Win

Win Harlan Coben




Resenhas - Win


78 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Mila.Maluka 14/12/2021

Melhor escritor do século!
Quando você pensa que já leu os melhores livros mas nunca leu um de Harlan Coben, sinto muito! Você ainda não leu um livro excelente, que te agarra desde o primeiro capítulo e que não te solta até finalmente terminar a história.

Coben sabe mixar romance com ódio, justiça com vingança, prós e contras, sem deixar uma gota no ar. E ainda, neste livro, ele conduz divertidamente o personagem Win narrando a história.

Além de me deixar tensa com toda a trama, ainda dei boas risadas. Amei ?
Dea Campodonico 20/12/2021minha estante
Win é divertido demais, fiquei com vontade de ler mais livros dele como personagem principal


Mila.Maluka 20/12/2021minha estante
Também estou na torcida pro Harlan Coben escrever mais livros com Win narrando. Adorei!


Dea Campodonico 21/12/2021minha estante
Win é tudo de bom! Harlan note a gente!!


Carol 31/12/2021minha estante
EU AMO ESSE CARA!!! doida pra ler esse com o Win como personagem principal, quando tava de ladinho o cara já era sensacional quero ver agora!


Mila.Maluka 31/12/2021minha estante
Se bobear é o melhor do Harlan. Além de todo dinamismo dos outros livros, acrescenta o humor deslavado do Win. Dei muita risada.




Claumdd 26/10/2021

Melhor livro dos últimos tempos!
Para quem e fã de Harlan Coben, esse é um dos melhores livros dele, sem dúvida.
Neste livro Win, figura conhecida por nós, é o protagonista e não deixa a desejar.
Seu humor negro, sarcasmo e sagacidade para desvendar os mistérios nos prendem do início ao fim da leitura, o q torna impossível parar até terminar. Vale super a pena a leitura e se vc não conhece o Win, lê a série do Myron Bolitar antes.
Carol.Ramone 28/10/2021minha estante
Ah. Fiquei triste. Era o último livro independente do Harlan pra eu ler. ? Vou ler a série primeiro então.




Bernardo Luiz 31/10/2021

BURGUÊS SAFADO!!
Finalmente depois de 11 livros da Série Myron Bolitar, temos um livro solo desse personagem fantástico que é o Windsor Horne Lockwood III , vulgo Win.

Burguês Safado, esse é o melhor termo pra definir Win kkkkk. Um cara bilionário desde o berço, até seu sobrenome fino e chique ? fede ? a dinheiro.
Aparência granfina e traços faciais delicados e bem cuidados, sempre com roupas impecáveis, Win custuma ser quase sempre odiado simplesmente so pelo fato de ser quem é. Muitos o julgam como rico arrogante e frágil pela sua aparência nobre, mas por trás de tanta burguesia, está um dos personagens mais impressionantes da literatura que eu li até hoje. Win é dotado em dezenas artes marciais dos mais variados estilos, uma habilidade bélica impressionante e um talento para investigação imensurável, ele mesmo se define com uma ? cópia ? do Bruce Wayne/ Batman.

Todos suas habilidades ocultadas pelo personagem de um bilionário de Wall Street, o fizeram prestar serviços ultras secretos durante anos para o FBI e também se envolver várias vezes em casos isolados nas investigações na série de livros do seu melhor amigo Myron Bolitar que também era um excelente detetive.

No seu livro solo, Win se vê no meio de uma grande investigação, dessa vez envolvendo sua própria família como todo centro da trama. Uma busca alucinante por respostas e soluções é o que gere todo o enredo, e como sempre a escrita do Harlan Coben é implacável. Win é um dos melhores personagens do qual eu ja li. Rico, inteligente, engraçadíssimo, com um senso de humor fantástico, generoso, cruel e violento. Todos esses elementos enchem esse livro, nos fazendo dar risadas pelo senso de humor do Win, nos sentir tenso pelo seu excesso de violência e ansioso pelos mistérios e respostas não respondidas . Enfim uma leitura que adorei e recomendo demais, praticamente uma leitura obrigatória para todos que amam as histórias de Myron Bolitar.
comentários(0)comente



Christian 30/09/2021

Uma das perguntas que sempre me fiz após 11 anos de leitura dos livros do Myron Bolitar foi: Como seria uma história sendo contada pelo ponto de vista do Win?
Finalmente temos a reposta e acredito ser ainda melhor do que esperava.
Neste livro somos presenteados com todas as nuances da personalidade que ajudam a explicar a complexidade do Win, com sutis quebras da quarta parede, podemos entender a persona e como a construção do personagem ajuda a explicar um pouco melhor suas características únicas.
Para os fãs mais ávidos do Harlan Coben, Win é uma leitura indispensável, pois apresenta um lado que sempre houve uma lacuna nas histórias e sempre atiçou a curiosidade dos leitores. Neste livro temos uma entrega por completo da personalidade com uma clara preocupação em desenvolver melhor um personagem até então apenas secundário. Até por isso, acredito que o caso e o mistério acabem ficando em segundo plano, não tendo um grande destaque. Temos um mistério padrão Harlan Coben com reviravoltas, suspenses, cenas de ação e aquele tempero especial que ainda não encontrei em outro autor.
Para os leitores mais descompromissados, talvez não seja a melhor das opções como livro único, funcionando melhor como um spin-off da série principal.
Win é uma carta de amor aos fanáticos leitores de Harlan Coben que acompanham essa série por tantos anos. Uma forma de agradecimento depois de todos esses anos de leitura. E eu não poderia pedir algo melhor.

"Pela primeira vez na vida, vejo apenas a simplicidade. Estou sendo clichê? Talvez. Mas desde quando me importo com o que vocês pensam?
Coben, Harlan. Win (p. 380)."
Lypee 04/12/2021minha estante
Muito bem escrito. Ideal a forma como foi bem desenrolada a personalidade dele.




Tícia 14/12/2021

Sempre digo que Harlan Coben é meu careca favorito.
O Romanée-Conti dos vinhos.
O olho na terra dos cegos.
O brigadeiro em meio a uma hostilizada dieta.

Li WIN em um dia.
Sim, um dia. Choquei com tal proeza, visto meu amplo e longínquo histórico de urucubaca literária nos últimos tempos.
Pra quem não sabe, esse livro é uma espécie de spin-off da série Myron Bolitar, já que Win faz parte daquele universo criado pelo nosso Calvo dos calvos.

A história segue o mesmo padrão de 1) acontece uma desgraça 2) protagonista é enfiado no meio dessa desgraça 3) a desgraça fica ainda mais desgraçada 4) a desgraça leva a outras desgraças desgracentas 5) mocinho se mete com quem não deve 6) final surpreendente 7) última página mais surpreendente ainda.

E você, pobre leitor, é aquele que definitivamente NÂO vai dormir porque seu cérebro precisa de respostas.

E Win... o que dizer do Win?
Bem... Win é exatamente isso: “o” Win.
Entendedores entenderão.
E nesse livro, nós conhecemos mais da sua família e vemos mais do seu lado cínico, do seu lado bosta, do seu lado malandro, do seu lado justiceiro e do seu lado humano; e como uma personagem (que odeio) bem disse: Win é mais parecido com o Myron do que ele pensa. E, óbvio, foi um puta elogio.
Infelizmente, de novo, só entendedores entenderão.

Nem vou ficar aqui balangando muito o beiço. Só vou recomendar veementemente que você leia a série Myron Bolitar. E depois esse aqui.
Leia!
Leia!!!!!!!!

Recomendo com todas as forças!
;)
Jaque - Achei o Livro 12/01/2022minha estante
Dá pra ler esse sem ler a série? Só li um do Bolitar


Tícia 13/01/2022minha estante
Olha, sendo bem sincera, até dá, mas algumas coisas só fazem sentido justamente pq vc conhece a personalidade do Win. Se vc for ler só interessada no mistério em si, manda ver.




Ique 15/11/2021

Win - um presente para os fãs
Win é um livro que foi muito esperado pelos fãs do autor Harlan Coben ao longo dos últimos anos sendo muito comemorado com o lançamento por nos permitir conhecer uma história protagonizada pelo fiel amigo do Myron Bolitar. Temos aqui um livro narrado em primeira pessoa que explora o passado e família do Win assim como uma história complexa envolvendo exploração sexual, assassinatos, etc.

Para quem não conhece muito as obras do Harlan Coben, basicamente o autor lança livros independentes como Não conte a ninguém, mas também mantêm uma série de 11 livros protagonizada por Myron Bolitar e uma trilogia com seu sobrinho Mickey Bolitar. Para ler Win é interessante conhecer pelo menos um pouco da história do Myron, principalmente do livro Volta para casa. Embora Win seja uma história independente, o autor adiciona inúmeras referências aos livros anteriores.

O ritmo da história é intenso com muitas cenas de ação envolvendo lutas e armadilhas, bem característico do autor. Win está em ótima forma: é rico, sabe lutar e consegue o que quer, afinal dinheiro é poder. Porém, por trás da riqueza pode existir um crime, então quais segredos estão envolvidos e acobertados pela família Lockwood?

É muito interessante ver a relação do Win com sua filha Ema assim como a participação da mesma na história, que acrescenta muito e ajuda para compreender alguns enigmas do caso. Temos também a presença de Terese Collins (Quando ela se foi – Livro 9 Myron Bolitar), o que foi muito legal e bom para matarmos as saudades. Já Myron Bolitar é citado inúmeras vezes, mas não marca presença na história.

Win é um bom livro indicado principalmente para os fãs do autor, contudo não recomendaria ele para começar a ler Harlan Coben. A história é legal, possui um ritmo rápido e um final inesperado sem tirar em nenhum momento a personalidade única do Win.
comentários(0)comente



Andreia Pi 15/12/2021

Prende a atenção
Leitura boa, fácil e muito agradável. Win é surpreendente. Não é profundo, mas deixa você curioso de continuar lendo.
comentários(0)comente



Mi 11/11/2021

Todo fã da saga do Myron, tinha o sonho secreto de ver Win tendo seu próprio protagonismo.
E ele se realizou com louvor!

Ele se compara com o Batman, mas pra mim, tem uma vibe de Tony Stark.
Sabe seu impacto e não abre mão disso. É sarcástico, mas altamente inteligente e articulado!

E também tem coração.

Apesar de uma narrativa tensa, emociona vê-lo defendendo Myron de uma forma tão genuína.

Uma das melhores narrativas do Harlan.
Com a mesma profundidade e relevância do Win. Entrega algo realmente empolgante do início ao fim. Vale realmente a pena ler :)
comentários(0)comente



Patricia 03/10/2021

Windsor Horne Lockwood III ? um dos personagens mais emblemáticos criado por Harlan Coben é o protagonista desta obra.
Volta para casa, lançado em 2018, nos revela pela primeira vez Win como narrador, porém pouca luz traz sobre suas emoções e passado.
Com WIN, Coben nos presenteia com um bom suspense. O enredo é bem desenvolvido, o mistério se sustenta até o final, os personagens são atraentes e mesmo Myron não aparecendo no desenvolvimento da história, ele se faz presente em vários momentos nas lembranças e falas do protagonista.
O livro tem seu foco no Windsor (Win) seus pensamentos, suas emoções e o mistério que envolve o assassinato do seu tio paterno mais novo e o sequestro da sua prima Patricia.
É um livro de leitura rápida, a escrita é envolvente e como toda grande fã do Harlan, eu estava ansiosa para saber sobre esse personagem tão misterioso e sedutor. Todos conhecemos o Win, porém pouco sabemos realmente sobre ele e suas motivações.
Confesso que iniciei a leitura com medo de me decepcionar. Esse é de longe um dos meus personagens favoritos, estava esperando mais de um ano pela leitura e temi por me frustrar, fato que não se concretizou. Amei, fui abduzida para o mundo do livro e meus medos foram caindo por terra a medida que me sentia envolvida com as respostas que a mais de uma década eu esperava sobre ele.
Termino o livro com um quentinho no coração.
comentários(0)comente



Ricardo Tavares 09/01/2022

Win "Vingança é um prato que se come frio"
Resenha da Editora Arqueiro

Neste suspense inédito de Harlan Coben, o protagonista é o milionário Windsor Horne Lockwood III ? ou simplesmente Win, como é chamado pelos (poucos) amigos, entre eles Myron Bolitar.
Sinopse

Em uma cobertura em Nova York, um homem recluso é encontrado morto. Junto ao corpo, há duas peças dignas de nota: uma pintura de Vermeer e uma mala de couro com as iniciais WHL3 gravadas.
Levado até o local pelo FBI, Win não faz ideia de como sua mala e o quadro que foi roubado de sua família anos atrás foram parar lá.
Mas ele decide que vai descobrir, principalmente depois de saber que o homem assassinado pode estar ligado ao sequestro de sua prima, ocorrido há mais de 20 anos. Na época, ela conseguiu fugir, mas seus captores e os objetos roubados nunca foram encontrados.
Dono de uma apurada capacidade de observação, Win tem três coisas a seu favor para desvendar esse mistério: uma ligação pessoal com o caso, uma enorme fortuna e um estilo único de fazer justiça.

MINHA OPINIÃO
NÃO É UMA HISTÓRIA DE MYRON BOLITAR. MAS PODERIA SER.
Tem todos os elementos dos romances do eminente protagonista de várias histórias de Harlan Coben. Contudo, como o título indica, o herói é o amigo de MYRON BOLITAR, Win, o ricaço milionário que participa de várias tramas do ex-empresário esportivo e usa sua fortuna a seu bel prazer, gabando-se de quem é.
Win é não só o protagonista, mas também o narrador, que conta a história que será desvendada, enquanto desvela ao leitor segredos de seu passado e de sua família disfuncional.

É uma boa história, repleta de clichês e colocando o leitor no papel de cúmplice de Win, que é, em muitos momentos, um charmoso justiceiro.
Ainda prefiro as tramas de Myron Bolitar, mas esse romance que desvenda vários mistério sobre o passado de Win é bem interessante e diverte. Aprecio histórias bem construídas e Harlan Coben consegue engendrar boas narrativas de mistério e suspense na medida certa. Foi uma boa distração para o fim de semana. Lido em três dias.

Observação: ao contrário do que foi informado no cadastro do SKOOB, o livro não tem 320 páginas, possui exatamente 288, como consta na ficha catalográfica, no verso da página de rosto.

HARLAN COBEN sempre me dá prazer com suas histórias. Recomendo a leitura como uma boa diversão.
almirante leite 25/01/2022minha estante
Eu tbm notei a quantidade de páginas quando terminei (li o físico), fiquei triste por não ter mais capítulos, tava tão intetrssante kkkkk




Gans 16/10/2021

Trigésimo Primeiro
Muito curioso eu ter terminado meu trigésimo primeiro livro do Harlan (li todos os que foram lançados em terra tupiniquim e vou deixar meu ascendente em leão falar mais alto e me gabar por isso) no Dia dos Professores, pois foi o fato de ter quatro tias professoras na família que tive o incentivo em ler desde cedo.

Nada a falar sobre o Coben, o Cobenverso (só me perdi um pouco no Abeona Shelters) e, obviamente, um livro narrado em primeira pessoa pelo Win.
O desfecho não é lá de tirar o fôlego, mas é satisfatório.

P.S: ficaram sabendo que a trilogia do Mickey Bolitar vai virar série pela Amazon?
Carol 16/10/2021minha estante
Tô querendo ler os livros dele, são bons mesmo?


Gans 17/10/2021minha estante
Se você gostar de romance policial com trama bem costurada e alguns plot twists no caminho, eu indico. Sou suspeito pra falar. Comece por Cilada ou Desaparecido para Sempre.


Silmara 25/10/2021minha estante
Cilada e desaparecido para sempre ?
Eu comecei por Cilada e nunca mais parei
Ótima indicação ??


Gans 25/10/2021minha estante
também comecei por Cilada e estamos aí procurando e-book dos livros não lançados rs


Lypee 04/12/2021minha estante
Também comecei por cilada. Depois disso não parei mais. Sim sabia que ela ia virar série. Espero que seja bem feito




Marcela.Sanchez 09/01/2022

Harlan Coben seu gênio!
Primeiro livro que eu leio de Harlan Coben e já virei fã, obviamente. Minha mãe ficou meses me falando pra ler os livros dele pois ela está simplesmente viciada e tem TODOS. Me emprestou esse e quase me OBRIGOU a ler nas férias que estou passando com ela. Tenho que agradecer a ela pois agora sou eu que estou viciada pqp!! Livro fantástico, dinâmico, difícil de largar e muito inteligente. Pra quem gosta de livros investigativos eu SUPER RECOMENDO!
ka 09/01/2022minha estante
add na minha lista pela sua resenha! vi a sinopse e o livro parece ser muito bom


Marcela.Sanchez 10/01/2022minha estante
Vale a leitura! Acredito que você vai gostar




Paty 11/10/2021

Top
Poderia começar dizendo.. " adoro o Win".. mas como sei k ele não se importa com o k pensoo ?. Vou soh dizer que impossivel nao ler o livro e nao imaginar um cara doido e top e nao sentir como se o conhecesse.. as tiradas e td o sarcasmo tornam o livro divertido..e tao sensacional, que a historia acaba em segundo plano.
Vale a pena mm pelo sarcasmo..ironia..cinismo e pensamentos d Win.. ou seja.. o livro eh p conhece lo e suas complexidades.. e Harlan arrasouu nisso..
comentários(0)comente



Letícia 12/11/2021

Li Win no início do ano, em inglês e devorei o livro, reli a edição brasileira com mais calma, quase como uma degustação de uma sobremesa favorita.

Esse livro é um presente do Harlan para nós #harlanlovers que viviamos pedindo um livro para esse cara que é ou ame ou odeie e principalmente é um presente para os fãs brasileiros, não vou dar spoilers mas o Brasil tem um papel muito importante na trama.

Apesar do livro não ter o Myron fisicamente, o Myron está no livro através de vários comentários do Win e a amizade dos dois é com certeza aquela meta de amizade dos sonhos. Temos também a presença da Ema e de outra personagem recorrente nos livros do Myron.

Uma morte e uma maleta, é assim que toda a trama se inicia, e vamos nos envolvendo com hippies radicais, com um atentado, uma cabana traumática e obras de artes. Tudo isso pelas ruas de Nova York, Nova Jersey e Filadelfia, usando e abusando de carros de luxo, helicóptero e um duvidoso aplicativo de encontros.

O que o Harlan acertou em cheio foi na narrativa em primeira pessoa, muito bom estar na cabeça do Win o tempo todo e apoiar ou julgar todas as suas decisões.
comentários(0)comente



Wania Cris 11/11/2021

Articule.
"Dono de uma apurada capacidade de observação, Win tem três coisas a seu favor para desvendar esse mistério: uma ligação pessoal com o caso, uma enorme fortuna e um estilo único de fazer justiça."

Gostar do Myron é a coisa mais fácil do mundo. Pra gostar de Win você tem que admitir que seu senso moral é flutuante... e eu amo Win desde as primeiras páginas que li sobre ele. Ele e Myron funcionam muitíssimo bem juntos... e foi isso que me incomodou um tico aqui, a ausência, quase tangível de Myron e as dezenas de citações de Win só aumentam mais a ausência...

O livro é muito bom, tem uma estória envolvente, tanto quando os demais títulos que, simplesmente, não dá pra largar até terminar.

Mas... tal qual Buchecha sem Claudinho é Win sem Myron...
comentários(0)comente



78 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR