Star Wars: A Velha República - Revan

Star Wars: A Velha República - Revan Drew Karpyshyn




Resenhas - Star Wars: A Velha República - Revan


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Vivi 21/12/2020

Um Cavaleiro Jedi que sucumbiu o lado sombrio e retornou
Revan foi um Cavaleiro Jedi Humano que sucumbiu ao lado sombrio durante as Guerras Mandalorianas. Tendo grandes habilidades táticas, ele liderou a República Galáctica até a vitória sobre os Mandalorianos. Mas após a guerra, ele assumiu o título de "Lorde Negro dos Sith", fundando um poderoso Império Sith, e colocou suas forças contra a República, gerando o conflito conhecido como a Guerra Civil Jedi. A invasão eficiente e brutal de Darth Revan era parte de um plano para proteger a Galáxia de uma ameaça conhecida como os "Verdadeiros Sith".

Suas forças conquistaram uma grande parte do território da República, mas no auge de seu reinado, os Jedi criaram uma armadilha para Revan e ele foi capturado, em parte, devido à traição de seu aprendiz Darth Malak. Sob sua custódia, o Conselho Jedi optou por trocar a identidade de Lorde Sith por uma leal à República. Com uma segunda chance, Revan se redimiu e abandonou o lado sombrio, derrotando Malak, e acabando com a guerra que ele havia começado.

(Fonte: Fandon Starwars)
-----------
Minha opinião: Eu não conhecia o personagem Revan até a leitura desse livro. Porém o livro não conta a história de Revan desde o início, como o autor fez com Darth Bane, Faltou explicar o que fez Revan ser um personagem tão lendário e poderoso com a força. Não foi relatado como fez para ser um Cavaleiro Jedi, nem detalhes das guerras que lutou enquanto era um Lord Negro dos Sith, mas retrata um Revan redimido e concentrado em buscar lembranças do seu passado, viajando para regiões desconhecidas para combater os "Verdadeiros Sith" sozinho, deixando pra trás sua própria família.

Star Wars sempre me prende de alguma forma e eu gostei bastante de conhecer um pouco desse personagem, mesmo que de um determinado ponto da história em diante.
comentários(0)comente



Diogo 03/05/2020

Tópicos relacionados ao universo SW
A obra aborda um dos períodos que para mim sempre foi um dos que mais me atraiu a curiosidade, pois pouco se sabe da Velha República no universo Star Wars.

Revan era jedi, voltou-se ao lado negro após as guerras mandalorianas, e fugiu para o espaço desconhecido. De lá retornou seduzido pelo lado negro e com uma parceria (Malak) quase destruindo a república. Antes de realizar tal ato, Revan se redimiu novamente para a luz, afastando e praticamente aniquilando os Sith.

Sua esposa passou por caminho semelhante ao se entregar à Malak para ser treinada como sith. Por ter conhecido os dois lados da força, Revan recusa treinar no templo novamente depois de redimido e acredita que assim como os sith, os jedi podem usar emoções para se aproximar do lado da luz, usando o amor para engrandecer seu poder.

Quando se redimiu, Revan teve sua memória apagada e o mesmo agora tenta refazer seu caminho para recuperar essas lembranças. Refazendo seus passos desde sua atuação nas guerras Mandalorianas, Revan reencontra a máscara Mandalore, restaurando a unidade dos clãs desse povo e recuperando parte de suas memórias, o que o leva ao restante da reconstrução de seus passos.

A obra é feliz em dar uma cara mais frágil aos sith e jedi, mostrando que são vulneráveis e não super seres, apesar de que em alguns conceitos (como o da vida eterna), a obra os trata como algo comum e rotineiro, perdendo um pouco do equilíbrio.

Outro interessante tópico abordado é que na realidade a guerra mandalores vs República foi na verdade causada pelos sith para testar as forças da republicanas antes da invasão final dos sith para tentar tomar o espaço destes.

Existe um complô do conselho sith para matar o atual imperador (antes da regra de 2 de Darth bane). Os sith queriam unir os mandalores ao seu exército ou então eliminá-los, pois para chegar ao espaço republicano era necessário passar pelo espaço mandaloriano. Obviamente, com a atuação de Revan em reencontrar a máscara, isso veio a fracassar.

O imperador era forte o suficiente para distorcer o tecido d a força e alcançar a imortalidade, por isso até seus seguidores o achavam perigoso demais para continuar no trono.Com a ajuda de Revan e uma antiga jedi amiga que lutou com ele nas guerras mandalorianas, os dois conseguem com um plano revelar a traição do conselho ao imperador com a ajuda de um sith.

O trio arma uma emboscada ao imperador e o encurrala na sala do trono. O Sith que estava tentenado ajudar os Jedi tem uma visão de que aquela batalha estaria perdida e um Jedi que não estava presente na sala seria o herói a derrotar o imperador. O mesmo então tomado pela visão, trai os dois Jedi e se entrega ao imperador na esperança de que uma mentira o permita vier para, no futuro, ajudar o suposto herói que apareceria.

O livro possui um bom ritmo, mas peca no final ao banalizar o conceito da vida eterna (tão procurado pelos sith na era de Bane em diante) e ao colocar a traição na batalha final com uma explicação boba e muito sutil, dando a impressão de que o livro foi feito "corrido" no seu final. No entanto levante perguntas como "como o ritual da imortalidade se perdeu?", "quem seria o tal jedi salvador?" (visto que a lenda do escolhido ainda nem existia)
comentários(0)comente



Jaedson 26/12/2020

Que livro maravilhosooo. Estou extremamente apaixonado pelo mundo star wars
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Mylla 07/06/2020minha estante
Tá poxa, mas daí dar 1.5? O livro é assim tão ruim?


Osmar 07/06/2020minha estante
Já li melhores, confesso que me decepcionou muito. O livro já entrega seu final no primeiro capítulo. Um descrédito para um personagem tão bom, pois praticamente não vemos ele no livro. :(


Mylla 08/06/2020minha estante
Tô bem confusa, mas é Legends né...


Osmar 09/06/2020minha estante
Sim. Hahah. Mas esse outro que estou lendo é melhor. Tem um clima estilo Rebels, vale a pena dar um olhada. ;)




4 encontrados | exibindo 1 a 4