas para ela.

E aí, minha gente, a história vai engrenar ainda mais, tem uns pontos irritantes, divertidos e pensativos!

Quando vi a sinopse desse livro pensei: “parece legalzinho, vou ler”. E para falar a verdade, depois de lê-lo, posso dizer que é mais do que legalzinho, é um livro que faz pensar, nos faz refletir sobre a nossa vida, quanto a vários aspectos e nos auto questionar: “você está vivendo ou apenas existindo?” Eu já o terminei, mas essa pergunta não sai da cabeça.

Quanto ao enredo, ele é ótimo, mas um ponto que me incomodou e não agradou tanto, é que apesar de cumprir boa parte da lista, Georgia não tomou a iniciativa sobre o que fazer, era sempre um certo alguém dando o empurrão para fazer, ela não tomou as rédeas.

A lista, no geral, tem itens bons e ruins. Tem item da lista que estou me perguntando até agora “qual a necessidade disso?” Alguns dos outros itens entendi que era uma forma de se desafiar. A parte que mais me irritou na história, foi Bianca com suas loucuras de casamento. Sério, gente, era cada pedido que meu Deus! Um absurdo atrás do outro. Só não conto aqui, porque pode ser spoiler. Mas acredito que na vida real a gente se depara com algumas Bianca's por aí e por isso faz sentido ela irritar o leitor, pode ser essa a intenção, certo? Um livro com personagens e situações que mexem verdadeiramente com a gente.

Sobre a história no geral, vale muito a pena ler! Cada página virada trás um misto de sentimentos, você nunca sabe qual sentimento vai surgir no próximo capítulo. Todos os personagens da história são bem construídos, assim como o enredo e prendem o leitor do início ao fim.

Não conhecia a autora e agora posso dizer que a escrita dela é leve e bem fluída, em uns dois ou três dias você lê esse livro.

A edição da Faro está excelente. O título em relevo, as páginas são amareladas e o tamanho da fonte é tranquilo para leitura. Em alguns capítulos, tem sempre uma listinha de tarefas, seja do trabalho (conseguir as loucuras da Bianca), compras, entre outras coisas. E a revisão está ótima.

No começo do livro tem um espaço vazio para cada leitor fazer sua listinha! Achei isso muito legal! Porém, cadê a coragem para rasurar o livro? haha. Seria esse um dos meus itens? Risos.

Recomendo a leitura, ela é leve e ainda assim trás uma mensagem muito importante para o leitor. Bom, é isso, gente! Indico "A lista que mudou minha vida" com toda certeza! Favorito do ano!

[QUOTES] [QUOTES] [QUOTES] [QUOTES] [QUOTES]

“Não posso perguntar a ela porque não quero. Não quero perguntar a ela sobre estar doente, porque não quero que ela esteja doente.”

“Mas como uma garota solteira há 2 anos, sei muito pouco sobre casamentos – e menos ainda sobre como organiza-los. Por exemplo, você precisa reservar o padre. Como assim? Achei que eles já estivessem lá.”

“Este é o universo tentando me dizer que o Tinder é uma péssima ideia, como eu sempre soube que era? Talvez seja a maneira de o universo me dizer que eu não deveria estar saindo com ninguém.”

“Achei que era isso que a gente tinha que vestir. Era isso que eu usava na zumba sempre que Amy me obrigava a ir porque ninguém me avisou que eu tinha que me vestir como um suporte de papel higiênico extravagante.”

“Porque diabos Amy queria fazer isso? O que tem de divertido nisso? O que era para eu extrair disso aqui? Isso é absolutamente uma humilhaç...”

“Por que não consigo fazer isso? As crianças fazem bolos! Gente muito idosa faz bolos! Por que eu não consigo? Qual é o meu problema?”

Resenhista: Laneeh Martins.

site: https://livrosetalgroup.blogspot.com/
comentários(0)comente



Lua 20/08/2021

É um livro leve, conseguiu me tirar de uma ressaca literária absurda e sou grata por isso. A Georgia é envolvente e gente como a gente, vive perdida em seus próprios pensamentos, tem suas inseguranças e isso ajuda a se identificar com a personagem, tem um plot que faz a pessoa tremer de ódio, mas é fantástico. Também me lembra quando Jasper Jordan disse em The 100 "viver é mais do que apenas existir".
comentários(0)comente



Cley 19/02/2021

Georgia é uma mulher que não gosta de correr riscos, para ela, viver assim é sinônimo de controle e paz. Amy, irmã de Georgia, criara uma lista de coisas para realizar antes dos trinta, porém, uma doença a deixa impossibilitada. Amy é uma das pessoas mais importantes para Georgia, e mesmo estando sempre em sua zona de conforto, ela assume o controle das aventuras da irmã.

"Às vezes, a vida te vira de cabeça para baixo e você só precisa seguir em frente."

Sair da zona de conforto e fazer coisas que não estamos acostumados, foi a mensagem que pude extrair da obra.
Assim como a Georgia, muitas pessoas também têm medo do novo e de desafiar a si mesmo. Claro que não há problema algum em viver na zona de conforto, mas quando há desejo de querer fazer algo e não fazemos por medo, ele se torna uma barreira, e é onde mora o problema. A personagem do livro é assim e aos poucos ela entende ser mais corajosa do que pensa.

Chick-lit é um gênero que não leio com tanta frequência, mas gosto bastante da proposta do gênero que é a de divertir, fazer com que o leitor se encante com os personagens, além de trazer boas reflexões do dia a dia.
Admito que "A lista que mudou minha vida" cumpre com seu objetivo, mas faltou um quê a mais para que eu aproveitasse melhor. Talvez tenha faltado uma dosagem melhor na construção da Georgia, pois uma hora eu a achava superengraçada e outra hora forçada em algumas situações.

A autora tem uma escrita superfluida, adequada para o gênero e a mesma se utiliza de cenas cômicas quando algumas coisas estão fugindo do controle.
Os desejos da lista consistem em coisas que realmente desafiam nossa protagonista, mas outras são tão simples que não entendi o motivo de estarem ali. Talvez a autora quisesse frisar que, há tantas coisas simples que queremos fazer, mas por alguma razão deixamos passar.
comentários(0)comente



Nath Correia @bibliotecadanath 17/01/2021

A lista que mudou minha vida l Olivia Beirne l @faroeditorial
Georgia não gosta de se arriscar, preferindo sempre ficar em sua zona de conforto. No entanto, com a descoberta da doença da Amy, sua irmã mais velha, ela se verá diante de um grande desafio. Amy sempre sonhou em completar uma lista de desejos até os 30 anos, mas agora se vê impossibilitada de cumpri-la. Caberá então a Georgia a tarefa de colocar esta lista e com um prazo bem apertado já que o aniversário da Amy está chegando...

Histórias com listas de desejos e personagens se aventurando fora da sua zona de conforto sempre me atraem e com "A lista que mudou minha vida" não foi diferente. Sendo meu primeiro contato com um livro da autora, a sua escrita me agradou por ser bem leve e descontraída ao apresentar Georgia, uma personagem estagnada em seu mundinho e que precisa de um empurrãozinho da irmã para começar a viver de verdade e conhecer as coisas boas e inesperadas que a vida pode oferecer.

A força do livro está no relacionamento entre as irmãs e é possível ver como o amor, dedicação e companheirismo estão presentes entre elas. Gostei logo da Amy e compreendi como a doença foi um golpe difícil na sua vida e como ela não queria que sua irmã fosse uma pessoa com medo de correr riscos e que vivesse sempre em sua confortável bolha. Já com a Georgia a minha relação foi de amor e ódio, pois no início ela era infantil e sem atitude, o que fez com que fosse difícil gostar dela. No entanto, no decorrer do livro, ela amadurece e começa a enfrentar seus medos e encarar os desafios com mais determinação e coragem.

"A lista que mudou minha vida" é uma história fácil de se identificar, pois é difícil sair da sua vida confortável e enfrentar um mundo novo e desconhecido, no entanto, se aventurar fora da zona de conforto pode ser uma experiência maravilhosa e mudar a sua vida de formas que não seriam possíveis se o medo de se arriscar não fosse superado.

Nota: 4/5

Livro recebido em parceria com a editora

Instagram: @bibliotecadanath
comentários(0)comente



Thais 18/03/2021

"As vezes, tudo o que você precisa é de um empurrãozinho..."
Que livro mais gostoso de ler. Uma comédia romântica bem levinha que ensina pra gente que nem sempre sair da zona de conforto é algo ruim. Super recomendo ?
comentários(0)comente



Lailie 02/10/2021

Às vezes, é só preciso um empurrãozinho?
Eu comecei a ler por indicação de uma amiga e fiquei pensando: ?ai será?? Porque eu não curto muito livros do gênero chick-lit. Porém, comecei a leitura rindo, porque conseguia ver na Georgia algumas pessoas que eu conheci na vida, que estão confortáveis em suas zonas de conforto, não gostam de desafios ou mudanças.
O grande ponto de partida deste livro é ver a Georgia recalculando rotas diante a notícia que a irmã dá. Logo, ela recebe a incumbência de riscar 10 itens de uma lista que a irmã fez até o aniversário dela. É apenas algo, porque tem tudo o que ela jamais cogitaria fazer na vida. Por outro lado, a situação dela no trabalho também está complicada, porque a chefe vai casar e eles mesmo, serão os responsáveis pela organização do evento. Ou seja, tem tudo pra dar merda?
Acontecem algumas situações engraçadíssimas envolvendo a lista e o emprego, que você fica: minha filhaaaa???? Hahahahahahaha
Enfim, A lista que mudou a minha vida é aquele livro cômico, que você não precisa pensar muito, tal qual um filme de comédia romântica de baixo orçamento, inclusive daria uma ótima adaptação.
comentários(0)comente



Vai Lendo 05/11/2020

A Lista que Mudou Minha Vida, de Olivia Beirne, publicado aqui pela Faro Editorial, foi exatamente o que eu precisava. Estava passando por uma ressaca literária e não conseguia sentir prazer em ler. O negócio estava tão feio por aqui que acabei dando uma pausa (bastante longa, devo dizer) no meu projeto Retiro Literário.

Contudo, assim que recebi e retirei A Lista que Mudou Minha Vida da embalagem, não resisti e comecei a ler imediatamente. Só parei quando cheguei no final. Consegui terminar em um só dia!

A obra fala sobre Georgia, uma jovem adulta que adora a sua zona de conforto. O completo oposto de sua irmã mais velha, Amy. Quando Amy descobre que está doente e que não vai conseguir completar a lista de todas as coisas que ela gostaria de realizar até os trinta anos, ela convence Georgia a se aventurar no lugar dela. Assim, um novo mundo vai se abrindo para a nossa heroína.

Eu simplesmente adorei a Georgia! Sinto como se ela fosse minha a melhor amiga. Acho que toda mulher consegue se identificar com ela. O esforço no primeiro trabalho de verdade depois da faculdade, a preguiça de se exercitar e fazer dieta (sou dessas! Inclusive, alguém tem um chocolate sobrando por aí?), a dificuldade de manter a casa em ordem e o medo de tentar coisas novas. Enfim, Georgia é gente como a gente.

O livro traz na sua primeira página uma lista para o leitor preencher, e somos incentivados pela autora a preenchê-la com as nossas próprias aventuras. Achei a ideia fantástica. Eu já tenho a minha lista, mas achei maravilhoso encorajar outros a embarcar nesta jornada! É simplesmente impossível não se apaixonar por esta obra. É muita lindeza e emoção em um só lugar. Sentia como se vários coraçõezinhos pulassem das páginas e me enchessem de sentimentos fofos a cada capítulo. Além daquela história de amor clássica, que todo bom romance deve ter, adorei que a narrativa explora também o amor entre as irmãs. Ponto para Olivia Beirne.

Terminando o livro percebi que necessitava de uma leitura bem leve e gostosa para me recuperar da minha ressaca literária. E foi exatamente esta a minha experiência. Não senti o tempo passar. Os capítulos eram uma delícia de ler e, a cada página virada, já sentia aquele gostinho de quero mais. Se você está precisando de um romance cheio de risadas, bom humor e inspiração para te ajudar a sair da sua zona de conforto, esta é a minha recomendação. Tenho certeza de que você não vai se arrepender.

site: https://www.vailendo.com.br/2020/10/16/a-lista-que-mudou-minha-vida-de-olivia-beirne-resenha/
comentários(0)comente



cora 06/08/2021

eu AMO livro com listas então já aviso que sou suspeita pra falar.

que experiência gostosa acompanhar a Georgia nos seus desafios. amei o senso de humor e a leveza, mesmo contendo alguns temas delicados. com certeza seria uma daquelas comédias românticas que a gente faz questão de assistir umas 900x na tv.
comentários(0)comente



52 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR