Irmandade dos Sem Futuro

Irmandade dos Sem Futuro Nia França




Resenhas - Irmandade dos Sem Futuro


43 encontrados | exibindo 31 a 43
1 | 2 | 3


Bella 23/11/2020

Muito louco
? Pitter é um ladrão de 19 anos viciado em café que precisa cuidar da mãe com depressão.

? Desde criança, Pitter tem um amigo imaginário, Elaykan um cara com humor ácido e olhar triste.

? A vida estava tranquila na pacata Londres de 1977, entre roubos, suas paradas diárias na Rock'ey pra pegar um café ou uma droga, até que uma mulher aparece em na frente de Pitter dizendo que ele precisa encontrar Anastácia pois ela corre perigo!!

? Esse livro mexeu com meus parafusos!! Toda hora eu ficava: "hã?? O que tá acontecendo? Como assim? O quê?!?"
Minhas reações foram: ????? nem sei se realmente entendi o final kkkk nunca tinha lido uma ficção científica! Achei que foi uma boa experiência para primeira vez.
comentários(0)comente



Lê Garcia IG:@letras_e_linhas 14/11/2020

Embora a história seja boa e muito bem escrita eu senti dificuldade de me conectar aos personagens, acho que me conectei mais a carta da Autora e da explicação do título do livro do que com a estória em si.
Creio que minha dificuldade seja que por terem me indicado como Scifi brasileiro, então eu esperava mais elementos científicos do que fantasia.
comentários(0)comente



Nadyne 01/11/2020

Não entendo viagem no tempo e etc
Gente, socorro kkkk.
Eu tenho um sério problema em entender a linha do tempo e se não for algo linear minha cabeça buga.
Essa minha falta de compreensão fez eu ficar tipo ????? Mas para quem gosta de histórias assim eu super recomendo. A escrita é muito boa e envolvente e o final é bem louco.
comentários(0)comente



Edi 10/10/2020

Ainda indignada com o final
Irmandade dos sem futuro é, sem dúvida, um livro com uma história muito bem construída. Te faz pensar, criar teorias. Mas, é preciso muito "jogo de cintura" mental para acompanhar as idas e vindas na linha do tempo sem se perder. Felizmente, esse esforço vale a pena pela história e todas as reflexões que surgem com ela.
Pitter é só um cara tranquilo com uma vida sem tanto propósito e com uma amigo imaginário meio perturbado. Nina é só uma garota sozinha na vida que parece deslocada. Quando esses dois se encontram, tudo parece ficar ainda mais louco e coisas estranhas acontecem. Será que existe uma explicação para tudo o que acontece?
Vale a pena conhecer a história e se aventurar em teorias e questionamentos sobre a ficção e a realidade. Tinha tudo para ser 5 estrelas, mas ainda estou completamente indignada com o final. Eu preferiria que terminasse de outra forma, mas nem sempre as coisas são como nós queremos e tudo bem.
Nia 29/12/2020minha estante
Tmb tô indignada com o final




liv 16/09/2020

irmandade dos sem futuro
- eu quero tanto ir pro inferno só pra ver você queimando lá.
- não seja tão inocente de achar que existe inferno pior do que aqui.

para mim, esse trecho aqui representa muito bem o livro. minhas expectativas, que já eram altas, foram superadas. sinto que é daqueles livros que vou reler em diversas fases da minha vida e ser mudada em todas elas. recomendo DEMAIS! uma ficção científica maravilhosa.
comentários(0)comente



Nyes 09/09/2020

Minha cabeça quase explodiu
Cara, sem condições pra fazer uma resenha, pois sem palavras real.
O livro começou me dando uma surra de complexidade, e continuou assim até o fim, e quando chegou no final eu já tinha apanhado tanto que fiquei desacreditada com o que tava acontecendo.
A Nia, escritora, mulher e brasileira, conseguiu superar todas as minhas expectativas com esse livro, eu tô realmente encantada com a vida que ela deu pra Irmandade dos sem futuro.
Ele tá disponível no kindle unlimited, e vale super apena a leitura.
comentários(0)comente



Victória 05/09/2020

Impressionante a cada página!
O livro é uma jornada por mundos paralelos e conta a história de Pitter e seu poder transcendental. Logo no início do livro é apresentada toda uma questão de viagem no tempo e como tudo isso é corriqueiro e até banal pro Pitter, ainda criança. E no decorrer do livro, sua história é contada junto com o desenvolver de uma teoria do caos. São 238 páginas de puro mistério e reviravoltas. Os plots twists finais são bem interessantes, li tudo de boca aberta (sério :o).⁣ Li em 2 dias e ainda não acredito que toda essa história enorme coube em apenas 238 páginas.
comentários(0)comente



Fabio Pedreira 01/09/2020

Viagem no tempo, dorgas e muito café
Pitter mora em Londres, e desde criança conta com a presença de Elaykan ao seu lado, que nada mais é que seu amigo imaginário. Só que certo dia algo acontece e Pitter descobre que talvez Elaykan não seja tão imaginário assim.⁣

Ao crescer, o garoto já está mais do que acostumado a ver aparições de pessoas do passado ou do futuro que não estão realmente lá. Mas Pitter não liga muito pra isso, apenas tenta viver tranquilamente, cuidando de sua mãe.⁣

Isso muda apenas quando na sua frente aparece uma mulher ajoelhada e de olhos vendados chamada Darvulia, que avisa a Pitter que ele precisa encontrar Anastásia. E é aí que as coisas começam a se desenvolver de verdade.⁣

A irmandade dos sem futuro é um livro lançado pela Flayve e me pareceu uma mistura da série Dark com Matrix e até o fim do filme do Bob Esponja onde tem um golfinho que cuida do tempo e o espaço.⁣

Calma, aqui não temos golfinhos, mas a loucura é tão grande quanto e de uma forma bem divertida. O livro mexe com toda essa questão de realidade, viagem no tempo e a teoria do caos.⁣

Os personagens são movidos a café, drogas e rituais. Todos são bem descritos e a maioria bem ácidos (trocadilho não intencional). Acho que no fim, só não gostei muito do Elaykan, ele é meio difícil de gostar, mas certamente a intenção é essa e também é justificável o motivo dele ser assim.⁣

Os plots twists finais são bem interessantes, porém, ao mesmo tempo que a história é legal, ela também é de bugar a mente. Toda a questão da viagem no tempo e a teoria do caos te deixa doidinho.⁣

Então é um ponto extremamente positivo da autora, conseguir passar isso em uma linguagem super simples e em capítulos bem curtos. Você consegue ler o livro no mesmo dia fácil, fácil, principalmente se for pelo Kindle.⁣

Então é isso. Recomendo a leitura e que vcs preparem um café antes de ler.⁣

Livro indicado também para quem gostou de: Dylan Jones, Ester, Yamesh
comentários(0)comente



Feu Franco de Yamesh | @feu_franco 31/08/2020

Niente è vero, tutto è permesso
Quão bom é saber que duas histórias podem sair do mesmo ponto de partida, tratar dos mesmos assuntos de maneiras tão distintas e mesmo assim encantarem? Como se a mesma fagulha de criatividade tivesse abordado a Nia França, passeado por vários lugares do mundo e depois de um tempo, também me cutucado. (Deixo aqui um auto-elogio, admito ao citar Yamesh — afinal amo minha história), mas também me apaixonei pela história do Pitter.

A Irmandade dos sem futuro conta a história de pitter e seu poder transcendental. Começa falando dos conceitos de Magia do Caos e trabalha com primor essas definições tão complexas para leigos. A autora coloca nas entrelinhas de um enredo complexo, completo (e nem um pouco complicado), explicações suaves de como os caoistas veem o mundo e lidam com isso.

O livro é cheio de reviravoltas, abarrotado de simbolismos e com tantos acontecimentos e eventos de perder o fôlego que ainda me pergunto como ela fez isso tudo caber em apenas duzentas e poucas páginas.

Esse livro fala de assuntos desconhecidos do público em geral de uma maneira tão simples e agradável que vale a pena a leitura para qualquer um. Qualquer um que deseja se divertir, se aventurar e sorrir durante e depois dessa jornada.

Se indico? Sim, claro e com certeza.
comentários(0)comente



Nia 30/08/2020

Legalzinho
comentários(0)comente



Wagner RMS 29/08/2020

O Poder de Fogo da Imaginação Brasileira!
Nia tem a gana certa, o talento certo, o conhecimento crescente como deve ser, em pleno Yang da juventude, explodindo em potencial a Escritora (sim, você já é) tem aquele trilhão de coisas entrecuzando a mente que temos nessa época (e alguns de nós, em todas as épocas), estudos, acasos, questões, dores, amores e sincronicidades, mas não para aí, ela arregaça mangas e, com muito bom domínio, da narrativa fantástica, começa a fazer o trabalho de quem escreve: ordenar e encaixar as peças de quebra-cabeças do Universo, dando-lhes um sentido que talvez nem tenham e si. O livro é uma jornada por mundos paralelos e para dentro daquela afirmação de que ciência suficientemente avançada deve ser indistinguível de magia. Conforme a autora ganhar ainda mais experiência (todos nós precisamos, sempre) sua Obra vai amadurecer, este livro pode ganhar menos dos tais verbos de pensamento, algumas coisas obscuras poderiam ganhar dicas mais claras, outros desdobramentos que têm luz de probabilidade demais sobre eles poderiam ganhar um twist ou dois, e é impossível não haver algumas pequenas falhas de continuidade, quem escreve sabe, mas o texto, em poderoso estilo do realismo mágico como é feito pelos ingleses, diverte e instiga, e faz ter vontade de ler mais, especialmente se você é ou procura manter parte de si olhando para o céu noturno como um jovem! A propósito, o meu número, creio, é 7.
comentários(0)comente



Tadeu.Loppara 22/08/2020

O Livro não é 10 é 11!!!
Pitter e os personagens refletem nessa bela trama intricada, todo um mundo caótico com propósitos duvidosos, conduzido pela ânsia juvenil em achar algum sentido... em tudo. Um Caos... mas afinal o que é o Caos... hum você vai ter que ler para descobrir. E Nia, a autora, conduz o leitor muito bem pelas páginas em diálogos ágeis e perspicazes, quase ao som dos Sex Pistols... numa Londres dos anos 70.
Aí está um livro extremamente pulsante na sua melancolia e forte como uma xícara de café. Recomendo muito!
comentários(0)comente



Ricardo 02/06/2020

Um livro fora do comum
Que leitura divertida! O Pitter é um protagonista muito interessante e verossímil. A Nina, minha favorita, brota na história de forma curiosa e se revela uma personagem muito surpreendente.

A leitura fluiu com bastante facilidade. Devorei tão rápido que mal pude acreditar quando terminei. A Nia narra em terceira pessoa, mas entra bem na mente das personagens, o que facilita com que criemos aquela conexão com elas.

Um ponto que pode ser relevante para algumas pessoas é que o livro traz linguajar e alguns assuntos que podem ser vistos como inadequados para leitores mais novos. Sinceramente, não me incomodou, uma vez que tudo ficou bem adequado à ambientação e às personagens. Acredito que o público-alvo do livro seja a partir de dezesseis anos de idade.

O livro é daqueles que a gente guarda no coração. Uma experiência ímpar!
comentários(0)comente



43 encontrados | exibindo 31 a 43
1 | 2 | 3