A BASTARDA

A BASTARDA Vanessa Gramkow




Resenhas - A BASTARDA


5 encontrados | exibindo 1 a 5


@viajantedaleitura1 21/04/2022

Nada convencional.
Quem disse que para ser princesa precisa usar sapatinhos de cristal, diadema na cabeça ou qualquer coisa do tipo, se engana quando encontra Samira nesta história.
Samira Werner era uma jovem brasileira que morou toda a vida em Presidente Getúlio-/SC, estudando muito, dividindo sua vida com o Pai e primos, que__ como viviam com ela desde muito pequena, passaram a ser seus irmãos __ e a inseparável amiga Cristina. Até que uma terrível catástrofe ocorreu arrastando a vida de seu pai __ que era bombeiro__ e toda a vida que Samira Werner conhecia como sua.
De repente, Samira acorda em um lugar muito distante e desconhecido onde passa a ser chamada como Samira Vêrman Grontte, a Princesa bastarda da Sécia __ reino onde sua mãe negara ser princesa.
A partir de então, sua vida se transforma totalmente, ganha uma avó que a ama muito __ um ponto positivo em meio a tormenta __mas, têm que enfrentar a fúria daqueles que não a querem lá, a saudade e incertezas sobre como estava sua família no Brasil __ que antes ela tinha uma e então, passara a ter duas__ e um casamento que já estava a ponto de acontecer, com um noivo que ela nunca pensava em ter. Mas, bem, estamos falando de Samira e, com ela o mundo dá muitas voltas... Da mesma forma como ela se transformou em uma princesa, volta a ser plebeia... num piscar de olhos.
Atordoada com tudo o que acontecera em sua vida, queria acreditar que tudo não passara de um sonho. Ou seria um pesadelo?
Ela só sabia que sua família no Brasil a esperava e que tudo o que passara não foi em vão, pois seu coração batia forte no peito cada vez que se lembrava do que havia perdido nesta trajetória, sofrida, mas, vivida.
Alguns anos se passaram e... quem sabe se esta história ainda não terá um final feliz?

Faz um tempo que não me emociono lendo um livro e confesso que esse amor de Samira pela família e toda a tragédia acontecida me levou às lágrimas, me lembrando de muitas outras tragédias semelhantes acontecidas na vida real e o sofrimento da perda de entes queridos.

site: https://www.instagram.com/viajantedaleitura1/ https://www.facebook.com/viajantedaleitura
Vanessa Gramkow 22/04/2022minha estante
Obrigada pela sua resenha, ela descrever realmente como é o livro e o que eu quero passar aos leitores!!!




Retrô Books 28/02/2022

Um conto de fadas moderno!
Samira já tinha tudo o que precisava para ser feliz, a família perfeita, um pai amoroso e irmãos carinhosos. Os homens da família eram bombeiros e a casa em que moravam ficava no pátio do quartel. 

Se por acaso fossem perguntar à nossa protagonista o que estaria faltando na sua vida, ela talvez respondesse ter conhecido e convivido com a mãe, que morreu logo após seu nascimento. Mas ela já havia se conformado com a realidade que foi contornada pelo grande amor que recebia do pai e irmãos. 

Tudo vai bem para os Werner até que a realidade muda em Presidente Getúlio, cidade onde Samira vive, no Estado de Santa Catarina, quando as fortes chuvas que atingem a cidade instauram o caos. Os bombeiros foram acionados e durante dias fizeram o impossível para proteger e salvar a população.  Infelizmente o pai de Samira, acabou perdendo a vida durante os deslizamentos.

Samira, após receber a notícia da morte do pai e em meio ao luto, se vê na situação mais inusitada e inacreditável que poderia ter ocorrido. Ela se descobre a princesa da Sécia, reino europeu de onde sua mãe fugiu para casar com seu pai, um plebeu. 

Isso é totalmente novo para a nossa Samira. Ela nunca imaginou que sua mãe havia sido uma princesa destinada à um trono, ela nunca havia ouvido falar em Sécia. É a maior loucura. Não bastasse ela agora precisar ocupar o lugar que a mãe recusou, Samira ainda está de casamento arranjado com o duque Bernardo, um irresistível conquistador.

Será que Samira irá abrir mão da vida e família no Brasil para ser a futura rainha da Sécia, esposa do Duque Bernardo? Será que seria uma vida fácil e gratificante? Tudo seriam flores? E como fica a saudade de sua terra?

Este livro me pegou de surpresa, misturou uma tragédia que realmente ocorreu em Presidente Getúlio com um sonho que praticamente todas as meninas um dia já sonharam, o de fazer parte da realeza, viver seu próprio conto de fadas. 

Gostei do que encontrei em A Bastarda, com certeza não é apenas uma capa bonita, é uma história forte, uma mescla de tragédia, superação, pesadelo, sonho, tristeza e alegria. Um livro bonito, uma história bonita com uma protagonista forte que vai te conquistar a cada página lida.
Vanessa Gramkow 21/03/2022minha estante
Muito obrigada pelo carinho e pelas sinceras palavras, e fiquei imensamente feliz que além de amar a capa gostou muito da históra!!!




Fernanda 24/02/2022

A BASTARDA
Resenha disponível no blog:

https://modoliterario.blogspot.com/2022/02/resenha-bastarda-vanessa-gramkow.html

site: https://modoliterario.blogspot.com/2022/02/resenha-bastarda-vanessa-gramkow.html
Vanessa Gramkow 26/02/2022minha estante
Muito obrigada pelo carinho e pela maravilhosa resenha!




Jeh Xavier @dramatica.literaria 01/02/2022

Uma história linda sobre uma garota que descobre que sua mãe era uma princesa.

Ainda estou esperando minha avó rainha aparecer em minha vida ?.

A escrita da autora é fluida e envolvente, temos muita emoção e um romance que nos conquista.
Vanessa Gramkow 02/02/2022minha estante
Obrigada! Fico feliz que gostou!




MARTA CARVALHO 05/12/2021

Após algumas leituras densas, estava procurando algo leve e acabei me deparando com essa obra que me foi indicada.
Quando li a sinopse achei que a história me remetia a outra obra já existente (O diário da princesa - Meg Cabot) só que ambientada no Brasil.
Ao iniciar a leitura vi uma leve abordagem sobre o trabalho do corpo de bombeiros em meio a desastres naturais, o que me despertou interesse, e mesmo sob visão superficial, achei que poderia ser legal, mas eis quê, numa mudança brusca, virou um conto de fadas adolescente e mesmo incomodada pela mudança repentina de um assunto denso diante de um quadro de perdas para algo ficcional/fantasioso, persisti.
Infelizmente, não me agradou. Achei as situações e os perfis dos personagens um pouco surreais e a troca do foco da dor pela perda de pessoas realmente importantes pra protagonista, pelo elo forçado com familiares, a pouco conhecidos, que a tratavam como marionete e a mantinham presa, me incomodaram.
Para o meu gosto pessoal, não agradou muito, mas acredito que deva agradar a galera mais teen que gosta de romance estilo conto de fadas.
Vanessa Gramkow 06/12/2021minha estante
Agradeço muito pelas sinceras palavras, pois assim posso aperfeiçoar cada vez mais a minha escrita!


MARTA CARVALHO 06/12/2021minha estante
Eu não podia deixar de ser sincera, não seria justo nem com você e nem comigo. Espero que isso não te desmotive, mas que lhe sirva de incentivo para aperfeiçoar ainda mais o seu prazer pela escrita.




5 encontrados | exibindo 1 a 5


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR