Quando te vejo

Quando te vejo Holly Miller




Resenhas - Quando Te Vejo


54 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Aione 30/07/2021

Quando te vejo é o romance de estreia de Holly Miller, que será adaptado para os cinemas em breve. Publicado no Brasil pela HarperCollins, ganhará continuação, segundo informações disponíveis no Goodreads.

Joel tem sonhos premonitórios com as pessoas que ama. Por isso, vive tentando impedir que os acontecimentos ruins se concretizem e está determinado a não se apaixonar novamente, temendo sofrer. Callie, apaixonada pela natureza, lida com o luto pela morte da melhor amiga, cujo sonho era um empreendimento no qual Callie decide trabalhar para honrá-la, embora deseje trilhar o próprio caminho. Imersa em suas próprias questões, um romance não está em seus planos… Mas, ao conhecer Joel, as emoções afloram como nunca havia acontecido.

Holly Miller alterna os capítulos entre as narrativas em primeira pessoa de Joel e Callie. Sua escrita mescla muito bem a sensibilidade poética com a fluidez, criando uma atmosfera encantadora, que nos deixa ávidos a prosseguir na leitura. Ao permitir que os protagonistas tenham suas vozes expressas, cria a complexidade de cada um a partir de suas questões particulares, que se chocam de maneira muito real quando passam a se relacionar. Apesar do toque de fantasia na história, devido aos sonhos proféticos de Joel, Quando te vejo foi um daqueles romances que me soou extremamente real.

A fantasia, aliás, como comum às suas próprias características, aparece também como metáfora. Se Joel só sonha com alguém quando passa a amar a pessoa, não seriam seus sonhos uma representação dos medos e desejos que temos em relação a quem amamos? Uma representação da vulnerabilidade presente ao se apaixonar? Entre temáticas diversas, Quando te vejo trata da coragem em se permitir viver o amor no presente, descolado de traumas passados e de possibilidades futuras.

Questões como passagem do tempo e coexistência de sentimentos também aparecem na narrativa. É extremamente tocante como Holly Miller demonstra o quanto somos afetados por determinados encontros em nossa vida, e o quanto isso independe de se estar ou não ao lado da pessoa, já que carregamos as marcas conosco para além da duração de cada encontro. Ainda, traz, por um lado, a dolorosa e necessária constatação de que o amor em si não basta em uma relação, que é afetada por diversas outras variáveis; por outro, é reconfortante — e belo — constatar que o amor independe de qualquer limitação, podendo existir por si só. Também, a existência de um amor prévio não impede o surgimento de um amor futuro.

Em termos de trajetória de personagens, destaco o belo crescimento de Callie. É inspirador vê-la, aos poucos, deixar o medo para trás rumo aos próprios sonhos e desejos. Sobre Joel, fiquei emocionada ao vê-lo aprendendo a confiar no amor de quem os rodeia. Entre tantas cicatrizes e preocupações, sua figura é solitária, e vê-lo aprendendo a compartilhar seus fardos nos lembra de que não precisamos ser sozinhos — e que as pessoas que nos cercam podem nos surpreender.

No geral, Quando te vejo foi uma das leituras mais bonitas e tocantes que fiz nos últimos tempos. Entre cenários naturais, passagens tocantes e um final arrebatador, Holly Miller construiu uma história terna e inesquecível.

site: https://www.minhavidaliteraria.com.br/2021/07/30/resenha-quando-te-vejo-holly-miller/
Tami 10/09/2021minha estante
Que resenha linda. Sou apaixonada por esse livro e espero que seja mais conhecido aqui no Brasil. ???




Gabi Cancella 27/05/2021

Um dos livros mais bonitos dos últimos tempos
Esse livro veio em um ótimo momento. Eu estava lidando com uma perda, estava lotada de trabalho e passando por um momento realmente difícil. Ele não é um livro feliz, é um livro inspirador. Cada momento da leitura foi agradável e aqueceu meu coração. Joel é um personagem encantador, cheio de nuances e o "poder" que ele tem é MUITO INTERESSANTE. Callie é uma personagem que não tem como não amar, ela é cheia de defeitos, ela definitivamente não é perfeita, mas não tem como não se apaixonar por cada característica. Os dois juntos me trouxeram todos os momentos que eu sempre espero em um livro, riso, choro, emoção pura, inspiração e principalmente uma sensação que a vida é belíssima até quando não é do jeito que queríamos. Para mim, é o livro do ANO!
comentários(0)comente



Julia Simões 19/07/2021

?Mas minha mente travou quando te vi?
Joel vem tendo sonhos proféticos quase a vida toda, com frequência quase semanal, podendo ser bons ou ruins, sobre pessoas que ele ama. Então, ele passou a evitar relacionamentos amorosos, pois para ele, já basta os sonhos proféticos que tem sobre a família e amigos. Até Callie aparecer na sua vida.

A escrita da Holly Miller é MARAVILHOSA. A leitura é extremamente fluida. O romance contido neste livro, foi o mais bem construído que eu já li. É real, sem fórmulas mágicas, sem aquelas resoluções rápidas que não trazem sentido. Ele não acontece do nada. É construído pouco a pouco de uma maneira que me encantou e me prendeu demais.

As personagens precisam fazer escolhas difíceis que se tornam difíceis para nós leitores também, mas da para compreender e aceitar todas as escolhas, mesmo não querendo. É impressionante o que a escrita da autora fez comigo. Sem contar que me identifiquei demais com Callie.

Parei de contar quantas vezes chorei nesta leitura, quando terminou, fiquei chorando uns minutos ainda, falo dele para as pessoas e o choro volta kkkk havia muito tempo que um livro não fazia isso comigo.

Dei cinco estrelas, favoritado! Foi minha melhor leitura do ano e espero MUITO que vire um filme para eu assistir mil vezes kkkkkk

Só leiam ?
comentários(0)comente



Luciana Storino 03/08/2021

Impossível largar esse livro até chegar na última página, gostei. Comovente, não sei oq faria se fosse comigo....e fica a pergunta "Vc conseguiria amar alguém sabendo como tudo vai acabar?"
comentários(0)comente



bru 27/06/2021

Confie no amor das pessoas..
Como você viveria sabendo como as coisas iriam acabar?

Adoro histórias que trazem questionamentos existencialistas e quando te vejo não deixou a desejar nesse quesito.

O livro gira em torno de dois personagens, Joel, que possui sonhos premonitórios e Callie, uma sonhadora que esta vivendo um processo de luto.
Joel, como forma de defesa, anula sua vida, pois, evita criar laços para evitar seus sonhos que são ligados apenas as pessoas que ele ama. Pensando bem, quem não faria o mesmo? Sendo assim, ele larga o trabalho e tenta fazer de tudo para não dormir, desde abusar de bebidas, exercícios e até alguns medicamentos.
Não imagino o quão enlouquecedor deve ser visualizar o futuro, mesmo que às vezes, queríamos alguns spoilers da vida, viver sabendo que um ente pode se machucar e/ou morrer é completamente inimaginável.
Já Callie, vive sua vida super pacata trabalhando no café de sua amiga, tentando viver um pouco do sonho dela que fora interrompido.

O encontro do casal é bem ligado aquele clichê fofinho de sempre, mas, o que me despertou a curiosidade era como Joel levaria isso, como escolheria entre o amor da sua vida x evitação emocional para que não haja nenhum sonho.

"Todos os contras permanecem: a possibilidade de me apaixonar por ela, o medo do que posso ver caso isso aconteça, e tudo que vem em seguida."

"Já observei possibilidades passarem por mim nos últimos anos, conexões que me impedi de aprofundar."

Pois bem, houve o momento em que Joel precisou escolher entre dar uma vida boa e confortável a quem ama do que de fato vivenciar o amor. Que escolha!!!!!
E me pergunto, se soubéssemos como as coisas acabariam, pois elas acabam, viveríamos mais intensamente ou escolheríamos nos anular?
O hoje bem vivido ou somente a ideia do que poderia ser?
"Não é acidente, isso é certo, que sejamos biologicamente programados para não saber as coisas."

"Como posso me comprometer com um relacionamento se estou com medo demais de me apaixonar?"

Quando te vejo me trouxe diversos questionamentos, é um livro doce, sua escrita é fluída e coerente a autora foi muito feliz na escrita.

"Sabe, o que pensa de si mesmo nem sempre é a forma como as outras pessoas te veem."

"Às vezes as palavras são a parte mais dificil - hoje com certeza"

Só... confie no amor das pessoas.

Docemente lindo, super recomendo.
comentários(0)comente



Leituras da Nick 01/09/2021

Ganhou 5 estrelas e meu ?
Que livro meus amigos !!!
No começo não dei muita coisa por ele , não é muito o estilo que eu costumo ler , mas foi me conquistando e me ganhou por completo ? maravilhoso , recomendo a todos, a história é apaixonante e lindaaa ....
comentários(0)comente



Li.terarte 20/06/2021

Faz 3 dias que acabei o livro e não paro de pensar nas últimas 50 páginas ?
comentários(0)comente



Camijuv 14/08/2021

Que livro mais gostoso que recebi do clube Skoob.
Uma história que aquece o coração ?? Que apesar de triste, nós dá uma lição de vida tão linda.
comentários(0)comente



lerteralmente 05/07/2021

QUANDO TE VEJO
Com uma escrita apaixonante e envolvente, o livro Quando Te Vejo promete arrancar sorrisos, suspiros e lágrimas de qualquer leitor que tenha um coração batendo.

Por conta dos temíveis sonhos, Joel não é um personagem esperançoso, tampouco possui projeções futuras. Ele vive atormentado em seus pensamentos, que são transcritos pra um caderninho que ninguém além dele tem acesso. Em muitos momentos senti raiva dele, não posso negar. A propensão dele à frieza me incomodou horrores.

Callie é o seu oposto. Uma mulher dedicada e calorosa que larga tudo para apostar no seu sonho de trabalhar em reservas ambientais. Por mais estranho e clichê que pareça, os dois, mesmo sendo tão diferentes, possuem uma química irreal.

Me identifiquei muito com os desejos de Callie e sou capaz de afirmar que ela foi o empurrãozinho que eu precisava pra correr atrás de um sonho meu que estava há muito adormecido.

Posso dizer que fiquei muito ansioso durante a leitura, simplesmente por conta do leitor ter acesso a uma informação crucial (e triste) para o desenvolvimento do enredo logo nos primeiros capítulos.

Por fim, Quando Te Vejo entrou para a lista de livros que fizeram o Jai chorar.

Recomendo.
comentários(0)comente



Carol.Ramone 05/08/2021

Lindinho mas muito triste. Me fez pensar muito sobre relacionamentos, no egoísmo.
Terminei o livro aos prantos. Recomendo e espero que o filme seja tão bonito quanto.
Bea 05/08/2021minha estante
Eu vou chorar muito se ler?


Carol.Ramone 10/08/2021minha estante
Se você for como eu, vai chorar um cadim, viu?




Mariana 11/08/2021

Um dos melhores do ano!
Eu me identifiquei demais com o protagonista masculino! Já tive sonhos como os dele(nada na mesma proporção). Senti a angústia dele quando algum sonho se concretizava... se tiver uma continuação, como li numa resenha aqui, COM CERTEZA LEREI! RECOMENDO DEMAIS!!!!!!!
comentários(0)comente



Juliana @condadovelas 31/08/2021

Altruísta, maravilhoso e lindamente triste
Mais um daqueles livros que eu não dava nada e que acabou se revelando uma história surpreendente. Eu terminei a história e ainda fiquei absorvendo tudo o que aconteceu, as lições que o livro ensinou e ainda estou sem palavras pra descrever essa história. A narrativa é em primeira pessoa alternando os capítulos entre os personagens Callie e Joel e que conta desde o inicio como se conheceram e como nasce o amor dos dois. Acontece que Joel tem sonhos – bons e ruins – com as pessoas que ama em que ele sabe quando e como o que irá acontecer no futuro com elas e isso é um fardo muito grande pra ele. Acontece que o namoro dos dois está indo muito bem, até Joel sonhar com Callie e colocar toda a felicidade e o futuro dos dois em suspenso.

O que eu disser daqui pra frente será spoiler até mesmo porque acredito que se trata de uma história que cada um vai absorver de uma forma diferente tirando pra si seus principais ensinamentos. As lições sobre altruísmo, o seguir em frente e sobretudo aproveitar o presente porque de certa forma todos nós já temos nosso destino traçado e que não temos controle sobre nada nessa vida, uma história nos faz refletir sobre muitas coisas, sobre as nuances do amor e da felicidade, sobre a resignação dos personagens e como deram a volta por cima e continuaram suas vidas mesmo que por caminhos tortos.

Pra mim foi um livro extraordinário, acho que posso incluí-lo inclusive na lista de favoritos da vida porque a história realmente mexeu comigo e já indico fortemente a leitura.

site: https://shejulis.com/livro-quando-te-vejo/
comentários(0)comente



Tâmara Moya 31/08/2021

Não tenho palavras para descrever esse livro. Realmente não consigo! Em Quando te vejo conhecemos a história de Joel e Callie. A narrativa se alterna em primeira pessoa entre esses dois personagens e dessa forma conseguimos conhecer melhor cada um deles e seus sentimentos.
A escrita de Holly Miller é sensível, poética, fluída e encantadora, o que nos faz devorar a leitura.
Quando te vejo é um romance lindo com um pouco de drama e um toque de fantasia. Foi uma leitura linda, tocante, arrebatadora e que partiu meu coração em um milhão e meio de pedaços. Um dos melhores livros que li esse ano. Favoritado!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Carol 17/08/2021

Lindo e triste!!
Que livro maravilhoso!
Fiquei totalmente intrigada com o fato de o Joel ter sonhos com as pessoas que ama, se eu pudesse colocaria ele e a Callie em um potinho.
A leitura começa um pouco arrastada mas depois de alguns capítulos te prende totalmente, senti a leitura um pouco difícil pelas coisas que o Joel vivia e sentia.
Chorei com o final, mesmo sabendo ainda sim não esperava que realmente fosse acontecer.
É um livro que mostra o amor de uma forma diferente e que devemos ir atrás dos nossos sonhos independente de qual seja!
comentários(0)comente



54 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR