O Duque Solteiro

O Duque Solteiro Sabrina Jeffries




Resenhas - O Duque Solteiro – Dinastia Dos Duques #2


47 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Tami 23/10/2021

Ótima sequência!
Gwyn Drake e Joshua Wolfe se destacaram ainda no primeiro livro da série Dinastia dos Duques. Eles, sem nenhum toque, tiveram mais química que o casal de protagonistas de Projeto Duquesa e chamaram bastante a minha atenção. Senti que O Duque Solteiro, livro no qual seriam os personagens principais, seria uma leitura bem mais agradável e não me equivoquei.

Como eu disse, Gwyn e Joshua possuem muita química. As interações entre eles são ótimas; ora divertidas, ora românticas, ora cheias de implicância e ora repletas de tensão s3xu4l.

Individualmente, os protagonistas também são muito carismáticos! Gwyn é uma mulher bem resolvida e sabe muito bem o que quer. Aos 30 anos, ela poderia estar desesperada para casar, mas a personagem não se limita apenas a isto. Gwyn é uma sonhadora com o pé no chão, insegura sobre seu passado, mas segura sobre o que quer para o seu futuro.

Joshua, por sua vez, é ranzinza e antissocial. Fuzileiro da reserva, ele foi ferido em combate e ficou manco, tendo esta condição relação direta com sua personalidade. Ele se sente diminuído e por isso tende a afastar as pessoas, só que com Gwyn as coisas são diferentes.

Gwyn está correndo perigo por conta de um fantasma de seu passado que resolveu lhe chantagear. Thornstock, seu irmão gêmeo, contrata Joshua como seu guarda-costas, já que a temporada em Londres será muito agitada e o algoz de Gwyn pode querer aprontar alguma coisa.

Esta aproximação compulsória faz com que a atração que já existia fique ainda mais latente, até que ambos não conseguem mais resistir um ao outro.

O Duque Solteiro um Romance de Época com personagens maduros e sem aquela sucessão de mau-entendidos que às vezes preenchem as páginas de livros do gênero. Recomendo!
comentários(0)comente



Minha Velha Estante 13/10/2021

Resenha da Fabi
Lady Gwyn é a irmã gêmea do Duque de Thornstock e finalmente, mesmo que com uma idade bem avançada para um debute, ela vai finalmente ser apresentada a sociedade. Depois de todas as tragédias que acometeram sua família nos últimos anos e ter sido impedida de debutar por esse motivo, a jovem agora vai ter a chance de entrar para a sociedade londrina de fato e finalmente arrumar um marido, o único problema da vez a ameaça que ronda sua vida, com a volta de um passado que ela não sonhava ter por perto além disso uma chama acesa pelo irmão de sua cunhada, qual ela tem certeza não ter interesse nenhum por ela.

Joshua Wolfe é um major renomado, porém afastado de suas atividades devido um acidente que lhe tirou a capacidade de servir nas forças armadas, devido a esse problema e a falta de verba para se manter, ele trabalha como guarda-caça na casa da família de seu falecido pai, mesmo tendo sua irmã se casado com um duque e podendo mudar sua vida, ele optou por continuar onde estava, mas agora sua vida está prestes a mudar. Com a chegada indesejada de uma ameaça a Lady Gwyn, sua então patroa e prima, Joshua é contrato como guarda-costas da moça pelo período de apresentação dela na sociedade londrina, o problema de tudo isso é que a chama que arde nele quando vê a jovem não pode ser alimentada, afinal para ele que se considera um homem defeituoso e pobre, pensar em se casar com a irmã de um Duque é mais do que pode suportar.

“Eu aprendi que se quiser que minhas vontades sejam consideradas, preciso mergulhar de cabeça na briga, de igual para igual.”

A paixão entre Joshua e Gwyn fica cada vez mais evidente para ambos, porém todos os segredos que envolvem o passado da jovem dama são uma parede que impede essa relação de prosseguir, com isso ambos precisam aprender a contar seus segredos, principalmente a Lady que a cada dia que passa se vê mais presa no passado e em uma chantagem quase impossível de acabar.

A narrativa da história é fluída e autora mantém o mistério a cerca dos problemas da família, sobre o que de fato aconteceu com os maridos da mãe de Gwyn – só quem leu o primeiro livro vai entender a referência –, além de abarcar outra aventura com toda a situação de perigo que envolve Lady Gwin e seus segredos do passado.

“Amar é como beber fogo e ter certeza de que não vai se queimar, mesmo sabendo que isso queimaria qualquer um. Significa confiar em alguém quando não deveria. Porque você sabe, bem no fundo do seu coração que a pessoa em quem está confiando vale a pena.”

Embora a história seja linda, apaixonante e tenha me rendido muitos momentos de felicidade, achei o título da obra totalmente sem sentido, afinal não temos a história de um duque e sim da irmã gêmea dele, os outros duques da história não aparecem com frequência e Joshua o nosso outro personagem principal, nada mais é do que um major, neto de um duque, sendo assim mantemos a condição de que o nome não tem sentido. Isso me levou a pensar que o nome da obra poderia ser outro, como por exemplo “A Irmã do Duque”, seria bem mais apropriado.

Fora isso, eu amei a obra e me divertir horrores com as tiradas da Gwyn e do Joshua, por serem personagens mais velhos eles entregaram bem mais do que as mocinhas delicadas e joviais que estamos acostumadas nos romances de época. Agora é com você, já leu essa obra? Se sim o que achou? Vamos conversar, até lá, um super beijo e fique bem.

site: https://www.minhavelhaestante.com.br/2021/10/o-duque-solteiro-sabrina-jeffries.html
comentários(0)comente



Mel 08/10/2021

Perfeito, amando está série. O título não tem nada haver mais que casal. Lindos. ?? Louca para ler o próximo.
comentários(0)comente



Koala Leitora 05/10/2021

O título não tem sentido, mas a história é ótima.
O passado de Lady Gwyn é algo que ela prefere não tocar, mas agora com as ameaças quem vem sofrendo por conta dele, ela precisa aceitar a proteção do irmão e por consequência a aproximação do Major Wolfe, que lhe arranca mais do que suspiros quando está presente. Além dessa atração, Gwyn será finalmente apresentada a sociedade Londrina, depois de anos de reclusão devido a vários acontecimentos na sua família, ela vai poder debutar e com isso ter que lidar com os pretendentes indesejáveis que vão aparecer.
Joshua Wolfe está muito bem instalado como guarda-caça da casa de campo do seu primo, o Duque de Thornstock, mesmo querendo voltar a ativa, ele sabe que sua condição devido a uma ferida de guerra, não lhe permitiria retomar como Major, até que uma oportunidade aparece. Devido a ameaça que a irmã de Thornstock vem sofrendo, Joshua aceita se tornar guarda-costas da moça e com isso poder ir para Londres onde pretende dar cabo do seu plano de voltar a servir para o seu país, o único problema disso tudo será lidar com seu desejo cada vez mais forte por aquela que ele jurou proteger.

?Joshua, a única pessoa que sente pena de você é você mesmo.?

Mantendo a narrativa fluída e os mistérios a cerca dos falecimentos na família, a autora nos apresenta mais uma história com abordagem dramática, trazendo dessa vez uma chantagem envolvendo a personagem principal e situações de guerra como as vividas pelo major. Um enredo que envolve vários novos personagens e abre brecha para o próximo livro.
Meu único incômodo com essa história foi o nome, afinal não temos a história de um duque nela e sim da irmã desse duque, nenhum dos outros duques aparecem com tanta frequência na história, logo o livro poderia ter um outro nome, como: A irmã do Duque... Talvez? Acho que se encaixaria melhor. Exceto isso, a história é ótima e me rendeu vários momentos de felicidade enquanto lia.

?Amar é como beber fogo e ter certeza de que não vai se queimar, mesmo sabendo que isso queimaria qualquer um. Significa confiar em alguém quando não deveria. Porque você sabe, bem no fundo do seu coração que a pessoa em quem está confiando vale a pena.?
comentários(0)comente



Mateus 03/10/2021

Procurando o duque solteiro
Como muitos leitores já disseram, a tradução do título não faz sentido nenhum, mas acho que isso não é algo que prejudica a história em si.
Estava ansioso por gwyn e Joshua desde "Projeto duquesa" e a história não me decepcionou em nada. Depois de ler o livro todo em um único dia e gostar muito dos personagens e da trama, não tem como não dar 5 estrelas.
Joshua me cativou desde o início, assim como a gwyn, ambos têm seus segredos, medos e sonhos, e foi bem gostoso de ver a forma como a atração entre eles passou para algo mais.
O "mistério" da série acabou ficando um pouco de lado, mas confesso que não me importo, pois não acho que fará uma grande diferença - ao menos não aqui nessa história.
A força da gwyn e os seus comentários sarcásticos fizeram eu gostar muito dela. Joshua é mais reservado e talvez até frio e grosseiro, mas entendi muito as suas atitudes e não achei que foram infundadas em momento algum.
Thorn talvez tenha me irritado um pouco aqui nessa história, acho que ele é o irmão que menos me encanta. E queria ter visto mais do Sheridan aqui, já que ele ficou muito ausente.
O único problema da história é a tradução que em algum momento se perdeu em expressões populares e até mesmo em algumas frases, mas nada que influenciou A HISTÓRIA,na minha opinião.
comentários(0)comente



Thams 01/10/2021

O título é meio ???
Mas o livro é ótimo.
Na minha opinião, melhor que o primeiro.
A química dos protagonistas já podia ser sentida desde o primeiro livro, conhecer mais sobre a história dos dois foi ótimo.
E eles são personagens cativantes e apaixonantes, se completam.
O major foi a maior surpresa, já que apesar da casca dura e por tudo que sofreu, a Gwyn consegue despertar esse lado fofo dele.
Adorei! E vamos seguir na busca do assassino dos duques.
comentários(0)comente



Carol 28/09/2021

?O duque solteiro? que não é duque
Pra começo de conversa, a tradução do título foi a pior.
A Arqueiro traduziu ?The Bachelor? para ?O duque solteiro?, porém o personagem principal não é um duque, mas um oficial da marinha afastado após um ferimento em batalha e que agora trabalha como guarda-caça.
Então, cadê o duque?

A verdade é que seria mais lógico que esse casal tivesse só um conto e, não, um livro, já que não faz sentido a série ?Dinastia dos Duques? ter um livro inteiro sem nenhum duque como personagem principal.

Entendo que a autora quis contar a história da Gwyn também, já que ela faz parte da família principal da série, mas deveria ter feito só um conto intermediário, como fez com a história de Heywood (o filho mais novo que também não é duque) em ?Um par perfeito?.

Dito isso, gostei mais desse segundo livro do que de ?Projeto Duquesa?, achei o casal com mais química.

A história em si é legal, tem toda a trama com o Malet, além dos passados da Gwyn e do Joshua que são interessantes, mas a escrita da autora é bem fraquinha, achei que ela não desenvolve as coisas direito, principalmente na primeira metade do livro, depois dá uma melhorada.

Apesar de estar longe de me apaixonar pela série, pretendo ler os próximos, principalmente por causa do tal mistério acerca do falecimento dos duques.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Mari 25/09/2021

Projeto Duquesa não foi um livro que me marcou muito. Confesso que não tinha grandes expectativas para a continuação (a não ser o mistério acerca das mortes dos duques), mas que bom que eu insisti em ler O Duque Solteiro. Josh é um mocinho surpreendente e aquele típico crush de metade do booktok: moreno sarcástico com traumas e um passado sombrio kkkkk. Gwyn é super carismática e divertida. A junção dos dois foi inesperada, mas incrível. Amei a forma como a autora trabalhou os traumas de ambos, a questão policial e a relação entre os irmãos (tanto os da Gwyn, quanto os do Josh). A narrativa é divertida, tem vários núcleos (mais do que a maioria dos romances de época) e tem personagens carismáticos. Gostei muito mais desse casal do que o casal protagonista do livro anterior. Terminei esse livro super animada pela continuação e pela resolução do mistério. No geral, é um dos romances de época mais surpreendentes que eu li recentemente (e ainda me tirou da ressaca pós TOG), ou seja, recomendo demais!!!!!
comentários(0)comente



Lourdes 24/09/2021

Ótima Leitura
Um Oficial que ficou ferido na guerra a irmã de um duque que não sabia o seu verdadeiro valor pois já havia sido enganada uma vez. Junte isso e terá um belo romance cheio de aventuras.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Juh @sonhodelivro21 16/09/2021

O Duque Solteiro
Sabe um casal que já começa a roubar a cena em volumes anteriores. Isso acontece em O Duque Solteiro.

Para não dar spoiler, Gwyn é a protagonista deste volume e me surpreendeu muito! Ela é uma mocinha beeeem diferente de tudo que eu já tinha visto nos romances de época e o mocinho também.

Curti muito e mal posso esperar para o próximo volume e descobrir mais sobre essa família e os segredos deles.
comentários(0)comente



Mari 15/09/2021

Não era duque , mas era solteiro
Quero começar falando do título em português que não faz sentido , pq advinha só , o protagonista não é um duque! Fora isso, tirei algumas estrelas pq parece que a autora tem tanta pressa que não desenvolve o passado dos personagens e depois vai jogando os fatos conforme precisar. Divertido, mas eu esperava mais!
comentários(0)comente



La Oliphant 12/09/2021

Posso afirmar que ninguém está mais obcecada com a série Dinastia dos Duques do que eu. E não é só porque a escrita da Sabrina Jeffries é espetacular, mas também porque os personagens são encantadores e a forma como todos os livros da série são bem amarrados me deixa instigada para saber o que é que vem a seguir.
O Duque Solteiro é o segundo livro da série e acontece um pouco depois de Um Par Perfeito, o conto lançado pela editora Arqueiro apenas em formato digital. Neste romance conhecemos a história de lady Gwyn, uma das personagens que eu mais gostei de conhecer no primeiro livro dessa série.
Gwyn e Joshua mostraram química ainda em Projeto Duquesa, mas é em O Duque Solteiro, quando o nosso major rabugento recebe a missão de protegê-la de um patife, que as coisas começam a pegar fogo entre os dois.
Antes de começarmos a falar sobre o quanto esse romance é maravilhoso, eu queria pontuar algumas coisas:
O romance é importante, mas não é tudo
Um dos pontos que mais me chamou atenção no enredo de Dinastia dos Duques é que temos algumas coisas acontecendo nas entrelinhas. Por exemplo, existe alguém tentando assassinar as pessoas da família (eu acho) e acontecimentos estranhos estão por todo o livro, mas de uma maneira tão sutil que você pode nem perceber.
Jeffries tem um cuidado muito grande em trazer profundidade para os seus protagonistas. É claro que seria mais fácil focar no romance e deixar qualquer outro aspecto emocional em segundo plano, mas eu gostei muito de conhecer mais das inseguranças da Gwyn e do Joshua.
E apesar de isso ainda ser um romance de época, ver uma autora tratando com tanto cuidado dos traumas que o Joshua tem por conta da guerra, me deu um certo alívio. Diferente de outras autoras de época, Sabrina não me fala que esses traumas existem, mas ela me mostra em cenas o quanto isso afeta a vida de e porque as pessoas tem essa visão tão deturpada do major.
Sorte minha que a Gwyn conseguiu ver além da rabugice dele.
Os diálogos de O Duque Solteiro trazem muita tensão
Talvez eu esteja muito errada com essa impressão, mas os diálogos de Joshua e Gwyn me lembram muito aquela cena onde o Darcy propõe para a Elizabeth na chuva, sabe? As palavras são ditas para ferir, mas é quase impossível esconder a tensão sexual que existe entre os dois protagonistas.
Gwyn tem um temperamento forte e tem o seu próprio jeito de fazer com que tudo aconteça exatamente como ela precisa. E por ser muito observador, Joshua sabe exatamente onde está se metendo quando percebe o quão atraído por ela ele está.
Diferentes por terem vidas completamente distintas, mas muito parecidos quando se trata dos seus próprios desejos e vontades. E quando isso é colocado em uma cena de conflito, onde Gwyn quer aprender a atirar com uma arma e ele se recusa a ensinar, não me surpreende em nada que as coisas comecem a escalar entre eles antes mesmo do capítulo terminar.
Não tem nada melhor do que um herói mal humorado, mas cheio de fogo entre as pernas, minhas queridas. (hihihi)
E por fim, o romance que nos foi prometido
Eu devorei esse casal em poucas horas, não vou mentir.
As inseguranças de ambos os personagens tem um papel muito importante na forma como o romance deles acontece. Primeiro, Joshua acredita que Gwyn está fora do seu alcance por ser pobre e aleijado. Segundo, Gwyn acredita que Joshua jamais se interessaria por ela por conta de tudo o que aconteceu no seu passado.
Ou seja, os dois estão completamente loucos um pelo outro, mas não se entregam por medo da rejeição, como não amar?
E o fato de ambos terem personalidades muito parecidas faz com que o relacionamento seja ainda mais picante — principalmente com o fato de Gwyn não ser uma protagonista que tem medo de expor seus desejos e experimentar coisas novas (se é que vocês me entendem).
É interessante ver que todo mundo no livro percebeu que eles eram completamente apaixonados um pelo outro antes mesmo de eles estarem prontos para admitir isso. E eu jurava de pé junto que nem mesmo a Lydia iria perceber o que estava acontecendo, mas nada escapa essa mulher maravilhosa.
E quanto as cenas de sexo do nosso casal? Existem segredos que apenas a sala da tapeçaria pode revelar e isso é tudo o que eu vou dizer, amadas.
Um romance de época que vai além
O fato de Sabrina Jeffries ter salvado um espaço no livro para falar sobre gravidez realmente mexeu muito comigo.
Abrir o diálogo sobre a incerteza de querer ser mãe, aborto espontâneo e o quanto a experiência de ter ou perder um filho pode mexer com uma mulher é muito importante e O Duque Solteiro conseguiu fazer isso de uma maneira muito acolhedora e sutil.
Como uma grande fã e apaixonada do gênero, me deixa muito feliz que as autoras estejam utilizando o espaço dos seus livros para falar de assuntos importantes e incentivar comportamentos saudáveis mesmo que através da ficção.
O Duque Solteiro foi uma leitura maravilhosa, exatamente o que eu estava precisando para sair da minha ressaca literária e voltar para o meu ritmo de leitura. Os diálogos são muito divertidos, o enredo traz um pouco de aventura misturada com aquela tensão sexual que a gente adora e os personagens são, simplesmente, tudo.


site: https://www.laoliphant.com.br/resenhas/resenha-duque-solteiro-sabrina-jeffries
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



47 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR