Depois da tempestade

Depois da tempestade J. Lynn Bailey




Resenhas - Depois da tempestade


11 encontrados | exibindo 1 a 11


Três Leitoras 30/05/2020

Resenha: Depois da Tempestade
Tem livro que nos toca de forma profunda e terna. Depois da Tempestade fez exatamente isso comigo, mesmo já tendo perdido pessoas que amo, não estava preparada para tudo que o livro me proporcionou. A escrita da autora me fez sentir como a personagem, então sofri suas dores, comemorei as pequenas vitórias e me emocionei com o final!

Conhecemos Livia no momento mais triste da sua vida, ela acabou de perder o seu irmão gêmeo, Jasper, de forma totalmente inesperada e ela não sabe mais como seguir em frente sem um pedaço essencial da sua vida.

Todos os dias ela sente falta do seu cheiro, suas manias, seu colo, sua voz... Jasper proporcionava uma força e uma leveza na vida dela e sem ele, era impossível se manter nessa linha.

Muitas coisas, sentimentos, emoções, dores, medos e inseguranças habitavam a sua mente e logo no início da leitura, percebemos que Livia não anda fazendo as melhores escolhas, porém essa era a forma com a qual ela estava lidando com tudo.



Aos olhos de Livia, veremos como pessoas que estão encarando a sua perda. É muito interessante ver a morte aos olhos de quem está passando pelo luto e acredito que a autora retratou de forma muito interessante as suas fases. Óbvio que cada pessoa vive o luto de uma forma diferente, em tempo diferente e fazendo escolhas diferentes, mas o retrato que ela nos dá neste livro, acontece mais do que nós imaginamos.

Retornar a escola e aos seu trabalho será uma das coisas mais difíceis, ela detesta receber condolências ou olhares de pena. Mas esse retorno irá oferecer algumas opções de escolha para ela, escolhas que podem ser positivas em sua vida, mas Livia está cega pela sua dor e isso faz com que mais escolhas ruins surjam, mas nem tudo será um desastre, ela vai permitir uma nova amizade e isso fará diferença em sua vida.

A perda de Jasper fará com que Livia encare os seus conflitos familiares. Afinal, seus pais também estão sofrendo e buscando uma forma de encarar a perda de um filho. Ela terá que lidar com o retorno do pai a sua vida e terá que encarar as marcas que o alcoolismo e abandonaram deixaram na sua relação. Para ela, a mãe sempre preferiu Jasper e a presença dele conseguia equilibrar a relação delas duas, mas agora sem ele, ela não sabe como conversar com a mãe e muito menos deixar ela se aproveitar.

Mesmo cercada de amor, pela família, pela sua melhor amiga e também de Daniel, seu novo amigo que tem tudo para ser mais que isso, Liv se perde de si e vai se afundando cada vez mais na dor e no desespero, mesmo tendo o vislumbre da Livia do Jasper em alguns poucos momentos.

Ela passa a mentir com facilidade, magoa gratuitamente quem está ao seu lado e desiste dos seus planos para faculdade, mas o pior de tudo será a dependência de remédio e o alcoolismo. Até que um fato fará com que ela decida entre viver uma vida plena ou apenas sobreviver!

Com uma história real, nua e crua, a autora conseguiu me emocionar com a Livia, mas ao mesmo tempo fez com que sentisse vontade de entrar no livro e desse umas sacudidas nela. Mas além de nos mostrar a vivência de um luto e a luta contra a dependência química, vai nos mostrar como o amor pode emanar uma luz de esperança em nós e que se soubermos permitir, ela entrará em nossas vidas. Pedir ajuda, compartilhar a nossa dor, senti-la quando ela vier e nos apegar a nossa essência, a quem somos é uma forma de vencermos os obstáculos e perdas da vida.

Livia Stone me deixou grandes lições e espero que vocês leiam essa história e se permitam ser tocada por ela.

site: http://www.tresleitoras.com.br/2020/05/resenha-depois-da-tempestade.html
comentários(0)comente



Nivea 18/05/2020

Não existe tempestade que dure...
Eu gosto muito de livro YA, já li de tudo um pouco, mas os que exploram os sentimentos e as dores dos adolescentes, são os que mais me cativam.
E esse livro me levou junto com a Liv em sua dor. Como eu sofri com sua perda, não só a do Jasper, mas a perda da Liv dentro da Liv, chorei com seus erros, torci para não afundasse neles e esperei para ela renascer das cinzas e voltar a ser a Liv de antes de tudo. Jornada destrutiva e difícil, mas nunca só, mesmo que ela achasse que estava nessa sozinha. Nenhuma vida é perfeita, mas temos que aprender a amar e viver com a que temos ou com o que nos resta depois de tudo.

"A tragédia da vida não é a morte, mas o que deixamos morrer dentro de nós enquanto vivemos"
Norman Primos
comentários(0)comente



Elis 12/05/2020

A vida é uma aventura no perdão.
Um livro que te instiga a ir para o próximo capítulo.
A autora escreveu com muita sensibilidade. Aquele livro que te faz sentir, refletir.
Uma história de luto e luta, destino, coragem, amor, e um tema super importante (spoiler).
- Todo mundo tem seu próprio caminho, e, para se recuperar, todos precisam superar sua própria tempestade. - J Lynn Bailey
comentários(0)comente



CPF1964 20/06/2020

Opinião
Primeiro livro que leio da autora.

Temas interessantes que nos apresentam reflexões.
comentários(0)comente



Elaine Lima | @jornalizando 14/05/2020

Surpreendente
Quando Livia perde seu irmão gêmeo de forma repentina toda sua vida muda, ela agora precisa aprender a viver sozinha. Enquanto enfrenta esse período difícil, Daniel entra em sua vida no momento em que ela mais precisa.

"Luto é sofrimento, Livia. Todos nós o carregamos. Varia de pessoa para pessoa. Algumas o escondem. Outras, o vivem. E muitas fogem dele."

Narrado em primeira pessoa, vamos acompanhar os dilemas, angústias de uma protagonista que tinha o irmão como porto seguro, e uma família total destruturada. Não foi difícil ter empatia pela Livia, sentir o que ela sentia e me imaginar vivendo o que ela passou.

Depois da Tempestade vai mostrar o quão nossas escolhas são importantes, e como determinados traumas podem nos afetar de maneiras muitas vezes irreversível, aqui a mocinha entra em um buraco e com a ajuda dos amigos e uma pessoa fundamental consegue se reerguer.

Gostei bastante da minha primeira experiência com a escrita dessa autora, que possui uma escrita fluída, nos transporta de maneira real para esse enredo, nos deixando muito mais sensíveis ao que ela queria dizer.

Essa história é um daqueles dramas a se prestar bastante atenção, para quem já teve algum tipo de trauma na vida, com certeza poderá se identificar e encontrar forças para lutar contra isso.
comentários(0)comente



amooo.ler 28/06/2020

Sabe aquela frase que diz assim que "não devemos julgar a dor do próximo", temos que ter empatia pelas cicatrizes que cada um, carrega.
?
Nesse livro vamos conhecer a história de Livia Stone uma jovem 17 anos que perdeu seu amigo, companheiro e irmão gêmeo JASPER de uma forma inesperada. Com os pais separados, Livia vive com sua mãe e tenta enfrenta esses dias de
luto tentando mostrar a todos que está bem, mas a verdade é que nem ela mesmo se reconhece mais quando se olha no espelho, e tudo começa piorar quando ela tem que voltar a escola onde estudou junto com seu irmão e ao trabalho e enfrentar o olhar de todos de compaixão, como se aquilo pudesse de alguma forma lhe acalmar ou trazer seu irmão de volta. Tentando se esconder da dor, Livia vai se tonar uma adolescente com sérios problemas, tomando decisões erradas ela acredita que assim a dor pode se amenizar e a ajudar a esquecer a tristeza que vem tomando conta de si. No meio de tudo isso ela vai conhecer Daniel que vai acalmar toda a tempestade que ela tem vivido.
?
Esse foi meu primeiro contato com a escrita autora que é muio envolvente, uma história intensa dificilmente de largar a leitura e não se desesperar com as decisões de Liv para sair da escuridão, ela errava tentando acertar acreditando que poderia juntar os cacos de sua alma. Essa leitura foi mais que prazerosa e não quero dar muito spoiler porque esse é um daqueles livros que você ler e senti toda dor que uma família está sentido com a perda de alguém que ama muito.
?
Depois da tempestade além de falar sobre luto e dor, mostra também uma família desestruturada que em meio a isso tudo se uni para se ajudar e enfrentar um dia de cada vez, como você se torna um alcoólatra sem ao menos perceber e se torna dependente de remédios, com temas que nos fazem refletir sobre o perdão, amor, esperança e recomeços.
comentários(0)comente



@estante_da_wan 06/05/2020

Dolorido, mas maravilhoso!
"O luto nos leva a fazer coisas engraçadas. Nossas mentes, ficam cegas pela luz eterna. E ficamos esperando que, de repente, nossos entes queridos voltem à vida."

Vocês curtem dramas adolescentes?
Se a resposta for sim, eu acho que você deveria correr pra ler esse livro.

Sério, Depois da Tempestade é um livro maravilhoso que conta os dramas, traumas e medos de uma adolescente que não sabe como lidar com o luto depois de perder o irmão gêmeo. Sua outra metade.

Aqui vamos conhecer Livia Stone, uma jovem que está com a vida de ponta cabeça após a partida de Jasper, seu gêmeo e melhor amigo. E logicamente esse não é o único drama enfrentado por ela, sua relação com os pais é péssima; ela se tornou uma vadia (como a própria se julga) que transa com alguém que já tem namorada; conversa com a avó morta e muitas outras coisas que vamos descobrindo ao longo da história.

Em contrapartida, também conhecemos a história de Daniel Pearson. Outro adolescente que não está com a vida nada fácil, mas ao contrário de Liv ele sempre toma as decisões mais corretas. Ele é o típico garoto certinho - daquele tipo que a gente ama!

Eu embarquei nessa história preparada para me afogar em lágrimas, mas não foi isso que aconteceu. Apesar de eu ter, sim, soltado algumas aqui e acolá.
Porém isso não quer dizer que o livro não tem uma boa dose de drama. Mas o drama nessa história me fez mais pensar nas angústias vividas por Liv do que chorar por elas.

A cada capítulo finalizado eu me questionava quando alguém, enfim, ia perceber o tamanho da dor e dos problemas de Liv. Quando os pais ou amigos iam notar que ela se distanciava cada vez mais da garota inteligente e dedicada de antes.

Sim, nós temos um romance neste livro. Mas, ao meu ver, ele não é o foco principal da história. A aproximação e a amizade entre Liv e Daniel vai lentamente se transformando. E apesar da atração estar presente desde o primeiro encontro, eles estão imersos em tantos problemas que não dão espaço pra que isso se torne o principal elo entre eles. Um vai tentando fortalecer o outro mesmo enfraquecido por suas próprias dores.

É lindo.

Confesso que quando o livro passou dos 50% eu fui ficando preocupada e ansiosa para a resolução dos problemas, ou pelo menos para o início dela. E esse sentimento me acompanhou até quase o finalzinho do livro, quando um plot twist inesperado aconteceu e as coisas saíram totalmente dos trilhos para, em seguida, voltar ao curso quase perfeito de antes (das perdas).

Em resumo, amei o livro. E, claro, super indico!

site: https://www.instagram.com/p/B_3UpNyjlxE/?utm_source=ig_web_copy_link
comentários(0)comente



AnnaBel 02/06/2020

Chorei demais
Não tenho palavras para descrever o quão incrível esse livro é. Confesso que no começo achei que tinha algo errado com ele, ou que estava passando raiva com a persoangem. Só que na realidade você aprende que aquilo que a persoangem tá passando é algo horrível, e que as atitudes dela não são exatamente bem calculadas.
O final fez meu estoque de lágrimas se esgotar completamente.
comentários(0)comente



Silvia 08/06/2020

Misto de Emoções
Não posso falar que essa leitura foi fácil, apesar de me envolver e ter lido rápido, comecei ontem e terminei hoje de manhãzinha, estava curiosa com o desfecho, os capítulos continham muito sofrimento.
Os temas aqui abordados são pesados, são tristes, injustos sim, mas que infelizmente estamos todos sujeitos a passar.
Primeiramente, tudo veio e transbordou por causa do luto, da perda do irmão gêmeo de Livia, Jasper que morre de uma maneira cruel, dolorosa, injusta. Não vou entrar em detalhes porque é meio um mistério no livro.
Livia simplesmente se despedaça, é muito duro enfrentar aquela nova realidade, aquela falta do irmão. E Livia começa somente a tomar decisões erradas, precipitadas, para "tentar" acalentar aquela dor horrível, aquele sofrimento constante. A família da Livia já vinha passando por crises, o pai os largou para ficar com outra mulher; o pai tem problemas graves com o alcoolismo; Livia e a mãe não conseguem se conectar, Jasper era bem o elo que unia aquela família.
Tudo vira uma grande bola de neve na vida de Livia. Tudo ao seu redor de desmorona. Ela tem uma grande amiga, Cao, que eu acho muito importante aqui, pois se manteve ao lado da personagem em todos os momentos. Então, Livia conhece Daniel, mas não esperem um romance fofo, porque as coisas andam muito complicadas, as decisões erradas da protagonista têm sérias consequências.
Achei muito importante falar sobre o alcoolismo, como ele pode ser uma válvula de escape, para pessoas de todas as idades, mas principalmente para os jovens e como foi fácil todo o acesso que a Livia teve com bebidas. Me chamou muita atenção, os pais não terem notado essa dependência, achei que nisso foram falhos, porque Livia estava muito acabada, e faltou mais diálogo, mais atenção, apesar que é muito difícil julgar toda aquela situação, todos estavam ali passando por um grande sofrimento.
Eu gostei da parte da Poppy, acredito nessa ajuda, nesse contato. Achei que de certa forma foi através disso que Livia conseguiu ver tudo de forma mais clara.
Daniel, achei que faltou um pouco mais de aprofundamento com esse personagem, pois ele tinha muito potencial.

"A morte é inevitável. Vivemos dias emprestados. Na minha opinião, Deus não cria doenças. Os desastres são criados a partir do erro humano, não do erro divino. As pessoas têm livre arbítrio. E elas fazem escolhas. Deus também não interfere nos planos da vida. E pessoas más fazem coisas ruins (...)"

"O amor não é assim? Deixar livre o que você quer para que o outro possa viver?"
comentários(0)comente



Clara.Pamponet 27/04/2020

Um livro mais do que especial
Depois da Tempestade é o lançamento da editora Bookmarks, assim que recebi o e-book para a leitura fiquei encantada com a capa, e percebi logo que não seria uma leitura tranquila e leve. 

A escrita da J. Lynn Bailey é maravilhosa, mesmo o livro trazendo assuntos fortes e intensos, a forma que ela traz esses assuntos faz com que você devore o livro, absorva a intensidade do assunto, mas deixa você querendo ler mais. 

Nele você conhece a Lívia, uma adolescente que acabou de perder seu irmão gêmeo e passou a agir impensadamente para parar de sentir. 

Tem Daniel que aparece com a história já andando, mas que é de muito valor para a vida da Lívia. 

É um livro que você vai terminar e pedir mais, com assuntos polêmicos que fazem com que os leitores reflitam sobre o que ocorre com a Lívia. 

Foi um livro que me ensinou muito e que me fez pensar sobre muita coisa, nunca sabemos se a pessoa que está do nosso lado está precisando de ajuda ou não.  
comentários(0)comente



Rafa 08/06/2020

sensível e importante
Livro lindo, cheio de mensagens importantes, mostrando de uma forma muito delicada os processos do luto e os problemas desencadeados quando procuramos uma forma de fazê-lo cessar.

Lívia acabou de perder o irmão gêmeo, Jasper, de uma forma muito inesperada. De uma garota que sempre toma as decisões certas, ela viu sua própria vida começar a sair do seu controle. Ela tem visitas frequentes de sua avó morta Poppy, tem um relacionamento difícil com a mãe Tracy e o pai. A única pessoa que parecem ajudá-la a segurar as pontas da própria vida é sua melhor amiga Cao.
Então ela conhece Daniel, um rapaz britânico e novo na cidade e ambos iniciam uma amizade de apoio e compreensão com a dor do outro, logo acabam se apaixonando.
comentários(0)comente



11 encontrados | exibindo 1 a 11