Sociedade Secreta: Ritos da Primavera

Sociedade Secreta: Ritos da Primavera Diana Peterfreund




Resenhas - Sociedade Secreta: Ritos da Primavera


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Breno 06/02/2011

Pode ter um spoilerzinho no final.. mas juro que nao é nada demais =D
Diana Peterfreund está entre as minhas autoras preferidas. Admito que pode ter algo a ver com ela ser muuuito linda, mas, é principalmente pelo modo como ela escreve. Quer dizer, nao dá pra ler Sociedade Secreta 1 sem rir várias vezes com as coisas que a Amy fala! eu pelo menos ri, muito. Alto. Com Sociedade Secreta 2 é a mesma coisa. E claro que além disso tem a própria história, que obviamente é o máximo. Sociedades secretas nunca foram tão interessantes, sexies e divertidas - capaz de fazer até Dan Brown sentir uma invejinha ;) Apesar de idolatrar a serie e a autora, admito que esse terceiro volume nao tem exatamente o mesmo brilho dos outros dois. Sei lá, tive a sensação que tudo passou muito rápido, lá em Cavador Key. e todo o mistério de quem andava ameaçando a vida de amy - novamente - nao foi taao intrigante assim. mas admito que eu nao tinha ideia de quem era ate o finalzinho. Nao vou conseguir escrever essa resenha sem falar de POE!!! definitivamente, com toda certeza, sem a menor sombra de duvida essa eh a melhor parte do livroo! chega a ficar entre a melhor parte de toda serie! e eu SABIA que isso ia acontecer *----*
- infelizmente nao posso dizer o que, sem estragar tudo.. mas pra meio entendedor, meia palavra basta. e ela começa com a e termina com y! e tem amor no meio. desculpa! nao resisti.
comentários(0)comente



Flora Castro 04/04/2011

Into Wonderland - Resenha / http://bit.ly/eN1mNu
Pois bem, eu estava ansiosíssima para a continuação da série, que eu confesso, é a minha preferida. Eu já gostei mais de Y.A 's mas essa série é minha perdição. De longe a minha preferida do gênero.
Eu comprei o livro em BH no início do mês passado e demorei pra decidir que iria enfim começar a ler. E numa madrugada eu disse: “vou ler um pouco e dormir”. Fui dormir 8 horas depois com as quase 430 páginas lidas.
A narração é simples e divertida. Diana acertou a mão na criação da personagem Amy que é aquela garota que você vai se identificar, principalmente porque ela é super desastrada e as coisas “só acontecem com ela”. Nesse volume eu gosto cada vez mais de personagens como o Jamie (Poe) e Malcolm. George meio que desapareceu, mas a história na verdade não perdeu muito com ele. Algumas coisas ficam meio óbvias ao longo da história, mas os comentários de Amy valem a pena.
A trama tem dois acontecimentos marcantes então é como se pudéssemos dividi-lo em duas partes... Mas nada fica desconexo. Há horas em que você fala “Ah não! De novo Amy Haskel?”, mas o final consegue agradar (bem, me agradou).
Livro super recomendado pra descansar e rir um bocado. Aliás, todos os três livros são bons. Estou ansiosa para o 4º e último livro da série, Tap&Gown.

ps: A cor pêssego que tem na capa e do lado do livro, é simplismente maravilhosa.
comentários(0)comente



Carol Galvão 20/01/2011

Mais um ano de muito misterio e muita aventura para Amy Haskesl ou Bugaboo depende do contexto. Desta vez as ferias se aproximam mas antes de deixar Eli por um curto periodo de ferias ela tem que enfrentar uma nova aventura com Brandon e sua Fellicity e a Sociedade Cabeça de Dragão.
Amy é perseguida por causa de seu romance e precisa perder um sentimento pra achar outro.
Como dizem nada melhor que um novo melhor que um nov amor? Ainda mais com um inimigo!!!

Depois de um inicio de semestre cheio de conspriração e perceguição, Amy acha que pode descançar na ilha secreta dos coveiros, mas ela naum poderia estar mais errada.
Na ilha as coveiras sofrem mais ataques e os principais são direcionados a Amy.

Mas o romance esta no ar e ela e P - Jamie aproveitam o clima tropical para esquetar o começo da relação.

Muitos segredos e muitas revelações em apenas meio ano!!!
comentários(0)comente



Gêmeas 26/04/2011

Se você não leu os outros primeiros volumes, cuidado, pois essa resenha pode conter spoilers.

Ual, depois de tanto tempo esperando e tantos atrasos em relação a publicação do livro, finalmente tive a oportunidade de lê-lo. O livro começa com Amy e a sua sociedade secreta aprontando e pregando peças em outra sociedade, a Cabeça de Dragão. Mas se Amy pensa que sairá impune dessa aventura, ela está muito enganada. Amy começa a ser perseguida pelas pessoas da Cabeça de Dragão, sua vida amorosa está indo de mal a pior e ela ainda está sofrendo chantagem.

Ainda bem que ela está prestes a passar suas férias em Cavador Key, uma ilha particular dos membros da Rosa&Túmulo, aonde tudo parece ser calmo e divertido. Pobre Amy, mal sabia que suas férias estavam longe de serem calmas. Acidentes na água, ameaças e pichações no quarto das coveiras serão só o começo dessa história divertida e viciante.

Dizer que amei o livro é pouco! Li em um dia, e mal posso esperar pelo último volume da saga Sociedade Secreta. Eu adoro a personagem Amy, ela é corajosa, inteligente e ainda consegue se meter em várias confusões! Gosto muito do jeito que a Diana escreve, a leitura flui naturalmente e quando você vê, já está no final do livro! Dos três volumes da Sociedade Secreta, esse foi o meu preferido. Super recomendo, é ótimo para se ler nas férias :D

Espero que vocês tenham gostado da resenha, e se não leram ainda o primeiro volume, não percam tempo! A série é divertida e viciante. Até mais!
comentários(0)comente



Camila 23/02/2011

Sociedade Secreta: Ritos da Primavera
O primeiro volume dessa série foi bem interessante, mas o segundo nem tanto... Já esse terceiro livro me animou muito!! Lógico que os problemas continuam acontecendo dentro da Rosa & Túmulo, uma das mais conceituadas sociedades secretas das Universidades de Eli e parece que Amy é um para-raio de encrencas!! A mudança de cenário dá um novo ânimo à história e finalmente o romance que eu mais esperava começou a rolar.

www.leitoracompulsiva.com.br
comentários(0)comente



Dani 07/03/2011

Uma das melhores séries que eu já li! Não é à toa que li todas as 427 páginas em 1 dia :x Simplesmente amei, especialmente o Poe (sempre acreditei no potencial dele, if you know what I mean)
comentários(0)comente



Carla Cássia - @contra.capa 27/11/2017

FÉRIAS!!! Aquele momento do ano que todos nós amamos, porém quando você está para se formar nem sempre Férias é sinônimo de descanso. Em “Ritos de primavera” vemos isso. Amy e seus amigos vão para uma ilha exclusiva dos coveiros, havia tudo para ser um período tranquilo de sua vida, mas definitivamente não é.

A história já começa como aquela pegada de despedida, nós sabemos que o desfecho não será ali, porém que ele não está muito longe. Além do ano estar acabando e a formatura próxima, os pensamentos de Amy e suas preocupações com o futuro mais uma vez nos fazem ficar próximo da protagonista e simpatizar por todos os seus dilemas, que confesso, são para lá de comuns, exceto aqueles que envolvem uma certa sociedade secreta.

Nesse livro consigo ver uma personagem mais madura. Amy ao termino desse terceiro volume, finalmente, conseguiu absorver tudo que deu de errado nos outros dois e mostrar que realmente está mudando, provando que consegue aprender com seus erros, mesmo isso tendo levado três livros... mas quem se importa, não é mesmo? Se tudo fosse muito rápido, não teria graça e se não ocorresse se tornaria chato.

Acredito que esse terceiro livro, teve um momento de grande importância. A virada na vida amorosa de nossa protagonista, que finalmente tem um foco maior do que nos outros livros.Sim!! Sim, ela sai com vários caras e isso tem um ponto importante nos anteriores, mas nesse ela começa a se preocupar se é capaz de estar em um relacionamento sério. Algo que não havia ocorrido nos anteriores.

Nesse volume também vemos os acontecimentos não correrem, mas terem um desfecho mais rápido, mantendo uma linearidade nos acontecimentos, diferente do segundo que teve uma passada mais lenta, o terceiro é rápido, mas desenvolvido. Assim, nós conseguimos ter acesso a um grande grupo de acontecimentos bem explicados.

Cada vez mais me pergunto como essa série não fez sucesso, realmente não consigo entender. Amy apesar de ter falhas é uma protagonista divertida e empoderada, algo muito atual, até mais atual acredito eu do que foi na época em que o livro foi laçado, a ideia de sociedade secreta é sempre algo divertido e interessante. Então, porquê? Porquê quase ninguém conhece esse livro?

Encerro essa resenha dizendo que não poderia estar mais animada do que já estou para ver como essa série vai acabar, o terceiro livro já adentrou um pouco no que vai ser o assunto do quarto volume e último. Dar adeus a Amy e seus amigos coveiros não vai ser fácil, mas a formatura os chama, mas uma vez coveiros, sempre coveiros.

Para mais resenhas como essa, link abaixo

site: www.blogcontracapa.com.br
Adriane 26/12/2017minha estante
Eu gostei muito dessa série, eu acho que não fez muito sucesso na sua época de lançamento, pois o livro é um pouco caro e ele demorou muito (muito mesmo) para ser lançado no Brasil!

Eu concordo com você a Amy é super atual, o livro é engraçado e aqui é o primeiro livro que vemos o romance como algo sério na vida da protagonista. Na verdade eu adoro todas as características dessa personagem!




Izandra 20/12/2012

Eu simplesmente AMEI. Adoro essa autora e, principalmente, adoro essa série. Neste livro, novamente a Srta. Amy "Bugaboo" Haskel se mete em confusões, é ameaçada de morte e... Começa a entender o que é se apaixonar de verdade. E justamente por quem, a princípio, jamais pensaríamos como opção! Mas a autora desenvolveu tão bem os avanços que pareceu extremamente natural, sem forçar a barra. Eu adorei do início ao fim, presa a cada linha, desesperada por ler mais!
Ray 08/02/2013minha estante
Eu preciso dizer que SEMPRE SOUBEEE, desde o primeiro livro eu sabia que nenhum deles ia vingar e que nosso Jamie ia ter um destaque, era ódio demais para não ser amor


Catharina 04/08/2013minha estante
Ainda não li esse livro, mas pelas resenhas já dá para saber o que vai acontecer e eu também digo ''EU SEMPRE SOUBE'' haha




;-) 14/03/2011

AMEI!!!
Sinceramente, foi o melhor livro da coleção até agora. Após uma tentativa fracassada de roubar uma coisa da cabeça de dragão, eles ficam atrás de Amy. Brandon, seu ex está começando a ficar tempo demais com Amy, e pelo visto sua namorada não gosta nada disso. O que será que essas coisas tem em comum? Com as férias de primavera chegando ela, e o resto dos membros da Rosa&Túmulo vão para Cavador Key. Uma ilha onde um dos inimigos (e patriarcas!) do cube Kurt Ghery está. Como se não bastasse isso a cabana das nossas queridas coveiras é destruida, Amy quase morre afogada, e todos tem intoxicação alimentar. As únicas boas notícias é que Poe e Malcom vão estar lá, junto com um iate de uma família. Além de descobrirem quem está querendo causar mal a todo clube C-177, Amy conhece seu novo amor. Muitas confusões divertidas ou não vão rolar! É impossível para de ler! Eu terminei em 1 dia! Uma das melhores coleções que eu já li, Diana Peterfreund realmente consegue prender o leitor. Eu recomendo pra todos que gostam de romance e ação.
comentários(0)comente



Flah 30/01/2014

Sociedade Secreta: Ritos da Primavera
Eu sou suspeitíssima para falar sobre os livros da Diana Peterfreund já que, desde que comecei a série “Sociedade Secreta”, eu me apaixonei pelo seu jeito descontraído e leve de escrever. É muito difícil um livro prender tanto a minha atenção, que, mesmo com todo o meu autocontrole, não consigo estender a leitura para mais de dois dias. Sempre que eu colocava o livro de lado e dizia a mim mesma que só iria ler o resto no dia seguinte, em menos de meia hora lá estava eu de novo, devorando as páginas.

No terceiro livro da série, o grupo C177 das Coveiras resolve invadir o mausoléu de seu grande rival – uma decisão tomada como uma espécie de vingança pelo roubo que esses inimigos fizeram de um dos artefatos da Rosa & Túmulo. Acontece, porém, que as coisas acabam fugindo do controle. A Cabeça de Dragão não irá pegar leve com seus os Coveiros, ainda mais depois da ousadia deles ao darem o troco. Amy, então, se vê perseguida pelos membros da Cabeça de Dragão – algo que, com toda certeza, é mais do que uma simples vingança. É pessoal.

Quando finalmente pensa que terá férias normais com seus amigos Coveiros em uma ilha particular – bem longe dos olhos maldosos de seus inimigos. Amy percebe que a sua nuvem de má sorte pode, sim, atravessar um oceano para atormentá-la em seus dias de praia. Nem mesmo a quilômetros de distancia da faculdade ela tem descanso.

Eu achei o livro maravilhoso. Além do jeito completamente envolvente com que Diana escreve seus livros, as histórias também acabam te tragando para dentro das páginas. A cada capítulo que acaba você se vê ansioso e quase doente para ler o próximo e descobrir o que vai acontecer. Ainda mais quando se trata de uma protagonista tão única quanto Amy. Nunca se sabe o que se passa pela cabeça dela. Posso até dizer que ela esta na minha lista de protagonistas favoritas. E, é claro, não posso me esquecer daquele que faz com que minha leitura seja completamente intensa: Poe.

Eu, de verdade, não sei o que há demais nele. Quero dizer, ele é um personagem frio, esquisito, e anti-social... Mas, por algum motivo que só pode ser estranho demais, eu o adoro. Passei o livro inteiro torcendo e vibrando todas as vezes que ele aparecia. Aliás, mesmo nos anteriores, quando ele fazia coisas nem tão nobres assim, já era meu personagem favorito.

Sobre a história em si, a série Sociedade Secreta me ganha pelo suspense e pela narrativa. Afinal, a história não é realmente impressionante. Trata-se de uma Sociedade Secreta regida a aparências e boatos. Quando se vê as coisas pelo lado de dentro, não há algo tão impressionante sobre eles. O que, por esse motivo, acabou por me fazer gostar particularmente deste terceiro livro da série. Ritos da Primavera fala justamente sobre o papel da sociedade na vida de seus membros. O que significava, afinal, pertencer a ela? Até onde iam as aparências? Pelo visto, a interpretação errada das diretrizes e ações da Sociedade poderia ser fatal.

Recomendo o livro para todas as pessoas, mesmo para o público masculino. É um livro leve, gostoso e intrigante.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Adriana 10/01/2012

O melhor da série! Ritos da Primavera, terceiro volume da série Sociedade Secreta, foi o mais incrível e bem escrito até o momento. Mesmo que eu tenha dado a nota máxima, merecidamente diga-se de passagem, aos outros dois volumes (Rosa & Túmulo e Sob a Rosa) este se destaca como um favorito com toda certeza!

Agora que Amy já enfrentou tantos preconceitos e desafios para estar na R&T, lutou contra um grupo de seu próprio clube na sociedade que queria sabotar as Coveiras e terminou mais uma vez um relacionamento romântico de forma traumática, entramos no último semestre da garota na Universidade de Eli.

Com um início muito engraçado e divertido, Peterfreund nos situa rapidamente na trama e desenvolve muita ação. Os cavaleiros da C177 foram roubados pela Cabeça de Dragão sociedade rival e estão tentando invadir o mausoléu deles para pegar o artefato de volta. O que era para ser um trote comum entre sociedades acaba dando errado e Amy é identificada pelos membros da Cabeça de Dragão como uma Coveira.

Agora a guerra esta lançada, onde quer que vá Amy sofre as piores humilhações e vexames públicos. Em meio a esta rixa entre sociedades, Brandon ressurge na mente e talvez no coração de nossa querida Bogaboo com força total.

Mas será que ele é realmente uma opção? E porque Brandon não termina de vez com a namorada para ficar com Amy? Muitas perguntas sem resposta até a metade do livro. Entretanto, é quando Amy e outros integrantes do C177, além de Poe, vão para a ilha particular da R&T nas férias, que o livro engrena e pega fogo.

Amy achou que estaria a salvo de mais trotes da Cabeça de Dragão na ilha, mas alguns atentados à sua vida e às Coveiras vão mostrar a moça que a situação sempre pode piorar.

Este livro foi o meu favorito por muitos motivos: tem mais ação, o início não foi tão lento e Amy e seus amigos estão ainda mais engraçados. Mas a principal razão foi que, o romance que eu mais aguardava desde o primeiro livro finalmente aconteceu.

Não se pode dizer que Amy seja uma garota difícil, em cada livro ela está com algum carinha diferente! Mas, depois de tanta enrolação, ela finalmente caiu na real e ficou com o único garoto que era feito pra ela *-* Amei as cenas fofas entre os dois e mal posso esperar pra ler o último volume, Tap & Gown, que promete ser ainda mais divino (a Galera podia se mexer para lançar logo aqui no Brasil hein)!

Resenha em http://mundodaleitura.wordpress.com/2012/01/04/diana-peterfreund-ritos-da-primavera/
comentários(0)comente



AmadosLivros 22/11/2014

Resenha no blog Amados Livros
Não deixe de conferir nossa opinião sobre este livro no nosso blog! E lá também tem muitos outros livros legais! Dê uma passadinha lá! ;D
Link no final da postagem! ;]

site: http://amadoslivros.blogspot.com.br/2014/04/livro-ritos-de-primavera-sociedade.html
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13