O Convento de Santa Clara

O Convento de Santa Clara Sarah Wilkinson




Resenhas - O Convento de Santa Clara


9 encontrados | exibindo 1 a 9


Luísa Anjos 06/06/2021

"certamente os céus franziram a testa em seu nascimento, e algum astro maligno se encarregou de teu destino"
O primeiro conto do clube de Raridades do Conto Gótico, desenvolvido pela Editora Clepsidra, relata a história da infeliz freira Julietta, cuja beleza atrai o libertino conde De Valvé, que fica obcecado. O conde não economiza nos crimes e atrocidades para conseguir o que quer, gerando consequências pavorosas que determinam seu destino e seu fim. Wilkinson consegue, em poucas páginas, denunciar o poder patriarcal e toda a estrutura que ele sustenta. Esse foi meu primeiro bluebook, e a experiência foi ótima da primeira à última página
comentários(0)comente



Nicolly RS 19/01/2021

Projeto incrível do Sebo Clepsidra! Há tempo eu tinha curiosidade de me aventurar mais pela literatura gótica, e achei esses livretos uma porta de entrada incrível!
Nessa história podemos ver um pouco do sofrimento e falta de escolha feminino da época, onde a vida de Juliete acaba tomando rumos indesejados primeiro por causa de seu pai, e depois nas mãos do Conde. Mesmo já sabendo do seu triste fim foi difícil não torcer pela personagem. Recomendo demais a leitura!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Renan Caíque 20/04/2021

O Convento de Santa Clara
“O Convento de Santa Clara” (1811) de Sarah Wilkinson, narra a história de Lewis Chabor, um conde vaidoso e libertino que leva uma vida desregrada. Quando ele cria uma obsessão doentia (que ele acha que é amor) por Julietta e é por ela rejeitado, comete atrocidades para tê-la só para si. Apresentando ideias feministas em uma história sombria e violenta, a autora critica o patriarcalismo e faz refletir sobre as relações de poder do homem sobre a mulher na época. Existe o sobrenatural, e apenar de sutil, é uma peça chave para conclusão da obra. Um pequeno e belo clássico gótico.

site: https://www.instagram.com/renan_tempest/
Mayara 20/04/2021minha estante
Também achei um belo conto :)




Ariadne 31/12/2020

Que felicidade em apoiar essa iniciativa incrível do Sebo Clepsidra. Uma história curta, envolvente, e excelente porta de entrada para leitores, que como eu, não tem muita familiaridade com a literatura gótica. Não falarei do conto em si, pois receio soltar um outro spoiler sem querer. Mas fica o meu porém quanto ao final: esperava um outro rumo para certo personagem. Um destino mais miserável.
comentários(0)comente



Gárgula 03/02/2021

O Convento de Santa Clara ou, O Espectro da Freira Assassinada, de Sarah Wilkinson
Meu primeiro blue book
Recebi no dia 1° de Janeiro o livreto O Convento de Santa Clara ou, O Espectro da Freira Assassinada, de Sarah Wilkinson. Ele é primeiro blue book do Clube de Assinaturas Raridades do Conto Gótico, do Sebo Clepsidra. Aliás ele foi minha primeira leitura de 2021.

Com tradução de Carlos Primati, para você ter acesso a resgates literários deste calibre, você precisa ser assinante do Raridades do Conto Gótico, no Catarse. Ademais, não perca tempo!

O que é um blue book?
A resposta para esta pergunta está na apresentação de Franz J. Potter. Seu texto apresenta ao leitor como os editores exploravam este filão comercial.

Esta literatura popular era vendida em impressões de baixa qualidade física. Ficou conhecida como blue book, garantiu acesso às classes mais baixas da população inglesa à literatura.

Incrível, não é mesmo? Então imagine isso sendo reproduzido nos dias atuais. Sim, podemos ter estes blue books em nossas mãos! Este é um trabalho que precisamos não somente apoiar, assim como desfrutar e divulgar.

Até que ponto o destino pode chegar?
A história começa com o destino da jovem Julietta sendo revelado. A clausura no Convento de Santa Clara por decisão de seu pai e contra sua vontade acaba por esbarrar na curiosidade e vontade do Conde de Valvé de possuir a jovem. A partir deste ponto começa uma trilha de eventos tétricos.

Ferido pela recusa inabalável da jovem, o ego do Conde o leva ao mais profundo poço do crime. Mesmo usando uma narrativa polida e contida, vemos ali não só o abuso à mulher, assim como a crítica da autora à visão da época sobre o corpo feminino. Nem mesmo o sofrimento de Julietta é o bastante para abalar sua fé. O horror na trama neste momento aflora, selando não só o destino dela, como também o destino do assassino, condenando o vilão de uma forma sobrenatural e bem grotesca.

Trabalhando com elementos feministas claros, o texto se mantém atual na discussão dos limites do poder do homem em relação à mulher. Obviamente ela escreve tudo isso da forma mais aberta possível para a época, sendo muito ousada e corajosa. Ademais, existia o costume a época de ler estas narrativas em voz alta nas residências, com crianças ouvindo. Talvez por este motivo possamos imaginar o porque da escolha de uma narrativa menos explícita. Uma história que termina entretanto de uma forma surpreendente.

Considerações finais
Ler um texto de 1811 onde vemos várias discussões sobrepostas como machismo, poder, ganância, fé e liberdade é certamente uma experiência única. Ao ler você certamente perceberá mais nuances, o que aliás mostra o poder da narrativa de Sarah Wilkinson.

Sendo assinante do Clube de Assinaturas Raridades do Conto Gótico, do Sebo Clepsidra você terá acesso à literatura antiga da melhor qualidade. Seus resgates literários são simplesmente fantásticos. Como canso de dizer, testemunhamos a criação de um legado que cresce a cada dia e se torna sem dúvida alguma uma referência nacional.

Ficou curioso? Pois fique e venha ser sócio você também para desfrutar de histórias incríveis como esta.

Boa leitura!

Resenha publicada no blog Canto do Gárgula.

site: https://cantodogargula.com.br/2021/01/05/o-convento-de-santa-clara-ou-o-espectro-da-freira-assassinada-de-sarah-wilkinson/
comentários(0)comente



Veronica.Meira 31/01/2021

Uma ótima surpresa
Eu li o primeiro conto enviado pelo clube de assinaturas do Sebo Clepsidra, o Raridades do Conto Gótico, com muitas expectativas acerca do medo que iria sentir, uma vez que spu muito medrosa. Porém me vi diante de uma narrativa que foi além do medo, uma história curta que demonstrou diversas camadas da vida na sociedade na época em que a história foi escrita, os personagens bem claros e a trama bem delineada. A discussão no grupo do clube no whatsapp só deixou a leitura ainda mais gostosa. Amei fazer parte do clube!!!
comentários(0)comente



Anamara 17/02/2021

Ao começar a ler o conto, já dá para imaginar o que vai acontecer, até pelo título e por essa sinopse.
Julietta é uma freira que foi forçada a seguir a vida religiosa, e por um triste acaso, a moça acaba atraindo a atenção de um conde libertino (esse é um libertino "raiz", esqueçam os libertinos dos romances de época 🤭).
E então, temos um "clássico" caso de assédio.
O conde fica encantado pela beleza da freira e quer a moça de qualquer jeito, mas ela se mostra irredutível - o que só atiça mais a volúpia do conde.
Vale destacar como essa personagem age, com muita fibra, negando o assédio do conde. Gostei bastante de Julietta. O conde insiste e ela também, com a moça permanecendo firme na decisão de não ceder à luxúria.
Porém, depois a gente vê que o conde é pior do que aparenta. Ele bola um plano para tirar a freira do convento, sem se importar se ela disse "não".
Não posso contar mais, senão vou entregar toda a trama, mas gostei muito da escrita da autora, e foi difícil ler algumas partes onde ela descreve a violência que acontece nessa trama.
Mesmo que não seja nada explícito, o leitor consegue imaginar pelas poucas palavras, o que acontece de ruim.
O que senti falta mesmo foi cenas mais detalhadas do sobrenatural. As poucas que teve, foram muito rápidas. Mas a ambientação toda já ajuda a manter o clima sinistro, a tensão, características que amo nas tramas góticas.
Foi um belo começo para esse projeto que sou assinante; o trabalho do sebo e editora Clepsidra está ótimo, cuidadoso e o melhor: a escolha dos títulos inéditos, nos fazendo conhecer obras diferentes.
comentários(0)comente



Rozana 09/05/2021

Notável influência
É possível reconhecer em suas páginas, uma possivel origem da influência de diversas obras do terror contemporâneo.
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR