100 pedaços de mim

100 pedaços de mim Lucy Dillon




Resenhas - 100 pedaços de mim


30 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Clarinha 18/10/2021

Que livro maravilhoso!
O jeito como esse livro prende é simplesmente delicioso! No livro é narrado tanto o passado quanto o presente da personagem principal, te fazendo ficar curiosa para descobrir o que já aconteceu e também o que ainda vai acontecer. O livro tem momentos tensos, momentos tristes e também momentos felizes e fofos. Recomendo!
comentários(0)comente



Mi 18/10/2021

Bom
Inicialmente a gente pensa ser mais um romance clichê porém, somos surpreendidos pela história da Gina.
A protagonista tem 33 anos de idade, filha única, trabalha com restauração de casas antigas. Ela teve um ?primeiro namorado? chamado Kit que por algum motivo não deu certo e a gente fica curioso pra saber o que aconteceu. Depois de concluir a faculdade, ela volta para a sua cidade e conhece Stuart ( amigo do noivo da amiga Naomi) com quem se casa, convivem juntos por uns bons anos compartilhando viagens, projetos e alguns obstáculos. Em algum momento do relacionamento dela com Stuart, Gina é diagnosticada com câncer de mama e será preciso passar por quimioterapia. Stuart segura as pontas com ela. Anos depois, câncer superado, casa própria concluída, Gina descobre que o marido está de caso com outra mulher.
Gina muda para um apartamento e decide recomeçar a sua vida, primeiramente desapegando de todas as coisas ?supérfluas? (ela era muito consumista). Daí a ideia do nome do livro, pois ela começa fazer uma lista de 100 coisas necessárias para sua vivência. Em um desses desapegos ela vai vender uma bicicleta e acaba ficando com um cachorro galgo.
Projeto de trabalho novo, divórcio saindo, um animal de estimação e novas amizades. Embora muitas vezes Gina não se vê como uma pessoa forte, a gente consegue sentir isso ao decorrer das páginas. Por tudo que ela passou e conseguiu seguir. Claro que não foi fácil , teve dias difíceis nesse processo, mas eles passaram.
O foco do livro é a vida da Gina em si, a superação, as percas, a dor, o perdão, a doença, os desapegos, etc. Os demais personagens a gente só conhece a parte deles que é interligada a protagonista.
Coincidência li o livro agora que é o mês da campanha do OUTUBRO ROSA ( nem imaginava que abordaria essa temática). Além do câncer de mama, outros pontos são fortes na trama, assim como o divórcio e a adoção de animais.
?Esqueça o que veio antes ou o que ainda está por vir. Concentre-se neste exato momento, quando você tem tudo do que precisa: isso é viver. AGORA, AGORA e AGORA.?
comentários(0)comente



Tatu 17/10/2021

Nesse tempo louco de pandemia nada melhor que uma leitura leve. E assim foi essa leitura. Uma mulher que passa por dores que várias mulheres passam, uma obra que toca em temas delicados como câncer, casamentos desfeitos e ainda assim tão fluída a leitura.
comentários(0)comente



Roh Matos @somaisumparagrafo 16/10/2021

@somaisumparagrafo
Aos 33 anos, a vida não está nada fácil para Gina Bellamy. Seu casamento chegou ao fim e ela está passando por um processo de remissão de um câncer de mama, não o bastante, um cachorro traumatizado entra para a sua vida. Determinada a recomeçar do zero, se recuperar e aproveitar a beleza e a simplicidade do cotidiano, decide se livrar de tudo aquilo que não lhe é imprescindível, ficando somente com as 100 coisas que considera vitais. Mas como fazer essas escolhas? Enquanto vai refletindo e tomando decisões, se permite relembrar o passado para se reconciliar com seu presente.

???

Que história linda!
Ao longo das páginas, acompanhamos a protagonista embarcar em uma jornada de autoconhecimento e recomeços. Gina precisa reaprender a viver sozinha, reconstruir um coração partido e lidar com a culpa de um passado traumático. A narrativa é envolvente e tocante, fala muito sobre amores, relacionamento familiar, amizade, rede de apoio, escolhas e perdão. O foco não é o romance, mas ele acontece de forma simples e gradual.

Essa leitura me trouxe muitas reflexões, principalmente no que diz respeito a prática do desapego para oportunizar espaço para novas experiências, além de buscar gratidão pelo que já temos. É uma história que tez faz querer valorizar o que é de mais singelo na vida, os bons momentos e o prazer descomplicado, e como cereja do bolo, mostra o quanto o amor de um bichinho de estimação pode trazer luz aos nossos dias mais nublados. Esse livro se tornou um dos meus queridinhos da coleção Romances de Hoje.

?Na minha opinião, as pessoas são muito apegadas a coisas quando, na verdade, deveriam acumular momentos. Momentos. Vivências. E nada grandioso. Coisas pequenas do dia a dia, como... como sair logo depois de uma chuva. Nadar no mar. Chegar numa nova estação de trem onde numa esteve. Um pôr do sol de tirar o fôlego no verão.?
comentários(0)comente



Jana.Nunes 15/10/2021

Segundo livro que leio dessa autora e não tem como não se apaixonar quando a historia envolve cachorros. Amei muito esse livro e poderia ter um segundo
comentários(0)comente



Fernanda 14/10/2021

100 Pedaços de Mim
Resenha disponível no blog:

https://modoliterario.blogspot.com/2021/10/resenha-100-pedacos-de-mim-lucy-dillon.html

site: https://modoliterario.blogspot.com/2021/10/resenha-100-pedacos-de-mim-lucy-dillon.html
comentários(0)comente



Mariana.Sperafico 13/10/2021

com saudade
me apeguei muito a esse livro. que história bem escrita, sem focar em uma coisa só (menos chance de clichês). a gente realmente vive a vida da protagonista, não é um romance focado só no casal, a vida dela acontece! agora não sei o que fazer da vida haha, enrolei muito pra terminar de ler.. leria mil vezes de novo! muito leve e cativante!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Thyanne.Ribeiro 11/10/2021

Olha eu fui totalmente tombada por esse livro. Li mais de 500 pags na velocidade da luz nesse domingo, peguei de manhã e só parei agora depois de chorar umas cataratas do Iguaçu ? não dava nada por ele, mas amei. É uma história corriqueira, mas apresentada de um jeito tão forte e poético que ? me sobram lágrimas pra te dizer o quanto estou fascinada pelo por vc, Gina ??
comentários(0)comente



Bel 10/10/2021

Belezas reflexões, porém muito longo.
O livro trás uma temática muito importante: o câncer de mama, coincidentemente ou não, o li em outubro ♥
A história baseia-se em uma lista de 100 coisas imprescindíveis que a protagonista irá levar consigo para o apartamento novo e sua vida nova após a separação.
Infelizmente, o livro começou a me prender a partir da página 200 (o que eu acho bastante tardio quando se tem no total 416). Achei muito longo, com excesso de flashbacks. Alguns deles eram essenciais para o capitulo, mas a grande maioria é desnecessária.
Muitas vezes o flashback só reafirma aquilo que o leitor já concluiu e por isso fica maçante.
comentários(0)comente



day 10/10/2021

Perfeito !
Um livro lindo de se ler !
Fiquei apaixonada pela personagem Gina , tão humana ,tão mulher , tão cada uma de nós ! Com suas histórias,mágoas ,amores e esperança .
O livro trata com tanta perfeição temas sérios como câncer ,divórcio , perdão e adoção de animais .
Um livro que arrancou lágrimas de mim, pois me apaixonei pelo cãozinho.
Um dos livros mais lindos que li esse ano e já se tornou um dos preferidos .
?Esqueça o que veio antes ou o que ainda está por vir. Concentre-se neste exato momento,quando você tem tudo do que precisa : isso é viver .
Agora .
Agora
E agora .
comentários(0)comente



Julia Simões 10/10/2021

100 Pedaços de Mim
100 Pedaços de Mim acompanha a vida de Gina, uma restauradora de casas que aos 33 anos já passou por muitas coisas difíceis e precisa recomeçar mais uma vez. Ela então resolve fazer uma lista de 100 coisas essenciais para sua vida e desapegaria de todo o resto.

Todas as outras personagens do livro tem ligação com Gina, então a vida delas não é muito aprofundada, são abordadas apenas as partes de suas vidas que possuem algum envolvimento com a protagonista.

É um livro que traz uma mistura de sentimentos, pois aborda muito o começar e recomeçar sempre que necessário, o quanto o perdão é importante em uma jornada de recomeços, o perdoar ao próximo, mas principalmente o perdoar a si mesmo. Nos mostra o quanto o passado precisa sempre ser esquecido para que possamos viver o presente de forma a aproveitá-lo ao máximo.

?Gina apertou o botão em sua mente. Esqueça o que veio antes ou o que ainda está por vir. Concentre-se neste exato momento, quando você tem tudo o que precisa: isso é viver?.

A estória tem seu momento clichê, mas também mostra coisas como perdas, separação, doença, acidente e o quanto é necessário sempre seguir em frente após momentos difíceis. Mostra também o Buzz, um cachorrinho traumatizado e triste que passa por um recomeço, assim como Gina.

?Quando levantou o olhar, Buzz não estava mais na caminha e tinha se deitado perto da porta, para a qual olhava fixamente, com os olhos pretos inescrutáveis. Não estava esperando para sair. Estava montando a guarda?.

É uma estória linda com uma mensagem linda. Gostei de como foi o final, não achei necessário um fechamento concreto na estória, porque senti que a intenção do livro era passar que o importante na vida é viver o agora, sem se prender ao passado e sem planejar sempre o futuro. E isto o livro mostrou o tempo todo.
comentários(0)comente



@thacristina__ 03/10/2021

Não gostei.
Achei que a autora poderia se aprofundar mais na história de Gina, pois é muito boa, mas percebi que só foi ter graça e alguma ação interessante chegando próximo das últimas páginas, no 70% de leitura.
A única coisa que salvou foi o Buzz, queria ele pra mim. ??
comentários(0)comente



Ana Cristina 30/09/2021

100 Pedaços de Mim
Gina termina um casamento desgastado de forma dolorosa e agora está recomeçando a vida em um novo apartamento. Na mudança, ela precisa decidir o que fazer com objetos acumulados ao longo de anos.

A personagem transforma essa tarefa em mais do que um exercício de organização e seu recomeço é muito mais profundo do que apenas uma nova casa. Ela ressignifica cada objeto lembrando de sua origem, o que representaram em seu passado e o que eles significam para ela para que possa decidir se deve mantê-los ou não.

O formato é muito interessante, pois narra a história da personagem de forma não linear, mas como as lembranças sempre estão relacionadas a um objeto no momento presente, a linha do tempo não fica confusa. A história se torna um quebra-cabeças que vamos montando ao relacionar eventos do passado distante com o passado próximo e o presente para entender melhor a vida de Gina.

Outro ponto muito positivo é forma como a personagem reage aos eventos de sua vida. No passado, lida com situações de forma imatura, já suas reações aos eventos recentes são mais comedidas. Esse detalhe reforça a evolução da personagem tornando-a mais realista.

O que me incomodou um pouco é o excesso de flashbacks. Alguns são surpreendentes e interessantes, mas muitos são desnecessários. Há dinâmicas, como a relação da personagem com a mãe, por exemplo, que são reforçadas ao longo da narrativa fazendo com que alguns flashbacks sejam redundantes. Afinal, é possível entender uma situação sem saber como ela aconteceu em detalhes e nestes casos o flashback apenas reitera informações que o leitor já assimilou.

O livro também é mais longo do que o necessário. Alguns eventos do passado demoram para seres esclarecidos, criando um suspense que não instiga o leitor, pelo contrário, tornam a leitura cansativa. Já situações do presente que claramente irão se desenrolar em um desfecho previsível, demoram muito para acontecer tornando também a leitura monótona da metade para o final do livro.


site: https://mosaicoll.wordpress.com/2021/10/11/100-pedacos-de-mim/
comentários(0)comente



Mari Duarte 30/09/2021

Este livro
Nunca foi o tipo que eu escolhesse ler se tivesse opções? mas isso mudou agora.

Que livro perfeito! É injusto, e acredito que até mesmo invasivo avaliar uma estória como está, simplesmente porque se parece perfeitamente com a realidade. A Gina é uma mulher como eu, como você ou como sua mãe ou melhor amiga. Ela conta sobre toda a sua vida, experiências fantásticas do passado, expectativas para o presente e para o futuro, decepções e muita barra para segurar.. desafios que muitas pessoas vivem diariamente, mas que a maioria de nós não saberia como lidar.

Muitos erros são cometidos ao longo do caminho (e você sente raiva dela inúmeras vezes) mas você também chora por ela, com ela? você vibra e se impressiona.

E o mais importante, o que ela te ensina? Viver se trata do presente. Não se trata do antes, não se trata do depois. A hora é AGORA.
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR